Diante da repercussão negativa, Duarte Júnior pede desculpas por xingar deputado Hildo Rocha

Diante da repercussão negativa da atitude que teve na solenidade de inauguração do trecho duplicado da BR 135, nesta quinta-feira (11), quando puxou a onda de ofensas e vaias ao deputado Hildo Rocha (PMDB), o advogado Duarte Júnior (foto), que preside o Instituto de Defesa e Proteção do Consumidor (Procon) e o Viva, veio a público nesta sexta-feira (12) para se desculpar. Por telefone ao programa Ponto Final da Mirante AM, ele disse que se arrepende do comportamento que teve, mas justificou a atitude dizendo que não suportou as “mentiras” ditas pelo parlamentar. Ainda assim reconhece que deveria ter uma postura mais condizente com o cargo que ocupa.

O que Duarte esqueceu de dizer foi que a fala de Hildo Rocha, com críticas ao estado de conservação das rodovias estaduais, que estariam 91% em estado precário, foi com base num levantamento da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), que avaliou tanto as BRs quanto as MAs.

Quando o deputado iniciou suas críticas, para alguns consideradas desproporcionais para uma solenidade festiva em que estavam presentes autoridades federais e estaduais, o presidente do Procon, aos berros, o chamou de Pinóquio, mentiroso e outros adjetivos, no que foi acompanhado pelo secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, que chegou a classificar o parlamentar de “safado”.  Duarte chegou a perceber que estava sendo filmado por um jornalista, e mesmo assim pediu para continuar a gravação.

Diante desse comportamento das autoridades estaduais, outras pessoas que haviam sido levadas pelo Governo do Estado ao evento começaram a ensaiar uma vaia, e isto teria tornando o ambiente carregado, culminando nas ofensas do senador João Alberto (PMDB), que chegou a chamar o governador Flávio Dino (PCdoB) de “mentiroso” e “vagabundo”, quando este disse que no passado nada havia sido feito pelo Maranhão, pouco se importando se no local estavam dois ex-governadores, o senador que o agrediu e o também senador Edison Lobão.

Do Blog do Aquiles Emir

“Mentiroso, vagabundo”, dispara João Alberto para cima de Flávio Dino

A solenidade de inauguração do trecho duplicado da BR 135, na manhã desta quinta-feira (11), foi marcada por um tom político agressivo entre os membros do governo Flávio Dino e seus adversários.

Tudo começou com Hildo Rocha (MDB), clamando por melhorias nas estradas estaduais e terminou com o senador João Alberto (MDN) chamando o governador de “mentiroso, vagabundo”, após o comunista ter usado da mentira e da ironia para tentar desmerecer os demais políticos que estavam na cerimônia.

Os adjetivos foram disparados logo após Flávio Dino ter dito: “rompemos aqui o ciclo da falta de estradas, da falta de políticas sociais, da falta de escolas”. Interrompido por João Alberto o governador respondeu em tom de deboche, “e rompemos também com a falta de educação”.

Tudo ocorreu na presença dos ministros Maurício Quintella (Transportes) e Moreira Franco (secretário da Presidência da República). O ministro Sarney Filho (Meio Ambiente) foi o responsável por acalmar João Alberto que estava inconformado com as declarações mentirosas disparadas por Flávio Dino.

Do Blog do Diego Emir

Imagem do dia: Flávio Dino consola Cleide Coutinho

Correu pelas redes sociais Maranhão afora a imagem em que o governador Flávio Dino (PCdoB) visivelmente abalado, consola a ex-deputada Cleide Coutinho, durante velório do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Humberto Coutinho, nesta terça (02), em Caxias.

Ele faleceu na última segunda (01), após uma longa batalha contra o câncer. O governador decretou luto oficial de 07 (sete) dias e determinou que o aliado fosse veleado e sepultado com honras de chefe de Estado, já que chegou a ser governador interinamente. A cidade de Caxias parou para dar o último adeus ao seu grande líder.

Situação crítica: Assessor do governo Américo pressiona governador e “implora” por ajuda…

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) continua sendo exposto por seus assessores que na ânsia de agradar o chefe acaba metendo os pés pelas mãos e expondo ainda mais a fissuritado os posts do governador Flávio Dino em sua rede social para pedir ajuda para o município, expondo ainda mais a fissura que separa o petista do Governo do Estado.

Sem nenhum pudor, o assessor da secretária Cristiane Bacelar tem pressionado o governador e pedindo ajuda de uma forma que chega a ser vexatória para o póprio governo. Américo já havia criticado as ajudas do Governo do Estado, depois os vereadores da sua base criticaram o Palácio e por fim Américo mandou os blogs alinhados ao governo disparar críticas ao secretário Adelmo Soares, azedando ainda mais a relação que já não era boa.

Pedir ajuda não seria vergonhoso se não estivéssemos falando de um prefeito que se diz da base, com um suplente de deputado estadual (líder do governo) e federal  além de uma auxiliar que vende para todos uma “amizade” com o governador.

Pense num governo bem assessorado:

Vereadores da base do prefeito de Coelho Neto “descem o sarrafo” no governador Flávio Dino…

Vereadores Moabe Branco, Marcos Tourinho e Wilson Vaz não pouparam críticas ao governador Flávio Dino

Depois do prefeito Américo de Sousa (PT) fazer pouco caso do governador Flávio Dino (PCdoB) com Coelho Neto classificando suas ajudas ao município como “tímidas”, nesta segunda (04) foi a vez de três dos vereadores da base do governo “descerem o sarrafo” no comunista.

O primeiro a tecer críticas ao governador foi o vereador Marcos Tourinho (PDT). “…Eu me sinto assim envergonhado, a palavra é essa do governador Flávio Dino com o município de Coelho Neto… Eu fico vendo o desprestígio, pra mim é um desprestígio do governador Flávio Dino com o município de Coelho Neto, eu tenho tentado me preparar espiritualmente pra votar no governador Flávio Dino mas eu estou começando a retornar. Eu não vejo o respeito do governador Flávio Dino com o município de Coelho Neto… A gente não precisa só de trator não, é importantíssimo, tem tido avanço, mas não chegou o asfalto que foi prometido, ficou de se ver melhorias em diversas áreas, agricultura familiar nunca veio um benefício até agora para o município de Coelho Neto, não veio, a gente está com dificuldade na saúde e essa é pública e notória não vem nada só vem trator… Ele não dá atenção nenhuma pro município de Coelho Neto e isso nos deixa triste e de braços atados, eu vejo o esforço do prefeito buscando”, disse ele.

O vereador Wilson Vaz (Avante) foi mais além e estendeu as críticas ao secretário de Articulação Política Márcio Jerry. “Eu disse que o governador não vinha em Coelho Neto. O governador só vai andar aonde tem o pessoal dele que apoia, se o Márcio Jerry chegar aqui em Coelho Neto e o prefeito botar a mão em cima dele o governador no outro dia está aqui aonde ele vai é desse jeito e eu acredito que a população de Coelho Neto votar num cidadão desse ai vai ser difícil, porque o Wilson Vaz não vota não, vai ser difícil ele ganhar voto aqui do jeito que ele ganhou da outra vez”, pontuou.

Outro a fazer uso da palavra de forma incisiva contra o governador foi o vereador Moabe Branco (PSD). “Eu vejo o esforço do prefeito Américo, eu vejo a luta do prefeito Américo indo pra São Luís, nós sabemos o esforço, mas parece que o governador não gosta de Coelho Neto, por que a situação de Coelho Neto está feia e nós não podemos cuidar do povo de Coelho Neto só com trator. Coelho Neto precisa de saúde, a UPA está se acabando, a UPA tem estrutura, mas precisamos de recurso para a UAPA governador, nós precisamos de pelos menos meio milhão pra UPA, só tem um médico se acabando na UPA… trator não vai dar saúde e mais respeito a população de Coelho Neto”, disse ele.

A vereadora Liza Pires (PCdoB) foi a única a defender o governador Flávio Dino e cobrou que os secretários também corressem atrás dos benefícios para a cidade.

A artilharia verbal dos vereadores pareceu bastante ensaiada e curiosamente sempre na defesa do prefeito. É como se os edis aliados do petista tivessem recebido a munição e tivessem atirado com destino certo no Palácio dos Leões. Se terá o resultado esperado isso só o tempo dirá.

Mas essa é uma outra história…

“Acredito no seu amor pelo MA”, diz Gastão ao aderir a Flávio Dino

De O Informante

O ex-ministro do Turismo e presidente do PROS, Gastão Vieira, declarou apoio público ao governo Flávio Dino durante agenda na cidade de Brejo, neste final de semana.

Aliado histórico da família Sarney, ele abandona de vez o grupo.

Em discurso acalorado a favor de Dino, Gastão ressaltou que tomou a “decisão certa” ao estar apoiando a continuidade, para que o governador faça aquilo que todo o Maranhão espera dele.

“E é por isso que estou aqui hoje. Porque eu acredito na sua capacidade de trabalho, mas acredito muito mais no seu amor pelo Maranhão”, ressaltou Gastão Vieira.

Imagem do Dia: Cláudio Furtado prestigia homenagem a Flávio Dino

O ex-candidato a deputado federal Cláudio Furtado esteve nesta segunda (13), em Teresina, prestigiando o governador Flávio Dino (PCdoB) que foi homenageado na Assembleia Legislativa com o título de cidadão piauiense e a Ordem de Mérito Renascença do Piauí.

“Nosso governador merece essa homenagem que é um reconhecimento do nosso vizinho Estado do Piauí a sua história de lutas”, disse Cláudio Furtado, que aparece na foto com o homenaegado, os presidente das Assembleias Legislativa Othelino Neto (Maranhão) e Themistocles Sampaio (Piauí), os deputados Zé Inácio e Rafael Leitoa, o governador Wellington Dias, o secretário de Infraestrutura Clayton Noleto.

Prefeito de Caxias Fábio Gentil adere ao grupo político de Flávio Dino

Durante a abertura da 15ª Conferência Estadual do PCdoB do Maranhão, ocorrida na noite da última sexta-feira (20) em São Luís, o deputado federal Cleber Verde (PRB) anunciou a adesão do prefeito de Caxias, Fábio Gentil ao grupo político do governador Flávio Dino.

“Nesse momento, nessa conferência, eu quero dizer aos senhores membros do PCdoB e a todos aqui presentes que hoje particularmente para mim é uma grande alegria porque o prefeito Fábio Gentil está aqui conosco e veio para esta aliança de composição não só de gestão, mas acima de tudo de compromisso político com o que está por vir que é a próxima eleição. Portanto esse é o nosso compromisso, esse é o nosso palanque. Estamos juntos no projeto que se avizinha”, anunciou o deputado.

Em seguida, Fábio Gentil e Flávio Dino selaram a aliança política e de gestão com um aperto de mão.

Do Blog do John Cutrim

Ingrato, prefeito de Coelho Neto desdenha das ajudas de Flávio Dino: “apoio muito tímido”

Ingrato, Américo teve a coragem de desdenhar das ajudas que vem recebendo do Governo do Estado: “muito tímida”

Perdido numa gestão inerte e com índices cada vez maiores de rejeição, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), saiu atirando para todo lado no seu famigerado programa de rádio deste sábado (21).

Com inabilidade para gerir a máquina pública e as dezenas de milhões que já entraram nos cofres da prefeitura desde que assumiu o mandato, o petista tem procurado alguém para culpar pela sua  gestão pífia que não consegue apresentar um resultado.

Além de declarar guerra contra os vereadores, o prefeito resolveu alfinetar pela segunda vez o governador Flávio Dino (PCdoB), de quem diz ser aliado. Em junho, num discurso durante a plenária da Conferência de Saúde, o petista chegou a dizer que se o governador não mandasse dinheiro ele fecharia a Unidade de Pronto Atendimento – UPA. Ora pois, se o governador tem dado demonstrações claras que seus gastos com saúde estão extrapolados vai assumir gasto que não é de sua competência por quais motivos? Me comprem um bode!

Dessa vez, Américo fez um discurso a “mea boca” e fez pouco caso das ajudas que já recebeu do Governo do Estado. “É assim que a gente tem funcionado e com apoio do Governo do Estado que ainda tem sido muito tímido, embora a gente já tenha recebido apoio do governador Flávio Dino, mas para as nossas necessidades ainda é um apoio tímido”, disse o prefeito.

Para repor a verdade dos fatos, o prefeito apenas revela toda sua ingratidão com respeito ao Governo do Estado que tem ajudado o município sim e não é ajuda tímida coisa nenhuma. Se o petista agradecesse o governador de manhã, de tarde e de noite ainda era pouco, pois se nós tirarmos as ações do Estado não sobra nada de responsabilidade da gestão dele nestes 10 meses.

O governador definiu Coelho Neto como a primeira cidade a receber ainda no ano passado a Unidade Tática das Cidades composta de viatura e aumento de efetivo policial. As reclamações dos 84 km de asfalto da MA-034 eram grandes e o governador mandou recuperar, além da conclusão da MA-123 Afonso Cunha – Coelho. O governador encaminhou para o município logo na primeira etapa exatos 7.000 kg de sementes para 1274 produtores rurais beneficiados, disponibilizou ajuda financeira para o Carnaval e São João (não tem culpa do município está inadimplente e ter ficado de fora), além de ter disponibilizado ajuda para reformar o Hospital Ivan Ruy (não tem culpa do prefeito ter se enrolado nos problemas judiciais e não ter ganhado uma na justiça até agora. O governador confirmou o IEMA – Instituto Educação Tecnológica do Maranhão (que deve ser iniciado nos próximos lotes), a cidade teve 500 famílias beneficiadas com o Programa Mais Bolsa Família, parceria no Aprova Coelho Neto, 01 ambulância nova Semi-Intensiva, quase 20 km de asfalto no perímetro urbano da cidade entre o recapeamento das avenidas José Silva e Coelho Neto, além de uma operação tapa-buracos, isso sem falar em doação de 02 viaturas para a Polícia Militar, 01 motoniveladora, 01 patrulha mecanizada, tudo isso só para ilustrar.

Diante de todas essas ações enumeradas é isso que o prefeito Américo de Sousa classifica como ajuda tímida? Quer mais o que, que o governador assuma a cadeira e governe a cidade por ele? Se enchergue homem e assuma seu papel. Quem tem um aliado desse não precisa de inimigo. Abre o olho Flávio Dino!

A seguir a declaração do prefeito em seu programa de rádio:

Fábio Braga acompanha Flávio Dino em Nina Rodrigues e Vargem Grande

Discurso do Deputado Fábio Braga

As cidades de Nina Rodrigues e de Vargem Grande receberam nesta quinta-feira (31) a visita do Governador Flávio Dino e de sua comitiva composta por deputados, secretários e demais integrantes do governo. Dentre os presentes, estava o deputado estadual Fábio Braga, nascido em Vargem Grande e com uma ligação familiar muito forte em Nina Rodrigues, ou seja, o deputado estava em casa.

Em Nina Rodrigues, Flávio Dino foi recepcionado pelo prefeito Rodrigues da Iara, vereadores, secretários, prefeitos de várias cidades da região e também pela população de um modo geral que não pouparam demonstrações de carinho ao governador. No município foram inaugurados os 7km de pavimentação provenientes do Programa Mais Asfalto, a entrega de 1250 uniformes escolares e o anúncio, feito pelo próprio Flávio Dino, das reformas do Mercado e do Hospital Municipal.

O deputado Fábio Braga agradeceu a ambulância e a viatura policial entregues pelo governo do estado ao município e também destacou a construção de três escolas do Programa Escola Digna que estão com obras avançadas e que muito em breve serão inauguradas.

Já em Vargem Grande, no encerramento do Festejo de São Raimundo Nonato dos Mulundus, o público lotou o Ginásio Poliesportivo Gastão Vieira e não economizou nos aplausos e nos elogios a comitiva governamental e ao prefeito Carlinhos Barros, num gesto de reconhecimento público nunca visto na história da cidade.

Magno Bacelar, Flávio Dino, Fábio Braga e Elizabeth Fecury.

Tomado por um misto de emoção e orgulho, Fábio Braga, filho da terra e um dos seus mais ferrenhos defensores, usou o microfone para saudar os presentes, agradecer ao governador as obras e os serviços que ele vem trazendo para o município, mas, aproveitou, também, para cobrar o equacionamento de um dos maiores problemas que a população da cidade enfrenta neste momento, que é a falta d’água.

O parlamentar iniciou dizendo à comitiva governamental “sei que nós temos que reconstruir esta cidade, mas, nenhum povo pode viver sem água para beber, porque se a coisa continuar do jeito está, vamos ficar sem ter o que dizer ao povo, sem explicar o porquê de não conseguir resolver esse grave  problema de abastecimento em pleno século 21, já que essa é uma questão vital para a população e para  todos nós”, apelou. E pediu que o governo reformasse o terminal rodoviário, “pois ele é um dos poucos prédios públicos da cidade que nós não conseguimos melhorar nos últimos anos, embora seja a porta de entrada de Vargem Grande”  – lembrou.

Mas, a fala do parlamentar não se limitou apenas a pedir, ele também soube reconhecer e agradecer a parceria de Flávio Dino, no melhoramento da infraestrutura da saúde e da educação. Falou na melhoria da infraestrutura urbana proporcionada pelo governo através Programa Mais Asfalto, que recuperou as principais ruas e avenidas chegando num momento mais que oportuno, porque premiou a cidade durante os festejos de São Raimundo.

Ao encerrar sua fala, Fábio Braga ainda destacou o restaurante popular que está em vias de ser entregue à população que mais precisa, lembrou ao governador que o povo de Vargem Grande sabe ter gratidão com quem lhe ajuda e disse que essa parceria com o governo do estado ainda vai render muitos benefícios à cidade,  na  luta  que todos nós travamos para alcançar mais desenvolvimento social.

Do Blog do Alpanir