Qualidade Tabajara: Após 05 meses de inaugurada, muro da Escola José Silva já apresenta rachaduras

 

Todas as vezes que precisa justificar os mihões que recebeu do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica – FUNDEB, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), enche a boca para falar de reforma de escola.

Segundo ele, foram “reconstruções”, como se ele houvesse demolido as escolas e feito outras novas. Tudo balela! Mas é só o tempo passar para o engodo se confirmar e ver a qualidade “tabajara” das obras entregues por ele.

O blog já havia denunciado o muro da Escola José Barreto de Araújo, que antes mesmo de ser inaugurada já apresnetava rachaduras.

Agora foi a vez de um pai de aluno denunciar as condições do muro da Escola José Silva, que após cinco meses de inaugurada também já apresenta rachaduras.

Leia mais em:

É esse o modelo de “escola padrão de qualidade” que os senhores tem para apresentar para a comunidade prefeito Américo e secretária de Educação Williane Caldas?

Pelo visto, falta óleo de peroba!!

Arquimedes entrega revitalização de escolas durante o aniversário de Afonso Cunha

 

 

Durante as comemorações de 58 anos de emancipação política de Afonso Cunha, o prefeito Arquimedes Bacelar fez a entrega da reforma de escolas, sendo duas na zona urbana e uma na zona rural.

A Creche Roseana Sarney foi reformada, banheiros recuperados e recebeu quadro blindex. A comitiva foi recebida para corte da fita e discurso das autoridades. Em sua fala o prefeito e comprometeu a ampliar a escola a partir do segundo semestre, para segundo ele garantir maior espaço para as crianças.

Na sequência as autoridades seguiram para participar do corte da fita na Escola Walber Oliveira Viana. Na oportunidade os presentes puderam constatar a reforma que valorizou a colocação de janelas para garantir a iluminação, bem como a implantação de quadros em blindex.

Na presença de integrantes do corpo escolar no povoado Lolóia, foi entregue em clima de festa a reforma da Escola Bacelândia.

Na visão paisagística a escola ganhou jardim e teve a frente recuperada, já que estava toda rachada graças ao serviço de péssima qualidade durante a sua construção, a cobertura da ala dos banheiros que obrigava os alunos a se submeter a chuva foi coberta e os quadros também foram trocados por blindex.

O secretário de Educação, professor Milton Bastos, destacou os investimentos que estão sendo feitos na educação, tanto na estrutura física, quanto na valorização dos servidores. Estiveram presentes vereadores, secretários, servidores da escola e membros da comunidade.

Trabalhadores que reformam escolas de Coelho Neto reclamam de falta de pagamento…

O blog recebeu denúncia de falta de pagamento por parte dos operários envolvidos nas reformas de escolas realizadas pela Prefeitura de Coelho Neto, através da Secretaria de Educação.

Segundo a denúncia, o atraso já chega há 01 (um) mês e quase 15 dias. Ao procurarem a Secretaria de Obras ninguém sabe dá notícia de quem realmente responde pelo negócio. Pergunta um, pergunta outro e nada.

Está na hora de alguém do governo tomar providências com respeito a esses pagamentos, pois quem trabalha de graça é só relógio mesmo.

Com a palavra o setor financeiro…

Afonso Cunha terá sua primeira escola com Consultório Odontológico…

 

 

Fica no povoado São Francisco do Braga, a primeira escola da rede municipal de ensino de Afonso Cunha que contará com um consultório odontológico a disposição dos alunos.

A idéia faz parte de um projeto idealizado pelo prefeito Arquimedes Bacelar (PTB), que deve se estender em etapas para as demais escolas.

Durante visita, o prefeito acompanhou as mudanças nas estruturas do prédio, piso, pintura, parte elétrica, além de adequações na cozinha e depósito.

A visita foi acompanhada pelos secretários Milton Bastos (Educação), David Miranda (Obras), Thales Paranhos (Controladoria) e pelo vereador Evangelista Braga.

Alô prefeito! Escola Diêgo Bacelar necessita de reparos urgentes…

 

 

Este blog recebeu uma denúncia da situação de dificuldades que passa a Escola Diêgo Bacelar, que integra a rede municipal de ensino de Coelho Neto.

Cenário mostra dificuldades para início do ano letivo em várias escolas municipais

Em vias de começar o ano letivo o cenário é desanimador e reflete os desafios que aguardam os professores em 2018. Vários utensílios em situação deplorável: armários mesas, janelas, carteiras e piso refletem que a escola necessita de reparos urgentes.

Acontece que estes desafios não se limitam apenas a escolas da zona urbana, pois no final do ano passado denunciamos a situação de abandono da Eescola Papa João XXIII, no povoado Taboca da Santa Paz.

Caixa de água da escola é usada como criatório de sapos

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) e a secretária de Eduação Williane Caldas poderiam fazer uso dos recursos do calote que deram nos professores no ano passado em decorrência da antecipação do ano letivo, para tentar melhorar o quadro.

E assim garantir que a  escola esteja em situação melhor para receber os alunos durante o início de mais um ano letivo…

Jorge Oliveira e Felipe Camarão entregarão reformas de escolas em Duque Bacelar

Secretário Felipe Camarão e Prefeito Jorge Oliveira

O Prefeito Jorge Oliveira e o secretário de Educação do Estado Felipe Camarão participam de ações de inauguração nesta sexta (17), a partir das 10h em Duque Bacelar.

Serão entregues oficialmente a reforma das escolas estaduais Centro de Ensino Professor Luis Viana e a Unidade Escolar Dr Paulo Ramos.

Participe!

Operação tartaruga: Das 05 escolas com promessa de reforma para esse ano, Américo só deve entregar 02…

A Prefeitura de Coelho Neto danou-se a disparar releases nos blogs aliados ontem (24), sobre reforma de escolas para tentar criar uma matéria positiva em favor do governo, mas nem com isso consegue. Esse é um governo desastre em tudo: no que promete e não cumpre, mas principalmente no que vende e não entrega.

Pois bem, durante o Encontro Pedagógico com professores no início do ano letivo, o prefeito Américo de Sousa (PT) prometeu a reforma de cinco escolas, com três iniciando de imediato (José Silva, Leozinho Sabido e José Barreto) e as outras duas (Sarney e Benedito) para o lote subsequente, todas com previsão de três meses de duração.

“O prefeito anunciou que o ano letivo de 2017 irá iniciar com a reforma de 3 escolas, as escolas Leãozinho Sabido, José Silva, e José Sarney. Sobre a Escola Leãozinho Sabido, ele detalhou que algumas modificações, mais profundas, serão realizadas. A escola passará a contar com cantina e refeitório, disporá também com um sistema de vídeo monitoramento, e todas as salas de aula serão climatizadas”, relatou o blog. De acordo com o prefeito na época, as reformas durariam três meses e o governo terminaria o ano com cinco escolas reformadas.

Reforma no Leozinho Sabido anda longe de está na reta final

”Para isso serão alugados prédios na cidade, onde essas escolas funcionarão provisoriamente até a conclusão das obras, que tem previsão de duraram 3 meses. Mas as reformas não pararão apenas nessas 3 escolas, serão licitados nesse primeiro lote cinco escolas. Três iniciarão suas reformas de imediato, respeitando os prazos e o processo legal de licitação, após essas 3 primeiras escolas, que já foram citadas acima, serão reformadas as escolas José Sarney, e a Escola Benedito Duarte, tudo isso para esse ano”, dizia a matéria.

Passado dez meses o que se vê um prefeito perdido no marasmo do próprio governo e enganado pela própria língua. As reformas NÃO se concluíram em três meses (já passaram mais de 6 meses e até agora nada), as outras três escolas não se tem previsão para a entrega e o governo chegará ao final do ano e NÃO entregará as cinco escolas prometidas pelo prefeito.

Se para reformar duas escolas o prefeito ultrapassa seis meses, imagina se conseguisse na justiça o Hospital Ivan Ruy quanto tempo não demoraria?

Pense num governo devagar, digno de uma operação tartaruga…

Prefeitura inicia recuperações de escolas em Afonso Cunha

A Prefeitura de Afonso Cunha, através da Secretaria de Educação, iniciou pela zona rural a recuperação das escolas da rede municipal de ensino.

A Escola Maria Bacelar, localizada no povoado Barrinha, foi a primeira a receber as melhorias e recuperação na estrutura do prédio.

“Estruturamos um cronograma de ações que contemplará a todas as escolas, tanto na zona urbana, como na zona rural. O secretário de Educação Milton Bastos preparou um diagnóstico da situação das escolas e vamos envidar esforços no sentido de corrigir de forma paulatina todos os problemas que herdamos”, explicou o prefeito Arquimedes Bacelar.

Por falta de papel, escola da rede municipal de Coelho Neto pede doação para alunos…

A denúncia recebida por esse blog na tarde desta quinta (23), confirma que as escolas da rede municipal de ensino de Coelho Neto não estavam preparadas para o início do ano letivo.

Numa lista de material distribuída na Escola José Silva, por exemplo, é solicitado a colaboração dos alunos com alguns itens, dentre os quais uma resma de papel com direito a escolha da marca “CHAMEX” ainda mais… Durma com uma dessas! Quer dizer nem papel as escolas tem.

Não custa nada lembrar que de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB os alunos da escola pública devem receber o material escolar que será utilizado em sala de aula.

O que estão fazendo com os recursos do FUNDEB 40 que não estão dando conta de manter as escolas nem com papel?

E agora prefeito Américo de Sousa, mudou ou não mudou?

Rafael Cruz reclama das condições de escolas municipais para início do ano letivo…

O vereador Rafael Cruz (PMDB), usou a tribuna da Casa ontem (03), para denunciar as condições das escolas da rede municipal de ensino em Coelho Neto, há quatro dias do início do ano letivo.

Vereador Rafael Cruz: cobranças na educação

A reclamação foi motivada pelas inúmeras reclamações e denúncias de professores e alunos denunciando a situação de abandono em que todas elas estão atualmente.

Escola José Barreto de Araújo: apesar do anúncio da reforma feita pelo prefeito durante entrevista, processo licitatório sequer foi publicado

Tomadas pelo mato, com goteiras e muitas delas sem quaisquer condições de funcionamento, nenhuma recebeu sequer uma mão de tinta, mesmo com o novo prefeito estando há dois meses no comando do município e as contas da educação abarrotadas de dinheiro.

Escola Benedito Duarte tomada pelo mato / Foto: Milton Vieira

Rafael Cruz também informou que protocolou um ofício na Ministério Público cobrando posicionamento em relação aos empenhos e pagamentos do mês de dezembro que ainda não foram efetuados.