Eduardo Sá se reúne com Eduardo Braide…

Sá e Braide: conversas sobre alianças

 

 

O pré-candidato a deputado federal Eduardo Sá (PRTB), continua intensificando sua agenda política e de articulações com diversos nomes de peso do cenário estadual.

Na última terça (27), ele esteve reunido com o deputado estadual e pré-candidato a governador Eduardo Braide (PMN). Durante o encontro Braide fez um convite para que Sá concorresse as eleições em seu partido, apostando nas condições da competitividade de sua pré-candidatura.

Braide tem sido apontado como uma importante terceira via, graças ao seu perfil jovem, a quase ausência de rejeição, ao nome leve e ao discurso de mudança que carrega consigo.

Após ter sua pré-candidatura de deputado federal confirmada, Sá tem conseguido contabilizar cada vez mais adeptos ao seu projeto na região, e é essa força tem despertado um olhar diferenciado por parte dos líderes partidários na capital.

Se vai aceitar o convite de Braide ou não, ninguém sabe. Mas que Eduardo Sá segue marcando posição e se consolidando para uma disputa representatva para o Baixo Parnaíba, isso ninguém tem mais dúvida.

E a rotina nas conversas e convites deixam isso cada vez mais evidente…

 

 

“Estou decidido a ser candidato a governador”, diz Eduardo Braide

 

 

O deputado estadual Eduardo Braide (PMN) confirmou que está mesmo “decidido a ser candidato a governador”.

Em entrevista a O Imparcial ele disse que já percebeu “o sentimento popular” de apoio ao seu projeto, que reconhece o fato de que ainda não é muito conhecido no interior do estado e que trabalha “para reunir as condições necessárias”.

Uma dessas condições, acrescenta, seria garantir uma chapa com o deputado federal Zé Reinaldo, que ainda tenta o DEM.

Abaixo, alguns dos principais trechos da entrevista.

Cadidatura

“Há um sentimento muito grande no Maranhão hoje da construção de uma via alternativa e isso ficou muito claro nas pesquisas que foram divulgadas logo após as eleições municipais. Em todas elas, eu acabei figurando na terceira colocação. Para mim, isso é um sinal de que o povo maranhense acredita, confia no nosso nome. O que posso dizer hoje é que eu estou decidido a ser candidato a governador, mas trabalhando para reunir as condições necessárias para que isso possa se concretizar. Tenho certeza de que o Maranhão pode ser melhor, um estado diferente e vamos mostrar isso no momento certo”

Alianças

“Ninguém é candidato de si mesmo. A primeira coisa é você ter o sentimento popular. Essa etapa já me foi demonstrada pelas pesquisas de opinião de votos. Isso é algo que muitos procuram e não conseguiram ao longo dos anos em outras eleições. A segunda situação é que você precisa de uma aliança partidária que dê as condições mínimas para que você possa levar uma campanha de governador do estado. Reconheço, no meu caso, o desconhecimento em relação a mim no interior do estado. Você só vence esse desconhecimento se tiver uma aliança partidária que te dê capilaridade para levar seu nome para o interior, um tempo de TV razoável para que você possa mostrar seus projetos que vão mudar, de verdade, o Maranhão para melhor”

Via alternativa

“O povo merece um Maranhão de cara nova. Isso é um sentimento que está nas pesquisas. Tive acesso a pesquisas do ano passado, onde em todos os cenários eu apareço em primeiro lugar aqui na capital e com bom desempenho em cidades onde eu nem estive por conta desse sentimento de construir essa terceira via. O que temos hoje colocado ao maranhense? Um governo que se propôs a fazer uma mudança, e eu posso afirmar que a desigualdade no Maranhão aumentou por conta desse governo que aí está e digo com base em números. O governo que aí está falhou na distribuição de riquezas em nosso estado. O PIB mais alto do país, mas por outro lado os indicativos menores em relação à distribuição de riqueza. Esse é um lado que precisa ser contestado. A outra candidata teve a oportunidade de mostrar o que poderia fazer pelo Maranhão. Acho que é o momento de apostar no novo e, por isso, que eu digo que o povo merece um Maranhão de cara nova”

Propaganda comunista

“Se tem uma coisa que eu aprendi ao longo desses três anos é que o comunismo sabe fazer bem uma coisa: propaganda, especialmente propaganda enganosa. Se formos ver o que é anunciado pelo governo do estado e a realidade que tem na vida das pessoas, são duas situações completamente diferentes. Tome por base agora a educação, onde o governo faz uma política muito forte na educação, mas o Maranhão ostenta um dos piores índices no que diz respeito ao aprendizado de leitura e de matemática. É completamente diferente daquilo que o governo vem pregando. Tome por exemplo o Italuís. Se você pegar um carro e sair aqui, você vai ver todas as propagandas do Novo Italuís. A adutora nunca nem funcionou. Quanto o governo gastou para investir nessa propaganda de nova adutora? Vi propaganda em televisão, em jornal impresso, nas ruas. A adutora não está funcionando. Ela teve um problema e nunca funcionou até hoje. É um governo que percebe ser mais fácil investir em propaganda do que usar esse dinheiro para tornar melhor a vida das pessoas na prática”

Zé Reinaldo

“É verdade e tenho que lembrar uma coisa: fui auxiliar do exgovernador Zé Reinaldo. Ele era governador e eu era presidente da Caema. Então, naturalmente, nós já temos uma relação de confiança. Segunda situação: o Zé Reinaldo, de forma muito injusta, recebeu um tratamento do governador Flávio Dino que não merecia por tudo aquilo que ele representou na vida política do governador e também pelos serviços que ele já prestou no Maranhão. Então, devido a essa situação, houve um rompimento. Eu conversei com ele e ele me demonstrou a sua decisão irreversível de ser candidato ao Senado. Eu disse a ele, de forma clara, que iríamos caminhar juntos e que a primeira vaga de senador na minha chapa, eu conÒrmando a candidatura, seria dele. E de lá para cá as conversas vêm acontecendo de forma mais intensa”

2018 x 2020

“Eu não sou candidato em uma eleição pensando em outra. Se eu for candidato a governador, é porque eu tenho a absoluta convicção de que eu vou chegar até lá, assim como eu tinha absoluta convicção de que chegaria à Prefeitura de São Luís. E não cheguei por detalhes, por pouco. Eu não pensei quando me candidatei a prefeito de São Luís em fazer nome para disputar a eleição de 2018, assim como, ao disputar a eleição de 2018, eu não tenho outro foco que não seja chegar ao governo do estado”

Do Blog do Gilberto Leda

DEM poder ser destino de Eduardo Braide

Ainda conversando sobre a possibilidade de ser candidato a governador do Maranhão, o deputado estadual Eduardo Braide (atualmente no PMN), pode ter casa nova para disputar o governo.

Existem conversas – no Maranhão e em Brasília – que sugerem uma filiação do parlamentar ao DEM, partido pelo qual viabilizaria, de uma vez só, sua candidatura, e o suporte necessário para a candidatura do deputado Zé Reinaldo ao Senado.

A filiação do ex-governador está marcada para o dia 10 de março. Quanto a Braide ainda não há nada de oficial.

Juscelino Filho resiste…

Eduardo Braide, o pesadelo de Flávio Dino…

Com forte recall eleitoral em São Luís e bem avaliado em pesquisas qualitativas como opção espontânea da própria população, deputado assombra o comunista, que atua fortemente para tirá-lo da disputa

OPÇÃO POPULAR. Com forte recall eleitoral em São Luís, Eduardo Braide surge espontaneamente entre os eleitores, o que assusta Flávio Dino

Dentre todos os pré-candidatos já postos para a disputa pelo Governo do Estado, um ocupa o sono diário do governador Flávio Dino (PCdoB): o deputado estadual Eduardo Braide (PMN).

Mesmo sem ter-se anunciado candidato, Braide figura sempre na terceira colocação em todas as pesquisas de intenção de votos; mas não é só isso.

Pesquisas qualitativas – as quais o próprio Palácio dos Leões teve acesso – apontam Braide com forte tendência de crescimento e capacidade real de angariar apoios durante a campanha.

Isto porque, de todos os adversários de Dino, o deputado é o único sem vinculação a grupos políticos e como opção que surge diretamente do povo.

Fortíssimo em São Luís, Braide tem receptividade também nas andanças pelo interior, com a vantagem de ainda não ser totalmente conhecido pelo eleitor.

PRESENÇA NO INTERIOR. Mesmo ainda pouco conhecido do eleitor, Braide chama a atenção nas cidades pela opção de terceira via na eleição de governador

Flávio Dino sabe dos riscos que é ter Eduardo Braide na disputa pelo governo e atua fortemente para tentar tirá-lo do páreo.

São muitos os emissários do governador a oferecer possibilidades ao parlamentar em troca de sua desistência.

Eduardo Braide só deve anunciar se será mesmo candidato a governador a partir de abril, após definição dos quadros partidários para a disputa de outubro.

Até lá, povoará o sono do governador comunista.

Como um pesadelo diário a assombrá-lo…

Do Blog do Marco d´Eça

Deputados registram passagem dos 54 anos de emancipação de Santa Luzia

1430342626-1278786173noticia

Durante os discursos na sessão plenária desta quinta-feira (26), os deputados Stênio Rezende (PRTB), Francisca Primo (PT) e Eduardo Braide (PMN) registraram o aniversário de 54 anos de emancipação política do município de Santa Luzia, localizado no oeste maranhense a 294 km da capital.

Stênio Rezende foi o primeiro a tratar o assunto na tribuna. No seu pronunciamento, relatou a história da cidade, fundada oficialmente em 1961 e que, segundo ele, era uma grande área habitada por índios guajajaras, inicialmente conhecida como Pau Santo.

De acordo com os relatos do deputado, em 1949 o desbravador conhecido como João Vaqueiro chegou à localidade onde viviam os índios, que se rebelaram por não aceitarem a presença do vaqueiro e ele insistente, persistiu em ficar na região e se deslocou para um lugarejo, onde encontrou uma aldeia em Batatal. Ali, o cacique João Francisco de Santo deu abrigo a João Vaqueiro, o acolheu e deu todas as condições de trabalho.

Foi então, em Batatal, que o vaqueiro fez sua vida. Com o tempo começou a se formar um povoado, que depois virou lugarejo e deram a denominação de Santa Luzia, em função de João Vaqueiro ser devoto de Santa Luzia e levar consigo a imagem da santa.

Stênio contou, ainda, que só três anos depois, em 1952, é que começaram a discutir a formação do município de Santa Luzia. “Alguns índios se deslocaram para o Arame; outros para a região de Zé Doca e outros se estenderam até a região de Barra do Corda. Mas, em 1959, exatamente 10 anos da chegada do primeiro homem branco à localidade Batatal, o governo do Estado, através da Assembleia Legislativa, aprovava a Lei 1.908, de 17 de dezembro. Criava-se o município de Santa Luzia, que foi instalado oficialmente em 26 de março de 1961”, relatou.

Depois de contar com detalhes a história de Santa Luzia, o deputado parabenizou a população e pediu ajuda do governo no sentido de levar melhorias para a cidade. “É pela bela história que venho hoje dar os parabéns àquela população querida, aguerrida, trabalhadora, lutadora e que, sem dúvida alguma, merece toda a nossa atenção, não só desta Casa, mas como também do governo do Estado, no sentido de ajudar aquele povo com os benefícios, a infraestrutura que possa efetivamente cada vez mais melhorar a vida do seu povo”, enfatizou.

No seu discurso, Stênio Rezende lembrou, ainda, que a população da cidade sonha com a construção da estrada que liga Santa Luzia à Altamira do Maranhão. “E eu acredito que, sem dúvida nenhuma, ainda este ano o governador Flávio Dino irá lançar essa obra, esse desafio. E, sem dúvida nenhuma, a população irá agradecer”, observou.

CUMPRIMENTOS

Ao finalizar, o parlamentar reiterou os cumprimentos à cidade, fazendo referência à atuação do atual administração da Prefeitura. “Quero deixar os meus parabéns a toda população de Santa Luzia e também ao prefeito e amigo Veras, e a todos que ali trabalham e residem. Ele está no segundo mandato e faz um grande trabalho em favor de nossos irmãos, de nossos conterrâneos e amigos de Santa Luzia”, concluiu.

No mesmo tom, a deputada Francisca Primo também parabenizou a cidade, lembrando, ainda, de cobrar do governo do Estado mais atenção para a população. “Assim como o deputado Stênio, aproveito para deixar minhas congratulações a Santa Luzia que considero ‘cidade-mãe’ do município de Buriticupu. E, eu queria, além de parabenizar, pedir ao governador que olhe um pouco mais pela população. É uma cidade que pede socorro”, alertou.

Em seguida, foi a vez do deputado Eduardo Braide registrar a passagem de aniversário de Santa Luzia. “Essa cidade que hoje completa 54 anos de emancipação terá com certeza a atenção dos parlamentares escolhidos pelo povo luziense para representa-los, no sentido de levar cada vez mais melhorias do Governo do Estado para que eles possam ter uma vida cada vez melhor. Portanto, os meus felizes e sinceros parabéns a toda a população”, assegurou.

Da Agência Assembléia

A performance de Eduardo Braide…

braide
Eduardo Braide: discurso forte

Durante toda a semana as sessões da Assembléia Legislativa foram marcadas pelo forte debate travado entre os deputados Eduardo Braide (PMN) e os colegas Edilázio Júnior e Adriano Sarney (ambos do PV).

A discussão se deu em torno da celeuma que os “verdes” resolveram criar em torno da Comissão de Licitação do Governo do Estado, que segundo eles por não está com sua composição completa poderia ter todos os atos da atual gestão anulados.

Em meio a suposta denúncia eis que surge a excelente performance de Eduardo Braide, que de forma bastante tranquila tratou de rebater ponto por ponto as acusações infundadas dos deputados oposicionistas.

O Líder do Blocão não só respondeu os colegas à altura, como exercitou com maestria suas aulas do curso de Direito chegando a emparedar o deputado Edilázio Júnior que na sessão desta quinta (19), voltou a tratar do assunto.

O preparo intelectual e a propriedade de fala conseguem fazer com que o discurso de Braide não passe despercebido e nos bastidores os elogios à sua performance no caso beira a unanimidade.

O governo não pode abrir mão de continuar tendo em Braide um ponto de apoio estratégico para agir na hora certa.

E fazer os contrapontos aos discursos equivocados….