O apoio incoerente da Câmara de Coelho Neto às manifestações…

Presidente da Câmara Osmar Aguiar na manifestação: apoio incoerente

A greve geral marcada para esta sexta (28), provocou uma ação articulada entre os principais sindicatos de Coelho Neto para realizarem uma programação conjunta para o ato.

Curiosamente no convite do evento estava as entidades envolvidas e os apoios recebidos, dentre eles o da Câmara Municipal. Parece piada, mas não é.

Ocorre que o principal motivo da paralisação é a contrariedade a lei da terceirização e aos projetos de reforma previdenciária e trabalhista, fato que deve ter passado despercebido para a gestão do parlamento local.

É no mínimo incoerente o presidente da Câmara de Coelho Neto Osmar Aguiar (PT) apoiar e participar da manifestação de trabalhadores após ele e toda a base do governo ter votado sem qualquer questionamento ao projeto de terceirização encaminhado pelo prefeito Américo de Sousa (PT).

Quer dizer que a terceirização a nível nacional não pode, mas a nível local pode? Estranho e fora da lógica não?

Mais engraçado ainda é constatar que não houve posicionamento público da Câmara por exemplo, no debate sobre aumento de carga horária dos vigias, na demissão de servidores em pleno horário de trabalho por perseguição política,  sobre o calote dado aos profissionais da saúde que trabalharam durante o mês de dezembro e principalmente no corte de salários da saúde feito de forma desenfreada pelo governo.

No afã de pegar carona numa pauta legítima de trabalhadores afim de tentar minimizar o desgaste do legislativo perante a opinião pública, a Câmara decide abraçar a causa criticando os outros e esquecendo de olhar para si mesma.

A coerência mandou lembranças…

Vereadores se reúnem para traçar planejamento estratégico…

O presidente da Câmara Osmar Aguiar (PT), convocou os vereadores para participar na tarde desta quarta (11), da reunião de planejamento estratégico do Poder Legislativo.

De acordo com o presidente, reuniões como essa devem ser a tônica da nova gestão. “Não se administra nada sozinho, por isso vamos fazer uma gestão de forma compartilhada, ouvindo os vereadores, os servidores e todos aqueles que tem interesse em colaborar com o fortalecimento do parlamento”, disse ele.

Durante a reunião que contou com a participação do setor administrativo da Casa, foram discutidas diversas ações que serão executadas a curto, médio e longo prazo dentre as quais a implantação do Projeto Câmara Jovem, a implantação do site da transparência e a realização de sessões itinerantes nos bairros.

Raimundão: um reconhecimento necessário…

Ex-presidente da Câmara Raimundão: história de lealdade

Não passou despercebido e não poderia ficar sem registro a firmeza que o ex-presidente da Câmara vereador Raimundão (PMDB), comandou a Casa no apagar das luzes da última legislatura.

No exercício da presidência, o peemedebista teve que aceitar o trâmite dos projetos enviados pelos ex-prefeito Soliney Silva (PMDB), com intuito de prejudicar o novo governo.

Raimundão aceitou mas sempre dando demonstrações bem claras de que era contra. Comprou a briga e logo colheu a primeira reação por sua ousadia: teve o mandato cassado numa ação comandada pelo advogado do próprio prefeito.

Conseguiu reaver o mandato e continuar no comando da Casa. No que parecia ser o último discurso, Raimundão foi o único dos vereadores a lembrar a existência do então prefeito e lhe fazer agradecimentos. Disse que não estava rompido, mas que se isso chegasse acontecer falaria ao próprio Soliney. Não precisou.

Revoltado com derrota na votação do orçamento, Soliney não só expôs a vereadora Camila Liz (filha do parlamentar) numa ação fajuta, como o incluiu em meio aos “viriadores” que segundo ele, viviam em sua virilha. Um desrespeito que lhe custaria caro.

Raimundão reagiu e mostrou ao então prefeito a força que tinha a Câmara. Convocou uma extraordinária e os vereadores pela primeira vez na história recente, derrubaram o veto de um prefeito. O presidente não só fez a convocação da sessão, como fez questão de registrar o voto que desmoralizou o ex-prefeito.

Ao longo da vida política, Raimundão foi conhecido pela lealdade aos grupos políticos que fez parte e nem a atitude virulenta do ex-prefeito contra o ex-aliado manchou esse comportamento adotado em tanto tempo de vida pública.

A atitude de Raimundão em prol da governabilidade, mereceu referência respeitosa do prefeito Américo de Sousa (PT) e do presidente da Câmara Osmar Aguiar por diversas vezes.

Raimundão merece toda deferência não apenas pelo serviço prestado que tem a Coelho Neto o que já seria suficiente.

Mas sobretudo pelo histórico respeitável de político que honrou com dignidade todos os mandatos e cargos públicos que ocupou até aqui…

Câmara de Coelho Neto se reúne em sessão extraordinária nesta segunda (26)

Após a decisão judicial que garantiu o retorno dos vereadores que haviam sido cassados pelo TRE, o Presidente da Câmara vereador Raimundão (PMDB), tão logo reassumiu suas funções, baixou edital de convocação de duas sessões extraordinárias que serão realizadas nesta segunda (26).

Na primeira convocação marcada para as 09h, os vereadores votarão o Projeto de Lei nº 008/2016 que dispõe sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO para o exercício financeiro de 2017.

A segunda convocação marcada para as 11h, será submetido a votação o Projeto de Lei nº 010/2016, que estima a receita e fixa despesa do município de Coelho Neto para o exercício financeiro de 2017.

Os dois projetos já deveriam ter sido apreciados, no entanto, um atraso com vistas a criar embaraços para o futuro governo simplesmente ignorou os prazos e as peças orçamentárias só foram encaminhadas pelo Executivo quase “no apagar das luzes” da legislatura.

A Lei Orçamentária Anual da forma que foi elaborada, mais parece uma colcha de retalhos e deve receber emendas.

As sessões prometem! Mas essa é uma outra história…

Debate da eleição da Mesa da Câmara pode ser antecipado…

Eleição da Mesa deve esquentar bastidores politicos de Coelho Neto

Estamos há exatos 20 dias da posse dos eleitos no último pleito eleitoral, mas em Coelho Neto é a disputa pela Mesa Diretora da Câmara Municipal que começa a esquentar os bastidores.

As conversações já existem há algum tempo, mas só agora a coisa começa a ganhar seus contornos próprios e deve ser intensificado nos próximos dias.

Ocorre que já existe uma discussão em torno da aprovação de uma Resolução determinando que as chapas para a disputa sejam apresentadas com 15 dias de antecedência da eleição.

Se a medida entrar em discussão e for aprovada, significa dizer que os postulantes interessados em se viabilizar teriam somente até a próxima sexta (16), para anunciar suas chapas.

Já existem uma ala cujo nome já foi definido. Uma outra parte do grupo segue dividida e sem qualquer consenso até o momento.

Mas essa é uma outra história…

Debate sobre Mesa Diretora da Câmara de Coelho Neto ainda não empolga…

vereadores
Nova Câmara: discussão em torno da mesa diretora não empolgou ainda

Apesar do aforismo de alguns em saber como se dará a composição da Mesa Diretora da Câmara de Coelho Neto no próximo biênio, o que se vê na real é que o debate ainda não empolga.

O cargo de presidente que é hoje o mais visado, além de importante é extremamente estratégico, mas há quem ache que o debate não pode ser antecipado.

De uma lado é público que já tem gente gente se articulando para chegar lá, mas a ampla maioria espera que a discussão ganhe os contornos necessários para que a agenda em torno do tema possa ser aberta.

Entre os novatos o clima é de tranquilidade, o assanhamento para ocupar a principal cadeira do poder legislativo vem da parte dos veteranos.

Mas essa é uma outra história.

Preocupação legítima…

O vereador Antônio Pires (PSD) apresentou um pleito bastante legítimo durante a sessão da Câmara de Coelho Neto na última segunda (25) e que começou a surtir efeitos.

11295589_1597940073824049_6014055265987733406_n
Antônio Pires, Raimundão e Júnior Santos durante visita a zona rural

Preocupado com a perda de agricultores registrada esse ano por conta da estiagem, o parlamentar solicitou que uma Comissão Especial se deslocasse a zona rural para “in loco” elaborar um diagnóstico prévio da situação.

Antônio Pires acompanhado dos vereadores Júnior Santos (PMDB) e do Presidente da Casa Raimundão (DEM), estiveram nos povoados Quatis, Lagoa Seca, Buenos Aires, Marinheiro, Monte Alegre, Bom Lugar, Taboca dos Leitões, Lagoa dos Cavalos, Surucuju dos Pires e outros.

11350547_1597940150490708_2693854951859962917_n

De acordo com os primeiros relatos, a chamada Seca Verde já produziu uma perda estimada em quase 80% da produção. O pleito de Pires foi legítimo e os dados levantados pelos parlamentares deverão subsidiar sugestão de propostas para minimizar o impacto aos agricultores.

Reivindicação atendida…

11148459_812453195504193_3156135458534312844_n

O vereador Júnior Santos (PMDB) destacou ontem (27) o trabalho de melhoria na iluminação pública da Vila Pimenteiras em Coelho Neto.

De acordo com o parlamentar o serviço é fruto de uma indicação sua feita ao Executivo visando atender uma reivindicação legítima da comunidade do local.

“Fui procurado por populares para intermediar junto ao Prefeito Soliney Silva o pedido de reparação da iluminação pública que encontrava-se deficitária. Ao ser informado do problema o Prefeito determinou prontamente que o Secretário de Obras e Infraestrutura Chico Vereador tomasse todas as providências para que os reparos fossem executados.”, disse ele.

Júnior Santos destacou que esteve no local e acompanhou de perto o trabalho iniciado pelos integrantes do Departamento de Iluminação Pública do município.

Vereador Osmar Aguiar alfineta os colegas Lú e Luiz Ramos

10731159_557877951022919_7936598839849848378_n
Osmar Aguiar: crítica aos colegas

O vereador de Coelho Neto Osmar Aguiar (PT) utilizou um programa de rádio local neste sábado (28) para alfinetar os colegas de parlamento Luiz Ramos e Lucinete Gonçalves, ambos do PSD.

Durante a fala o petista se mostrou incomodado com o fato do possível retorno dos vereadores Luiz Ramos e Lú para a base do governo.

Toda a discussão foi criada após a discussão do imbróglio envolvendo a eleição da Câmara que havia criado uma fissura entre os governistas, situação adversa que aos poucos passou a ser contornada.

União do grupo

Mesmo após o episódio envolvendo a eleição da Mesa Diretora, o Prefeito de Coelho Neto Soliney Silva (PRTB) sempre se mostrou aberto ao diálogo todas as vezes que tratou do assunto.

É claro que se usarmos a lógica, o mandatário que comanda o maior grupo político do município não tinha e não tem interesse em perder aliados. Para isso tem se utilizado da habilidade que adquiriu ao longo dos mais de 20 anos de vida pública para contornar essa pequena crise interna.

Além de trabalhar para garantir a governabilidade, Silva não pode deixar de olhar para a frente e saber que a disputa para sua sucessão se avizinha.

Isso se a proposta de ampliar em dois anos o mandato dos atuais prefeitos e vereadores em todo o país qnão for aprovada pelo Congresso.

Mas esta é uma outra história…

Raimundo Silva é empossado…

11082781_1596483110565640_1866609432_n
Vereadores cumprimentam o novo membro do parlamento

Conforme anunciado por esse Blog, o suplente de vereador Raimundo Silva (PHS) foi investido na noite desta quinta (26) na função de vereador em Coelho Neto.

A posse se dá em razão do afastamento da titular vereadora Cristiane Bacelar (Solidariedade) que encontra-se afastada da função por tempo indeterminado por ter assumido função no Governo do Estado.

Durante a solenidade, Raimundo Silva prestou compromisso regimental e foi empossado pelo Presidente da Câmara Vereador Raimundão (PSD).