Assis Filho entrega cerca de 30 Estações Juventude pelo Brasil; 4 serão no Maranhão

O secretário Nacional de Juventude, Assis Filho, após o término do período eleitoral, retomou as ações do Brasil Mais Jovem 2018 e até o fim deste ano vai entregar cerca de 30 Estações Juventude pelo país, 04 serão no Maranhão nos municípios de Imperatriz, Lago Verde, Timon e Governador Nunes Freire.

Já foram inauguradas as unidades de Palmas (TO), Campo Grande (MS), Rorainópolis (RR), Estância (SE), Uberaba (MG) e Araguari (MG).

Estão prontas para serem entregues aos jovens brasileiros de 15 a 29 anos os equipamentos públicos de livre acesso em Água Branca (PI), Porto Nacional (TO), Seberi (RS), Liberato Salzano (RS), Mossoró (RN), Lagoa Nova (RN) e Parauapebas (PA).

Até 31 de dezembro de 2018, a SNJ deixará as outras 15 ordens de serviço assinadas: Governo do Estado do Ceará, Pinheirinho do Vale (RS), Florianópolis (SC), Pombos (PE), Cordeiros (BA), Vitória da Conquista (BA), Goiânia (GO), Aparecida de Goiânia (GO), Caracaraí (RR), Pombal (PB), São Luiz (RR) e Alto Alegre (RR). E fará uma visita técnica à unidade inaugurada em Campo Grande.

Para Assis Filho, os Estações Juventude representam concretamente a efetivação de uma política pública para juventude: “estamos transformando sonhos e lutas em realidade por que através de investimentos públicos estamos ajudando a mudar a vida dos jovens pra melhor”.

O Programa Estação Juventude 2.0 foi reformulado em 2017 e tornou mais flexível a execução do convênio com estados e municípios, possibilitando que cada unidade atenda às necessidades específicas dos jovens de cada região. Foram investidos mais de R$ 7 milhões no programa e cada convênio pode chegar à casa de R$ 300.000.

O programa lançado em 2012 foi readequado, para que espaços públicos já existentes nos estados e municípios pudessem ser reaproveitados e utilizados.

Estação Juventude é um espaço público aberto onde os jovens pode ter acesso a informações detalhadas e atualizadas sobre programas, ações, serviços e políticas públicas para juventude. Eles também recebem orientações sobre emancipação, autonomia e empoderamento.

O objetivo do programa é transformar a vida deles desenvolvendo um caminho para o futuro, por meio de cursos que ofertam capacitação profissional, informações sobre saúde e sexualidade, momentos de cultura e lazer e participação política e comunitária.

SNJ realiza Workshop sobre Sistema Nacional de Juventude

Instituído pelo Estatuto da Juventude (Lei nº. 12.852, de 5 de agosto de 2013), o Sistema Nacional de Juventude (Sinajuve) corresponde à concretização do compromisso de todos os entes federados e organizações da sociedade civil em garantir políticas públicas para a juventude brasileira. Trata-se de um sistema de abrangência nacional e que tem o objetivo de agrupar em um mesmo espaço as iniciativas voltadas para a juventude brasileira, para facilitar a atividade de gestão, garantir a melhoria dos serviços públicos, o acesso à informação e a transparência.

Para transformar a ideia em realidade, a Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) desenvolveu importantes ações nos dois anos de gestão do secretário Assis Filho. A principal delas, parte do pacote de ações Brasil Mais Jovem, foi a assinatura do Decreto nº. 9306, em março de 2018, pelo presidente da República Michel Temer, que regulamentou o Sistema. Esse foi o primeiro passo para tirá-lo do papel. A partir daí, a equipe, em parceria com o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), passou a realizar estudos e análises de dados que resultaram em um guia e uma cartilha, que contêm todas as informações para capacitar gestores para a implementação do Sistema.

As publicações serão lançadas em um grande evento realizado pela SNJ, em Brasília, nos dias 4 e 5 de dezembro, o Workshop do Sinajuve: Compreender e Implantar o Sistema Nacional de Juventude. O encontro reunirá cerca de 250 pessoas, entre gestores estaduais e municipais, conselheiros do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve), representantes de conselhos estaduais e municipais, monitores do Sinajuve, representantes da SNJ, além de autoridades, como o secretário nacional de juventude, Assis Filho, o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun e a diretora do Ibict, Cecília Leite de Oliveira. A programação conta, ainda, com palestras e debates, com o objetivo de esgotar todos os temas relacionados ao Sinajuve e a sua utilização.

O que é um Workshop?

Um workshop é uma oportunidade para trocas de experiências e debates, momento em que se reúnem especialistas e interessados em determinado assunto, com o objetivo de melhorar determinadas ações ou projetos. Por meio de dinâmicas em que as pessoas participam ativamente, novos conhecimentos e ideias surgem. Um workshop destaca-se de uma palestra, pois a plateia não é apenas espectadora, o que facilita o diálogo.

3º Encontro Nacional de Gestores Estaduais e Municipais

Durante o Workshop do Sinajuve será realizado o 3º Encontro Nacional de Gestores Estaduais e Municipais, com representantes de cada um dos 26 estados da federação e do Distrito Federal. Eles irão debater as políticas de juventude e promover uma troca de experiências bem sucedidas a fim de aprimorar, cada vez mais, as ações voltadas aos brasileiros de 15 a 29 anos de idade.

Para participar, os gestores deverão fazer a inscrição por meio do Portal da Juventude até o dia 19 de novembro, sendo necessária a comprovação de existência do órgão gestor e a portaria de nomeação do titular, obedecendo os seguintes critérios: a) gestores que já integram o mapeamento preencherão apenas a ficha de inscrição; b) gestores com documentação fora de vigência deverão enviá-la atualizada; c) gestores sem documentação alguma deverão comprovar os critérios acima.
Se você é um gestor, faça a sua inscrição aqui.

Encontro Nacional de Conselhos de Juventude

Também na ocasião do Workshop do Sinajuve, será promovido, em parceria com o Conjuve, o Encontro Nacional de Conselhos de Juventude. Seu objetivo principal é socializar as experiências nacionais, estaduais e municipais em torno das Políticas Públicas de Juventude (PPJ). O encontro também se constitui como um espaço de formação para os conselheiros e estimula o progresso da Rede de Conselhos.

Para participar, os representantes dos conselhos deverão fazer a inscrição por meio do Portal da Juventude até o dia 19 de novembro, sendo necessária a comprovação de existência do conselho e o ato de nomeação e posse do conselheiro indicado para participar do Encontro e a observância dos seguintes critérios: a) conselhos que já integram o mapeamento preencherão apenas a ficha de inscrição; b) conselhos com documentação fora de vigência deverão enviá-la atualizada; c) conselhos sem documentação alguma deverão comprovar os critérios acima.

Além dos conselhos de juventude, grupos e movimentos juvenis vem participando anualmente das atividades e trocando ideias sobre as demandas para estimular o debate acerca das políticas de Juventude. Os Encontros Regionais têm o objetivo de fortalecer a Rede Nacional de Conselhos de Juventude, motivar a articulação de conselheiros/as das cinco regiões do país, possibilitando a diálogo e a troca de experiências, incentivando e qualificando a formação entre os/as envolvidos/as, buscando consolidar as políticas de juventude.

Faça a sua inscrição aqui.

Do Portal da Juventude

A juventude e sua participação nas Eleições

Secretário Nacional de Juventude Assis Filho

 

 

Por Assis Filho

O descrédito com os políticos e a sensação de que “são todos iguais” fez com que crescesse o desânimo da juventude brasileira com o processo eleitoral e a participação política. Isto se reflete no número proporcional de jovens de 16 e 17 anos que tiraram o título de eleitor para votar nas eleições deste ano. O voto é facultativo para os menores de 18 anos e maiores de 16 desde 1988 e, de acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o percentual de jovens nessa faixa etária que tirou título para votar nas eleições presidenciais deste ano é de 21,58%, o que representa uma queda de 7,5% em relação às eleições de 2014, quando a proporção de títulos emitidos para essa faixa de idade foi de 23,33%.

O desencanto e o desalento dos jovens com a política se torna mais evidente se levarmos em consideração a queda no número de filiados às legendas partidárias. Nos últimos 8 anos, os 10 partidos que apresentaram candidatos à Presidência da República no primeiro turno sofreram uma redução de 44% em seus quadros jovens, perdendo 168 mil filiados na faixa de 16 a 24 anos, segundo dados do TSE. Não foram computados dados do PPL, da Rede e do Novo, partidos que não tinham registro em 2010.

O desânimo acontece não apenas entre os jovens brasileiros. Dados do cômputo geral após o primeiro turno, revelam que a abstenção foi de mais de 29,9 milhões e alcançou 20,33% do total de eleitores, o maior índice desde as eleições de 1998. Do total de brasileiros que fizeram questão de exercer sua cidadania e comparecerem às urnas, quase 10% votaram branco (2,65%) ou nulo (6,14%) para Presidente da República. Deixar de comparecer às urnas e votar branco ou nulo podem até ser formas de manifestação política, mas se você não escolhe, alguém decidirá por você.

Geração de emprego e formas de combater e reduzir a criminalidade são os assuntos que estão dominando o centro do debate político atual e a preocupação dos brasileiros. A juventude é a parcela da população mais atingida pelo desemprego e pela violência, de acordo com estudos do IPEA e do Índice de Vulnerabilidade Juvenil (IVJ), respectivamente, e não deve se abster dessa discussão.

Para tentar combater essa realidade, a Secretaria Nacional de Juventude criou o Inova Jovem e lança o Novo Plano Juventude Viva. O primeiro oferece cursos para quem pretende empreender, dando orientação para que a juventude possa gerir e administrar seu próprio negócio e sustento. E o segundo pretende reduzir os números de homicídios com ações de enfrentamento ao racismo institucional e à cultura de violência. Os números são ainda mais assustadores se levarmos em consideração o público LGBT: relatório do Grupo Gay da Bahia (GGB), entidade que levanta dados sobre assassinatos da população LGBT no Brasil há 38 anos, registrou 445 homicídios desse tipo em 2017, número 30% maior em relação ao ano anterior, que teve 343 casos.

Diante de todo esse quadro, é importante que os jovens participem na formulação e se engajem na fiscalização das políticas públicas. O Estatuto da Juventude, promulgado em 5 de agosto de 2013, garante aos jovens de 15 a 29 anos o direito à participação social e na formulação, execução e avaliação das políticas públicas para juventude. Desde janeiro de 2017 à frente da Secretaria Nacional de Juventude, tenho buscado ouvir os jovens por meio de rodas de conversa, da caravana da juventude com o lançamento do ID Jovem em todos os estados e da construção colaborativa dos Diagnósticos da Juventude Rural e da Juventude LGBT e tentado estimular os jovens a debater assuntos de seu interesse promovendo encontros e reuniões do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) descentralizados nos estados e incentivando a criação de conselhos estaduais e municipais de juventude, com o objetivo de criar uma cultura de participação.

Mudar a realidade do país só é possível por meio do exercício pleno da cidadania. O voto é um importante instrumento de mudança coletiva e a participação no processo eleitoral oferece os instrumentos para que quem se envolve no pleito tenha mais legitimidade para cobrar de seus governantes. A distância dos processos que envolvem a coisa pública e a falta de engajamento no exercício da cidadania, na prática, não ajudam em nada para que as transformações aconteçam. É necessário que haja uma mudança de cultura, tanto na ocupação dos espaços de participação da juventude, como dos próprios jovens em reconhecer seu papel e transformar essa realidade. Não ofereçam carta branca ao futuro presidente do País. Votem, exerçam sua cidadania e cobrem políticas públicas para a juventude do Brasil. Quanto maior participação popular, maior a legitimidade na hora da cobrança.

– Assis Filho é Advogado, especialista em Direito Administrativo, professor universitário e Secretário Nacional de Juventude da Presidência da República.

Brasil Mais Jovem: Assis Filho lança programas em municípios do MA

Na agenda da caravana do Brasil Mais Jovem no Maranhão, o secretário nacional de juventude Assis filho lançou ao longo de sexta-feira (29), os programas Inova Jovem em Matinha – município onde também foi lançado o ID Jovem, Bom Jardim e em Governador Nunes Freire, no Maranhão.

Às 8h, a caravana do Inova Jovem se iniciou em Matinha, onde estavam presentes o secretário Assis Filho, a prefeita Linielda Nunes Cunha, a secretária de Assistência Social Raimunda Silva Barros, a secretária de Juventude Vivania Gonçalves, o vereador Carlos César Amaral Matos, a coordenadora da Sala do Empreendedor Aurídea Mendes e a coordenadora da Igualdade Racial Aurídea Mendes. O evento aconteceu no Sindicato dos Servidores Públicos Municipais.

No início da tarde, a caravana seguiu para o município de Bom Jardim, na Câmara dos vereadores. A solenidade de lançamento do Inova Jovem, projeto voltado para a juventude negra, contou com a presença do prefeito Francisco Araújo, o secretário de juventude Romário, os vereadores Clebson Almeida e Homero Bezerra e o ex-presidente da União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Bom Jardim Higor Ferreira (UMESB).

“Um dos maiores problemas do nosso município para os jovens era em relação à emprego. Por isso, é uma oportunidade receber este programa que irá capacitar nossos jovens a empreender, para gerar renda e emprego”, disse o prefeito de Bom Jardim Franscisco Araújo.

Para Assis Filho, o Inova Jovem, que tem como objetivo transformar a vida de jovens que vivem em comunidades vulneráveis à violência por meio do empreendedorismo, faz com que a juventude alcance sua emancipação. “Quem precisa de política pública é quem, de fato, se encontra em uma situação vulnerável porque mal tem acesso à cultura, não tem acesso ao ensino superior e emprego. São grupos vulneráveis que precisam de inclusão social para encontrar emancipação quanto sujeito de direitos e o Inova Jovem surge para isso”, disse. Segundo ele, é através do conhecimento que é possível mudar a realidade.

Assis Filho falou ainda sobre o Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência (IVJ) que foi lançado pela SNJ em parceria com a Unesco e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública em dezembro de 2017, que reflete os principais desafios da juventude brasileira na atualidade.

Para encerrar a agenda de sexta-feira no estado, o secretário Assis Filho seguiu para o município Governador Nunes Freire. Na cidade, a SNJ lançou o Inova Jovem, em evento, às 19h, na Câmara de Vereadores, que contou com a apresentação cultural do grupo de dança cultural Filhos de Tupãn.

Participaram do evento o prefeito Josimar Alves de Oliveira, Francisca Ramos, secretária de cultura, esporte e juventude, Rogério Souza Morais, vereador de Santa Luzia do Paruá, João Costa, vereador do município, Ulenira Batista, secretária de educação e Acássio Souza, coordenador de juventude.

Inova Jovem

O projeto pretende auxiliar no combate à violência estimulando a autonomia financeira dos jovens. Após o período de capacitação presencial teórica e técnica, os jovens terão acesso a um plano de negócios pronto para execução.

Os negócios dos jovens atendidos pelo programa passarão por um período de incubação e depois contarão com acompanhamento e assistência técnica especializada. O objetivo é reduzir os índices de violência, pobreza e desigualdade entre os jovens, com ações de empreendedorismo e geração de renda.

ID Jovem

A Identidade Jovem é um documento digital criado pelo Governo que garante desconto de 50% em cinemas, teatros shows e eventos esportivos, além de duas vagas gratuitas e duas vagas com 50% de desconto no transporte interestadual: o app ID Jovem está mais simples e seguro. Com uma modernização, o aplicativo tem mais interatividade entre os usuários, mais agilidade e maior acessibilidade aos beneficiários.

Assis Filho intensifica ações e programas no Maranhão

A Secretaria Nacional de Juventude promoverá uma extensa agenda da Caravana do Brasil Mais Jovem na próxima sexta-feira (29) e sábado (30), no Maranhão. Na sexta-feira o programa Inova Jovem será lançado em Matinha, Bom Jardim e Governador Nunes Freire. No sábado, a caravana segue para Lago Verde. Na ocasião, Matinha e Lago Verde também receberão o lançamento do ID Jovem.

Todos os eventos contarão com a presença do secretário nacional de Juventude Assis Filho e representantes das prefeituras, secretários dos governos municipais, vereadores, gestores e conselheiros nacionais de juventude.

Assis Filho já lançou os programas ID Jovem e agora o Inova Jovem em dezenas de municípios no Maranhão e retoma o estado para intensificar a interiorização das ações do Brasil Mais Jovem.

Esta será a terceira etapa do Inova Jovem no Maranhão, estado no qual outras turmas e lançamentos municipais serão realizados pela SNJ nas próximas semanas, já estão agendados lançamentos em Bacabal, Pio XII e Rosario.

As aulas do Inova Jovem, projeto que tem como objetivo transformar a vida de jovens que vivem em áreas vulneráveis à pobreza e/ou violência através do empreendedorismo terão aulas de planejamento, inovação, técnicas de venda e divulgação e muito mais.

INOVA JOVEM
Diante dos dados do Índice de Vulnerabilidade Juvenil (IVJ), lançado em dezembro de 2017 pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) em parceria com a Unesco e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a SNJ desenvolveu, dentro do programa Juventude Viva, o projeto Inova Jovem. A iniciativa tem como objetivo incentivar o empreendedorismo e a inovação entre os jovens de comunidades vulneráveis por meio de aulas e mentorias.

Com isso, espera-se gerar renda e autonomia para a juventude mais afetada pela falta de emprego, educação e mais exposta à violência.

ID JOVEM

A Identidade Jovem é um documento digital criado pelo Governo que garante desconto de 50% em cinemas, teatros shows e eventos esportivos, além de duas vagas gratuitas e duas vagas com 50% de desconto no transporte interestadual: o app ID Jovem está mais simples e seguro.

Com uma modernização, o aplicativo tem mais interatividade entre os usuários, mais agilidade e maior acessibilidade aos beneficiários.

PROGRAMAÇÃO

29/06 – SEXTA-FEIRA
Evento: Lançamento Inova Jovem e ID Jovem em Matinha (MA)
Local: Sindicato dos Servidores Públicos Municipais – Rua João Amaral da Silva, próximo aos Correios
Horário: 8 horas

Evento: Lançamento Inova Jovem em Bom Jardim (MA)
Local: Câmara de Vereadores – Rua 07 de Setembro, s/n, Centro.
Horário: 14 horas

Evento: Lançamento Inova Jovem em Governador Nunes Freire
Local: Câmara de Vereadores – Rua do Coqueiro Verde, s/n, Centro
Horário: 19 horas

30/06 – SÁBADO

Evento: Lançamento Inova Jovem e ID Jovem em Lago Verde (MA)
Local: Escola Centro Educacional Artur Linhares – Avenida Kennedy, em frente à Praça José Reinaldo Tavares, s/n, Centro
Horário: 16 horas

Roseana Sarney recebe representantes da juventude

 

A ex-governadora Roseana Sarney recebeu, na noite desta quinta-feira (7) uma visita de cortesia de representantes de movimento de juventude de todo o país que integram o Conselho Nacional de Juventude (Conjuve). A reunião foi liderada pelo secretário nacional de juventude, Assis Filho. Em um clima descontraído, em meio as selfies e gritos de “volta guerreira”, a ex-governadora, que é pré-candidata ao governo do Maranhão, aproveitou a oportunidade para ouvir propostas para a elaboração de sua plataforma de governo no recorte da juventude.

Roseana disse que sua convivência com jovens é rotineira e que a troca de experiências e conhecimento será sempre construtiva. “Antes de ser governadora, eu também participei de movimentos estudantis. Eu sempre fui envolvida nos movimentos políticos de juventude, grêmios… E é assim, quando você quer algo e gosta muito disso, você tem que lutar com garra, esperança e muito trabalho”, disse.

Roseana afirmou estar muito feliz pela presença da juventude em sua residência e disse que isso a estimula a voltar para a disputa do governo do Estado, já que suas gestões sempre foram marcadas por ações e programas fortes para a juventude, como o “Maranhão Profissional” e o “Viva Meu Primeiro Emprego”, além de ter tido no comando do governo vários jovens secretários, o que reforça o seu compromisso com a juventude brasileira.

A governadora se disse preocupada com a juventude atual por esse grupo ainda não ter muitas oportunidades de empregos e ter, ainda, muitas dificuldades. Com isso, Roseana estabeleceu um compromisso de construir uma plataforma de governo para a juventude, dialogada com todos os movimentos sociais e, no encontro, fez o requerimento de uma comissão que integra a SNJ, Conjuve e movimentos sociais, que serão responsáveis pela realização de encontros com a juventude. A governadora também se comprometeu em reativar o Conselho Estadual de Juventude e criar a Secretaria Ordinária de Juventude do Estado do Maranhão.

O secretário Assis Filho relembrou todas as ações de Roseana para a juventude. “A governadora sempre estimulou a cultura, o esporte, lançou vários programas e tinha, em seu governo, a Secretaria de Juventude do Estado do Maranhão, assim como o Conselho Estadual de Juventude em pleno funcionamento”, disse. Por essas e por outras inúmeras razões que o povo maranhense pede a volta de Roseana.

Foto: Divulgação

Na Espanha, Assis Filho recebe condecoração da OIJ e reconhecimento internacional…

 

 

O secretário nacional de juventude, Assis Filho, recebeu da Organização Internacional de Juventude (OIJ), em evento na Prefeitura de Madri, Espanha, uma condecoração de reconhecimento internacional ao Brasil por boas práticas na implantação de políticas públicas para a juventude com a execução das ações do Brasil Mais Jovem – maior pacote de políticas para Juventude no Governo.

Assis que já é considerado um dos melhores secretários do governo federal, agora se destaca no âmbito internacional.

As políticas que Assis Filho implementa no Brasil, por meio da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), são pioneiras e, agora, estão sendo reconhecidas e se tornando referência internacional.

“Sinto-me muito honrado com a condecoração recebida, agradeço e socializo a homenagem com a nossa equipe da SNJ e do governo brasileiro. Seguimos com mais estímulo para servir cada vez mais o Brasil e ajudar a transformar a vida dos jovens brasileiros para melhor”, declarou o secretário.

A entrega da condecoração aconteceu em meio à agenda da Cúpula de Ministros de Juventude do G20, realizado em Madri nos dias 23 e 24 de maio.

A Cúpula é um espaço institucionalizado dos principais países do mundo para dialogar os problemas internacionais da juventude dentro da agenda pública. A agenda internacional foi convocada pela OIJ, Youth20 (Y20) e pelo Instituto da Juventude (INJUVE), com o objetivo de partilhar e promover as melhores práticas que têm impacto sobre a realidade da juventude.

Assis Filho participou também da cerimônia de abertura da Cúpula, que pauta o diálogo do setor público sobre o futuro do trabalho para os jovens no mundo, ao lado de líderes e representantes governamentais, academias, sociedade civil, setores privados e organizações internacionais.

Na ocasião, o secretário destacou as políticas de empreendedorismo que a SNJ está implementando no Brasil como o Plano Nacional de Startups e Empreendedorismo para Juventude, o Inova Jovem e o Plano Juventude Viva.

Ainda na agenda, Assis e a delegação brasileira de juventude foram recebidos pelo ministro-conselheiro Rafael de Mello Vidal e a secretária do ministro-conselheiro, Teresa Helena de Carli, na embaixada do Brasil na Espanha.

Assis Filho e Roberto Costa realizam grande festa das mães em Pio XII

O último domingo foi marcado pelas festividades e comemorações pelo Dia das Mães, na Praça de Eventos do Bairro Monteiro, em Pio XII (MA). O evento reuniu mais de quatro mil mães da sede e da zona rural que foi promovido por Assis Filho, pelo deputado estadual Roberto Costa e pela vereadora Patrícia Pereira.

Foi uma manhã de brincadeiras e sorteios. Assis Filho, o deputado Roberto Costa e a vereadora Patrícia participaram da distribuição dos prêmios como televisores, geladeiras, guarda-roupas, kits cozinha, ferro de gomar, liquidificadores poupanças e vários tipos de eletrodomésticos.

Assis Filho sempre realizou atividades sociais em Pio XII, sua terra natal. Desde o ano passado morando em Brasília, por razão de assumir a Secretaria Nacional de Juventude, Assis não se afastou dos trabalhos sociais de sua cidade. Continuou participando, promovendo e apoiando ações solidárias como Natal sem Fome, distribuição de peixes na Semana Santa, atividades esportivas e culturais. “Nossa intenção é continuar fazendo e fazer cada vez mais pelo nosso povo”, afirmou Assis.

O próximo evento que será realizado na cidade e contará com o apoio de Assis e do deputado Roberto Costa será o Arraiá da Juventude, dia 9 de junho, na Praça de Eventos do Bairro Monteiro, com Concurso Regional de Quadrilhas com espetáculo de apresentações e premiações. Vai ter muita festa também com a Banda My Love, Paredāo Envenenado e DJ Aldayr Vieira.

Oficina capacita mobilizadores estaduais para ações do Brasil Mais Jovem 2018

A Secretaria Nacional de Juventude promove de hoje (15/05) a sábado (19/05), em Brasília (DF), a Oficina Nacional de Capacitação dos Mobilizadores dos Estados e do Distrito Federal sobre as políticas públicas para juventude contidas no pacote de ações Brasil Mais Jovem 2018. Serão cinco dias de curso, com 60 horas/aula, onde os participantes aprenderão sobre os carros-chefe da Secretaria, como ID Jovem, Juventude Viva, Inova Jovem, Diagnóstico LGBT, Diagnóstico Rural, Estação Juventude 2.0, Coijuv, Sinajuve, Profesp, Biblioteca Digital de Juventude, convênios e prestação de contas.

Na tarde desta terça-feira aconteceu a cerimônia de abertura com a presença do secretário nacional de juventude Assis Filho, do presidente do Conselho Nacional de Juventude, Anderson Pavim, do superintendente da juventude de Goiás e presidente do Fórum Nacional de Gestores Estaduais de Juventude, Leonardo Felipe, da superintendente da juventude do estado do Rio de Janeiro, Jéssica Ohana e da oficial de projetos da Unesco, Luciana Amorim.

Após a abertura da oficina foi ministrada pelo secretário Assis Filho a Palestra Magna: “A Política Nacional de Juventude no Brasil: História, Avanços e Perspectivas”. Assis falou de todas as ações do Brasil Mais Jovem, pacote que foi lançado em março deste ano e toda a sua implementação. “De hoje até sábado nós teremos essa oficina de capacitação do maior pacote de ações lançado pelo Governo para a juventude brasileira. É de extrema importância que essas políticas públicas estejam nas ruas e na vida dos jovens”, afirmou. Para Assis, o Brasil precisa de todos os mobilizadores para o sucesso. “O papel que vocês vão executar, assim como o papel daqueles que executaram o ID Jovem, é grandioso. Hoje o ID Jovem tem 860 mil beneficiários e isso é por causa de vocês”, finalizou.

Todos os programas do Brasil Mais Jovem foram apresentados pelos coordenadores da SNJ, que explicaram objetivos e metodologias para que cada mobilizador possa disseminar as ações do Governo Federal para a Juventude em seus estados.

Leonardo Felipe, superintendente da juventude de Goiás e presidente do Fórum Nacional de Gestores Estaduais de Juventude, disse que parcela significativa do sucesso de qualquer ação na área de política de juventude é ter a SNJ atuante e em absoluta sintonia com a gestão publica estadual e municipal. “O secretário Assis conseguiu nos auxiliar enquanto gestores estaduais, estimulando para que nós pegássemos todos os projetos que a SNJ construiu em parceria com o Conjuve e fizéssemos um esforço triplicado para que eles pudessem chegar na ponta.”, disse. Além disso, Leonardo Felipe se colocou a disposição para ampliação dos trabalho e deu seu apoio direto aos jovens. “Temos um trabalho mais do que importante que é de construir a base para a juventude”, afirmou.

Após a palestra na cerimônia de abertura, foram condecorados seis gestores estaduais, cinco mobilizadores estaduais SNJ/Unesco e três monitores SNJ/IBICT que mais se destacaram na divulgação do ID Jovem.

Confira a programação da Oficina Nacional de Capacitação dos Mobilizadores:

Governo Federal reativa Novo Plano Juventude Viva em evento no Rio

A Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) reativou, na tarde desta sexta-feira (11,) o Novo Plano Juventude Viva. A cerimônia foi realizada em parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, na sede da Assembleia Legislativa (Alerj) e contou com a presença do poeta WG da Rua, do Cultura na Cesta, a coordenadora-geral de políticas temáticas de ações afirmativas da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) Roseli de Oliveira, o deputado estadual Thiago Pampolha (PDT/RJ), o presidente do Conselho Nacional de Juventude Anderson Pavin e a Superintendente de Políticas para a Juventude do Estado do Rio de Janeiro Jéssica Ohana.

“É um Plano que envolve 13 ministérios, uma política pública que tem uma gestão coletiva, entre Governo e sociedade civil. É uma responsabilidade imensa que carregamos, mas nos vêm forças de vários lugares, para que continuemos na busca por mais igualdade racial”, explicou o secretário nacional de juventude Assis Filho.

A Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) Roseli de Oliveira falou sobre o apoio da Seppir ao Plano. “Estamos no Plano Juventude Viva, porque olhamos para nossa sociedade, e vemos que ela não nos respeita, é uma sociedade que não quer a presença negra, que tem muita dificuldade de enfrentar o racismo — que está em sua fala, está no seu olhar, está no cotidiano das relações sociais e institucionais e que tem sua matriz no não reconhecimento do outro ”, afirmou Oliveira.

O objetivo central do Novo Plano Juventude Viva é a redução dos índices de homicídios contra de jovens negros através de ações de enfrentamento aos principais condicionantes desse tipo de violência e às demais violações de direitos. Assim, os eixos, metas e ações a serem organizadas, articuladas ou desenvolvidas pelo Juventude Viva passam a ter um vínculo mais estreito com os objetivos capazes de prevenir, enfrentar e intervir sobre os fatores da violência letal praticada contra jovens negros, sendo primordial para isso, o diálogo mais próximo às instituições do poder judiciário e da segurança pública.

Novo Plano Juventude Viva

O Novo Plano Juventude Viva é resultado de uma consultoria técnica encomendada pela Secretaria Nacional de Juventude, que reformulou o plano de enfrentamento à violência contra a juventude negra, que estava desativado há quatro anos.

O índice de Vulnerabilidade Juvenil, divulgado em dezembro pela SNJ serviu de base para o planejamento de ações do Novo Plano Juventude Viva. O objetivo do Governo Federal é implementar políticas públicas nos territórios com maior vulnerabilidade juvenil, cuja a principal meta é reduzir 15% em quatro anos os índices de violência nessa camada da população, por meio de estratégias que estimulem a inclusão social destes jovens.

O Plano tem o compromisso de ampliar o acesso à educação, lazer, trabalho e capacitação profissional, buscando apontar novas oportunidades à juventude negra.

Assessoria