Enquanto faz politicagem na rede social, Delano deixa de cumprir com suas obrigações…

Gabriel Delano ao lado do prefeito Américo de Sousa: gestão desastrosa e truculenta a frente do Meio Ambiente

A situação de Coelho Neto é a pior possível. Além de um prefeito que não consegue dizer a que veio, a gestão está cercada de secretários inoperantes, descompromissados e sem qualquer respeito com os cidadãos.

Um dos secretários mais desastrados é sem dúvida alguma o de meio ambiente, Gabriel Delano. Ontem (09), ele aproveitou a notícia da saída do vice-prefeito Antônio Pires – talvez escalado pelo chefe – para falar abobrinha em grupos de whatsapp, como se alguém na cidade desse alguma importância para o que ele pensa.

Enquanto gasta o tempo que deveria está trabalhando com asneiras e opiniões não solicitadas, o secretário deixa de cumprir com aquilo que realmente interessa e que é custeada pelo cidadão da cidade que lhe paga um gordo salário.

O blog recebeu o vídeo de uma denúncia de um morador da Rua Valentim Antônio de Sousa – aquela mesma que denunciamos recentemente que está as escuras. Pois bem, Delano teria aparecido lá com a promessa há mais de dois meses de reforma da pracinha. Derrubou um pouco de areia por lá, deu uma capinada e a tal obra não saiu do lugar. Então secretário, vai executar o serviço ou não?

Se não bastasse a incompetência para cumprir o que promete, Delano – que é conhecido como capitão do mato pela forma de agir na pasta – ainda vai responder na justiça pela abordagem truculenta feita recentemente a um empresário da cidade, que deve ser pauta da Câmara nos próximos dias.

Mas essa é uma outra história…

Rejeitado: Secretário de Meio Ambiente de Coelho Neto é alvo de críticas na Câmara até por vereadores da base do governo…

João Paulo iniciou a discussão e teve suas críticas ao secretário corroboradas pelos colegas do governo Reginaldo Janse – Cará e Wilson Vaz

Eleito por esse blog como o pior auxiliar do governo petista, o secretário de Meio Ambiente Gabriel Delano sentiu na sessão desta quinta (16), o tamanho de seua rejeição, desta vez em meio aos dos vereadores da própria base do governo.

O assunto começou após um discurso do vereador João Paulo (PMDB) denunciando as reclamações recorrentes da postura do secretário de meio ambiente, Gabriel Delano, sobretudo no que se refere os critérios de licenças de festas. Segundo ele, o secretário não tem critérios técnicos para a liberação dos eventos, que é feito de forma indiscriminada e de acordo com o gosto pessoal do titular do meio ambiente.

O vereador Reginaldo Janse – Cará (PMDB) destacou o perfil autoritário do secretário inclusive já denunciado por esse blog. “Já foram diversas denúncias já inclusive por abuso de autoridade e eu até suponho aqui que essa conversa seja mais breve porque a gente tem que se colocar no lugar do outro… Não é a primeira vez que estou ouvindo denúncia do companheiro, até é meu vizinho, já tive conversando pessoalmente com ele e depois até comentei com os companheiros que achava uma forma muito infeliz das colocações que o companheiro me fez mas eu não quis entrar em teima com ele até porque eu senti nele assim muito autoritário no momento”, destacou.

Mais revoltado, o vereador Wilson Vaz (PTdoB) foi além e cobrou providências do prefeito com relação ao auxiliar. “Eu acredito que esse secretário tá causando tanto tumulto nessa Câmara que eu nunca vi, eu não sei nem onde o prefeito está que deixa uma coisa dessa acontecer”, disse sob aplausos efusivos após criticar a abordagem do secretário em tentar proibir a realização de festas.

Gabriel Delano desde o início do governo tem sido um desastre em seu afã de agradar o chefe. Já chegou ao cúmulo de tentar entrar num prédio privado, dar voz de prisão em pessoas e acusar um documento oficial de ser falsificado apenas para justificar sua ingerência. De perfil tido como truculento, tem prestado um desserviço na pasta que ocupa, inclusive com altíssimo índice de rejeição pela população.

E agora constatado agora pelos próprios vereadores da base do governo…

A incompetência da Secretaria de Meio Ambiente de Coelho Neto para o que realmente lhe interessa…

Apesar de tentar mostrar serviço a força, a Secretaria de Meio Ambiente de Coelho Neto sem dúvida alguma é a que presta um dos piores serviços dentre as que compõem o atual governo. É comandada pelo secretário-projeto de delegado Gabriel Delano, figura conhecida por seu perfil truculento e pelas operações desastrosas que comandou desde que assumiu a pasta.

Começaram a circular pela internet fotos de queimada indiscriminada nas margens da estrada Coelho Neto-Pimenteira e não se tem conhecimento de nenhuma ação da  Secretaria de Meio Ambiente para investigar de que forma isso está sendo feito. A foto não representa 5% da área queimada.

Outra problemática da cidade é a grande quantidade de animais nas vias públicas, em total desobediência ao Código de Postura e a Secretaria de Meio Ambiente também nunca se posicionou a esse respeito.

Ontem (26), em fração de segundos a grama seca (por falta de cuidados) em volta Igreja de São Raimundo Nonato pegou fogo, não se sabe como e até agora a Secretaria de Meio Ambiente também não se posicionou. Estranhamente não se tem cuidado para jogar água grama, mas se tem água para apagar dizeres contra o prefeito no asfalto, deslocando inclusive um carro pipa para esse fim.

É por essas e por outras, que afirmamos que a Secretaria de Meio Ambiente é uma das piores – senão a pior – do governo Américo.

Para tratar do que realmente interessa o secretário não toma providências, mas se fosse um paredão de som, se fosse pra mexer com trabalhadorras que ganham a vida honesamente ou para mandar fechar rádio ele já tinha aparecido.

Pense num um desastre!

Truculento e arbitrário, secretário de Meio Ambiente de Coelho Neto paga mico novamente…

Inconformado com a rádio que o ex-prefeito Soliney Silva está montando em Coelho Neto, o atual prefeito Américo de Sousa (PT), mostrou mais uma vez seu lado perseguidor para tentar a todo custo impedir o projeto da rádio saia do papel.

Como não tem coragem para mostrar a cara em ações como essa, o prefeito designou seu atrapalhado secretário de Meio Ambiente Gabriel Delano para liderar uma abordagem fajuta no intuito de barrar as atividades da rádio. Delano é conhecido na cidade pelas abordagens desastrosas que tem feito desde que foi investido no cargo.

Se achando uma mistura de juiz, advogado e oficial de justiça ao mesmo tempo, o secretário usou o aparato policial da PM para fazer uma abordagem totalmente sem sentido. Chegando na rádio foi recebido pelo ex-prefeito Antônio Cruz que coordena o projeto de reforma do prédio e a montagem da torre.

Visivelmente alterado e totalmente truculento, começou a cobrar um calhamaço de documentos. A medida que ia solicitando, Cruz ia mostrando que todos os documentos solicitados estavam de acordo com o solicitado. Cobrou documentação que sequer havia sido requerida e não foi capaz de mostrar nenhuma notificação feita solicitando documento algum. Quando viu que não tinha o que exigir, chegou ao ponto de afirmar que o Alvará expedido pela Prefeitura era uma montagem. Um verdadeiro absurdo – para a mando do chefe – barrar a rádio de qualquer forma.

Alvará assinado pelo Secretário de Obras que Delano acusou de ser montagem: desespero

Se achando o todo-poderoso, “mandou” todo mundo para ir à delegacia como se ele tivesse esse poder. Acompanhados do advogado Dr Val Filho e conscientes de que a documentação estava correta, o ex-prefeito Cruz por livre e espontânea decidiu comparecer para prestar os devidos esclarecimentos.

Na delegacia foi que o “projeto de secretário” pagou mais um mico. Com a documentação dentro da legalidade, o secretário foi proibido de se dirigir a rádio, já que ele tentou entrar num prédio particular de forma arbitrária e sem autorização judicial, inclusive chegou a dar voz de prisão em flagrante segundo relato do vereador Rafael Cruz, como se fosse um delegado. Os trabalhos da rádio portanto continuam e o truculento secretário e se prefeito ditador mais uma vez deram com a cara na porta e tiveram que colocar a viola no saco.

E assim segue o governo do PT, perdido e querendo transformar a cidade em um feudo. Felizmente não conseguirão. Segue o vídeo com parte da atuação arbitrária do secretário desastroso:

Caçamba do PAC é flagrada deixando material na casa do secretário de Meio Ambiente em Coelho Neto

Um popular flagrou no final da manhã desta quarta (20), a caçamba do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC pertencente a Prefeitura de Coelho Neto deixando material de construção (barro) na porta da casa do secretário de Meio Ambiente, Gabriel Delano.

Por incrível que pareça essa não é a primeira vez que a dita caçamba é flagrada em situações como essa. Em julho esse blog noticiou o mesmo veículo saindo das dependências do Sindicato do Servidores Públicos – SINTASP e na época o governo não deu um pio sobre o assunto.

Para quem não sabe, Delano é aquele que tem se apresentado como o “homem da lei” da cidade. Cercado de policiais em suas “operações”, o secretário comprou briga com os donos de paredões, trabalhadores autônomos incluindo as famosas “tias da batatinha” da praça João Santos, quando liderou uma ação truculenta para movê-las do lugar que trabalhavam.

Para quem um dia condenou o uso de carros oficiais, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) terá muito a explicar sobre a façanha de um dos seus principais auxiliares.

A ação é caracterizada como improbidade administrativa e segundo fontes do blog, já fez o prefeito soltar “fogo pelas ventas” durante a tarde.

Resta saber qual a versão que darão para mais esse fato escabroso do governo.

Pode isso Arnaldo?

Governo Américo se incomoda com tudo… até com as “tias da batatinha”…

Muitos do leitores nos mandaram mensagens perguntando se não iriamos nos manifestar sobre mais uma desastrosa operação da Secretaria de Meio Ambiente de Coelho Neto que culminou com a remoção das “tias da batatinha” do local onde já trabalham durante muito tempo. Lógico que não iriamos deixar um assunto como esse passar despercebido.

Para quem não sabe, as “tias da batatinha” são duas senhoras arrimo de família que toda noite se instalam na Praça João Santos pra vender dentre outras coisas as famosas batatinhas fritas. Não mexem com ninguém, não atrapalham ninguém, ao contrário, muita gente para na praça para experimentar das famosas iguarias.

Pois bem, ontem (06), o secretário de Meio Ambiente Gabriel Delano comandou mais uma de suas desastrosas operação, dessa vez para removê-las de seu costumeiro e estratégico local de trabalho. Se queriam melhorar as condições porque não doaram duas barracas personalizadas para que o atendimento fosse qualificado?

O secretário age como se fosse um “capitão do mato”, chegando com todo um aparato, inclusive policial, para chamar atenção, tentar mostrar serviço e agradar o chefe. Uma lástima! Lamentavelmente ao invés de propor uma conversa em horário posterior, o secretário prefere destacar policiais de suas funções para tentar intimidar duas senhoras no exercício de suas atividades laborais e que em nada incomodam a sociedade.

Com tantos problemas no meio ambiente, o secretário insiste em se incomodar com quem ganha a vida dignamente. Infelizmente se incomoda com quem trabalha nas vias públicas, mas não oferece qualquer proposta alternativa que melhore o trabalho destes, que ralam muito para pagar as contas e manter suas famílias.

Os vereadores João Paulo e Rafael Cruz (ambos do PMDB), se manifestaram através das redes sociais para protestarem contra o que consideraram uma afronta a ação desnecessária do governo. O blog é a favor da Lei, mas sobretudo é a favor do bom senso e da racionalidade. Se não tem como ofertar melhores condições de trabalho às duas senhoras por que mexer com elas?

Ao tentar mostrar serviço a toda força, o secretário de Meio Ambiente só consegue ganhar repulsa de todos aqueles que consideram suas abordagens intimidatórias, truculentas e muitas das vezes desnecessárias.

Nosso repudio a forma desastrosa com que tem conduzido as ações de sua secretaria…

Mais um acerto: Américo confirma Gabriel Delano no Meio Ambiente

delano
Américo e o indicado Gabriel Delano

Conforme antecipado por esse blog, o Prefeito eleito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), confirmou o nome de Gabriel Delano para assumir a Secretaria de Meio Ambiente a partir de 1 de janeiro de 2017.

Ele foi Cabo do Exército atuando no setor pessoal do 25° BC em Teresina – PI, Secretário Geral do Sindicato dos Taxistas de Teresina – PI, Professor de Física e Matemática, quando acadêmico de Física na UFPI, Presidente da Junta Administrativa de Recursos de – JARI do Detran – PI e atualmente Empresario do ramo de Confecções em Coelho Neto.

A indicação de Delanbo demarca espaço e confirma a importante participação do PPS no governo petista.