Um Poder Legislativo de cabeça para baixo…

Pavilhões de cabeça para baixo revelam o desastre que se tornou a gestão do ainda presidente Osmar Aguiar

A foto acima representa bem a atual situação em que se encontra a Câmara de Vereadores em Coelho Neto: de cabeça para baixo, literalmente.

Atingida pelo maior escândalo de corrupção de sua história, a gestão do presidente Osmar Aguiar (PT) é um fracasso retumbante e o desrespeito aos pavilhões mostra “a zona” que se tornou a sede do Poder Legislativo.

As sucessivas demonstrações das irregularidades cometidas para esconder o mal-feito no aluguel da S-10/Hillux denunciada ao Ministério Público fizeram o petista perder o rebolado. Toda aquela foba que se tinha para apontar o dedo em riste na cara das pessoas se apontando como o mais honesto do mundo, cedeu lugar para o medo e o silêncio.

Os demais vereadores todos silenciaram: não tocam na ferida mas também não ousam defender o presidente. O petista estaria totalmente mudado com os colegas, talvez chateado porque esperava que alguma alma o defendesse. Nos bastidores a briga é de foice. Uma das vereadoras já estaria tendo tratamento de adversária por parte do governo e colocada por fora de todas as discussões.

Na rede de whatsapp foi criado um grupo de 07 vereadores governistas que permaneceriam unidos. Acontece que um vereador x-9 subserviente como é, teria printado as conversas do grupo e repassado ao prefeito. O x-9 foi descoberto e o grupo foi excluído. Criaram um outro desta vez com 6 e sem a presença do “dedo duro” que perdeu a confiança dos colegas e perdeu a oportunidade de ser protagonista.

E é assim aos trancos e aos barrancos que os parlamentares convivem fora do olhar da população. Enquanto isso a gestão desastrosa do ainda presidente segue como caso de justiça.E ameaçando enterrar de uma vez o pouco de confiabilidade que ainda resta no Poder Legislativo, pois todo esse silêncio terá um preço muito caro.

Se não falam agora, perderam a legitimidade para falar após qualquer decisão da justiça, pois já será tarde demais.

Ai terão que chorar na cama que é lugar quente…

Obra padrão Américo-Tabajara: Muro da Escola Barreto já é chamado de “balança mas não cai”…

Desde que iniciou a reforma de duas escolas das cinco prometidas, a Prefeitura de Coelho Neto tem vendido isso a preço de ouro.

Os mais afoitos falam até em reconstrução quando não verdade isso não houve. A Escola Leozinho Sabido foi ampliada mas a expressão reconstrução só poderia ter sido usada se houvesse demolição o que não é o caso.

Exaustivamente os blog e os poucos aliados mais próximos do prefeito e até ele mesmo tem  “fobado” ao longo desses arrastados seis meses que as obra andam a passo de tartaruga (o prometido era apenas três), que o governo atual é que trabalha com obra de qualidade.

Muro da Escola Barreto: nem foi entregue e já está comprometido

Acontece que as obras nem foram entregues e uma já apresenta grave problema: no muro da escola José Barreto já pode ser identificado várias rachaduras. Segundo fontes do blog a solução apresentada foi a sua completa demolição sob pena de cair  futuramente.

A notícia caiu como uma bomba no governo, pois para o prefeito a demolição representaria uma arranhadura de grandes proporções no “peixe da qualidade” vendido a tanto gosto. Além de representar um desperdício de dinheiro público que ele tanto diz que economizar, o fato põe em cheque a qualidade dessa obra.

Por essas e outras, o muro da escola José Barreto já foi batizado de “balança mas não cai”.

Cômico se não fosse trágico.

Marcos Caldas “senta praça” e marca terreno em Coelho Neto…

Marcos Caldos recebendo apoio do G-06: marcando território em Coelho Neto

O deputado estadual Marcos Caldas (PSDB) decidiu “sentar praça” e marcar território em Coelho Neto.

No início deste mês o conhecido G-06 formado pelos partidos PPS, Patriotas, PHS, PSDB, PSL e PMN declararam apoio a pré-candidatura do tucano para mais um mandato na Assembleia.

As conversações entre o deputado e as siglas de oposição são antigas e de lá para cá a presença de Marcos Caldas no município tem sido cada vez mais freqüente.

O G-6 tem sido firme no sentido de antecipar o debate de 2018. Passado as eleições do ano passado, as agremiações partidárias não cochilaram em se movimentar para garantir uma articulação pensando no próximo ano, mas com alvo ainda mais longe: 2020.

Com o desgaste do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), a oposição em suas mais diversas vias tem o dever de buscar caminhos diferentes deste projeto de poder encastelado na prefeitura e que tem colecionado tantos prejuízos ao povo.

Marcos Caldas é conhecido na vida política como homem sério, de palavra e cumpridor de acordos, coisa bem difícil nos dias atuais. Ele também foi o responsável por articular uma aproximação do G-06 com o governador Flávio Dino, que sofre na cidade o bombardeio “amigo” dos aliados petistas.

Integrantes do G-06 com o governador Flávio Dino: reaproximação articulada por Marcos Caldas

Na cidade ele deve fazer dobradinha com o empresário Ilson do Baiano (PPS).

Mas essa é uma outra história…

De graça? Os fatos estranhos envolvendo os aluguéis de carro da Prefeitura de Coelho Neto…

A Prefeitura de Coelho Neto assinou em junho desse ano nada menos que 07 (sete) contratos para aluguel de carro totalizando R$ 1.516.380,00 (um milhão, quinhentos e dezesseis mil e trezentos e oitenta reais). Todos esses milhões para serem gastos em um município em crise, como tem gostado de vender o prefeito Américo de Sousa (PT).

Pois bem, essa soma toda seria paga para duas empresas: A Esmirna Transporte Cambio e Turismo LTDA que teria ficado com três contratos da Educação, Administração e Saúde, além da Sousa Campelo Transportes LTDA que teria ficado com quatro contratos da Educação, Saúde, Assistência Social e Administração.

Passado 06 (seis) meses o que se vê é uma nuvem nebulosa sobre os referidos contratos. Primeiro não há qualquer registro no Portal da Transparência de nenhum contrato firmado ou valor pago para a empresa Esmirna Transporte Cambio e Turismo LTDA.

Quando buscamos referências sobre a Sousa Campelo Transportes Ltda descobrimos que a empresa e sócios segundo informações do Diário do Povo possui fortes ligações com o PT do Piauí conforme reportagem que apurou os milhões em contrato no transporte para aliados do governo.

Em Coelho Neto os servidores da gestão andam desfilando de Hillux para cima e para baixo, como essa da foto abaixo utilizada pelo responsável da garagem.

O que chama atenção é que mesmo prestando serviço há 06 (seis) meses a empresa não recebeu um real da prefeitura. Seria um serviço voluntário?

De acordo com o Portal da Transparência, a empresa Sousa Campelo já tem acumulado para receber em empenhos a bagatela de R$ 390.197,88 (trezentos e noventa mil, cento e noventa e sete reais e oitenta e oito centavos).

Estranho não?

Secretário de Agricultura se torna um dos mais rejeitados da gestão Américo…

Secretário de Agricultura Albertino Veríssimo: da simplicidade no ínicio do governo para um ser pedande e cheio de si pouco tempo depois

Passado quase um ano do início do governo liderado pelo prefeito Américo de Sousa (PT) a impressão que se tem é que a maioria dos secretários foi escolhido a dedo… a dedo podre, tamanho é a rejeição da grande parte deles.

Um dos que deixou o poder subir a cabeça foi o secretário de Agricultura Albertino Veríssimo. De sindicalista simples e jeitoso, o titular da Agricultura mudou da água para o vinho e se transformou num curto espaço de tempo num ser pedante, grosseiro e extremamente arrogante.

Nesses pouco mais de onze meses à frente da pasta, conquistou inúmeras inimizades dentro do próprio governo graças a sua subserviência que no afã de mostrar serviço ao chefe não poupa ninguém.

Albertino é o mesmo que chegou a ameaçar recentemente a ex-candidata a prefeita Doralice Santana por ter feito reclamações sobre as condições das pontes próximas a sua propriedade, na zona rural de Coelho Neto. O caso foi parar na delegacia e se tranformou num Boletim de Ocorrência.

Na sessão de ontem (04), foi a vez dos vereadores descerem a ripa no secretário. O vereador Júnior Santos (PMDB) cobrou resposta ao pouco caso que ele faz para as demandas dos vereadores. O vereador Wilson Vaz (Avante) foi mais além ao acusar o secretário de dar prioridade a recuperação de estradas vicinais próxima das áreas de sua família.

Cheio de si, Albertino se acha o intocável. Pelos seus maus modos já ganhou a antipatia de muita gente dentro do próprio governo.

E agora da classe política também…

Vereadores da base do prefeito de Coelho Neto “descem o sarrafo” no governador Flávio Dino…

Vereadores Moabe Branco, Marcos Tourinho e Wilson Vaz não pouparam críticas ao governador Flávio Dino

Depois do prefeito Américo de Sousa (PT) fazer pouco caso do governador Flávio Dino (PCdoB) com Coelho Neto classificando suas ajudas ao município como “tímidas”, nesta segunda (04) foi a vez de três dos vereadores da base do governo “descerem o sarrafo” no comunista.

O primeiro a tecer críticas ao governador foi o vereador Marcos Tourinho (PDT). “…Eu me sinto assim envergonhado, a palavra é essa do governador Flávio Dino com o município de Coelho Neto… Eu fico vendo o desprestígio, pra mim é um desprestígio do governador Flávio Dino com o município de Coelho Neto, eu tenho tentado me preparar espiritualmente pra votar no governador Flávio Dino mas eu estou começando a retornar. Eu não vejo o respeito do governador Flávio Dino com o município de Coelho Neto… A gente não precisa só de trator não, é importantíssimo, tem tido avanço, mas não chegou o asfalto que foi prometido, ficou de se ver melhorias em diversas áreas, agricultura familiar nunca veio um benefício até agora para o município de Coelho Neto, não veio, a gente está com dificuldade na saúde e essa é pública e notória não vem nada só vem trator… Ele não dá atenção nenhuma pro município de Coelho Neto e isso nos deixa triste e de braços atados, eu vejo o esforço do prefeito buscando”, disse ele.

O vereador Wilson Vaz (Avante) foi mais além e estendeu as críticas ao secretário de Articulação Política Márcio Jerry. “Eu disse que o governador não vinha em Coelho Neto. O governador só vai andar aonde tem o pessoal dele que apoia, se o Márcio Jerry chegar aqui em Coelho Neto e o prefeito botar a mão em cima dele o governador no outro dia está aqui aonde ele vai é desse jeito e eu acredito que a população de Coelho Neto votar num cidadão desse ai vai ser difícil, porque o Wilson Vaz não vota não, vai ser difícil ele ganhar voto aqui do jeito que ele ganhou da outra vez”, pontuou.

Outro a fazer uso da palavra de forma incisiva contra o governador foi o vereador Moabe Branco (PSD). “Eu vejo o esforço do prefeito Américo, eu vejo a luta do prefeito Américo indo pra São Luís, nós sabemos o esforço, mas parece que o governador não gosta de Coelho Neto, por que a situação de Coelho Neto está feia e nós não podemos cuidar do povo de Coelho Neto só com trator. Coelho Neto precisa de saúde, a UPA está se acabando, a UPA tem estrutura, mas precisamos de recurso para a UAPA governador, nós precisamos de pelos menos meio milhão pra UPA, só tem um médico se acabando na UPA… trator não vai dar saúde e mais respeito a população de Coelho Neto”, disse ele.

A vereadora Liza Pires (PCdoB) foi a única a defender o governador Flávio Dino e cobrou que os secretários também corressem atrás dos benefícios para a cidade.

A artilharia verbal dos vereadores pareceu bastante ensaiada e curiosamente sempre na defesa do prefeito. É como se os edis aliados do petista tivessem recebido a munição e tivessem atirado com destino certo no Palácio dos Leões. Se terá o resultado esperado isso só o tempo dirá.

Mas essa é uma outra história…

Pula, pula, pula, pulou! Chico Vereador deve ser o próximo a compor o governo Américo…

Ex-secretário de Obras Chico Vereador: de malas prontas para desembarcar no governo petista

Às 18h:52

Parece que o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), definitivamente acordou da dormência em que se encontrava para usar o poder que tem para mexer as pedras no tabuleiro do jogo político e assim imprimir uma nova cara ao seu governo letárgico.

Como esse blog sempre sai na frente, após o anúncio da adesão do blogueiro de oposição Ezequias Martins agora será a vez do ex-secretário de Obras Chico Vereador (ex-aliado de primeira hora do ex-prefeito Soliney Silva) desembarcar no governo petista. Segundo fontes do blog com trânsito no governo, as conversações são antigas e só agora avançaram. Durante a semana Chico Vereador foi visto saindo da Prefeitura tarde da noite após uma longa reunião a portas fechadas com o prefeito e integrantes da secretaria de Obras.

Conforme apuramos, a função pensada para Chico Vereador será estratégica com vistas a dar ritmo as ações da secretaria que nunca conseguiu dizer a que veio, o que não é uma crítica a pessoa do secretário Orlando Azevedo. A bem da verdade, sempre o reconhecemos como uma pessoa humilde e de fino trato, bem diferente inclusive de outros dos seus colegas secretários, formado na sua maioria por pessoas prepotentes, arrogantes e que se acham totalmente auto-suficientes.

Pois bem, a possibilidade de Chico Vereador desembarcar no governo deixou “neguin” em crise de pelancas. Entre vereadores (três em especial) a outros colaboradores teria havido uma chiadeira inicial, mas teria bastado uma voz forte ecoar do gabinete para que o clima de paz voltasse a reinar.

Assim como destacamos a competência do blogueiro Ezequias Martins, a aquisição de Chico Vereador é uma decisão acertada do prefeito. Acompanhamos seu papel como secretário e o reconhecemos como técnico de mão cheia, operacional, de confiança e principalmente conhecedor de todos os problemas da cidade.

Não se pode achar no entanto que sua chegada vai salvar o governo do marasmo em que se encontra. Todo o trabalho que Chico Vereador desempenhou no governo anterior só foi possível porque lhe foi dada autonomia, palavra que Américo tem total aversão. Ou seja, por mais que tente, qualquer trabalho com bons resultados só será possível ser feito se for lhe dado as condições para o fazer.

No mais, essas movimentações mostram que Américo já deve ter aprendido que não se governa uma cidade sozinho. Que uma pessoa que se elege com 35,15% dos votos não pode ser dar ao luxo de ignorar os quadros políticos e técnicos da cidade independente de que lado são. Que um gestor com alto índice de rejeição e as vésperas de um ano eleitoral não consegue mostrar força se optar por esticar a corda contra adversários.

Ao que tudo indica, as malas do ex-secretário de Obras deve desembarcar no grupo petista nos próximos dias. Sua chegada é mais um reconhecimento do governo aos bons nomes que integram a oposição da cidade.

E que os atuais inquilinos do Palácio da Cidade tem sido obrigados a reconhecer….

Crise braba: Recursos de dezembro de Coelho Neto ultrapassarão a marca de R$ 10 milhões…

Recursos de dezembro totalizarão mais de R$ 10 milhões: Ppense numa crise…

Tá explicado o motivo do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) ter reduzido o ano letivo para novembro e não ter pago os dias extras trabalhados pelos professores contratados: crise braba. Também pudera, como vai se exigir do prefeito pagar os professores contratados com uma prefeitura “tão pobre” não é mesmo? Está de cortar o coração de tão pobre!

Uma previsão de repasses feita pela Federação de Municípios do Maranhão – FAMEM para o mês de dezembro mostra o tamanho “dessa crise”. Só de Fundo de Participação dos Municípios – FPM a prefeitura receberá a previsão de 1% n valor de R$ 935.422,94, mais R$ 492.327,66 de apoio financeiro e mais R$1.613.813,80 totalizando R$ 3.041.564,60 (três milhões, quarenta e um mil, quinhentos e sessenta e quatro reais e sessenta centavos).

Fora isso o município receberá de FUNDEB R$ 3.116.397,17 mais a complementação da união que será em torno de R$ 2.911.827,85 totalizando para a educação a bagatela de R$ 6.028.225,02 (seis milhões, vinte e oito mil, duzentos e vinte e cinco reais e dois centavos).

Somando os dois fundos, o município receberá a quantia de R$ 9.069.789,62 (nove milhões, sessenta e nove mil, setecentos e oitenta e nove reais e sessenta e dois centavos), fora os recursos que entrarão da saúde e da Assistência Social que somados serão mais de R$ 10 milhões de reais só de dezembro.

Mas na crise que só existe no “fantástico mundo de Américo” não há dinheiro para pagar contratadose não sobrou nenhum centavo que já tivesse dado conta de pagar a decoração de natal. É crise, crise e mais crise, enquanto isso os milhões vão caindo na conta sem que se veja sendo usado em qualquer melhoria para a população da cidade.

Graças a um governo incompetente, que fala de mais e faz de menos…

Incoerente, prefeito de Coelho Neto muda a dieta da “folha de cansanção” para o cafezinho…

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) deu mais uma mostra clara de que se transformou num poço de contradição. Acuado diante de um governo que nunca conseguiu mostrar a que veio, o petista vai se enrolando no exercício do poder para tentar ganhar sobrevida e mostrar que não perdeu a rédea da própria gestão.

Tão logo assumiu a prefeitura, tratou de se munir de artilharia pesada contra a imprensa que optou por não ceder a seu jeito truculento, ditador e perseguidor de administrar. Fora os três blogueiros da cidade que integram sua claque, o prefeito ainda contratou mais um da região e outro da capital para fazer frente a comunicação do governo e paralelo a isso, a estrutura de uma TV que sem grande alarde presta serviço ao município.

Mas é na blogosfera que a guerra campal acontece: de um lado a tropa de choque do governo tentando tirar leite de pedra e de outro o núcleo duro da oposição que tem pintado e bordado com os erros e amadorismos de uma equipe perdida.

Com os comunicadores da oposição Américo sempre foi extremamente radical. Dizia que quem batia esperando ser chamado não teria vez no governo, que ele não se submetia a esse tipo de chantagem e que blogueiro da oposição com ele a dieta seria na folha de cansanção, porque ir para a folha de pagamento mesmo, jamais.

Pois bem, nos últimos dias Américo encarnou o personagem “paz e amor” que nem de longe chega a combinar com seu perfil. Baixou o tom, fala repetidamente que é preciso união de todos e durante a semana as “conversações” foram grandes para cooptar blogueiros da oposição para o governo há pouco mais de um ano da eleição.

Um se suspeita que já foi e o outro já é fato consumado. Ezequias Martins celebrou sua entrada no governo durante um encontro neste sábado (02), na casa da secretária de Indústria e Comércio Cristiane Bacelar. O fato foi comemorado por alguns dos defensores ferrenhos do governo em um grupo de whatsapp. Não há da nossa parte qualquer crítica a adesão do amigo ao governo, muito pelo contrário, reconhecemos sua competência e seu profissionalismo.

O tiro no pé quem deu mesmo foi o próprio prefeito que após fazer pouco caso dos blogueiros da oposição, reconhece a necessidade de alguns deles no seu “grupelho”. A medida também representa um banho de água fria na comunicação do governo, que para o petista são tão incompetentes que foi preciso buscar reforço justamente em meio aos adversários.

Américo de Sousa mais uma vez morde a própria língua. E perdido, se obriga a mudar a dieta que ele mesmo receitou trocando a folha de cansanção pelo cafezinho…

Mudou ou não mudou?

Imagem do dia: Ambulância de Coelho Neto “descansando”…

Um leitor do blog observou indignado por um longo período a ambulância de Coelho Neto parada em frente a uma residência nesta sexta (01) em Caxias.

É comum “alguns” aproveitarem viagens como esta para fazer um tour, umas comprinhas ou até mesmo fazer favores. Infelizmente o tempo em que passa parada perdendo tempo sabe-se lá por quais motivos subalternos, a ambulância pode deixar de prestar socorro a quem realmente precisa.

Será que essa casa é um hospital e ninguém sabe? São essas práticas que integram a Coelho Neto que queremos, prefeito Américo? Tá ruim, hein!