Após denúncia do blog, Prefeitura manda recuperar muro do hospital de Coelho Neto

Após denúncia do blog, Prefeitura manda recuperar muro do hospital de Coelho Neto

Após matéria do blog dando conta do descaso da Prefeitura de Coelho Neto com o hospital municipal que encontrava-se com parte do seu muro no chão (relembre AQUI), as providências foram tomadas.

Tão logo a matéria foi ao ar, a Secretaria de Saúde envidou esforços no sentido de montra uma força tarefa para que o muro fosse recuperado.

Na denúncia pontuamos que os riscos do muro caído acabava por expor as dependências do hospital a várias coisas, dentre as quais a ação de vândalos.

Felizmente a Prefeitura assumiu seu papel e executou os serviços de melhoria.

Cuja ação só beneficia a própria população, a maior interessada no assunto.

Simples assim.

Polícia Civil informa que segue com diligências para capturar envolvidos em assalto em Coelho Neto

Polícia Civil informa que segue com diligências para capturar envolvidos em assalto em Coelho Neto

Às 23h:25

A Polícia Civil informa que segue com as diligências para capturar o envolvidos no assalto realizado no final da manhã desta sexta (03) a uma farmácia.

Durante o assalto, um dos indivíduos efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu uma das atendentes.

Segundo informações que o blog teve acesso, o delegado Márcio Mendes, que comanda as investigações, informou que os autores já foram identificados e a motocicleta envolvida no ocorrido foi apreendida.

Para não atrapalhar as investigações, o nome da dupla segue em sigilo até que a prisão seja efetuada.

Calote? Sem pagamento, desapropriação do Estádio João Santos Filho teria se tornado sem efeito

Calote? Sem pagamento, desapropriação do Estádio João Santos Filho teria se tornado sem efeito

A Prefeitura de Coelho Neto anunciou com festa no ano passado a aquisição do Estádio João Santos Filho, de propriedade da Liga Coelhonetense de Futebol.

Na época, o blog se manifestou extremamente contrário ao negócio porque a Prefeitura não estava dando conta de manter os espaços esportivos existentes (como ainda hoje não está), fora isso não havia nenhum recurso existente em caixa para recuperar o “velho” estádio desgastado pelo tempo.

Pois bem, neste sábado o blog foi informado que atletas estavam fazendo vaquinha para limpar o estádio. Questionado do porque a Prefeitura não garantir a limpeza em sua propriedade, fomos informado de que o governo comprou, mas não pagou, logo a tal desapropriação teria tornado sem efeito.

O blog sempre se mostrou contrário a essa compra

“Peça ao prefeito para mostrar pra você o comprovante de pagamento, porque se ele pagou o dinheiro ainda está a caminho”, disse um dirigente esportivo graduado da cidade.

Se era para comprar e deixar o estádio abandonado como tem acontecido com os demais, melhor mesmo poupar esse dinheiro.

Será que o senhor pode fornecer o comprovante de pagamento, senhor prefeito? Pagou ou não pagou?

O fator Marcos Tourinho e as falácias do jogo do poder…

O fator Marcos Tourinho e as falácias do jogo do poder…

Desde que assumiu a presidência da Câmara de Coelho Neto, o vereador Marcos Tourinho (PDT), passou a experimentar o outro lado dos que ascendem as posições de destaque.

Eleito numa votação inesperada, cuja equação matemática ainda hoje mexe com os brios de alguns experts da política tupiniquim, Tourinho assumiu o cargo com a missão de garantir a independência irrestrita do Poder Legislativo. E assim tem buscado fazer.

Pouco tempo depois, passou a ser alvo de ataques gratuitos dos mais diversos. De janeiro para cá nenhuma denúncia foi formalizada ou qualquer prova de especulação vazia em postagens feitas nas coxias do poder foi trazida a tona, já que tudo isso tem digitais conhecidas e por isso mesmo sem nenhum crédito. Ou alguém tem conhecimento de que alguma coisa foi para frente? Não foi porque não se sustentam e seus autores sabem disso.

Mas quais os motivos dos ataques e a quem os interessa? Estamos em um ano pré-eleitoral e mesmo assim alguém tem a coragem de se fazer essa pergunta? Os motivos são politiqueiros logicamente, mas os ataques se esbarram na própria fragilidade de quem faz e de como faz.

Tem um ditado popular que diz que não se atira pedra em árvore que não dá frutos e essa máxima na política continua valendo. O recall de respeitabilidade de Tourinho incomoda justamente pela forma polida com que trata os ataques, porque tem consciência do que é fato e do que é fake news plantada com objetivos escusos.

Após retornar da agenda que cumpre em Brasília-DF, o presidente deverá fazer o devido balanço da estada na Capital Federal com todos os pingos nos is, inclusive desmontando a série de impropérios que tem se visto baseado no achismo, na especulação e em factoides de toda ordem.

Tourinho sabe que tudo isso faz parte do jogo do poder.

Nessa briga que ao que parece, promete render muitos rounds…

Evangélicos se mobilizam em mutirão para limpar praça em Coelho Neto

Evangélicos se mobilizam em mutirão para limpar praça em Coelho Neto

Diante da situação abandono vivido pela Praça João Santos por parte da Prefeitura, evangélicos da Assembleia de Deus Missão se mobilizaram na última sexta (12), para tentar minimizar o estrago.

A igreja que durante o final de semana sediaria um evento regional com presença de caravana de outros municípios, mostrou preocupação com a imagem que os visitantes sairiam da cidade, caso alguma coisa não fosse feita. A mobilização envolveu membros da juventude, que intensificaram o trabalho para garantir uma medida paliativa no principal cartão postal da cidade.

Não é demais lembrar que o atual governo tem desprezo pelo segmento evangélico da cidade: não apoia iniciativas das igrejas, não se envolve em nenhuma ação e foi o responsável por sepultar o Dia do Evangélico – única manifestação do segmento assegurada por Lei como evento oficial do calendário do município.

Tem sido uma prática da Secretaria de Obras ignorar os reclames da população em todas as áreas de sua responsabilidade, desde a limpeza pública, iluminação, até uma simples mini-praça que foi iniciada e abandonada na sequência.

Todas as intervenções prometidas para a praça pelo prefeito Américo de Sousa (PT), ainda em 2017 não foram cumpridas, no entanto, entanto essa não é uma particularidade da praça João Santos. Mesmo no terceiro ano de governo, a prefeitura nunca conseguiu dispor de um plano de melhoramento dos equipamentos públicos, questão que era muito criticada pelo petista antes de assumir o mandato.

Se a prefeitura não faz, resta ao povo fazer.

Simples assim!

Com parte do muro no chão, Hospital de Coelho Neto é o espelho do caos na saúde

Com parte do muro no chão, Hospital de Coelho Neto é o espelho do caos na saúde

Que a saúde de Coelho Neto vai de mal a pior isso não é segredo para ninguém. As denúncias quase que diárias mostram que estamos diante de uma gestão capenga, inoperante e frágil em todos os aspectos.

Quando atuava em seu programa de rádio, o Hospital Municipal era a vitrine preferida do apresentador de rádio Américo de Sousa (PT), hoje sentado na cadeira de prefeito.

Uma simples passagem pela unidade hospitalar e uma olhada rápida nas transferências do Fundo Nacional de Saúde – FNS, para se perceber uma disparidade do prédio do hospital e os milhões que caem mensalmente nas contas da saúde. E o hospital que ele havia prometido? Bom esse é sonho, afinal o petista talvez seja o único prefeito da Federação que não conhece o caminho do Ministério da Saúde.

Pois bem, acostumado a encher a boca para questionar dos ex-prefeito Soliney Silva (MDB), onde estava sendo aplicado os milhões da saúde, Américo hoje não consegue mostrar isso na prática. O tal Orçamento Participativo prometido por ele na campanha é mais uma mentira vendida e o caos do hospital é a prova de que o setor respira nos aparelhos em estado terminal.

Não vou falar da parte interna porque o vexame seria bem maior. Uma rápida olhada na parte de fora para perceber que nada mudou, ao contrário, tudo piorou. A frente do hospital está tomada pelo mato e no terceiro ano de governo, a tinta é a mesma deixada pelo governo de quem ele tanto falava.

Há meses parte do muro do hospital desabou e nem a Secretaria de Saúde e nem a Secretaria de Obras tomaram qualquer providência para que uma intervenção de recuperação fosse feita, deixando o hospital vulnerável inclusive para a ação de vândalos na calada da noite.

Todo esse desgoverno acontece sob o olhar complacente e inerte do Conselho Municipal de Saúde.

Que ignora e assina embaixo os desmandos de uma gestão descompromissada sem esboçar qualquer reação…

Sem limpeza, principal cartão postal de Coelho Neto agoniza…

Sem limpeza, principal cartão postal de Coelho Neto agoniza…

Quando era apenas um apresentador de rádio sedento para sentar na cadeira de prefeito, o petista Américo de Sousa (PT), passava a semana inteira apontando os problemas da cidade.

Uma das pautas constantes era o abandono da praça João Santos. Quando assumiu o governo, o petista se preocupou em pintá-la (um dos poucos equipamentos que foram pintados com as cores do governo atual) e reativar a fonte luminosa.

No início do primeiro ano de governo, quando seu secretário de Meio Ambiente implicou com “as tias da batata” e quando ele tinha coragem de ir ao rádio todos os finais de semana (hoje não tem mais porque não tem o que dizer), o prefeito prometeu que a praça seria revitalizada, inclusive com espaço próprio para as merendeiras.

Hoje estamos no terceiro ano, a fonte luminosa continua funcionando, mas o espaço das merendeiras foi ignorado e a praça agoniza sem limpeza, embora esse quadro não seja uma particularidade da Praça João Santos.

Contraste da fonte luminosa com o matagal: descaso

O governo se esforça para tentar mostrar que o setor está em funcionamento, mas é desmascarado todas as vezes que surgem denúncias como essa.

O principal cartão postal da cidade agoniza com o descaso de quem tanto já cobrou cuidados.

E o governo não anda porque tropeça na própria incompetência…

Coelho Neto é o único da microrregional a não receber veículo doado pelo Ministério da Saúde

Coelho Neto é o único da microrregional a não receber veículo doado pelo Ministério da Saúde

Isso mesmo, Coelho Neto mesmo sendo sede da microrregional foi o único a não ser contemplado pelos veículos doados pelo Ministério da Saúde para fortalecimento das ações de Vigilância Sanitária.

Afonso Cunha, Duque Bacelar e Buriti constam na Portaria nº 476, de 04 de abril de 2019, expedida pelo gabinete do Ministro anunciando os municípios contemplados, mas Coelho Neto ficou de fora.

E por que não recebeu? Simples! O município teria que estar em conformidade com destaque em 05 (cinco) critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

E se não ganhou é porque não cumpriu as metas.

E se não cumpriu as metas é porque são incompetentes.

Ou existe outro nome para isso?

Rotina: UPA de Coelho Neto vive mais um final de semana “de cão”

Rotina: UPA de Coelho Neto vive mais um final de semana “de cão”

Quem não se lembra que antes de assumir a prefeitura, o então pré-candidato a prefeito Américo de Sousa (PT), vivia cobrando em sua rádio a disponibilidade de dois médicos no plantão da Unidade de Pronto Atendimento – UPA?

Naquele tempo tudo se podia fazer, não se fazia porque não se queria. Hoje ele silencia e não diz porque não faz aquilo que ele tanto cobrava. No terceiro ano da sua gestão, a UPA continua passando por dias “de cão”, que se agravam durante o final de semana.

No último domingo (07), o vereador Rafael Cruz (MDB), trouxe a tona mais um depoimento lamentável de quem precisou do atendimento da UPA, mas se deparou com o caos. Fila enorme de espera, idosos aguardando atendimento, pacientes passando mal e não havia profissional médico para realizar o atendimento.

De acordo com a pessoa que fez a denúncia, ela aguardava atendimento há 40 minutos mas não havia aparecido médico para atender. Enquanto o governo tentar jogar o sujo para debaixo do tapete, a população se encarrega de denunciar os desmandos, o caos e a pouca vergonha que se tornou o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde – SUS, do município.

E tudo isso sob o olhar conivente do Conselho Municipal de Saúde, que nunca moveu uma palha para exercer sua autonomia e atuar como agente fiscalizador. Enquanto isso o descaso continua…

Com ônibus quebrado e crianças de 03 anos chorando de fome, motorista revela despreparo da Secretaria de Educação de Coelho Neto em garantir socorro…

Com ônibus quebrado e crianças de 03 anos chorando de fome, motorista revela despreparo da Secretaria de Educação de Coelho Neto em garantir socorro…

Passou a circular ontem (03), em grupos de whatsapp o relato dramático de um dos motoristas dos ônibus da Secretaria de Educação de Coelho Neto que fazem a rota da zona rural, mais precisamente no povoado Cruz.

Pelo relato é possível ver o descaso da garagem da Secretaria de Educação em socorrer o motorista e as crianças que ficaram trancados na estrada por conta da queda de uma árvore.

“Rapaz vê alguém da garagem ai, pega um carro ai, fala com alguém para vim pegar umas crianças aqui na Cruz. A mais velha tem 3 anos de idade, estão chorando com fome, muriçoca, eu tô desde quatro e meia aqui na Cruz, um pau caiu no meio da estrada e até agora ninguém veio pegar essas crianças. Se não fosse elas eu já tinha voltado de ré pro São Pedro, mas não tem como levar essas crianças para as Pimentas e os pais deles não tem uma bicicleta para pegar. Vê ai se alguém pode resolver ai pelo menos para pegar as crianças, porque eu me viro aqui com o ônibus para mim voltar, que eu não vou ficar aqui até meia noite com esse ônibus no caminho, com esse pau aqui, as crianças estão tudo chorando aqui, me aperreando dentro do ônibus chorando com fome, muriçoca”, diz o relato do motorista visivelmente desesperado com a situação.

Pelo relato é possível notar o descaso da Garagem da Secretaria de Educação em dar suporte aos seus motoristas em casos como esse.

“Rapaz eu mandei o recado para a garagem não era cinco horas, era quatro e alguma coisa, tinha dado tempo de vim dez vez, dez caminhonetes, tempo de vim e voltar e resolvido o problema. Para mim voltar pelo São Pedro vou gastar uma hora e meia para chegar ai na garagem e uma caminhonete daí pra cá é quinze minutos, não gasta mais do que quinze minutos diz ele.

Ao invés de resolver problemas dessa gravidade que são de sua responsabilidade, a secretária de Educação Williane Caldas perde tempo querendo apontar falhas do governo anterior.

Quando se mostra incapaz de resolver suas próprias falhas.

Ouça os áudios: