Calote: Vereador denuncia atraso de salários da gestão de Luciano Leitoa

Henrique Júnior fez duras críticas ao prefeito de Timon, Luciano Leitoa

O vereador Henrique Júnior (PMN), que tem pautado seu mandato em defesa dos servidores públicos, utilizou a tribuna e as suas redes sociais para expor a insatisfação da categoria no tocante ao não pagamento dos salários atrasados.

Ao se pronunciar, o vereador afirmou que o atual gestor “vestiu a camisa do atraso de salários e parece não querer tirar”. Na ocasião, Henrique conclamou ao prefeito que resolva a problemática pagando os funcionários, que há três meses permanecem sem receber seus pagamentos.

“O prefeito Luciano Leitoa vestiu a camisa do atraso de salários e parece não querer tirar. Garis, zeladores, merendeiras, vigias e motoristas irão completar três meses sem receber. Sem falar que isso afeta toda a economia do município. A corda quebra para os mais humildes: o Dia do trabalhador foi sem comida na mesa; agora será Dia das Mães. Torço de coração para que o prefeito reveja o planejamento e acabe  com o sofrimento de tantas famílias timonenses, pagando os funcionários”, declarou Henrique Júnior.

Do Blog do Eduardo Rego

Sindicato aciona Leane na Justiça para pagar servidores…

leane
José Leane: política de desrespeito a servidores municipais com meses de salários atrasados

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Afonso Cunha – SINDISPAC protocolou nesta sexta (21), junto ao Ministério Público em Coelho Neto, um pedido de intervenção para que a situação dos servidores públicos municipais seja resolvida.

Ocorre que o ainda prefeito José Leane (PMDB), vem castigando servidores públicos com atrasos de salários de forma cruel e desrespeitosa. São denúncias de gente com dois, três, quatro e cinco e até mais meses que não recebem seus proventos.

A direção do Sindicato esteve com o prefeito eleito Arquimedes Bacelar (PTB), para tratar do assunto mas ele nada pôde antecipar, pelo fato dos trabalhos da Comissão de Transição ainda não ter sido iniciado.

Ele antecipou que tinha sido procurado por vários servidores e até prestadores de serviço falando da situação caótica de atraso nos pagamentos e fez o indicativo para que a entidade sindical procurasse o Ministério Público.

O Presidente do SINDISPAC Professor Milton Bastos foi categórico ao criticar o gestor municipal. “O Prefeito José Leane tem promovido ao longo dos seus anos de mandato um verdadeiro massacre com os servidores, submetendo alguns a situação de fome, já que são meses sem receber. Pior do que isso foi ouvi-lo dizer durante a campanha que os adversários estavam utilizando macumba para que ele não pagasse os funcionários. Agora me diga se isso não é um disparate?”, questionou ele.

O temor dos servidores é que com a proximidade do encerramento do mandato do atual prefeito, as inúmeras pendências financeiras deixem de ser sanadas.

A Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF é clara no seu Art. 42 ao proibir que se assuma obrigação de despesa nos últimos oito meses que antecedem o final de mandato do titular de Poder ou órgão referido no art. 20 da LRF, que não possa ser cumprida integralmente dentro do exercício, ou que se inscrita em restos a pagar não tenha suficiente disponibilidade de caixa pra que o sucessor possa atendê-la.

Se a moda pega: Prefeita de Bom Jardim é acionada para regularizar salário de servidores

Malrinete-Gralhada-prefeita-de-Bom-Jardim

A Promotoria de Justiça da Comarca de Bom Jardim firmou, em 31 de agosto, Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Município de Bom Jardim, objetivando assegurar o pagamento dos salários atrasados dos servidores do referido Município. Assinaram o documento o promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira, a prefeita Malrinete dos Santos Matos, e o procurador municipal Leonardo Castro Fortaleza.

Pelo acordo, a Prefeitura deverá pagar os salários de 2016 dos funcionários contratados e comissionados da Educação e Administração em nove etapas, começando no dia 5 de setembro, quando será feito o pagamento de parte dos serviços prestados no mês de junho e de meses anteriores que ainda estiverem atrasados. A última parcela deverá ser paga em 30 de dezembro, sendo correspondente ao referido mês.

Já os pagamentos dos salários dos servidores efetivos da Administração e Educação devem começar a ser efetuados no dia 20 de setembro. A última das seis etapas de pagamento está prevista para o dia 30 de dezembro.

Cabe ao Ministério Público fiscalizar o integral cumprimento do TAC. Está previsto o pagamento de multa pessoal pela prefeita Malrinete dos Santos Matos no valor de R$ 30 mil por cláusula descumprida, seja por atraso nos prazos acordados, seja pela não integralização do valor prometido a ser quitado.

A multa deverá ser encaminhada a projetos de alcance e amparo social referentes ao consumo de drogas, violência e temas afins, existentes em Bom Jardim.

COMENTÁRIOS DO BLOG – Seria muito bom que o Promotor local pudesse adotar a mesma prática e averiguar a nossa realidade, pois não será difícil diagnosticar na redondeza casos absurdos de servidores com mais de três meses de salários atrasados.

Uma vergonha… pra quem tem!