Tentativa de assassinato? Blogueiro sofre atentado…

O blogueiro e radialista Jota Luiz, que mora e trabalha na cidade de Alto Alegre do Maranhão, teve o carro alvejado à bala no final de semana. Ele usou a rede social do Facebook para denunciar a tentativa de homicídio, ou no mínimo, de intimidação violenta conta ele.

O blogueiro já prestou depoimento na Delegacia de Policia Civil de Bacabal, registrou um B. O. (Boletim de Ocorrência) e, esperar que as autoridades de seguranças da região e do estado tomem providências sérias e enérgicas para que tragédias contra profissionais da comunicação não voltem acontecer no Maranhão.

O Blog do Jota Luiz (http://blogdojotaluiz.com.br) tem uma forte ‘audiência’ em Alto Alegre do Maranhão e nos municípios vizinhos daquela cidade. Destemido e polêmico, o blogueiro costuma denunciar mazelas e falcatruas de administradores públicos.

Após o atentado, os leitores do blog e moradores da cidade estão questionando: “A quem interessa silenciar o radialista e blogueiro Jota Luiz?”

A pergunta fica no ar e as autoridades estão sob aviso.

Leia o depoimento de Jota Luiz

“Só agora achei força pra relatar tudo que aconteceu comigo no último sábado dia (23), onde fui vítima de um atentado contra minha vida na frente da minha casa na Rua Tereza Murad, Bairro do Tucum no centro de Alto Alegre do Maranhão. De acordo com informações de Vizinhos, uma Pick up Strada Preta passou a tarde rodando na Rua em que moro. Como eu não me encontrava em Casa, eles aguardaram minha chegada por volta das 8 horas da noite, cheguei e deixei meu carro na porta de casa. Já por volta das 11 horas da noite acordei com um disparo de arma de fogo, fui até o portão me deparei com meu carro quebrado todo… ainda de acordo com informações de Vizinhos a pick up Preta estacionou em uma esquina próximo da minha casa, onde somente um homem desceu e quebrou todo meu carro e depois fez um disparo de arma de fogo. Mas todas as providências cabíveis estão sendo tomadas pela polícia que está investigando o caso pra que sejam identificados e prendam os autores ou mesmo os mandantes do crime. O secretário de segurança pública já foi comunicado do caso e garantiu que serão identificados os autores. Quero aqui agradecer a Deus, por ter colocado sua mão e não deixar acontecer nada de ruim comigo e nem com minha esposa que estava comigo no momento.”

Do Blog do Carlinhos

Comentário do Blog: Nos solidarizamos com o blogueiro Jota Luiz por entender quão perigosa é a missão que eescolhemos. Denunciar falcatruas, desvendar desmandos e criticar os que se acham poderosos é um perigo constante que deixa vulnerável a todos os que fazem imprensa. Esperamos que as autoridades policias investiguem o caso e puna os culpados desse ato intimidatório e covarde contra mais um profisissional de imprensa do Estado.

Tiro no pé: Aprovação de Arquimedes obriga blogueiro retirar enquete do ar….

Certamente que nem ele esperava que o vexame seria desse tamanho. O blogueiro que se intitula de Afonso Cunha, mas que foi exportado para o Brejo na carroceria de um jeep amarelo (conforme profecia do ex-prefeito Mário Bacelar), deu mais um tiro no pé.

No afã de atacar a gestão municipal, o dito cujo resolveu medir a popularidade do prefeito através de uma enquete perguntando: Como você avalia a administração do prefeito de de Afonso Cunha Arquimedes Bacelar?

O levantamento é tão tendencioso que começa por não ter a opção ótima para o leitor, restando apenas as opções boa, regular, ruim e péssima. Pois bem o levantamento iniciou com 18 votos na opção bom, 3 regular, 1 ruim e 2 péssimos somando 24 votos.

Em outro momento a opção boa saltou para 57 votos com a outras opções estagnadas, somando 63 votos e 90% de aprovação.

Ciente de que sua estratégia era furada e com chances de aumentar sua frustração, o blogueiro decidiu simplesmente excluir a enquete, já que seu resultado contrariava os factóides que tem plantado desde o período eleitoral.

Aliás todo esse ódio tem uma razão de ser: a surra de votos dada por Arquimedes que deixou o blogueiro e sua candidata em terceiro lugar na disputa, trauma ainda não recuperado.

Seria trágico se não fosse cômico!

Moro recua e decide tirar nome de fonte de blogueiro que vazou notícia sobre Lula

 

UOL

Juiz Sérgio Moro

Juiz Sérgio Moro

Em despacho divulgado nesta quinta-feira (23), o juiz da 13ª Vara Federal do Paraná, Sérgio Moro, recuou e decidiu pela retirada de qualquer identificação da fonte do blogueiro Eduardo Guimarães, que edita o Blog da Cidadania. Guimarães divulgou informações sobre a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em março do ano passado.

O blogueiro Eduardo Guimarães foi alvo, na terça-feira, de um mandado de condução coercitiva (quando se é levado a depor mesmo contra a vontade) determinado por Moro. Guimarães prestou depoimento na Superintendência da Polícia Federal em São Paulo. Moro também mandou apreender documentos, aparelhos e arquivos eletrônicos do blogueiro.

O blogueiro Eduardo Guimarães deixa a PF na terça, após prestar depoimento

O blogueiro Eduardo Guimarães deixa a PF na terça, após prestar depoimento

“Fica excluída como prova, do depoimento de Carlos Eduardo Cairo Guimarães, a revelação, embora ele não tenha sido forçado a ela, da identidade de sua fonte”, afirma o juiz em seu despacho.

Durante o depoimento, Guimarães, segundo Moro, confirmou que à PF que alertou o Instituto Lula de que o ex-presidente seria conduzido coercitivamente. Moro, em seu novo despacho, afirma que essa informação era, em última instância, a motivação para a condução coercitiva do blogueiro.

Moro determinou a condução coercitiva do blogueiro na tentativa de identificar quem era a fonte que teria passado para Guimarães a informação sobre a ação que seria feita contra Lula. A medida do juiz responsável pela Java Jato em Curitiba foi criticada por entidades que representam jornalistas, como a ONG Repórteres Sem Fronteiras, que considerou o caso um grave atentado à liberdade de imprensa.

De acordo com a Constituição, os jornalistas não são obrigados a revelar suas fontes.

“O objetivo da investigação não era propriamente a de identificar a fonte da informação do blog, já que ela já estava, em cognição sumária, identificada desde o início, mas sim principalmente apurar se de fato o seu titular havia comunicado a decisão aos investigados previamente à própria divulgação no blog e à diligência de busca e apreensão”, afirma o juiz em nota.

Em seu despacho, Moro afirma que a investigação continua. “Deve a investigação prosseguir em relação às condutas de violação do sigilo funcional pelo agente público envolvido e, quanto aos demais, somente pelo suposto embaraço à investigação pela comunicação da decisão judicial sigilosa diretamente aos próprios investigados, já que esta conduta não está, em princípio, protegida juridicamente pela liberdade de imprensa”.

Na terça, a assessoria de imprensa da Justiça Federal do Paraná havia divulgado uma nota para explicar a decisão de Moro. Segundo o texto, foi informado que Guimarães “não é jornalista”, e, por isso, não teria o direito de ter resguardada a fonte das informações que veiculou.

No despacho de hoje, Moro reavaliou a decisão.

Considerando o valor da imprensa livre em uma democracia e não sendo a intenção deste julgador […] colocar em risco essa liberdade e o sigilo de fonte, é o caso de rever o posicionamento anterior e melhor delimitar o objeto do processoSérgio Moro

No texto divulgado hoje, o juiz diz que a investigação deve “prosseguir em relação às condutas de violação do sigilo funcional pelo agente público envolvido” e reitera que a conduta do blogueiro “não está, em princípio, protegida juridicamente pela liberdade de imprensa”. Moro argumenta ainda que o fato de o blogueiro ter respondido às questões durante depoimento indica que ele desconhecia seus direitos como jornalista, não podendo, portanto, ser identificado como um deles. “Um verdadeiro jornalista não revelaria jamais sua fonte”, diz o juiz em nota.

“Deve ser excluído do processo e do resultado das quebras de sigilo de dados, sigilo telemático e de busca e apreensão, isso em endereços eletrônicos e nos endereços de Carlos Eduardo Cairo Guimarães, qualquer elemento probatório relativo à identificação da fonte da informação”, afirma o juiz no despacho.

Juiz “reconheceu ilegalidade”, avalia defesa de blogueiro

Por meio de nota, o advogado do blogueiro, Fernando Hideo, afirma que Moro “reconheceu a tese alegada pela defesa desde o início dessa investigação, admitindo ter tomado medidas ilegais.”

Por outro lado, a nota observa que, após o levantamento dos autos, a defesa identificou um “fato extremamente grave”: “Antes de ser conduzido coercitivamente, o jornalista Eduardo Guimarães teve o sigilo de suas ligações telefônicas violado. O magistrado determinou que a operadora de celular informasse seu extrato telefônico, com o objetivo claro de identificar a fonte que teria passado a informação divulgada no blog. É importante ressaltar que a fonte jornalística foi identificada mediante quebra de sigilo dos extratos telefônicos do Eduardo Guimarães. Portanto, a decisão não corresponde à realidade ao afirmar que Eduardo ‘revelou, de pronto, ao ser indagado pela autoridade policial e sem qualquer espécie de coação, quem seria a sua fonte de informação’.”

“Está devidamente comprovado que, na ocasião do depoimento, as autoridades já tinham conhecimento da sua fonte de informação, obtido mediante o emprego de meios que o próprio magistrado agora assume serem ilegais. Não bastasse tamanha arbitrariedade, a autoridade policial sequer aguardou a chegada deste advogado para iniciar o depoimento. Assim, é evidente a ilegalidade deste depoimento, cuja anulação será oportunamente requerida pela defesa, bem como a restituição de todos os equipamentos eletrônicos ilegalmente apreendidos”, complementa a nota.

Polícia já sabe quem mandou matar o blogueiro Ítalo Diniz…

A polícia já elucidou o crime de que foi vitima o blogueiro Ítalo Diniz (foto abaixo, ao lado), na cidade de Governador Nunes Freire, no dia 13 de setembro de 2015. Foi o que informou ao Blog do Luis Cardoso fonte segura e confiável da própria polícia. Mas alguns entraves, inclusive políticos, estariam atrapalhando a finalização das investigações e a conclusão do inquérito com as prisões do mandante e dos executores.

Durante audiência com a Associação dos Blogueiros do Maranhão (Amablog), em dezembro do ano passado, o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, garantiu que as investigações estavam avançadas e que não poderia revelar nomes para não prejudicar os trabalhos. Portela não informou que as investigações já estavam concluídas e nem a data em que os mandantes e executores seriam presos.

Em 13 de dezembro de 2015, Ítalo Diniz ia se aproximando de sua residência quando foi surpreendido por dois motoqueiros que lhe tiraram a vida. Diniz era assessor de imprensa do então prefeito de Governador Nunes Freire,  Marcelo Curió, e sempre denunciava os opositores do prefeito.

A diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Irina Bokova, chegou a condenar a morte do blogueiro através de nota oficial.

“Eu apelo às autoridades para que investiguem esse crime e levem os perpetradores rapidamente à justiça. A liberdade de expressão é um direito humano básico e temos que fazer tudo para aprimorar a segurança dos jornalistas”, afirmou Bokova.

Ela sempre condenou as mortes dos profissionais de mídia em todas as partes do mundo. A UNESCO tem na sua página social a relação de jornalistas e blogueiros que foram mortos no exercício de suas atividades e sempre defendeu a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa.

Do Blog do Luis Cardoso

Amablog repudia ação do prefeito de Imperatriz contra blogueiro…

É com extrema preocupação, em pleno século 21, onde o Supremo Tribunal Federal, tem defendido claramente a liberdade de imprensa e de expressão, que um prefeito do Maranhão, por ser delegado, ameace blogueiros registrando Boletins de Ocorrências em delegacias da sua cidade, numa clara demonstração de censura e de intimidação da forma mais grosseira.

O prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (PMDB), além de ter registrado dois BOs contra o titular do Blog do Rui Porão, ameaça levar até a delegacia outros blogueiros ou jornalistas que criticarem sua gestão, que ele confunde como se fosse contra sua honra pessoal. As postagens do Rui Porão são contra a gestão. O prefeito é um homem público e precisa entender que blogueiros independentes são fiscais de gestões públicas ou empresariais.

Ao contrário de procurar a Justiça, o delegado prefeito prefere a delegacia. Muito sintomático. Ao contrário de responder às críticas, opta pelo poder de polícia.

Temendo que possa acontecer algo de mais grave ao blogueiro em questão ou a um outro membro filiado à nossa entidade, e que possam vir a criticar a gestão municipal de Imperatriz, a Amablog solicita do secretário de Segurança, Jefferson Portela, que seja garantido a Rui Porão o livre exercício da sua atividade, bem como a tranquilidade de seus familiares.

Quanto ao delegado prefeito, não custa nada recordar as palavras do ministro decano do STF, Celso de Melo, aqui reproduzidas abaixo:

Perseguição: Prefeito-delegado de Imperatriz tenta censurar blogueiro…

Blogueiro Rui Porão de Imperatriz: mais um vítima da perseguição dos “prefeitos coronéis”

O blogueiro Rui Porão (um dos mais acessados e polêmicos de Imperatriz), denunciou recentemente as tentativas de perseguição e intimidação por parte do prefeito-delegado Assis Ramos. (leia mais AQUI)

Porão é um ferrenho crítico não da pessoa, mas da atuação política do novo prefeito que através de sua página na internet, tem feito críticas a nova gestão de Imperatriz.

O blogueiro é vítima de um prefeito que se acha acima de todos. Mas ele não é único.

As cidades brasileiras, em especial as maranhenses, estão cheias de prefeitos “intocáveis”. Aqueles que enchem a boca para lembrar “eu sou o prefeito daqui”.

No exercício da função, querem retornar os tempos obscuros da década de 40, onde a coronelada fazia a festa numa época em que as coisas funcionavam no cabresto com atitudes que lembram as que alguns querem tomar hoje: batem em mesa, usam o poder da polícia a seu favor, não aceitam críticas, perseguem adversários e tentam ridicularizar aqueles que não aceitam ser subservientes.

Os veículos de comunicação e os comunicadores “que prestam”, são apenas aqueles que divulgam as informações oficiais. Para muitos prefeitos, principalmente os que já foram oposição um dia e que passaram a vida apontando o defeito dos outros, é inaceitável ser contrariado.

Quem o faz está pressionando, porque quer conver$ar. Acham que a vida gira em torno das benesses do governo e da teoria de Chatô. Pobres coitados!

O Maranhão está cheio de prefeitos que se comportam como o prefeito-delegado de Imperatriz. Para muitos desses “gestores”, principalmente os de primeira viagem ainda enlambuzados pelo poder, não existe essa de liberdade de expressão.

Quem escreve o que eles não querem é intimidado, ridicularizado e censurado publicamente como forma de “abafar” e minimizar o teor das críticas.

Atitudes de quem está perdido na cadeira de prefeito. E tenta justificar a paralisia dos seus governos perseguindo quem se declara contrário, ou simplesmente se recusou a ser submisso as “boas-vontades” dos ocupantes dos palácios municipais…

Simples assim!

Os blogueiros e as ameaças…

censura

“Criança fica com o pé preso em escada rolante de shopping no Maranhão”. Quem acessa o blog de Ítalo Diniz encontra uma página congelada em 13 de novembro de 2015. Na noite daquela sexta-feira, o blogueiro morreu após levar quatro tiros em uma das principais ruas de Governador Nunes Freire (460 km de São Luís).

O caso ilustra uma das conclusões de um relatório divulgado esse ano pela ONG Artigo 19: blogueiros se tornaram o principal alvo dos ataques à liberdade de expressão no Brasil.

Segundo a organização, 37% das violações relacionadas com o exercício da comunicação no Brasil em 2015 foram contra blogueiros. Pelo critério do estudo, graves violações à liberdade de expressão são homicídios, sequestros, tentativas de assassinato e ameaças de morte.

Esses comunicadores enfrentam situações de risco, intimidação e violência, sobretudo em cidades pequenas. Em 60% dos casos, por denunciarem irregularidades no poder público – o restante teria relação com críticas e opiniões (23%) e investigações (17%) feitas por tais profissionais.

A situação se agrava, diz a Artigo 19, porque agentes de Estado (políticos, policiais e servidores públicos) mais uma vez figuram como os principais suspeitos de violações contra comunicadores no país, aparecendo nessa situação em 17 das 35 ocorrências compiladas pela organização.

Em Coelho Neto não é diferente e esse blogueiro recebeu nesta terça (22), um recado para lá de ameaçador de alguém que acha que pode tudo, inclusive intimidar, sufocar e ameaçar fazendo uso do poder que exerce.

Diferentemente de 40 ou 50 anos atrás quando os coronéis se achavam senhor absoluto da vida alheia, hoje os tempos são outros. Temos a justiça a porta de casa para defender, coibir e punir aqueles que não conseguem compreender que a democracia permite a arte do contraditório. Elogiar pode e criticar não?

Como membro da Associação de Blogueiros do Maranhão – Amablog, entrarei em contato com o presidente e demais colegas para comunicar o fato.

Minha família já está devidamente informada e estarei entrando em contato com amigos advogados para me orientarem com as devidas providências legais.

A tentativa de intimidação não pode ser recebida com o silêncio.

Não podemos nos calar.

E eu não me calarei!

Com contribuição do Artigo 19

Juiz manda blogueiro de Belezinha retirar matéria tendenciosa…

Juiz-Cristiano-Simas-de-Sousa
Juiz Cristiano SImas: ordem na casa para conter os abusos

Uma ordem do juiz Cristiano Simas, que responde pela 42ª Zona Eleitoral de Chapadinha, datada de 25 de agosto, mandou excluir da Internet matéria do blog Interligado e impôs multa de 5 Mil Reais ao titular do site, Antenor Ferreira, em caso da não retirada da postagem no prazo de 6 horas.

A ordem para a retirada da matéria se deu em representação para fins de direito de resposta pedido pelo advogado Fabyo Lima, que defende o ex-prefeito Magno Bacelar e reclama que o blogueiro teria divulgado informações inverídicas, insistindo que Magno Bacelar estaria na iminência de ser declarado inelegível pela Câmara Municipal e distorcido decisão que suspendeu os trabalhos do legislativo municipal contra o ex-prefeito.

Retirada da Postagem ou Multa de R$ 5.000,00
Retirada da Postagem ou Multa de R$ 5.000,00

Logo no início da decisão, o juiz considera a matéria tendenciosa. “Ao que se percebe da atenta leitura da publicação ora impugnada, não resta dúvida de que existem razoáveis indícios de que a interpretação levada a efeito pelo requerido (Antenor Ferreira), da decisão judicial a que se refere seu texto, apresenta-se tendenciosa, já que não considerou, em seu contexto, a real finalidade do provimento jurisdicional mencionado”, disse o juiz.

“Maior prova de tal intento é a afirmativa de que o processo de análise das contas, pelo Legislativo Municipal, continua a tramitar, com data certa para seu julgamento, o que não se afigura acertado, uma vez que, por força da decisão suso mencionada nos autos mandamentais, fora o mesmo suspenso em sua integralidade”, esclarece o juiz pontuando que, diferente do que afirmou o blogueiro, a análise de contas de Magno estão suspensas em todos os seus atos.

Ao final o juiz Cristiano Simas manda retirar a matéria do ar e impõe multa diária de 5 mil em caso de desobediência. “Nos termos do que dispõe o artigo 58 da Lei n.º 9.504/97 e artigo 16 e seguintes da Resolução n.º 23.462/2015, determino ao requerido (Antenor Ferreira) que, no prazo máximo de 06 (seis) horas, retire de sua página na web, de seu perfil no facebook, bem como de qualquer outro meio virtual que seja mantenedor, a publicação mencionada na inicial, sob pena de multa diária de R$ 5.000,00 (cinco mil reais)”, finalizou o magistrado.

Do Blog do Alexandre Pinheiro

Policia nele! Blogueiro registra B.O por ameaça

ditadura

O jovem blogueiro maranhense Carlos Barroso denunciou ter sido ameaçado de morte (veja o boletim de ocorrência ao lado), na última quinta-feira (12).

Segundo o relato do blogueiro, “em público e sem pedir segredo, o enfermeiro Eduardo Almeida, irmão de Rogério Almeida, pré-candidato a vice-prefeito no município de Esperantinópolis, (cidade a 300 quilômetros de São Luís), em um bar da cidade com alto movimento de esperantinopenses, o enfermeiro, proferiu palavras jocosas e em várias e repetidas palavras, que ele e seu irmão matariam o blogueiro Carlos Barroso, blogueiro mais acessado da região do Médio Mearim”.

Ainda de acordo com Barroso, “pedimos a polícia e demais autoridades que cuidem do caso e o evitem mais um crime envolvendo um trabalhador na arte de informar. Blogueiro não é bandido. É um profissional reconhecido mundialmente. Que leva informações a seus leitores e estão sempre na luta pela liberdade de imprensa”.

Segue cada vez mais preocupante a situação de quem trabalha na imprensa do Maranhão.

Ao tempo em que nos solidarizamos com o companheiro, aconselhamos a todos que se sentirem ameaçado a procurarem a JUSTIÇA. Os blogs são uma ferramenta independente, não tem dono e não podem aceitar ameaças e pressões de nenhuma forma. O segredo é esse: registrar o B.O., publicizar as ameaças e deixar que a Justiça faça seu papel.

Se a moda pega!

Do Blog da Kelly

Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Salmos 1:2

Reconhecimento a um talento…

BLOGUEIRO ZECA

Fui informado pelo amigo Ezequias Martins no último domingo (31), que o mesmo está abdicando das atividades de blogueiro e que deixou o Portal Leste Maranhense de sua autoria sob responsabilidade de outra pessoa.

Martins que é evangélico, deve se dedicar a gravação de um CD para o segmento, já que é um cantor de mão cheia.

Ao mesmo tempo em que desejamos boa sorte ao amigo em seu novo projeto, lamentamos a sua ausência na blogosfera. Ezequias foi o segundo blogueiro genuinamnete de Coelho Neto e durante esse tempo travamos por diversas vezes inúmeros debates, todos com profundo respeito. Provamos que é possível discordar sem descer o nível da discussão e respeitando as particularidades de cada um.

Ezequias é um exímio formador de opinião e sempre falou de política porque vive e entende sobre política, principalmente a local. Vou sentir falta dos debates… A Ele meu reconhecimento público e o desejo de êxito na nova carreira.