Caso S-10/Hillux: Governistas já admitem que denúncia contra o Presidente da Câmara de Coelho Neto é grave…

Osmar Aguiar: silêncio diante de denúncia grave que atinge sua gestão

Grave! É assim que governistas entre si classificam a denúncia que tramita no Ministério Público para apurar as irregularidades num contrato no aluguel de uma caminhonete S-10 no valor de quase R$ 200 mil por parte do presidente da Câmara Osmar Aguiar (PT).

O abuso foi denunciado por esse blog e seus desdobramentos acabou gerando uma denúncia impetrada pelo ex-vereador Edvaldo Alves. De acordo com o Portal da Transparência, após o assunto ser noticiado não houve mais pagamentos para a empresa que já havia recebido a primeira parcela.

Se não bastasse a denúncia de um contrato irregular cujas mudanças mencionadas pelo presidente nunca foram alteradas no contrato inicial, a coisa acabou se agravando com o sumiço da S-10 que estava em nome de pessoa física. Logo depois o presidente apareceu com uma caminhonete hillux nova, veículo que segundo documentos obtidos pelo blog só foi comprado após a postagem.

Segundo apurou o blog, o próprio prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) que nunca deu uma declaração pública sobre o assunto, já admite nos bastidores a situação delicada do aliado. A chateação foi tamanha, que o prefeito teria tirado das mãos de Osmar a articulação com os vereadores, que agora deverá ser conduzida por ele próprio.

Osmar Aguiar já teria encaminhado suas explicações para a promotora, mas até onde o blog apurou não apresentou nenhum documento que comprovasse as denúncias que pesam contra ele. É a primeira vez que o Poder Legislativo da cidade se vê atingido por um escândalo dessa natureza.

Apesar do silêncio dos demais vereadores, já paira no ar e nos bastidores que são fortes os riscos do presidente chegar a ser afastado.

E sobre essa possibilidade já tem “neguin” serelepe com as possíveis mudanças que algo desse tipo ocasionaria no seio do Poder Legislativo.

Mas essa é uma outra história…

Governo ignora denúncias de abuso de poder e ameaça por parte de secretários em Coelho Neto…

Ex-candidata a prefeita Doralice Santana denunciou ameaça do secretário de Agricultura Albertino Veríssimo

A Prefeitura de Coelho Neto optou por ignorar e não ousou emitir nenhuma nota sobre os episódios envolvendo a truculência e o abuso cometido pelos secretários Gabriel Delano (Meio Ambiente) e Albertino Veríssimo (Agricultura).

No último sábado (21), o secretário Delano armou uma presepada para tentar barrar as obras da rádio de propriedade do ex-prefeito Soliney Silva (PMDB), com aparato policial, voz de prisão dado pelo secretário e acusação infundada de acusação de montagem de documento oficial. Numa conversa na delegacaia foi desautorizado a tomar qualquer medida em relação a rádio, que comprovou está regularizada com todos os documentos que haviam sido solicitados pela Prefeitura.

Na última segunda (23), a ex-candidata a prefeita Doralice Santana registrou boletim de ocorrência contra o secretário Albertino Veríssimo por ameaça. Santana teria dito que faria uma mobilização para protestar contra o descaso do governo com as pontes da estrada do povoado de sua propriedade. Ao saber disso, o secretário se deslocou a zona rural e lhe deum recado no mínimo estranho: “Estava indo à sua casa, mas lhe encontrei aqui e vou lhe dizer, deixe de tentar criar estas coisas se não uma pedra grande vai ser posta em seu caminho”, denunciou ela.

Em qualquer governo duas denúncias desse tipo seria motivo de reação imediata e esclarecimento dos fatos, mas em Coelho Neto nem os secretários envolvidos e nem o governo se posicionaram.

Auto-suficientes, os auxiliares apenas mostram que fizeram bom uso das lições que aprenderam com o patrão e o copiam na arrogância, na truculência e no “se achar” acima da Lei, tanto que se acham desobrigados e dar satisfação para a sociedade.

E fazem jus ao ditado popular de quem cala, consente…

Leitores denunciam uso indevido do nome do ex-secretário de Finaças em documentos oficiais…

O blog foi procurado por pelo menos dois leitores para denunciar o uso indevido do nome do ex-secretário de Finanças Luiz Alfredo de Oliveira em documentos oficiais nesse ano de 2017, quando ele já não ocupa mais o cargo. Os documentos a que blog teve acesso estão com o nome dos estabelecimentos resguardados para evitar qualquer tipo de problema aos seus proprietários.

Documento impresso no último dia 23 de agosto aparece o nome do ex-secretário de Finanças

Segundo os leitores as falhas haviam sido detectadas a partir de procedimentos de rotina feito pelo setor contábil das empresas num site governamental em que se faz alteração ou baixa das empresas e onde constam os alvarás de funcionamento.

Documento impresso no dia 16 de agosto também trás o mesmo erro

Para a surpresa dos leitores, ao fazer a impressão do documento foi detectado mesmo que erroneamente o nome do ex-secretário.

A falha pode ser em decorrência do próprio setor contábil não ter feito as alterações pertinentes, mas como se julgam o “governo mais organizado da Federação”, é bem capaz de jogarem culpa no governo anterior, já que são incapazes de admitir os próprios erros.

Com a palavra a Secretaria de Administração e Finanças do município…

Veja como cada deputado do Maranhão se posiciona sobre a denúncia de corrupção contra Temer

A base governista na Câmara evita declarar apoio a Michel Temer na votação da denúncia criminal apresentada pela PGR (Procuradoria-Geral da República).

A Folha procurou na semana passada todos os 513 deputados da Casa após o STF (Supremo Tribunal Federal) receber, na segunda (26), a peça em que Temer é acusado de corrupção passiva –seria o destinatário de uma mala de R$ 500 mil de propina da JBS, além de promessa de outros R$ 38 milhões em vantagens indevidas.

Cabe à Casa dar ou não aval, com os votos de no mínimo 342 deputados, para que o STF possa aceitar a denúncia e abrir a ação penal. Nessa hipótese, Temer seria afastado por até 180 dias para ser julgado.

Veja abaixo como cada deputado do Maranhão se posiciona sobre a denúncia contra Temer.

A FAVOR DA ACEITAÇÃO DA DENÚNCIA:

Eliziane Gama (PPS-MA)
Weverton Rocha (PDT-MA)
Zé Carlos (PT-MA)

CONTRA A ACEITAÇÃO DA DENÚNCIA:

Cléber Verde (PRB-MA)
Hildo Rocha (PMDB-MA)
Junior Marreca (PEN-MA)

NÃO VAI SE PRONUNCIAR:

André Fufuca (PP-MA)
Pedro Fernandes (PTB-MA)

NÃO SABE:

Alberto Filho (PMDB-MA)
Aluisio Mendes (Podemos-MA)
João Marcelo Souza (PMDB-MA)
Rubens Pereira Júnior PC do B-MA)
Victor Mendes (PSD-MA)
Waldir Maranhão (PP-MA)

NÃO RESPONDEU:

Deoclides Macedo (PDT-MA)
José Reinaldo (PSB-MA)
Juscelino Filho (DEM- MA)
Luana Costa (PSB-MA)

Vereador governista denuncia falta de exames laboratoriais em Coelho Neto

Júnior Santos: reclamações pertinentes na área da saúde

O vereador Júnior Santos (PMDB) na sessão da última quinta (22), aproveitou a fala do colega Dr. Ricardo Chaves (PPS) para trazer a denúncia de que fora cobrado por populares sobre a questão dos exames laboratoriais. Júnior Santos foi o terceiro na mesma sessão a denunciar o comportamento arrogante e autoritário da secretária de Saúde Cristiane Bacelar em não responder as cobranças dos vereadores.

“Procurei a secretária de saúde duas vezes, mandei mensagem pelo aplicativo de whatsapp ela via as mensagens mas não retornou sobre a denúncia de alguns moradores sobre os exames laboratoriais por isso a procurei antes de trazer o assunto para cá mas ela não me retornou”, disse ele.

O assunto já havia sido tratado exaustivamente por esse blog e se tornou um dos grandes problemas desde que a secretária de Saúde Cristiane Bacelar assumiu o cargo. Além de comprar briga com os bioquímicos, a secretária optou por terceirizar o serviço em Caxias o que acabou gerando um verdadeiro caos no setor.

Júnior Santos anunciou ainda que uma comissão formada por ele e os vereador Cará, Marcos Tourinho e Wilson Vaz estaria percorrendo as unidades de saúde para saber quais os serviços estão sendo oferecidos e os que não estão sendo ofertado que sede uma explicação dos motivos, porque segundo ele são grandes as reclamações.

As inúmeras denúncias em torno da Saúde misturada a uma boa dose de desrespeito da secretária de Saúde Cristiane Bacelar para com os vereadores, tem contribuído para que o ambiente de insatisfação aumente ainda mais.

Problemas na saúde de Coelho Neto também são denunciados na Câmara…

Vereador João Paulo: denúncias envolvendo a saúde

Toda e qualquer tentativa da mídia governista de jogar para debaixo do tapete os problemas vividos pela saúde de Coelho Neto são frustradas, diante das evidência e dos problemas que se avolumam de forma estarrecedora.

Na sessão da última segunda (05), por exemplo, a saúde voltou a ser tema no plenário. O primeiro a puxar o assunto foi o vereador João Paulo (PMDB) que denunciou as condições de remoção dos pacientes.

Segundo ele a denúncia é que uma ambulância pequena (fiorino), apelidada pelo agora prefeito de caixa de fósforo estaria transportando de 07 (sete) a 10 (dez) pacientes para a capital Teresina, o que configura um verdadeiro absurdo.

Ambulância é alvo de denúncia de superlotação

Já o vereador Dr Ricardo (PPS) denunciou a falta de medicamentos aos pacientes atendidos pelo Centro de Atenção Psicossocial – CAPS. Além de cobrar providências nesse sentido, o vereador cobrou da Secretaria de Saúde um relatório com endereço e quantidade de medicamentos que são distribuídos pela Prefeitura.

Por mais que tentem contestar, o própria dia a dia vai tratando de evidenciar a crise vivida pelo setor em Coelho Neto. Sem autonomia, com a implantação de uma política de desvalorização e perseguição a servidores, demissões constantes e problemas de toda ordem, ou se toma uma atitude ou a saúde entrará em colapso.

Pense numa mudança…

Prefeitura de Chapadinha explica problemas na falta de iluminação da Praça da Bandeira

Após inúmeras reclamações da população quanto a choques elétricos nos postes da Praça da Bandeira, a Secretaria de Obras, Infraestrutura e Mobilidade Urbana, através de seu secretário, o engenheiro Beto Dantas, procedeu inspeção técnica detectando a ausência de aterramento e isolamento, gerando descargas elétrica e colocando em risco de acidentes a população.

Os serviços de reparo e aterramento estão sendo dificultados já que não foram passados pela gestão anterior os projetos da praça, no intuito de ocultar erros construtivos. Esses mesmos problemas além da praça da Bandeira, foram detectados na Cohab e Caterpillar.

“Estamos por dentro de todas essas demandas mais urgentes, mas deixamos claro que a gestão do prefeito Magno Bacelar tem buscado correr contra o tempo para minimizar todos esses problemas detectados em toda a cidade e herdados por descuido e falta de uso da boa técnica”, destacou o assessor de gabinete Professor Telmo José.

Após revisão de todas as instalações e testes, as ligações serão refeitas. É importante salientar que as contas de energia apresentam-se em dia, desmentindo assim, boatos e inverdades com intuito de apenas criar embaraços para o governo e colocar a população contra a gestão.

Da SECOM /PMC

Roseana é absolvida de denúncia de desvio na Saúde

O juiz Clésio Coelho Cunha, respondendo pela 7ª Vara Criminal de São Luís, absolveu a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) da acusação de desvio de recursos na Saúde.

A peemedebista e a outras 15 pessoas – dentre elas o ex-secretário de Saúde Ricardo Murad (PMDB) –, foi denunciada no início do ano passado pelo promotor Lindonjonson de Sousa por suposta responsabilidade no desvio de R$ 1,95 milhão

O dinheiro, disse ele na peça, teria sido usado na campanha de 2010.

Cunha decidiu pela absolvição sumária “por falta de conduta da acusada para o resultado das ações descritas”.

“[Roseana Sarney] Não era ordenadora de despesas para pagamento das obras e serviços executados na Secretaria de Estado da Saúde, sendo que cabia ao Secretário de Saúde Ricardo Jorge Murad esta atribuição, e no direito financeiro cabe ao ordenador de despesas demostrar a regularidade da sua atuação administrativa”, destacou.

Em nota, Roseana comentou a absolvição, lembrando que no transcurso do processo foi “pré-julgada” e “agredida”.

“Essa decisão, embora ocorra depois de uma longa e exaustiva batalha minha, enquanto fui por todo esse tempo pré-julgada e, por muitas vezes, agredida, só renova as minhas forças, a fé na verdade e na Justiça, principalmente a de Deus. Eu reafirmo, como faço em todos os momentos, que a minha consciência está tranquila, pois sempre agi de forma correta e nunca fiz nada que pudesse desabonar a minha conduta como governadora do meu estado”, afirmou. Ela foi defendida na ação, também pela advogada Anna Graziella Neiva.

Denúncia imprecisa

Clésio Cunha destacou, ainda, que “a descrição dos fatos imputados à ré Roseana Sarney Murad é imprecisa e genérica”, e também pontuou que é incorreto o conceito de que um chefe de executivo, por ocupar o comando da administração pública, é responsável por todos os atos dos seus subordinados, que estariam atuando em seu nome.

“A ideia de que o chefe do executivo encabeça a administração pública, pela posição que ocupa, e que os atos praticados por seus inferiores hierárquicos, são em seu nome é incorreta e pode do modo como foi proposto, prestar obséquio à indesejada responsabilização penal objetiva. Esse artifício está em moda no direito penal brasileiro e quando não existe um fato determinado que possa ser imputado ao presidente, governador ou prefeito, a perseguição penal estatal vale-se do argumento de que o chefe do executivo é o chefe de uma organização criminosa pelo fato isolado de ser o chefe da administração pública”, completou.

O juiz também ponderou o fato de que na data da licitação supostamente fraudada para o desvio dos recursos, Roseana sequer estava no Maranhão.

“Ela não teve conduta, não praticou ato administrativo nenhum e nem foi sequer demonstrado o vínculo subjetivo entre a vontade dela e dos operacionalizadores da concorrência pública […] E esteve afastada do governo do Estado de 02 de junho de 2009 a 10.07.2009, para tratamento neurocirúrgico, e a concorrência 0001/2009/CPL/SES, foi divulgada ao publico interessado em 07.08.2009, de modo que seria difícil a Roseana Sarney Murad, licenciada do governo e em tratamento médico em outro Estado da federação, participar de uma sociedade criminosa que objetivava a prática complexa e reiterada de crimes”, completou.

Do Blog do Gilberto Leda

Rafael Cruz reclama das condições de escolas municipais para início do ano letivo…

O vereador Rafael Cruz (PMDB), usou a tribuna da Casa ontem (03), para denunciar as condições das escolas da rede municipal de ensino em Coelho Neto, há quatro dias do início do ano letivo.

Vereador Rafael Cruz: cobranças na educação

A reclamação foi motivada pelas inúmeras reclamações e denúncias de professores e alunos denunciando a situação de abandono em que todas elas estão atualmente.

Escola José Barreto de Araújo: apesar do anúncio da reforma feita pelo prefeito durante entrevista, processo licitatório sequer foi publicado

Tomadas pelo mato, com goteiras e muitas delas sem quaisquer condições de funcionamento, nenhuma recebeu sequer uma mão de tinta, mesmo com o novo prefeito estando há dois meses no comando do município e as contas da educação abarrotadas de dinheiro.

Escola Benedito Duarte tomada pelo mato / Foto: Milton Vieira

Rafael Cruz também informou que protocolou um ofício na Ministério Público cobrando posicionamento em relação aos empenhos e pagamentos do mês de dezembro que ainda não foram efetuados.

Clima na Secretaria de Saúde de Coelho Neto é de insatisfação…

O clima na Secretaria de Saúde de Coelho Neto é de total insatisfação e visível desapontamento.

A denúncia feita por esse blog anteriormente foi confirmada e a Secretária de Saúde Cristiane Bacelar decidiu realmente pagar os funcionários de janeiro utilizando os recursos referentes a competência do mês de dezembro do ano passado. O que isso implica? É que os servidores que trabalharam em dezembro e que são os legítimos donos desses recursos ficarão sem ver a cor do dinheiro.

Se não bastasse isso, ao se deslocar para o banco para receber seus vencimentos, a grande maioria dos servidores da saúde se depararam com um salário bem abaixo da média.

Profissionais de nível superior, técnicos renomados e cargos de chefia ganhando incompatível com as funções que ocupam e a carga horária que trabalham. Uma bagunça!

A revolta é geral, mas ninguém pode reclamar, restando a estes a reclamação anônima para que esse blog possa denunciar, na esperança de que o quadro possa se reverter.

A situação é a pior possível…