De frente com a fera: Qual será a reação dos vereadores sobre o “contrato imoral” do Presidente da Câmara?

Presidente da Câmara Osmar Aguiar: explicações não convenceu a ninguém

Um dia depois da repercussão da matéria sobre o contrato imoral do aluguel de um veículo assinado pelo Presidente da Câmara de Coelho Neto, Osmar Aguiar (PT), para usar a seu serviço como carro particular, os vereadores terão a oportunidade de ficar de “cara com a fera”.

A matéria que gerou revolta na comunidade que foi tema principal em todos os grupos de whatsapp e rodas de conversa, obrigou o presidente a divulgar uma nota que de tão pífia, saiu pior que se tivesse ficado calado. Não disse coisa com coisa, admitiu o gasto com aluguel que daria para comprar uma caminhonete nova e não provou a alteração do contrato no Diário Oficial do contrato imoral. A nota não convenceu a ninguém e a comunidade aguarda os desdobramentos.

Em sua página na rede social, o petista foi obrigado a aguentar os comentários de membros da comunidade, todos reprovando a sua conduta e sua atitude diante da tão vomitada “crise” que ele gosta de usar para defender o “chefe”.

Nesta quinta (26), os vereadores terão o primeiro encontro com o presidente na sessão após o escândalo e existe uma grande expectativa popular de qual será a reação dos parlamentares. Diante desse quadro, os vereadores poderão ter duas posturas: Ir a fundo, investigar o caso, cobrar as devidas explicações com documentos e exigir o cancelamento desse contrato como forma de moralizar a Câmara, já que a sociedade não aprovou esse aluguel.

Ou fazer de conta que acreditou a nota, reforçar a idéia que não apenas sabiam, mas que concordam com essa imoralidade e assim proteger o presidente.

Em tempos da “crise” que o Osmar tanto fala, achar normal gastar mais de R$100 mil com o aluguel de um carro para uso particular é um escárnio, um deboche e uma atitude desprezível de alguém que se mostra cego diante de tantos problemas que a cidade enfrenta.

A sociedade permanece de olho senhores e senhoras vereadores/vereadoras. E espera não ser decepcionada….

Américo vai gastar quase R$ 400 mil com assessoria de contabilidade…

A Prefeitura de Coelho Neto acaba de assinar um contrato com uma empresa de assessoria e consultoria contábil para prestação de serviços ao município.

A empresa Kleiton Gonçalves de Miranda – Eireli com sede em São Luís será a responsável pela prestação de serviços recebendo   a bagatela de R$ R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais), o que corresponde a R$ 45 mil/ mês a partir da data de assinatura do contrato.

A seguir a integra do extrato do contrato:

CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE COELHO NETO-MA/SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO E ADMINISTRÇÃO, CNPJ: 05.281.738/0001-98. CONTRATADA: KLEITON GONÇALVES DE MIRANDA – EIRELI, inscrita no CNPJ sob o nº 14.925.620/0001-46. Fundamento Legal: Lei n° 8.666/93 e alterações. Objeto a Contratação de empresa especializada para execução de serviços técnicos de assessoria e consultoria contábil no Município de Coelho Neto – MA. Data da Assinatura: 07/04/2017. Prazo de Execução: até 31 de dezembro de 2017. DOTAÇÃO: 02.04.04.122.0046.2004.3.3.90.39. Valor Global R$ 360.000,00 (Trezentos e sessenta mil reais), pela Contratante: Suely Maria Palhano Gomes e pela Contratada: Kleiton Gonçalves de Miranda. Coelho Neto (MA), 07 de abril de 2017. PUBLIQUE-SE.