Eu avisei: Cristiane Bacelar deixa oficialmente a Saúde…

Às 17h:42

Bastou pouco mais de 17 dias após esse blog cogitar a possível saída da secretária de Saúde de Coelho Neto Cristiane Bacelar, para o fato se confirmar. Na matéria finalizamos com um “é aguardar e conferir” e pouco tempo depois tudo bateu da forma como havíamos falado, confirmando que para desespero dos governistas, as fontes do blog são precisas.

Nesse período o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) e seus apaniguados até tentaram desmerecer a informação dizendo que Cristiane ficaria até o final do mandato, mostrando na verdade que quem blefa são eles e não o blog.

Apesar de oficialmente alegar questões familiares, a saída de Cristiane também tem haver com o modelo engessado do governo, o que lhe causou em pouco mais de oito meses um desgaste desnecessário.

A agora ex-secretária de Saúde deixou a pasta na tarde desta quinta (17), em clima de muito chororô após anunciar oficialmente sua saída aos seus colaboradores. Segundo fontes do blog, Américo deve aproveitar a deixa para fazer uma série de readequações no setor, inclusive com possíveis demissões.

Mas essa é uma outra história…

Vereador Rafael Cruz reage contra decisão do prefeito de Coelho Neto de demitir servidores

O vereador Rafael Cruz (PMDB) usou sua rede social na noite desta terça (08), para repudiar as demissões lideradas pelo prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT). O líder da oposição na Câmara fala em vingança, critica as demissões e questiona as inúmeras licitações milionárias do governo.

Veja a íntegra do que disse o peemedebista:

Boa Noite família coelhonetense!

Que o atual governo veio para se vingar de todas as derrotas obtidas pelo seu líder durante todos esses anos na busca sedenta pelo poder isso todo mundo já sabe, a prova é a lamentável forma de administrar implantada pela atual gestão onde a prioridade NÃO é o povo, sem falar nas inúmeras mentiras descobertas que foram utilizadas para iludir as pessoas e conseguir a vitória na última eleição, uma delas por exemplo é a suposta “igualdade” entre contratados e concursados pregada por ele em todos os seus discursos, que a igualdade deve existir isso é fato, mais do jeito que ele está fazendo é vergonhoso.

Estamos presenciando um governo onde o fundamental, o básico e as obrigações vira festa, como os salários em dia, uma rua iluminada e uma coleta de lixo regular (somente no centro da cidade).

Que o governo atual veio para alavancar de forma surpreendente a crise no nosso município, isso é notório e está as vistas de todos, todo mundo sentiu no bolso o peso que é um mau governo, mais como se não tivesse satisfeito, agora a “tesoura está trabalhando” e mais pessoas estão sendo demitidas, a meta é economizar 1 milhão de reais, imaginem vocês aí, Coelho Neto do jeito que está, com 1 milhão de reais a menos em sua circulação? É DEVASTADOR.

Agora eu pergunto:

Por que o trabalhador que tem que pagar essa conta? 

Por que a economia tem que ser demitindo enquanto estamos vendo licitações milionárias sendo publicadas? Mais tratarei das licitações em futuras sessões da Câmara, e aqueles que não participam irei compartilhar nas redes sociais também.

O que vejo é o governo tomando atitudes de melhor pra si e pior para o povo, quando que a sua obrigação é ser ao contrário. 

Tudo isso me revolta e me motiva mais a combater essa maldade toda, a combater essa vingança. 

#EUNÃOMECURVO

#avingançatemqueparar

#opovoprecisadepaz

Prefeito e Secretária de Saúde passam a tesoura e demitem funcionários no Hospital de Coelho Neto…

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) e a Secretária de Saúde Cristiane Bacelar continuam fazendo bom uso da tesoura que escolheram para tocar o setor no município.

Se não bastasse o calote dado nos funcionários de dezembro e o corte nos salários de diversos profissionais, ontem (31) as demissões chegaram novamente ao Hospital Municipal.

Conforme nos fora informado, nada menos que 9 mães de família sairam da unidade chorando após serem demitidas, todas ocupantes de cargos administrativos: recepção e copa.

E é assim que se comporta o novo governo de Coelho Neto, não emprega e ainda demite quem está empregado.

Mudou ou não mudou?

Governo recua e manda voltar esposa de vereador ao emprego…

Bianca Crateús com o marido Marcos Tourinho: demissão repercutiu imediatamente

Diante da imediata repercussão da demissão da competente enfermeira Bianca Crateús que se espalhou como rastilho de pólvora nas redes sociais após a divulgação em primeira mão por esse blog, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) mandou retornar a profisisonal a sua função.

A demissão seria uma retaliação ao vereador Marcos Tourinho apenas por ter feito tres indciações de emendas a um projeto do governo. Além de esposa do vereador pedetista, Bianca é filha do ex-presidente da Câmara Mariano Crateús, um dos poucos políticos de expressão que se manteve fiel ao petista desde a campanha eleitoral.

A família já havia admitido em rede social que a demissão dela havia sido confirmada e de quebra a enfermeira Sayuri Carvalho, ligada ao parlamentar, também havia entrado no pacote.

Sem ter o que dizer diante de tantas críticas, um repórter ligado ao governo numa primeira versão negou a demissão e disse que ela teria pedido pra sair porque havia conseguido algo melhor em Caxias, fato desmentido pela família.

Em seguida, um blogueiro ligado ao governo retomou a versão de que a demissão era mentira. Que a esposa do vereador “havia chegado chorando na sala da secretária de Saúde por algum motivo e pediu para sair, deixando a própria secretária de saúde surpresa”, fato também negado pela família.

Pouco tempo depois o mesmo blogueiro contrapôs o que havia dito e que segundo contato com a secretária de Saúde Cristiane Bacelar, a mesma teria dito que não havia nenhum processo de demissão contra a enfermeira, ou seja, uma série de versões que não batem.

Agora como alguém vai chegar em casa dizendo que foi demitida sem ter sido? Me comprem um bode! Duas pessoas logo?

Na verdade o governo mais uma vez mostra que está mais perdido do que cego em tiroteio e não teve peito para assumir mais uma notícia negativa, em meio a tantas que tem acontecido sucessivamente. Com isso as profissionais tiveram sinal verde para retornar a seus postos de trabalho.

Como Américo sempre gostou de repetir, a pior desgraça do sabido é pensar que todo mundo é besta…

E nunca essa frase fez tanto sentido…

Ministro José Serra pede demissão…

O ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP), pediu demissão do cargo na noite desta quarta-feira (22).

Na carta enviada ao presidente Michel Temer, Serra disse que decidiu deixar a pasta “em razão de problemas de saúde”.

Serra estava no cargo desde maio do ano passado, quando Temer assumiu como presidente em exercício.

O tucano é senador por São Paulo e tem mandato até 2022. Ele havia se licenciado para assumir o Itamaraty.

Ao longo do período em que ocupou o Ministério das Relações Exteriores, José Serra se envolveu em algumas polêmicas, como quando determinou o envio de uma circular a embaixadores em todo o mundo para rebater a tese da ex-presidente Dilma Rousseff de que ela havia sido vítima de um “golpe” no processo de impeachment.

Segundo a assessoria do Palácio do Planalto, Serra entregou pessoalmente a carta de demissão a Temer na noite desta quarta, no Planalto. Até a última atualização desta reportagem, o peessedebista ainda estava reunido com o presidente.

Trechos da carta

Na carta de demissão, Serra diz que deixa o cargo “com tristeza’. Segundo o ministro, os problemas de saúde o impedem de cumprir as viagens internacionais necessárias ao cargo, além das atividades do dia a dia.

José Serra acrescenta, ainda, que os médicos estimam um período de quatro meses para o “restabelecimento adequado” da saúde.

“Para mim, foi motivo de orgulho integrar sua equipe. No Congresso, honrarei meu mandato de senador trabalhando pela aprovação de projetos que visem à recuperação da economia, ao desenvolvimento social e à consolidação democrática do Brasil”, conclui José Serra na carta.

Do G1