“Não tenho qualquer ingerência na atual administração”, diz Antônio Pires sobre governo de Américo…

Vice-prefeito Antônio Pires

O vice-prefeito de Coelho Neto Antônio Pires deu um verdadeiro chega pra lá no blogueiro Ezequias Martins por tentar atribuir a ele o desgaste dos últimos governos, incluindo o atual, comandado pelo prefeito Américo de Sousa (PT).

“Sou vice-prefeito e continuo não tendo qualquer ingerência na atual administração e nem respondo por ela, ao contrário, ajudo como posso e apenas quando sou consultado, disse o comunista, confirmando que não participa das decisões do governo petista como já é do conhecimento de todos.

A seguir a íntegra da nota:

Prezado Blogueiro, Não é de hoje que esse blog usa da liberdade de imprensa para publicar postagens que atacam e vilipendiam a minha honra, por motivos subalternos e que desconheço. Fazendo bom uso do Direito de Resposta que me assiste a Lei, em respeito a verdade do fatos, aos leitores desse blog e diante da postagem Antônio Pires: o exterminador de gestões publicada na última sexta (10), venho expor o que abaixo segue:
1. Não tem base alguma além de ser uma mentira deslavada tentar nos culpabilizar pela rejeição do governo do ex-prefeito Magno Bacelar. Como posso ser culpado pelos erros de um governo se não tinha cargo na gestão e nem usufruía de qualquer interferência na administração? Se cometi algum erro na gestão do ex-prefeito foi o de integrar sua base política e lhe dar sustentação na Câmara, mesmo diante dos inúmeros erros do governo apontados pela população e comprovados pelas urnas em 2008;
2. A ex-prefeita Márcia Bacelar assinou filiação ao PSB e como filiada tinha legitimidade de disputar o cargo de prefeita. Não cabia a mim como presidente municipal, interferir ou tentar tolhê-la de um direito que lhe era assegurado pela legenda que tinha interesse como qualquer partido em ampliar sua representação no processo eleitoral;
3. Estive na base de apoio do governo do ex-prefeito Soliney Silva e sai de cabeça erguida e pela porta da frente. Todos sabiam que eu era pré-candidato a prefeito e no momento que não concordei com a forma como se deu a escolha do candidato, optei por sair e comuniquei isso oficialmente ao ex-prefeito. Tanto que até hoje não temos qualquer problema e sempre que pode, destaca nas redes sociais o respeito comigo e minhas contribuições ao seu governo;
4. Desconheço o que o blogueiro quer dizer como “aproveitou como pôde da gestão ajudou a estragar o desgoverno do companheiro”. Sou vice-prefeito e continuo não tendo qualquer ingerência na atual administração e nem respondo por ela, ao contrário, ajudo como posso e apenas quando sou consultado;
5. Ao contrário de suas afirmações – essas sim maliciosas – a vereadora Liza Pires não é objeto de manobra nem meu e nem de ninguém, nunca foi e nunca será. É uma mulher que detém o mandato dela e responde por ele. Não interfiro no posicionamento político dela e muito menos em suas decisões, pois ela tem responsabilidade com o mandato que lhe foi outorgado pelo povo e sempre foi séria, destemida e corajosa para assumir seus posicionamentos;
Por fim, lamento que o Senhor se utilize desse meio de comunicação para faltar com a verdade e me atacar quase que diariamente de forma gratuita. Esse viés utilizado pelo Senhor para fazer suas matérias é um desserviço que presta aos seus leitores, mas que a partir de agora não ficará sem resposta, pois utilizaremos dos meios legais para contrapor as invencionices e matérias criadas sem fundamento algum.
Antônio Pires

Tô dizendo! Antônio Pires se reúne no Palácio com Adelmo e Márcio Jerry…

Antônio Pires e Liza Pires com Jerry e Adelmo

Acompanhado da esposa e vereadora Liza Pires (PCdoB), o vice-prefeito de Coelho Neto Antônio Pires (PCdoB), foi recebido em audiência ontem (09), pelos secretários Adelmo Soares (Agricultura Familiar) e o todo-poderoso Márcio Jerry (Articulação Política).

Conforme relatamos ainda em agosto (relembre AQUI), o vice-prefeito estava cada vez mais próximo do Palácio. Habilidoso, de fino trato e raposa política, Pires tem aproveitado todas as oportunidades para se mostrar como fiel aliado do governador Flávio Dino e essa postura tem agradado.

Pires conta a seu favor a antipatia que o Palácio nutre ao prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), que dias atrás ignorou todas as parcerias que recebeu do Governo do Estado e classificou as ajudas como “tímidas”, fato que não deve ter sido visto com bons olhos pelos comunistas. As vaias ao prefeito durante um evento público constrangendo o deputado federal Zé Carlos (PT) acabou por confirmar seu alto índice de rejeição e sua gestão desastrosa a frente do município.

Pires faz o caminho inverso e embora não saibamos o teor da conversa, não há a menor dúvida que a situação da cidade e as Eleições de 2018 foram assuntos prioritários da pauta. Adelmo é candidato e Márcio Jerry também, ambos pelo PCdoB, mesmo partido de Pires, ou seja, a combinação perfeita numa velha união da fome com a vontade de comer.

Com o respaldo do Palácio, Pires e fortalece e tem tudo para deixar o prefeito isolado com sua rejeição. Sem grupo político e com a base na Câmara toda ouriçada, Américo demonstra que perdeu o controle da condução política do próprio governo.

E Pires assiste de camarote a derrocada de um governo que já nasceu fracassado por natureza. Pense!

Américo e Antônio Pires: racha está cada vez mais evidente…

Antônio Pires e Américo: racha cada vez mais evidente

O clima de racha entre o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) e seu vice Antônio Pires (PSB) é cada vez mais evidente e aguarda apenas alguns pormenores para ser sacramentado.

A grande verdade é que os dois nunca se suportaram. Américo só aceitou Pires como companheiro de chapa por uma determinação do PCdoB e por saber que sem ele perderia a eleição fácil, já que não tinha nome de vice com musculatura política que agregasse votos. Da parte de Pires até que a “boa convivência” teria demorado mais, mas como Américo é um ser intragável, o vice conseguiu aguentar até além do limite.

O espaço de poder do vice-prefeito no governo é praticamente inexistente. A secretaria de Agricultura já não pode mais ser contabilizada como sua cota pois o poder subiu à cabeça do secretário Albertino Veríssimo (o mesmo que andou ameaçando gente) ao ponto dele já se achar auto-suficiente e tentar peitar quem lhe estendeu a mão. Esqueceu que jabuti trepado ou é enchente ou mão de gente e no seu caso específico não teria chegado a lugar algum sem uma mão generosa para lhe colocar onde está hoje.

A secretaria de Juventude que também ficaria na cota vice-prefeito sequer foi criada. O espaço de poder do comunista hoje estaria reduzido a alguns poucos penduricalhos desproporcional ao seu tamanho, a importância do seu partido e ao papel que desempenhou durante a campanha eleitoral.

A vereadora Liza Pires (PCdoB), também não anda satisfeita com o governo e segundo fontes do blog foi a primeira a dizer que votaria contra o polêmico projeto que reduzia salário dos servidores. Não só disse como realmente votou contra o governo. Os filhos do vice-prefeito também tem se posicionado nas redes sociais em tom muito independente: primeiro foi Gabriel Oliveira e ontem (09) foi a vez de Janielle Oliveira fazer questão de deixar seu recado em algumas linhas que por si só são bastante explicativas. Pires deixou de ser visto nos eventos oficiais já há algum tempo e no aniversário da cidade também não apareceu.

Se romper com Américo, o vice-prefeito não perderá nada, ao contrário, ganhará muito mais respaldo junto à população por esse ato de coragem, além assumir naturalmente a condição de expoente importante na política local, cuja envergadura e tamanho dependerá apenas dele.

Como o Palácio dos Leões também não suporta Américo, caberia a Antônio Pires ocupar essa lacuna, pois Flávio Dino em sã consciência jamais dividiria o mesmo palanque com o petista com o risco de levar vaias e perder votos, pois é esse o destino de quem ousar se encostar na “cerca velha”.

A demissão de pessoas ligadas ao vice-prefeito feita por Américo esta semana pode ser a pá de cal que faltava para que o racha se cconfirme. Sabendo que não tem mais como segurar essa corda que já esticou o máximo que deveria, Antônio Pires que de besta não tem nada, já começou a se movimentar.

Mas essa é uma outra história…

Antônio Pires cada vez mais próximo do Palácio…

O blog ontem (22) fez um registro da inaptidão política do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) que o mantém isolado do convívio das lideranças políticas, dentre as quais o deputado federal Zé Carlos (PT) cuja aliança se dá bem longe do município.

Nesta quarta (23), o colega blogueiro Wando Galvão fez uma postagem bastante cirúrgica sobre o vice-prefeito Antônio Pires, da qual também queríamos fazer referência.

Pires entrou no PCdoB por intermédio do todo-poderoso secretário de Articulação Política Márcio Jerry e a partir dai passou a tentar proximidade com os correligionários.

Para conseguir seu intento, o vice-prefeito de Coelho Neto adotou a lógica do “quem não é visto não é lembrado” e passou a marcar território em todas as ações do governo na região e até em audiências individuais no Palácio.

Em sua essência, Pires consegue ser o oposto literal do perfil do prefeito: é atencioso, diplomático e conhecido pela arte de dialogar, até mesmo com seus adversários e isso lhe garante uma posição bastante favorável em qualquer comparação e cenário.

Todas essas pontes que vem sendo criadas pelo vice-prefeito poderá lhe render bons frutos futuramente.

Flávio Dino é atencioso e valoriza gestos.

E nesse quesito sem dúvida alguma Antônio Pires está em alta.

Queiram ou não.

Vice-prefeito de Coelho Neto repudia má prestação de serviço do Banco do Brasil…

O vice-prefeito de Coelho Neto Antônio Pires utilizou sua rede social neste sábado (15), para mais uma vez denunciar a falta de respeito do Banco do Brasil com os clientes do município. É que já virou moda por parte da instituição bancária deixar os caixas eletrônicos fechados, impedindo as pessoas de fazerem movimentaçã nas suas contas.

“Mais uma vez os trabalhadores vão ter que se deslocarem para outros municípios para receberem seus pagamentos, pois o Banco do Brasil do município de Coelho Neto se encontra com seus caixas eletrônicos fechado aos finais de semana, um verdadeiro desrespeito para com seus clientes negando aos mesmo, serviços básicos de atendimentos”, disse ele.

Pires esteve recentemente na Câmara de Vereadores sugerindo que uma audiência pública pudesse sr realizada para tratar do assunto com a sociedade. Situação realmente lamentável, já que o banco prefere sacrificar os clientes do que investir em segurança, ou seja, sembre olhando pro póprio umbigo e dando de ombros para quem sustenta os bancos das mais abusivas taxas de toda ordem.

Antônio Pires prestigia entrega de alimentos do PNAE em Coelho Neto

O vice-prefeito de Coelho Neto Antônio Pires prestigiou ontem (04), a entrega de alimentos que integrarão o cardápio da merenda escolar através do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE.

Na sede do Sindicato dos trabalhadores e Trabalhadoras Rurais – STTR, houve uma reunião para discutir a participação do município no Programa de Aquisição de Alimentos – PAA, que já foi contemplado com R$ 100 mil reais nessa primeira etapa para serem entregues em produtos.

Na reunião foi discutido ainda o cadastro das famílias que irão vender e as entidades que estarão aptas a receber os produtos. Ao final o vice-prefeito destacou  a parceria estabelecida entre Governo do Estado através da Secretaria de Agricultura Familiar, Prefeitura e STTR.

Antônio Pires prestigia agenda do Governo do Estado na região…

O vice-prefeito Antônio Pires (PCdoB) tem mostrado sua fidelidade de aliado e foi presença marcante nos eventos do Governo do Estado na região no último final de semana.

No sábado (24), ele participou da solenidade de entrega de uma das unidades do programa Escola Digna, com a presença do governador Flávio Dino.

No domingo (25), foi a vez de prestigiar o ato de entrega de uma patrulha mecanizada em Duque Bacelar, com a presença dos secretários estaduais Márcio Jerry (Articulação Política e Comunicação) e Adelmo Soares (Agricultura Familiar).

Antônio Pires tem dado demonstrações cada vez mais claras de proximidade com o Palácio dos Leões.

E faz valer a máxima do “quem não é visto, não é lembrado”.

Simples assim!

Antônio Pires prestigia campeonato esportivo na zona rural…

O vice-prefeito de Coelho Neto Antônio Pires (PCdoB), prestigiou neste sábado (13), participou da abertura de mais um campeonato na zona rural.

A Copinha Rural realizada no espaço Lagoão no povoado Lagoa dos Cavalos, completa sua oitava edição mobilizando dezenas de participantes.

“Apoiamos ações como essa porque somos um entusiasta do esporte de nossa cidade, tanto na sede quanto na zona rural. É bom ver não apenas a força de vontade dos atletas, mas sobretudo o apoio da comunidade”, declarou Pires.

Ele participou da atividade acompanhado da vereadora Liza Pires (PCdoB), que também é uma das apoiadoras do evento.

Antônio Pires participa de evento do PCdoB em São Luís

O vice-prefeito de Coelho Neto Antônio Pires, participou do Encontro de Prefeitos e Vice-Prefeitos do PCdoB realizado ontem (11), em São Luís. Na pauta foram discutidos diversos assuntos dentre os quais as ações do Governo do Estado e as parcerias desenvolvidas com os municípios.

Antônio Pires ladeado pelo Presidente do PCdoB Márcio Jerry, a vereadora Liza Pires e a deputada Ana do Gás

“É um momento de diálogo importante que nos aproxima ainda mais do partido e nos dar oportunidade de reforçar a parceria com a gestão do nosso governador Flávio Dino, que tem se preocupado em melhorar os indicadores sociais do nosso Estado”, destacou Pires.

Antônio Pires com Jorge Oliveira, Liza Pires e Francisco Duduzinho

Ele participou do evento acompanhado da esposa e vereadora Liza Pires, do Articulador Político do Estado na região Leste Francisco Duduzinho e do prefeito de Duque Bacelar Jorge Oliveira.  Estiveram presentes diversos nomes da cúpula do partido, dentre os quais o Presidente Estadual Márcio Jerry.

Visita

Aproveitando a estada na capital, o vice-prefeito acompanhado da vereadora Liza Pires (PCdoB), foi recebido em audiência no Palácio dos Leões pela secretária do governador Joslene Rodrigues.

Na pauta além de agradecer pessoalmente pela parceria que o governador Flávio Dino tem feito com Coelho Neto, o vice-prefeito aproveitou para discutir pleitos de interesse do município. “Felizmente nossa cidade tem sido beneficiada com a parceria estabelecida entre o governador e o prefeito Américo, parceria essa que vem apresentando resultados bastante positivos”, avalio o vice-prefeito.