Só falta um: Vereador propõe CPI para investigar contrato imoral de caminhonete da Câmara de Coelho Neto

Vereador Dr. Ricardo

O vereador Dr Ricardo Chaves em aparte na sessão de ontem (09), se mostrou a favor da abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI para investigar o contrato imoral de uma caminhonete celebrado pelo presidente da Câmara Osmar Aguiar.

Das 04 (quatro) assinaturas que precisam para criação da Comissão, o vereador já tem assegurado três assinaturas faltando apenas 01 (um) vereador a se dispor para assinar o documento e a investigação possa ser aberta.

O caso da caminhonete da Câmara foi divulgado em primeira mão por esse blog que denunciou o contrato no valor de quase R$ 200 mil.

Acuado o presidente Osmar Aguiar chegou a emitir nota negando o fato e usou a tribuna para tentar se explicar mas não convenceu e nem apresentou quaisquer documentos sobre o contrato. O que reforça a tese de que há algo irregular na história, é de que após a denúncia o carro simplesmente desapareceu, quando deveria permanecer na Câmara prestando o serviço para o qual foi contratado.

A abertura de uma CPI será de grande valia para apurar o fato. Cabe aos vereadores a sensibilidade em assinar o documento e mostrar para a sociedade que desejam que esse caso seja esclarecido, sob pena de pairar sob os demais vereadores o sentimento de protecionismo e conveniência.

Excelente iniciativa…

12107862_779969485481608_2196334614223996934_n
Albino Kaluberth durante entrega de presentes para as crianças

O Centro Popular de Inclusão Social e Digital – CPI realizou recentemente em Coelho Neto a distribuição de mais de mil brinquedos em alusão ao Dia das Crianças.

A entrega foi feita em diversas localidades e nasceu como uma ação social da entidade visando atender a crianças carentes do município.

“É muito gratificante proporcionar uma iniciativa tão importante como essa. Agradecemos a todos os parceiros dentre os quais a Prefeitura de Coelho Neto pelo apoio dado a esse projeto. Estamos todos de parabéns”, destacou o Presidente do CPI Albino Klauberth.