Na Espanha, Assis Filho recebe condecoração da OIJ e reconhecimento internacional…

 

 

O secretário nacional de juventude, Assis Filho, recebeu da Organização Internacional de Juventude (OIJ), em evento na Prefeitura de Madri, Espanha, uma condecoração de reconhecimento internacional ao Brasil por boas práticas na implantação de políticas públicas para a juventude com a execução das ações do Brasil Mais Jovem – maior pacote de políticas para Juventude no Governo.

Assis que já é considerado um dos melhores secretários do governo federal, agora se destaca no âmbito internacional.

As políticas que Assis Filho implementa no Brasil, por meio da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), são pioneiras e, agora, estão sendo reconhecidas e se tornando referência internacional.

“Sinto-me muito honrado com a condecoração recebida, agradeço e socializo a homenagem com a nossa equipe da SNJ e do governo brasileiro. Seguimos com mais estímulo para servir cada vez mais o Brasil e ajudar a transformar a vida dos jovens brasileiros para melhor”, declarou o secretário.

A entrega da condecoração aconteceu em meio à agenda da Cúpula de Ministros de Juventude do G20, realizado em Madri nos dias 23 e 24 de maio.

A Cúpula é um espaço institucionalizado dos principais países do mundo para dialogar os problemas internacionais da juventude dentro da agenda pública. A agenda internacional foi convocada pela OIJ, Youth20 (Y20) e pelo Instituto da Juventude (INJUVE), com o objetivo de partilhar e promover as melhores práticas que têm impacto sobre a realidade da juventude.

Assis Filho participou também da cerimônia de abertura da Cúpula, que pauta o diálogo do setor público sobre o futuro do trabalho para os jovens no mundo, ao lado de líderes e representantes governamentais, academias, sociedade civil, setores privados e organizações internacionais.

Na ocasião, o secretário destacou as políticas de empreendedorismo que a SNJ está implementando no Brasil como o Plano Nacional de Startups e Empreendedorismo para Juventude, o Inova Jovem e o Plano Juventude Viva.

Ainda na agenda, Assis e a delegação brasileira de juventude foram recebidos pelo ministro-conselheiro Rafael de Mello Vidal e a secretária do ministro-conselheiro, Teresa Helena de Carli, na embaixada do Brasil na Espanha.

Assis Filho e Roberto Costa realizam grande festa das mães em Pio XII

O último domingo foi marcado pelas festividades e comemorações pelo Dia das Mães, na Praça de Eventos do Bairro Monteiro, em Pio XII (MA). O evento reuniu mais de quatro mil mães da sede e da zona rural que foi promovido por Assis Filho, pelo deputado estadual Roberto Costa e pela vereadora Patrícia Pereira.

Foi uma manhã de brincadeiras e sorteios. Assis Filho, o deputado Roberto Costa e a vereadora Patrícia participaram da distribuição dos prêmios como televisores, geladeiras, guarda-roupas, kits cozinha, ferro de gomar, liquidificadores poupanças e vários tipos de eletrodomésticos.

Assis Filho sempre realizou atividades sociais em Pio XII, sua terra natal. Desde o ano passado morando em Brasília, por razão de assumir a Secretaria Nacional de Juventude, Assis não se afastou dos trabalhos sociais de sua cidade. Continuou participando, promovendo e apoiando ações solidárias como Natal sem Fome, distribuição de peixes na Semana Santa, atividades esportivas e culturais. “Nossa intenção é continuar fazendo e fazer cada vez mais pelo nosso povo”, afirmou Assis.

O próximo evento que será realizado na cidade e contará com o apoio de Assis e do deputado Roberto Costa será o Arraiá da Juventude, dia 9 de junho, na Praça de Eventos do Bairro Monteiro, com Concurso Regional de Quadrilhas com espetáculo de apresentações e premiações. Vai ter muita festa também com a Banda My Love, Paredāo Envenenado e DJ Aldayr Vieira.

Oficina capacita mobilizadores estaduais para ações do Brasil Mais Jovem 2018

A Secretaria Nacional de Juventude promove de hoje (15/05) a sábado (19/05), em Brasília (DF), a Oficina Nacional de Capacitação dos Mobilizadores dos Estados e do Distrito Federal sobre as políticas públicas para juventude contidas no pacote de ações Brasil Mais Jovem 2018. Serão cinco dias de curso, com 60 horas/aula, onde os participantes aprenderão sobre os carros-chefe da Secretaria, como ID Jovem, Juventude Viva, Inova Jovem, Diagnóstico LGBT, Diagnóstico Rural, Estação Juventude 2.0, Coijuv, Sinajuve, Profesp, Biblioteca Digital de Juventude, convênios e prestação de contas.

Na tarde desta terça-feira aconteceu a cerimônia de abertura com a presença do secretário nacional de juventude Assis Filho, do presidente do Conselho Nacional de Juventude, Anderson Pavim, do superintendente da juventude de Goiás e presidente do Fórum Nacional de Gestores Estaduais de Juventude, Leonardo Felipe, da superintendente da juventude do estado do Rio de Janeiro, Jéssica Ohana e da oficial de projetos da Unesco, Luciana Amorim.

Após a abertura da oficina foi ministrada pelo secretário Assis Filho a Palestra Magna: “A Política Nacional de Juventude no Brasil: História, Avanços e Perspectivas”. Assis falou de todas as ações do Brasil Mais Jovem, pacote que foi lançado em março deste ano e toda a sua implementação. “De hoje até sábado nós teremos essa oficina de capacitação do maior pacote de ações lançado pelo Governo para a juventude brasileira. É de extrema importância que essas políticas públicas estejam nas ruas e na vida dos jovens”, afirmou. Para Assis, o Brasil precisa de todos os mobilizadores para o sucesso. “O papel que vocês vão executar, assim como o papel daqueles que executaram o ID Jovem, é grandioso. Hoje o ID Jovem tem 860 mil beneficiários e isso é por causa de vocês”, finalizou.

Todos os programas do Brasil Mais Jovem foram apresentados pelos coordenadores da SNJ, que explicaram objetivos e metodologias para que cada mobilizador possa disseminar as ações do Governo Federal para a Juventude em seus estados.

Leonardo Felipe, superintendente da juventude de Goiás e presidente do Fórum Nacional de Gestores Estaduais de Juventude, disse que parcela significativa do sucesso de qualquer ação na área de política de juventude é ter a SNJ atuante e em absoluta sintonia com a gestão publica estadual e municipal. “O secretário Assis conseguiu nos auxiliar enquanto gestores estaduais, estimulando para que nós pegássemos todos os projetos que a SNJ construiu em parceria com o Conjuve e fizéssemos um esforço triplicado para que eles pudessem chegar na ponta.”, disse. Além disso, Leonardo Felipe se colocou a disposição para ampliação dos trabalho e deu seu apoio direto aos jovens. “Temos um trabalho mais do que importante que é de construir a base para a juventude”, afirmou.

Após a palestra na cerimônia de abertura, foram condecorados seis gestores estaduais, cinco mobilizadores estaduais SNJ/Unesco e três monitores SNJ/IBICT que mais se destacaram na divulgação do ID Jovem.

Confira a programação da Oficina Nacional de Capacitação dos Mobilizadores:

Governo Federal reativa Novo Plano Juventude Viva em evento no Rio

A Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) reativou, na tarde desta sexta-feira (11,) o Novo Plano Juventude Viva. A cerimônia foi realizada em parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, na sede da Assembleia Legislativa (Alerj) e contou com a presença do poeta WG da Rua, do Cultura na Cesta, a coordenadora-geral de políticas temáticas de ações afirmativas da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) Roseli de Oliveira, o deputado estadual Thiago Pampolha (PDT/RJ), o presidente do Conselho Nacional de Juventude Anderson Pavin e a Superintendente de Políticas para a Juventude do Estado do Rio de Janeiro Jéssica Ohana.

“É um Plano que envolve 13 ministérios, uma política pública que tem uma gestão coletiva, entre Governo e sociedade civil. É uma responsabilidade imensa que carregamos, mas nos vêm forças de vários lugares, para que continuemos na busca por mais igualdade racial”, explicou o secretário nacional de juventude Assis Filho.

A Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) Roseli de Oliveira falou sobre o apoio da Seppir ao Plano. “Estamos no Plano Juventude Viva, porque olhamos para nossa sociedade, e vemos que ela não nos respeita, é uma sociedade que não quer a presença negra, que tem muita dificuldade de enfrentar o racismo — que está em sua fala, está no seu olhar, está no cotidiano das relações sociais e institucionais e que tem sua matriz no não reconhecimento do outro ”, afirmou Oliveira.

O objetivo central do Novo Plano Juventude Viva é a redução dos índices de homicídios contra de jovens negros através de ações de enfrentamento aos principais condicionantes desse tipo de violência e às demais violações de direitos. Assim, os eixos, metas e ações a serem organizadas, articuladas ou desenvolvidas pelo Juventude Viva passam a ter um vínculo mais estreito com os objetivos capazes de prevenir, enfrentar e intervir sobre os fatores da violência letal praticada contra jovens negros, sendo primordial para isso, o diálogo mais próximo às instituições do poder judiciário e da segurança pública.

Novo Plano Juventude Viva

O Novo Plano Juventude Viva é resultado de uma consultoria técnica encomendada pela Secretaria Nacional de Juventude, que reformulou o plano de enfrentamento à violência contra a juventude negra, que estava desativado há quatro anos.

O índice de Vulnerabilidade Juvenil, divulgado em dezembro pela SNJ serviu de base para o planejamento de ações do Novo Plano Juventude Viva. O objetivo do Governo Federal é implementar políticas públicas nos territórios com maior vulnerabilidade juvenil, cuja a principal meta é reduzir 15% em quatro anos os índices de violência nessa camada da população, por meio de estratégias que estimulem a inclusão social destes jovens.

O Plano tem o compromisso de ampliar o acesso à educação, lazer, trabalho e capacitação profissional, buscando apontar novas oportunidades à juventude negra.

Assessoria

Inova Jovem inicia turmas em mais sete municípios

Na próxima semana, de 14 a 18 de maio, o projeto Inova Jovem vai iniciar o período de aulas em sete municípios brasileiros. Barreiras (BA), Campo Grande (MS), Montes Claros (MG), Maceió (AL), Maricá (RJ), São Paulo (SP), Tucuruí (PA) serão as próximas cidades a receber as turmas presenciais do projeto. Nesta etapa, os jovens matriculados terão aulas de planejamento, inovação, técnicas de venda e divulgação e muito mais. Os municípios que recebem o curso foram escolhidos com base nos altos números apresentados pelo Índice de Vulnerabilidade Juvenil 2017 (IVJ).

Nas semanas anteriores, 23 municípios já iniciaram o ciclo de aulas: Governador Valadares (MG), Itapipoca (CE), Magé (RJ), Balneário de Camboriú (SC), Camboriú (SC), Cabo de Santo Agostinho (PE), Marabá (PA), São Luís (MA), Simões Filho (BA), Araruama (RJ), Belo Horizonte (MG), Altamira (PA), Garanhuns (PE), Fortaleza (CE), Queimados (RJ), Juazeiro (BA), Ananindeua (PA), Jaboatão dos Guararapes (PE) e Porto Alegre (RS), Manaus (AM), Salvador (BA), Belém (PA), Recife (PE), Macapá (AM) e Brasília (DF), São José Ribamar (MA), Petrolina (PE), Castanhal (PA), Betim (MG), Teixeira de Freitas (BA), Itaboraí (RJ), Angra dos Reis (RJ), Campo dos Goytacazes e Macaé (RJ), Carauru (PE), Caucaia (CE), Eunápolis (BA), Florianópolis (SC), Paraupebas (PA) e Vespasiano (MG).

O Inova Jovem é um projeto que tem como objetivo transformar a vida de jovens que vivem em comunidades vulneráveis à pobreza e/ou violência através do empreendedorismo. Os inscritos apresentaram ideias para ter seu próprio negócio e obter renda e autonomia. Além do curso presencial, o projeto oferece também um período de incubação do negócio criado pelo jovem, no qual são acompanhados e instruídos para superar obstáculos e aumentar as chances de sucesso. Ao final do curso, os alunos recebem também um certificado que o qualifica para a gestão de uma empresa.

Inscreva-se aqui. (link: www.inovajovem.com.br)

O coordenador de políticas transversais da SNJ, Hélber Borges explica que a ação une educação, que transforma a longo prazo, e o empreendedorismo, que transforma a curto prazo a vida de várias famílias. “O Inova Jovem é uma das respostas do Plano Juventude Viva à vulnerabilidade juvenil nas periferias. Nós selecionaremos jovens de comunidades periféricas, escolhidas a partir dos indicadores do IVJ – são locais que apresentaram altos índices de vulnerabilidade juvenil -, que tenham um sonho de negócio e, ajudamos a transformar este sonho em uma realidade rentável”.

Saiba mais

Para enfrentar os altos índices de violência vividos pela juventude negra no Brasil, a Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) retomou, em agosto de 2017, o Novo Plano Juventude Viva. Suas ações são adequadas à realidade das estatísticas apresentadas pelo Índice de Vulnerabilidade Juvenil 2017 (IVJ). O plano visa criar oportunidades de inclusão social e de autonomia para os jovens, principalmente negros/as, entre 15 e 29 anos, expostos às situações de violência física e simbólica nos municípios de maior vulnerabilidade para a juventude. Dentro do pacote de ações do Juventude Viva, está sendo desenvolvido, junto a Agência de Fomento Social Besouro, o Inova Jovem – um projeto de incentivo ao empreendedorismo e a inovação em comunidades vulneráveis.

Da Assessoria

Um Brasil cada vez mais jovem

Artigo do secretário Nacional de Juventude, Assis Filho
Publicado no jornal O Estado do Maranhão em 29/04/2018

O Brasil é o primeiro país do mundo a ter um Sistema Nacional de Juventude (Sinajuve), que estabelece as competências da União, dos Estados e dos Municípios na implementação da Política Nacional de Juventude. Ele está previsto no Estatuto da Juventude desde 2013 (Lei 12.852) e saiu do papel graças ao esforço e ao emprenho do presidente Michel Temer em regulamentar e organizar o Sistema que procura atender os jovens brasileiros em suas necessidades, levando em conta suas diversidades e especificidades. Com isso, as ações e os programas para juventude passam a ser instituídos como uma política de estado e deixam de ficar à mercê da burocracia ou da descontinuidade administrativa em casos de mudança de governo.

O Sinajuve reconhece a juventude como uma fase singular da vida e não apenas um momento de passagem. Ele e o projeto de lei que cria o Plano Nacional de Juventude – encaminhado atualizado à Câmara dos Deputados – se somam a outras 10 iniciativas anunciadas pelo Palácio do Planalto dentro do pacote Brasil Mais Jovem, lançado em agosto de 2017 e que reúne as políticas públicas para jovens de 15 a 29 anos. As outras iniciativas lançadas este ano são o Diagnóstico sobre a Juventude LGBT, o Diagnóstico sobre o Juventude Rural, o Inova Jovem, a Implantação de 27 Estações Juventude 2.0, o Plano Nacional de Startups e Empreendedorismo para Juventude, o Novo Plano Juventude Viva, a ampliação do Programa Forças no Esporte (Profesp), a criação dos Conselhos em Rede, o Atlas da Juventude e o ID Jovem 2.0.

Em um ano e quatro meses à frente da Secretaria Nacional de Juventude, levamos o programa ID Jovem para mais de 800 mil pessoas em todo país, refizemos o Índice de Vulnerabilidade Juvenil (IVJ), que revelou que o jovem negro tem quase três vezes mais chances de ser assassinado no Brasil que um jovem branco, e retomamos o Plano Juventude Viva, de redução de violência e vulnerabilidade contra os jovens negros e negras.

Dentro do Novo Plano Juventude Viva, criamos o Inova Jovem, que leva cursos de empreendedorismo e assessoria na implantação de novos negócios a jovens das comunidades em 80 cidades do Brasil. O esforço na implementação dessas políticas fez com que o Brasil fosse convidado a participar da Cúpula Ministerial de Juventude do G20, que será realizada nos dias 22 e 23 de maio, em Madri (Espanha), e nos dias 24 e 25 de maio, em Lisboa (Portugal), onde vamos falar sobre o programa de mobilidade e acesso à cultura e lazer (ID Jovem), a política de redução da violência contra a juventude negra por meio do Novo Plano Juventude Viva e as ações de emancipação e empoderamento dos jovens brasileiros contidos no Estação Juventude 2.0, espaços de convivência que levam em consideração as necessidades e especificidades da juventude em cada estado ou município conveniado.

Temos no orçamento deste ano mais de 50 milhões para investir na juventude. Isto só na Secretaria Nacional de Juventude, sem contar os programas alocados em outros 12 ministérios. Isso mostra o compromisso da agenda pública com esta importante pauta. O Brasil tem o maior número de jovens de sua história, num total de 51,4 milhões. Conectado com esse contingente crescente da população e com os problemas que crescem junto com ele, o governo tem buscado apontar soluções que combinem mecanismos de proteção social com ações que gerem oportunidades de inserção profissional, cultural e social que também incentivem os jovens a encontrar sua autonomia e emancipação como sujeitos de direitos.

Assis Filho é advogado, especialista em Direito Administrativo, professor universitário e secretário Nacional de Juventude da Presidência da República.

Assis Filho cumprirá agenda oficial no Maranhão

Na sexta-feira (27), o projeto Inova Jovem será lançado em São Luís, no Maranhão. A cerimônia de lançamento acontecerá às 9h30 no Conselho Cultural Comunitário da Liberdade, Avenida Mário Andreaza, s/n,  no Bairro da Liberdade. O evento contará com a presença do secretário nacional de juventude Assis Filho, parlamentares, representantes do governo, da Prefeitura e de movimentos sociais.

A Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) realizará também o lançamento do programa na próxima segunda-feira (30) em Timon e Caxias. A cerimônia será realizada às 10h na Prefeitura Municipal, avenida General Sampaio, nº 5, Centro, em Caxias e às 15h no Plenário José Elouf da Câmara dos Vereadores, avenida Paulo Ramos, nº 110, Centro, em Timon.

As aulas do Inova Jovem, projeto que tem como objetivo transformar a vida de jovens, especialmente negros e negras, que vivem em comunidades vulneráveis à pobreza e/ou violência através do empreendedorismo, acontecem entre os dias 7 a 11 de maio em São Luís, 4 à 8 de junho em Timon e entre 11 e 15 de junho em Caxias.

Essa será a primeira etapa do Inova Jovem no Maranhão, estado no qual outras turmas e lançamentos municipais serão realizados pela SNJ. Os jovens matriculados terão aulas de planejamento, inovação, técnicas de venda e divulgação e muito mais.

*Inova Jovem*

Diante dos dados do Índice de Vulnerabilidade Juvenil (IVJ), lançado em dezembro de 2017 pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) em parceria com a Unesco e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a SNJ desenvolveu, dentro do pacote de ações Brasil Mais Jovem, o projeto Inova Jovem. A iniciativa tem como objetivo incentivar o empreendedorismo e a inovação entre os jovens de comunidades vulneráveis por meio de aulas e mentorias. Com isso, espera-se gerar renda e autonomia para a juventude mais afetada pela falta de emprego, educação e mais exposta à violência.

*SERVIÇO*
*Lançamento Inova Jovem no Maranhão*

*Locais:*
27/04 – Conselho Cultural Comunitário da Liberdade, Avenida Mário Andreaza, s/n, Bairro Liberdade – São Luís/MA

30/04 – Prefeitura Municipal, avenida General Sampaio, nº 5, Centro – Caxias/MA

30/04 – Plenário José Ribamar Elouf da Câmara dos Vereadores, avenida Paulo Ramos, nº 110, Centro – Timon/MA

*Horários:*
9h30 – São Luís
10h – Caxias
15h – Timon

*Contato:* Assessoria de Imprensa da Secretaria Nacional de Juventude
(61) 3411.3458 / (61) 3411.4313
E-mail: ascom.snj@presidencia.gov.brf

Oficinas de trabalho do diagnóstico da juventude rural começam nesta semana

A SNJ vai realizar o Diagnóstico da Juventude rural por meio de uma parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), para conhecer a realidade e os problemas dessa parcela da população. O estudo vai viabilizar políticas de promoção que garantam a qualidade de vida para este grupo. Além de realizar estudos in loco, os pesquisadores vão ouvir a sociedade por meio de oficinas regionais.

A partir desta quarta-feira (18), vão acontecer oficinas de trabalho nas cinco regiões do país, que garantirão a participação social na elaboração do diagnóstico sobre a juventude rural brasileira. Membros da sociedade civil, organizações reconhecidas e com histórico de participação nas discussões sobre agricultura familiar e juventude rural, além de gestores locais e simpatizantes da causa participarão de debates em torno dos 11 eixos temáticos do Estatuto da Juventude e como se relacionam com as pautas da juventude do campo.

As oficinas acontecem por região, nas seguintes cidades e datas: Curitiba (PR) – 18/04, região Sul; Rio de Janeiro (RJ) – 25/04, região Sudeste; Porto Velho (RO) – 7/5, região Norte; São Luís (MA) – 11/05, região Nordeste; Brasília (DF) – 17/05, região Centro-Oeste.

“As oficinas têm o objetivo de coletar e avaliar dados sobre as condições de vida da juventude rural, a partir das especificidades de cada região. Isso nos ajudar a categorizar as demandas por ordem de prioridade e construir políticas públicas mais efetivas”, explica o coordenador de políticas transversais da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) Hélber Borges.

Tema importante

Segundo o secretário nacional de juventude Assis Filho, a taxa de desocupação no campo pelos jovens é alta, necessitando portanto de políticas públicas específicas para estimular a permanência deles no campo. “Por exemplo, o modelo de educação que é ministrado nessas áreas rurais é um modelo de educação tradicional e urbano, que não reflete e realidade daquelas localidades. O que acaba estimulando o êxodo rural e a saída do jovem do campo”, relatou.

SNJ entrega texto atualizado do PNJ ao presidente da Câmara dos Deputados

O secretário nacional de juventude Assis Filho entregou, nesta terça-feira (27/03), o texto atualizado do Plano Nacional de Juventude (PNJ) ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ). Estavam presentes os deputados federais João Marcelo (MDB/MA), Baleia Rossi (MDB/SP), André Amaral (Pros/PB) e Rafael Motta (PSB/RN), secretário de Juventude da Câmara dos Deputados.

O presidente da Câmara reafirmou o compromisso de colocar o novo Plano Nacional de Juventude em pauta ainda neste semestre. Maia vai incluir o assunto na próxima reunião de líderes, que acontece na terça-feira (03/04). O deputado Baleia Rossi disse que, devido à relevância do tema, vai apresentar um requerimento para garantir a urgência da pauta. O objetivo é colocar o novo PNJ em votação durante a sessão legislativa que vai votar projetos de interesse da juventude brasileira que estão na Casa.

“A Câmara daria uma importante colaboração à juventude aprovando esse plano agora, logo depois de o presidente Michel Temer ter assinado o decreto que instituiu o Sistema Nacional de Juventude (Sinajuve). O momento é esse”, disse o secretário. Assis Filho afirmou ainda que o Plano Nacional de Juventude é fruto de muita discussão no país inteiro. “Ele está tramitando na casa há muito tempo. É um plano legítimo e atualizado. Está pronto pra ser votado em plenário”.

O novo plano foi construído, com ampla participação social, de acordo com os 11 eixos do Estatuto da Juventude. “Temos trabalhado junto à SNJ e à Câmara dos Deputdos na intenção de inserir os jovens dentro das discussões acerca dessas áreas abrangidas pelo Plano: educação, trabalho, cultura, saúde e segurança”, explicou o parlamentar. “Tudo isso com a criação de políticas públicas específicas que beneficiem a população com idade entre 15 e 29 anos, estimada em mais de 51 milhões de pessoas”, completou Motta.

O Projeto de Lei 4530/04 tramita há 14 anos na casa e o novo texto, entregue pela SNJ, foi construído de forma dialogada com a sociedade civil. Ele contou com contribuições online, do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve), do Comitê Interministerial da Política de Juventude (Coijuv) e de cinco audiências públicas, uma em cada região do País: Amapá, São Paulo, Ceará, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina. Além de estar de acordo com os 11 Eixos do Estatuto da Juventude, o novo PNJ possui um quadro comparativo, ponto a ponto, de como está na proposta atual e como era anteriormente.

A consolidação de Assis Filho à frente da SNJ…

Maranhense Assis Filho: consolidado a frente da SNJ

O secretário Nacional de Juventude Assis Filho, fechou a semana com chave de ouro, contabilizando mais uma importante conquista para a pasta que comanda no Governo Federal.

Em solenidade concorrida realizada na última quinta (15), no Palácio do Planalto, o secretário ao lado de diversas autoridades, movimentos e entidades juvenis acompanharam o presidente Michel Temer (MDB), na assinatura do decreto que regulamenta o Sistema Nacional de Juventude – Sinajuve. O documento é uma reivindicação antiga e determina as responsabilidades da União, Estados e Municípios na execução da Política Nacional de Juventude (PNJ).

Durante o cerimonial, Assis Filho fez questão de destacar o histórico de militante iniciado na sua Pio XII, no interior do Maranhão. Foi interrompido durante a fala pelo atleta Wanderson Geremias, o WG, que roubou a cena ao equilibrar uma bola de basquete na caneta do presidente. Temer quebrou a formalidade, gostou da façanha e se empolgou. Estava à vontade e se mostrou o tempo todo bastante descontraído.

Michel Temer ao lado de Assis: presidente se mostrou a vontade e descontraido em evento da juventude

O Sinajuve integra o Brasil Mais Jovem 2018, pacote de ações e programas voltados aos jovens de 15 a 29 anos a ser executado durante esse ano com outras 11 (onze) iniciativas.

Assis Filho assumiu a SNJ em meio a um desgaste nacional e em pouco tempo oxigenou a pasta. A maratona de atividades, ações e projetos foram tão significativas, que no ano passado foi convidado a compartilhar experiências sobre juventude no Encontro Internacional de Ministros da Juventude no Festival da Juventude na Rússia e nesta sexta (16), recebeu o convite para participar da Cúpula Ministerial de Juventude no G20 em maio, na Espanha e Portugal.

Após o sucesso absoluto do evento e a boa desenvoltura no comando da pasta, o status quo do secretário diante dos auxiliares do presidente muda completamente.

E o coloca na vitrine nacional de expoentes em ascensão, na ala que representa a nova geração do MDB…