Estudantes denunciam ar-condicionados “de enfeite” em escola inaugurada por Flávio Dino em Coelho Neto

 

Há mais de um mês, mais precisamente no dia 08 de junho, o governador Flávio Dino esteve em Coelho Neto inaugurando a reforma do Centro de Ensino Coelho Neto, como parte das ações do Programa Escola Digna.

A simples travessia de um fio de um lado para o outro da rua tem dificultado a vida dos alunos…

Acontece que segundo denuncia de alunos a que o blog teve acesso, a festa mesmo foi só enquanto o governador estava presente pois após sua saída o que se constata é o descaso da Secretaria de Educação do Estado – Seeduc com as suas unidades.

Mais de 30 dias de inaugurada a obra, os alunos denunciam que os ar-condicionados estão sem funcionar devido a um porblema não resolvido na subestação de energia da escola. Uma simples fiação que deveria atravessar de um lado para o outro da rua e que deveria ser feito no prazo de 10 (dez) dias segundo prazo que havia sido anunciado pela própria Seeduc nunca foi cumprido.

Que são obrigados a verem os ar-condicionados apenas como um enfeite…

E os alunos são obrigados a assistir as aulas no calor, aguardando que a boa vontade de alguém possa solucionar o problema…

Flávio Dino em Coelho Neto: entre promessas antigas, requentadas e as novas promessas…

 

Depois de inúmeras visitas desmarcadas, o governador Flávio Dino esteve na última sexta (08), em Coelho Neto. Sem os devaneios e o bumbo dos aliados do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), o blog faz uma análise do que o comunista já tinha prometido, o que prometeu novamente e as novas promessas.

Em 27 de janeiro de 2017, o prefeito de Coelho Neto esteve com o governador onde foram anunciadas algumas “boas novas” para o município dentre as quais: a recuperação e reabertura do Farol do Saber, a reforma, reequipagem e abertura do hospital Ivan Ruy e a recuperação da MA-034.

As promessas para o Farol do Saber e do hospital Ivan Ruy não foram cumpridas e a recuperação da MA-034 foi feita de péssima qualidade, tanto que pouco mais de um ano o Governo do Estado voltou recentemente para fazer novas intervenções na via. Se o serviço tivesse sido feito de qualidade, alguém acredita que em um curto espaço de tempo o governo voltaria para fazer reparos na via?

Pois bem, no dia 23 de janeiro desse ano, o prefeito Américo de Sousa recebeu uma comissão de secretários de Estado, para segundo eles anunciarem “um pacote de ações” para o município. Naquele período anunciaram entre outras coisas:

Secretários de Flávio Dino em Coelho Neto no início do ano: muita promessa e pouco resultado
  • Na segurança (mais um Delegado para reforço do plantão da Delegacia de Polícia Civil, aumento do quadro de investigadores, viatura para a Policia Civil e Implantação do Sistema de Comunicação via rádio da Polícia com as cidades que pertencem ao Batalhão de Caxias). Destas promessas nenhuma foram cumpridas;
  • Na educação (doação de mobília escolar, entrega de Ônibus escolar e a entrega da Escola de Tempo Integral prometida ainda em 2015); Não se tem notícia de doação de mobília, não se sabe da chegada de nenhum ônibus escolar novo e a escola de tempo integral prometida em 2015 foi apenas requentada.
  • Na infraestrutura (Vistoria nas ruas do Bairro Sarney asfaltadas e que as necessitam de recuperação, vistoria em ruas que receberão os serviços do Programa Mais Asfalto – 10 km confirmados para a zona urbana e construção de uma Praça). De lá para cá o Bairro Sarney não recebeu intervenção alguma e a promessa de construção da tal praça foi esquecida);
  • No serviço de abastecimento de água (Visita ao Sistema de Abastecimento de Água no Bairro Anil – Captação de Água do Rio Parnaíba para apresentação da atual situação do projeto e solicitação de apoio da CAEMA para conclusão da obra). O assunto ficou apenas nos registros, pois qualquer definição sobre o tema fora tomada.

Sem mencionar o resultado das promessas que haviam sido feitas e não foram cumpridas, o governador Flávio Dino volta a prometer: 16 km de afalto que beneficiará 40 ruas (que ninguém sabe quais são), assiantura da ordem de serviço do Instituto de Educação do Maranhão (prometido em 2015), ajuda de custeio de valor de r$ 300 mil para a Upa, instalação de um espaço do Microempreendor no antigo Mercado e uma nova etapa do Mais Asfalto (sem concluir sequer a que já começou).

Com tantas promessas feitas e não cumpridas dá para acreditar? Quem diz que a motivação de tantas novas promessas não seja o ano eleitoral? Fica a critério da população avaliar e medir o que tem sido prometido e o que realmente tem sido feito…

Alô Flávio Dino! O Mais Asfalto em Coelho Neto e a farsa das quase 40 ruas…

Lambança de Américo para tentar aparecer atinge em cheio o governador Flávio Dino

 

 

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), no afã de aparecer para diminuir sua rejeição acaba passando vergonha e comprometendo outras pessoas que nada tem a ver com a incompetência do seu desgoverno. Nesse contexto a vítima é o governador Flávio Dino (PCdoB).

Ocorre que a etapa do Programa Mais Asfalto do Governo do Estado iniciada na última terça (05), tem como proposta asfaltar 16 km de ruas na cidade o que segundo a propaganda oficial do prefeito corresponderia a quase 40 ruas. Segundo apurou o blog, a conta está bem aquém disso e tudo parece que ficará na promessa.

Acontece que segundo apuramos com uma fonte do governo, no papel de fato os 16 km de asfalto contemplaria as 40 ruas, mas na prática a coisa não é bem assim. As ruas escolhidas na sua maioria, não receberam qualquer preparo para receber a camada asfálltica, mesmo com o governo sabendo que a ação seria executada. A bagunça é tamanha, que o governo deixou para abrir uma galeria na Avenida Santana no mesmo dia do início do Mais Asfalto, mostrando que planjemaneto não é o forte do governo municipal.

Como o asfalto chega e não espera, a saída honrosa para não se perder o que ganhou foi recorrer para asfaltar ruas que já tinham asfalto: só a Avenida Santana sozinha consumiu cerca de 3km. Estariam no pacote várias ruas do centro da cidade como o entorno das Praças Duque Bacelar e João Santos, Dr Luis Raimundo, Benedito Duarte, 14 de abril, Raimundo Bacelar, Almir Melo, Rua do Anil, Sérvulo de Lima e Valentim Antonio de Sousa.

A explicação para a Prefeitura não divulgar o nome das ruas se dá justamente pelo fato de saberem que não vão entregar aquilo que prometeram. A incompetência de um prefeito rejeitado acaba que pondo em cheque o nome do próprio governador, que na verdade será quem pagará o pato com o não cumprimento da chegada de asfalto nas quase 40 ruas. O que esperar de um governo que divulga número de partos que nunca fez não é verdade? estamos diante de uma gestão do faz de conta.

O governador Flávio Dino que deve chegar a Coelho Neto nesta sexta (08), poderá aproveitar a oportunidade para explicar mais uma lambança que seu “grande” aliado lhe colocou e garantir se entregará ou não as quase 40 ruas prometidas pelo prefeito.

Márcio Jardim pressiona e Flávio Dino adia apresentação de chapa

O petista Márcio Jardim tornou-se uma verdadeira pedra no sapato do governador Flávio Dino (PCdoB).

Ex-secretário de Esportes do comunista, ele segue tentando viabilizar-se pré-candidato a senador na chapa governista.

Nessa condição, “denunciou” à direção nacional do PT que o governador do Maranhão já havia marcado a data de apresentação da sua chapa majoritária, com Carlos Brandão (PRB) de vice, e Eliziane Gama (PPS) e Weverton Rocha (PDT), senadores.

Os petistas apoiam a reeleição de Dino, mas seguem exigindo vaga na majoritária.

O recado, então, foi certeiro. O PCdoB decidiu adiar o encontro e já fez circular um comunicado informando do cancelamento do ato inicial.

E mais: mudou o nome do evento de “Ato de apresentação dos pré-candidatos”, para “Plenária de pré-campanha da Grande São Luís”.

Do Blog do Gilberto Leda

TRE maranhense afronta jurisprudência consolidada do Supremo Tribunal Federal…

Ao censurar postagens críticas ao governo Flávio Dino, juízes maranhenses agridem a ADP-130 – que torna excepcional a intervenção estatal na divulgação de opiniões – e a tendência é serem desmoralizados judicialmente

As recentes decisões de juízes do Tribunal Regional Eleitoral, com censura a postagens críticas de políticos e imprensa ao governo Flávio Dino (PCdoB) é uma agressão frontal à decisão do Supremo Tribunal Federal, maior autoridade judicial do Brasil.

Os juízes, sabe-se lá com base em que arcabouço jurídico, têm impedido a imprensa de exercer a crítica e censuram, inclusive, agentes políticos contrários ao soberano comunista maranhense.

Mas pelo equívoco da interpretação da legislação, esses juízes do TRE-MA terão, fatalmente, suas decisões refeitas pelo Supremo por absoluta agressão à Constituição Federal.

No último dia 24 de maio, por exemplo, o ministro Luiz Roberto Barroso acolheu Reclamação de um deputado de Goiás, que havia sido censurado por um juiz local após fazer críticas ao governador.

De forma semelhante ao que ocorre hoje no Maranhão, o juiz determinou a retirada de postagem em tom crítico da página eletrônica do parlamentar.

Para Roberto Barroso, a decisão do juiz afronta claramente a Ação de descumprimento de Preceito Fundamental n] 130, julgada há quase 10 anos e que passou a formar a jurisprudência nestes casos, hoje descumprida escandalosamente no Maranhão.

– Em tais circunstâncias, negar o exercício do direito de manifestação implicaria intimidação, não só do reclamante, mas de toda a população, que restaria ainda mais excluída do controle e da informação sobre matérias de interesse público – afirmou o ministro Barroso, para completar:

– Assim, penso que a decisão reclamada afronta a autoridade da decisão proferida na ADPF 130, uma vez que restringe de forma desproporcional a liberdade de expressão. Por todo o exposto, com fundamento no art. 161, parágrafo único, do RI/STF, julgo procedente o pedido, para cassar a decisão reclamada.

E é com base nesta, e em outras decisões do Supremo, que este blog já decidiu – em conjunto com sua assessoria – e avisa: a primeira ação de censura que receber será alvo imediato de Reclamação Direta ao Supremo Tribunal Federal, com pedido de Liminar.

Para cortar o mal pela raiz…

Do Blog do Marco d´Eça

Asfalto anunciado por Américo deve está vindo de carroça…

Prefeito Américo de Sousa: por enquanto só blá blá blá

 

 

Metido a articulado, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), segue parecendo mais perdido que cego em tiroteio.

Cheio de si, chegou a agendar na semana passada a chegada do governador Flávio Dino (PCdoB) para provar aos céticos “o tamanho do seu prestígio político”. Nadinha misturado com coisa nenhuma. O evento que seria na quinta (17), não aconteceu e o petista ficou apenas com a cara mexendo.

Acontece que na visita seria iniciado a segunda etapa das ações do Programa Mais Asfalto e ao que se viu pelo menos até aqui, é o tamanho da falta de articulação política do prefeito e do seu “eterno suplente” Rafael Leitoa (PDT). Pense numa dupla, essa sim, mais fraca que caldo de peteca…

Se o governador não veio por que o tão falado asfaltamento de ruas ainda não iniciou? Será que esse asfalto está vindo de carroça?

Pois bem, enquanto o prefeito não consegue mostrar quão forte é sua relação com o governador, a população fica a aguardar o tão vendido melhoramento das vias públicas a ser feito pelo Governo do Estado.

Flávio Dino faz prefeito de Coelho Neto passar por novo vexame…

Américo mais uma vez fez papel de bobo da corte

 

 

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), é um ser que não pode ver uma vergonha, que ele já quer passar. Mergulhado num governo alvo de inúmeras denúncias e com forte rejeição popular, o petista vive seu inferno astral.

Na última segunda (14), teve seu governo alvo do maior escândalo na área da saúde: uma fraude no sistema de informações do Ministério da Saúde, no que se refere ao programa dos Agentes Comunitários de Saúde.

Em entrevista recente a sua “tv pirata”, o prefeito sem nada para mostrar e com sede de vender um prestígio político que ele não tem, convocou a população para amanhã (17) assistir in loco a vinda do governador Flávio Dino ao município.

Segundo ele, o momento seria voltado principalmente para “aqueles que ainda tinham alguma dúvida da relação forte dele com o governador Flávio Dino”. Nadinha misturada com coisa nenhuma Três dias depois da fracassada entrevista, o próprio governador adiou sua vinda ao municipio mais uma vez, mandando o recado que sua vinda ao municpipio se daria em uma outra oportunidade.

Não se é comum do governador adiar visita a município e em Coelho Neto isso se dá pela milésima vez. O despacho do governador veio no mesmo dia que o prefeito e a secretária de Articulação Política Cristiane Bacelar (sua aliada), foram denunciados ao Ministério Público por fraude no sistema de informação do Ministério da Saúde.

Governador mandou despachar o prefeito que ficou cara de Amélia

Se para o governador aparecer ao lado de um prefeito rejeitado já é uma missão difícil, imagina após uma denúncia dessa gravidade

E o prefeito de Coelho Neto segue passando vergonha…

Flávio Dino reafirma parceria com a gestão de Jorge Oliveira em Duque Bacelar

 

O prefeito de Duque Bacelar, Jorge Oliveira (PCdoB), esteve presente no último sábado (05), na realização de mais uma etapa do Diálogos pelo Maranhão, realizado em São Luís, que marca a discussão do plano de governo de Flávio Dino (PCdoB), para sua reeleição. Na oportunidade o comunista gravou um vídeo em que fez deferências ao prefeito aliado.

Flávio Dino e Jorge Oliveira: parceria sólida

“Um grande prazer falar com vocês de Duque Bacelar, está aqui meu amigo Jorge, querido prefeito, quero agradecer a companhia a presença e o apoio”, disse ele.

Durante a gravação o governador fez referência a classe política e reafirmou a parceria com a gestão de Jorge Oliveira.

A assessoria especial do governador, Lene Rodrigues, o governador Flávio Dino, o prefeito de Duque Bacelar, Jorge Oliveira e a primeira dama Daniele Lima

Quero agradecer o apoio dos ex-prefeitos, ex-vereadores, vereadores atuais de mandato, toda a administração municipal e acima de tudo toda a população de Duque firme conosco, reconhecendo nosso esforçopelas ações de governo chegar até Duque Bacelar. E vamos fazer mais juntos Governo do Estado e Prefeitura Municipal”, finalizou ele.

Confira o vídeo:

Flávio Dino deve anunciar sua chapa majoritária…

O governador Flávio Dino (PCdoB) já bateu o martelo quanto à composição de sua chapa majoritária para as eleições de 2018.

Dino é pré-candidato a reeleição e o seu vice-governador será novamente o ex-deputado federal Carlos Brandão (PRB).

O deputado federal Weverton Rocha (PDT), que já tinha sido anunciado em 2017 como pré-candidato de Dino ao Senado, terá como companheira de chapa a também deputada federal Eliziane Gama (PPS).

A decisão será apresentada aos partidos da base aliada e a imprensa em geral em um jantar que será realizado na próxima quinta-feira (19), ficando em aberto a definição em torno dos suplentes dos dois pré-candidatos ao Senado.

Do Blog Marrapá

Rosângela Curado: mais uma vítima de Flávio Dino

Do Blog da Kelly

Convencido de que já está eleito e que não precisa de mais ninguém, o governador Flávio Dino (PCdoB) parece que vai ampliar a lista de desafetos, transformando aliados em adversários.

Após a recente saída do ex-governador José Reinaldo Tavares e da família Macêdo da base de apoio ao governo, agora é a vez da ex-candidata a prefeita Rosângela Curado (PDT) ser cotada como a próxima a deixar o barco comunista.

Quem não conhece a história até pensa que Curado tem do governador tratamento de aliada. Mesmo vestindo a camisa do PCdoB, a ainda pedetista nunca teve de Flávio Dino, a mesma guarida da Simone Limeira e Phil Camarão por exemplo, que, ao terem seus nomes envolvidos em escândalos, tiveram total abrigo por parte do governador.

Durante o episódio da saúde, quando todo mundo pensava que Rosângela Curado faria uma delação premiada, a pedetista saiu do episódio sem dizer absolutamente nada que comprometesse o governo. Quando, na verdade, a especulação era grande de que ela sabia muito e poderia estourar uma bomba caso decidisse abrir a boca.

Na última visita que fez a Imperatriz na semana passada, o governador foi visto com porco, papagaio e periquito na casa de Ildon Marques. A ausência de Curado no evento chamou atenção de todos: da classe política, de populares e até de aliados sem entender a ausência da aliada de até então.

Parece que o governador Flávio Dino faz política com o fígado e é conhecido por dar tratamento de choque a aliados e fazer afagos para cortejar adversários.

Rosângela Curado é só mais uma a ser descartada pelo comunista, que, no alto de sua arrogância, é incapaz de enxergar que nessa altura do campeonato o correto seria unir e não dividir.

Esse excesso de confiança pode lhe custar muito caro quando as urnas se abrirem. A possível saída de Curado poderá gerar muito desgaste na região e fazer com que outros vereadores e lideranças possam abandonar o barco.

Quando eles acordarem já vai ser tarde demais…