Vereador Rafael Cruz repercute atraso nos pagamentos de prestadores de serviço em Coelho Neto

Rafael Cruz cobrou providências

O atraso no pagamento de trabalhadores envolvidos nas reformas das escolas da rede municipal de ensino de responsabilidade da Prefeitura de Coelho Neto, foi um dos temas da sessão de ontem (22), levado a tribuna pelo vereador Rafael Cruz (MDB).

O vereador questionou a aglomeração de trabalhadores no período da manhã na frente da Prefeitura cobrando respostas, já que há um desencontro grande nas informações.

Trabalhadores aglomerados em frente a Prefeitura em busca de respostas

Segundo ele, de um lado a empresa estaria responsabilizando a Prefeitura e de outro a Prefeitura atribuindo o atraso a empresa. O emedebista exigiu um posicionamento do governo, já que o governo demora gerar empregos e os poucos que gera, ainda maltrata os trabalhadores com atraso nos pagamentos.

Até agora, nem a Prefeitura de Coelho Neto e nem a Secretaria de Educação se manifestaram sobre o caso…

Atraso no pagamento de trabalhadores que reformam escolas repercute na Câmara de Coelho Neto

Trabalhadores aglomerados em frente a Prefeitura em busca de respostas

O atraso no pagamento de trabalhadores envolvidos nas reformas das escolas da rede municipal de ensino de responsabilidade da Prefeitura de Coelho Neto, foi um dos temas da sessão de ontem (22), levado a tribuna pelo vereador Rafael Cruz (MDB).

O vereador questionou a aglomeração de trabalhadores no período da manhã na frente da Prefeitura cobrando respostas, já que há um desencontro grande nas informações.

Segundo ele, de um lado a empresa estaria responsabilizando a Prefeitura e de outro a Prefeitura atribuindo o atraso a empresa. O emedebista exigiu um posicionamento do governo, já que o governo demora gerar empregos e os poucos que gera, ainda maltrata os trabalhadores com atraso nos pagamentos.

Até agora, nem a Prefeitura de Coelho Neto e nem a Secretaria de Educação se manifestaram sobre o caso…

10 meses de salários atrasados: Denúncia sobre situação da APAE de Coelho Neto vai parar no Ministério Público

O ex-vereador Edvaldo Alves – Val e o blogueiro Milton Vieira protocolaram no Ministério Público nesta segunda (20), uma denúncia que apure o descaso da Prefeitura de Coelho Neto com a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE.

O fato já havia sido divulgado por esse blog diversas vezes (relembre AQUI, AQUI e AQUI) e até então nenhuma medida prática havia sido tomada para minimizar os efeitos da medida do governo.

Desde que assumiu o mandato, o atual prefeito de Coelho Neto decidiu punir a entidade cortando o recurso que era repassado para administração e manutenção da Escola Joaquim Aurélio Silva.

A APAE é uma entidade com serviço prestado no município a mais de 20 anos e recebe o repasse para o seu funcionamento desde a gestão da ex-prefeita Márcia Bacelar. O corte feito sem qualquer justificativa tem viés de perseguição político-partidária, comportamento bastante peculiar no cotidiano do gestor para com os adversários.

Acontece que o corte simplesmente comprometeu o funcionamento da escola, cujos funcionários estão há 10 meses sem receber salários. O que causa indignação é que o problema do governo é apenas não pagar os servidores, pois mantém o envio de merenda escolar e a disponibilidade de servidor efetivo para compor o quadro da Instituição.

Com a devida apuração por parte do Ministério Público, espera-se que a situação dos servidores seja resolvida com a maior brevidade possível…