“Montanha de dinheiro” é encontrada com assaltantes presos no Maranhão

Uma montanha de cédulas ainda não calculada pelo Banco do Brasil e nem pelos policiais, mas algo em torno de mais de R$ 50 milhões que foram apreendidos ontem em Santa Luzia do Paruá.

Uma carreta foi interceptada às 22h por dois militares naquela cidade que prenderam o motorista e o ajudante dele. Na verdade, tratava-se do bando que assaltou o BB de Bacabal, no domingo dia 25 de novembro. Boa parte do dinheiro estava com eles.

No baú da carreta estavam 13 homens, sendo que três foram mortos durante tiroteio, quatro baleados e seis presos. Os homens mortos, que não são do Maranhão, foram identificados por Arthur Silva Santos, José Eduardo Zacarias Barbone e Vadenilson Moreira.

As investigações da Secretaria de Segurança Pública apontam que o assalto milionário foi comandado por José Francisco Lumes – Zé do Lessa – que está foragido no Uruguai. O roubo teria envolvido 35 bandidos, subtraindo uma estimativa de R$100 milhões e deixou um rastro de destruição na cidade de Bacabal, onde um morador acabou morrendo.

https://youtu.be/D7aQDc5kn00[\embed]

Do Blog do Luis Cardoso

Assalto em Bacabal rendeu R$ 100 milhões aos criminosos…

Algo em torno de R$ 4 milhões foram deixados de propósito pelos bandidos espalhados dentro e fora do banco, envolvendo a população e confundindo a polícia, que ainda não tem notícias dos assaltantes

Abordada por policial, uma das moradoras de Bacabal é obrigada a devolver dinheiro que havia escondido na roupa

Foi estrategicamente planejada a ação da quadrilha que explodiu uma agência do Banco do Brasil em Bacabal, na noite do último domingo, 25.

Sabendo exatamente o que queriam os bandidos arrombaram com maçarico os cofres onde estavam cerca de R$ 100 milhões, embora o secretário Jefferson Portela diga ser especulação este valor.

Do total, cerca de R$ 4 milhões foram espalhados pela agência e até na rua, despertando a cobiça da população e confundindo a polícia. (Entenda aqui)

Do total deixado estrategicamente para trás, a polícia conseguiu recuperar cerca de R$ 3 milhões, mas sabe que ainda há quase R$ 1 milhão escondidos em Bacabal.

Com os bandidos, sumiram mais de R$ 90 milhões.

O maior assalto a banco já realizado no Maranhão mostrou a fragilidade do Sistema de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão.

Parte do dinheiro deixado pelos ladrões espalhados próximo ao banco atraiu a população e atrapalhou a ação policial

Até pela sofisticação da operação – realizada em plena noite de domingo, às vésperas de pagamentos de servidores públicos estaduais e de várias prefeituras – tudo indica que os bandidos vinham há meses estudando a rotina policial e bancária em Bacabal, que serve de polo financeiro para a região.

Nestes casos – pelo que se vê em enredo de filmes – até a baixa de alguns bandidos entra no planejamento, como, de fato, ocorreu em Bacabal.

A polícia maranhense acusa o Banco do Brasil de favorecer a operação criminosa ao não informar a movimentação atípica da quantia milionária na região.

O banco, por sua vez, diz apenas que está colaborando com as investigações.

E até agora nem sinal dos criminosos e da maior parte da fortuna roubada…

Do Blog do Marco d´Eça

Líder do assalto ao BB de Bacabal morreu com um tiro de fuzil entre os dois olhos

 

O secretário de Segurança Pública, delegado Jefferson Portela, informou hoje em coletiva que o líder da ação criminosa ao BB de Bacabal Edielson Francisco Lumes, o Dô ou Titi (foto abaixo), foi acertado com um tiro entre os dois olhos e morreu no local.

Portela voltou a elogiar o serviço dos policiais que continuam na operação de buscas ao restante da quadrilha que permanece encurralado em cidades vizinhas de Bacabal.

O líder da quadrilha, Edielson Francisco Lumes, natural da Bahia, estava em um carro blindado na hora do tiroteio travado com os militares na noite de domingo último (25) e madrugada de segunda-feira (26). No momento em que saiu do veículo,  estava com um fuzil amparado no ombro de uma refém usada como escudo humano.

Um militar foi cirúrgico quando aproveitou o descuido do bandido e atirou na região da cabeça, entre um olho e outro, o que facilitou o tombamento de mais dois elementos quando olharam o chefe da quadrilha morto. Os demais procuraram fugir. O local do tiroteio ocorreu próximo do 15° BPM.

Os dois outros assaltantes mortos em confronto com a polícia foram Wasley dos Reis Sousa, de Castanhal, no Paraá, e Gean Martins Rocha, de Araguarina, no Tocantins.

Edielson, estava portando uma carteira de identidade falsa em nome de José Raphael Silveira Araújo, como tendo nascido em Sergipe. Ele é irmão do líder do maior bando de assaltos a agência bancárias, com domínio em grandes pontos de tráfico no Nordeste, de nome José Francisco Lumes, o Zé Lessa (foto abaixo), que comanda o crime organizado, embora morando no Paraguai. Lessa é foragido procurado pela Interpol, PF, Polícia Civil e Militar do Brasil.

Do Blog do Luis Cardoso

Após assalto, PM recupera sacos de dinheiro em Bacabal

A Polícia Militar do Maranhão já conseguiu recuperar parte do dinheiro roubado ontem (25) em Bacabal.

Segundo apurou o Blog do Gilberto Léda, o alvo da ação criminosa não foi apenas o Banco do Brasil, mas também uma unidade da transportadora de valores Prosegur na cidade.

Na imagem acima, sacos com o dinheiro recuperado, com notas separadas em maços de R$ 50 mil.

Do Blog do Gilberto Leda

Bandidos promovem noite de terror ao assaltar banco em Bacabal

Bandidos fortemente armados promoveram uma noite de terror em Bacabal ao assaltar uma agência do Banco do Brasil na cidade.

O assalto teve início por volta das 22h. Durante a ação, eles incendiaram viaturas, atacaram a Delegacia de Polícia Civil, o quartel do 15º Batalhão da Polícia Militar e entraram em confronto com a polícia local.

As primeiras informações dão conta de que pelo menos três bandidos morreram. Um morador também teria sido assassinado pelos criminosos.

Para garantir sucesso da empreitada, os bandidos atravessaram veículos e os incendiaram sobre as pontes que ficam entre o Rio Mearim e o Igarapé do Bambu. Carretas também foram atravessadas no meio de ruas da cidade e em trechos da BR-316, para dificultar a chegada da polícia.

A ação foi muito parecida com a registrada em janeiro de 2017 (reveja).

Abaixo, alguns vídeos feitos por moradores.

Do Blog do Gilberto Leda

Bandidos explodem BB de Dom Pedro

Bandidos fortemente armados assaltaram na madrugada de hoje (26) a agência do Banco do Brasil de Dom Pedro.

Na ação, eles destruíram parte da estrutura do prédio com explosivos e saíram levando o cofre.

A polícia foi acionada, mas ainda não localizou a quadrilha.

Este é o segundo assalto a banco no Maranhão só em janeiro.

Curiosamente, esse tipo de ocorrência volta a ser registrada com maior frequência no ano das eleições.

(Fotos: Blog do Adonias Soares)

Polícia identifica ladrões e vai pedir prisão da quadrilha que assaltou loja em Coelho Neto…

A Polícia Civil já identificou os integrantes da quadrilha que assaltou a Loja Mirian Modas, no Centro de Coelho Neto. A identidade do bando será mantida em sigilo, mas todos terão a prisão preventiva solicitada a Justiça.

O que se pode adiantar é que a quadrilha é oriunda da cidade de São Luís e veio para Coelho Neto com a intenção de praticar um assalto, o que acabou sendo concretizado por volta de meio-dia. 

Todos já têm passagem pela polícia com prisões decretadas na capital. O que facilitou que a polícia chegasse a identificação, inclusive, com fotos do bando. 

Recentemente vários criminosos de Coelho Neto que estavam presos em São Luís foram liberados pela Justiça. É provável que tenha sido um deles que passou todos os dados sobre o assalto para os comparsas da capital. 

É lamentável essa sensação de estar enxugando gelo. Entendemos que é a lei, mas maioria que deixa a prisão volta a delinquir e a sociedade que acaba sofrendo com isso.

Dupla agride vítima, toma celular e acabam presos pela PM em Coelho Neto

Dois marginais agrediram uma vítima durante um assalto, na madrugada dessa quinta-feira (12), por volta das 02h 30, no bairro Sarney, em Coelho Neto.

Durante o assalto a aparelhos de celulares a dupla identificada por Isaías Machado Brito e o comparsa Luciano de Sousa Ribeiro utilizando uma motocicleta 150 roubada, sem placa, chassi: final 480818 cortou a vítima.

A polícia foi acionada e deslocou-se até o local e após rondas próximas da ocorrência acabou apreendendo dois suspeitos ambos reconhecidos pela vítima.

Os mesmos foram conduzidos e entregues no distrito de Polícia Civil para as providências da autoridade policial.

Com contribuição de Daniel PCN

Polícia prende acusados de praticarem assaltos em Coelho Neto…

Já estão presos dois dos integrantes da quadrilha acusada de ter feito uma série de assaltos à mão armada na cidade de Coelho Neto, na noite da última quinta-feira. Com a dupla, foram apreendidos 10 celulares, duas motos roubadas e R$ 500,00.

Jefferson Silva da Cunha e João Pedro Plácido da Silva foram presos na cidade de Timon e já são assaltantes conhecidos pela Polícia do Piauí, tendo mandados de prisão e um deles usando tornozeleira eletrônica. 

Com a prisão, a polícia espera conseguir chegar ao restante do bando que também são foragidos da Justiça piauiense e que se uniram para praticar assaltos na cidade de Coelho Neto depois de roubarem um automóvel Pálio, de cor vermelha, na cidade de Teresina/PI.

Os dois presos estão recolhidos na penitenciária de Caxias. A expectativa é de que eles sejam mantidos presos pela Justiça.

Polícia esclarece homicídio em Coelho Neto e prende receptador com moto roubada

A Polícia Civil esclareceu, na manhã desta quinta-feira, um homicídio ocorrido, na última sexta-feira (09), nas proximidades da Feirinha, no Centro de Coelho Neto. Em uma outra ação, os policiais civis apreenderam uma motocicleta roubada e prenderam uma Francisco das Chagas Damasceno por receptação.

Homicídio esclarecido

Menos de uma semana depois do fato, a Polícia Civil indiciou, na manhã de hoje, a pessoa de Edimar Chavier dos Santos, como sendo o autor do homicídio que teve por vítima Alessandro Rocha, morto com uma facada no tórax.  

Edimar confessou o crime e afirmou que matou em legítima defesa porque estava sendo agredido pela vítima a pauladas. As seis testemunhas ouvidas pela polícia e que presenciaram o crime confirmam a tese de que houve uma briga iniciada pela vítima que estava visivelmente embriagada.

Serão representadas por uma série de medidas cautelares em desfavor de Edimar Chavier que serão analisadas pelo Poder Judiciário. 

Receptação de moto roubada

Ainda nesta quinta-feira, a Polícia Civil conseguiu prender um dos criminosos mais procurados de Coelho Neto, conhecido por “SANTOS”. Ex-detento preso por tráfico de drogas, ele estava em liberdade por determinação da Justiça, e tinha envolvimento direto numa quadrilha composta por ex-foragidos da Justiça que vinha roubando motos e celulares na cidade.

Santos foi preso por policiais civis na zona rural de Afonso Cunha com uma moto POP 100 roubada (que era branca e já estava pintada de preta), que ele havia comprado por R$ 300,00 a dois menores autores do roubo. Com ele também foi apreendida uma espingarda de fabricação caseira.

A expectativa da Polícia Judiciária é de que a Justiça mantenha Santos preso por um grande período, já que o mesmo em liberdade coloca a sociedade de Coelho Neto em risco.