Blog acertou de novo! Américo demite parte da cúpula de Caxias que atuava na Prefeitura…

Américo teria soltado os cachorros ao perceber traquinagens da sua cúpula “de confiança”

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), confirmou as demissões da alta cúpula da equipe técnica do seu governo, na sua maioria advindos de Caxias, conforme notícia em primeira mão dada por esse blog no último sábado (relembre AQUI).

Entraram na degola nomes de diversos setores. As exonerações dos secretários Walkmar Brito (Gabinete) e Albertino Veríssimo (Agricultura) que chegou-se a ventilar não chegaram a ser confirmadas.

Segundo informações a que o blog teve acesso, o prefeito teria descoberto que tinha “neguin” fazendo peripécias e por conta disso mandou demitir todos de uma vez.

A “dominação” dos servidores importados da vizinha cidade foi motivo de desgaste do prefeito logo no início do governo. Ao tentar se explicar, Américo se justificava dizendo que a equipe teria que ser pessoas de sua confiança e pouco tempo depois constata que nem eram de tanta confiança assim.

E o blog acerta de novo.

Para alegria de uns e frustração de outros. Simples assim!

Alteração do post às 13h:10 – Em contato com o blog, uma das citadas pediu que tivesse o nome retirado da postagem pois o teor acaba sugerindo algo contra sua conduta moral e profissional. decidimos portanto retirar o nome de todos os envolvidos em decorrência das informações que tivemos não se sustentar documentalmente sobre o ato de seus integrantes. 

Américo e o retrato de abandono da cultura de Coelho Neto…

Quem acompanhou a mídia governista anunciando uma reunião da secretária de Indústria e Comércio Cristiane Bacelar com representantes culturais de Coelho Neto no mês passado até pensa que o governo liderado pelo prefeito Américo de Sousa (PT) tem algum apreço pela cultura. Tudo balela!

No discurso e nestas reuniões infindáveis que não tem qualquer resultado efetivo pode até ser, mas na prática a cultura da cidade anda longe de ter alguma prioridade do atual governo.

A Secretaria Adjunta de Cultura ou Fundação Municipal de Cultura (ninguém sabe qual dos dois órgãos realmente é quem cuida da cultura atualmente) sequer tem uma sede. O desrespeito é tamanha que o secretário adjunto Adilson Torres está jogado com seus colaboradores em número reduzidíssimo na sede da Biblioteca.

Sede da Biblioteca Municipal abriga o órgão da cultura e um depósito no mesmo espaço: situação total de abandono

Isso mesmo, a biblioteca que deveria ser apenas um lugar de pesquisa passou a ser sede do órgão gestor de cultura e ainda serve de depósito. Diversos instrumentos musicais que deveria está sendo utilizado na formação de crianças, adolescentes e jovens estão abandonados e amontoados num canto.

Instrumentos em total desuso

A última apresentação da banda municipal se deu durante a posse do agora prefeito e de lá para cá não se sabe de qualquer ação deste projeto, que em outras administrações era a menina dos olhos durante as apresentações.

Programas culturais foram totalmente desativados pelo governo petista

Para que reuniões se o órgão gestor de cultura não tem o mínimo sequer para funcionar? É lamentável que após um ano o governo “da economia de boca” ainda esteja tão perdido ao ponto de abandonar setores importantes da administração pública.

Pense num governo desastroso em todos os setores.

E ainda acham ruim quando são chamados de incompetentes…

Fotos: Ronaldo Lopes (Ronaldão)

Dança das cadeiras: Américo bate na mesa e cabeças rolam na Prefeitura…

Albertino Veríssimo: fortes rumores de que deixou de ser o titular da Agricultura

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) está virado no diabo desde a manhã de ontem (08) e deixou muita gente na água de açúcar.

Ele convocou uma reunião de emergência e teria demitido uma parte boa da turma de Caxias que integrava os setores de licitação e jurídico do governo.

Segundo fontes do blog, o prefeito teria descoberto “neguin” fazendo “peripérsias” e resolveu eliminar o mal pela raiz. Após a atitude radical do petista, o chefe de gabinete Walkmar Neto também teria entregado o cargo, fato ainda não confirmado.

Na manhã deste sábado (09), outro que teria ido para a guilhotina foi o titular da secretaria de Agricultura Albertino Veríssimo, atitude elogiável se confirmada.

Com a saída de Albertino, o prefeito pode promover uma pequena dança das cadeiras para aproveitar os “aliados novos” que estão chegando para compor o governo.

Mas essa é uma outra história….

Américo deve se reunir com Weverton Rocha…

Weverton Rocha: de olho nos votos de Coelho Neto

O prefeito Américo de Sousa (PT), deve receber neste sábado (17), o deputado federal e pré-candidato a senador Weverton Rocha (PDT).

Rocha estará na vizinha cidade de Timon para lançar sua pré-candidatura na região e segundo apurou o blog, cumprirá agenda em  Coelho Neto a convite do suplente de deputado estadual Rafael Leitoa (PDT), que se esforça para incluir o petista no círculo político do Estado, no qual ele não tem qualquer trânsito.

A reunião deve ser a portas fechadas, pois se fosse um evento público o risco de serem vaiados era iminente, diante da rejeição do mandatário tupiniquim.

Américo não tem qualquer vínculo político com nenhum dos senadores maranhenses atualmente. Lobão e João Alberto são aliados do ex-prefeito Soliney Silva e Roberto Rocha o detesta de corpo, alma e espírito.

Ainda conforme apurou o blog, após o encontro com o petista Rocha deverá ser recebido na casa do empresário William W3, com o deputado Marcos Caldas e integrantes do G6.

Américo manda aditivar contrato com empresa da reforma das escolas para mais 6 meses…

Prefeito Américo: não acerta nem as projeções feita por ele mesmo

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa mandou a Secretaria de Educação aditivar o contrato com a Construtora H N LTDA – EPP para mais seis meses.

A empresa é a ganhadora da licitação das 05 (cinco) escolas prometidas por Américo para serem entregue reformadas ainda esse ano pela bagatela de R$ R$ 1.475.396,91 (Um milhão, quatrocentos e setenta e cinco mil, trezentos e noventa e seis reais e noventa e um centavos).

Prestes a conclusão do primeiro ano de mandato, Américo só conseguirá entregar duas das cinco que prometeu. A empresa H N Ltda é uma das empresas que tem faturado alto no governo petista. Além da reforma das escolas é também a responsável pelo aluguel de máquinas pesadas no valor de R$ 1.510,169,00 (Um milhão, quinhentos e dez mil, cento e sessenta e nove reais), totalizando quase R$ 3 milhões nos dois contratos.

Vamos ver se dessa vez a reforma das escolas cumprem o prazo, porque reformar duas escolas em um ano quando o próprio prefeito disse que esse tempo seria de apenas três meses mostra o quanto esse governo é perdido.

Abaixo a integra do aditivo:

EXTRATO DO 1º TERMO ADITIVO AO CONTRATO N.º 001 DA CONCORRÊNCIA Nº 001/2017. CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE COELHO NETO-MA, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, CNPJ sob o nº 13.734.158/0001-37. CONTRATADA: CONSTRUTORA H N LTDA-EPP, CNPJ sob o nº 02.092.012/0001-19. Fundamento Legal: Lei n° 8.666/93. OBJETO: Prorrogação de vigência do Contrato firmado entre as partes em 15/05/2017 nos termos previstos nas cláusulas contratuais. DATA DA ASSINATURA DO TERMO ADITIVO: 13/11/2017. VIGÊNCIA: 06 meses. SIGNATÁRIOS: pela Contratante: Williane Silva Caldas e Silva CPF Nº 940.871.133-53 e pela Contratada: Eduardo Pedro Costa de Oliveira CPF Nº 039.619.483-48. Coelho Neto (MA), 14 de novembro de 2017. PUBLIQUE-SE.

Américo e Antônio Pires: racha está cada vez mais evidente…

Antônio Pires e Américo: racha cada vez mais evidente

O clima de racha entre o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) e seu vice Antônio Pires (PSB) é cada vez mais evidente e aguarda apenas alguns pormenores para ser sacramentado.

A grande verdade é que os dois nunca se suportaram. Américo só aceitou Pires como companheiro de chapa por uma determinação do PCdoB e por saber que sem ele perderia a eleição fácil, já que não tinha nome de vice com musculatura política que agregasse votos. Da parte de Pires até que a “boa convivência” teria demorado mais, mas como Américo é um ser intragável, o vice conseguiu aguentar até além do limite.

O espaço de poder do vice-prefeito no governo é praticamente inexistente. A secretaria de Agricultura já não pode mais ser contabilizada como sua cota pois o poder subiu à cabeça do secretário Albertino Veríssimo (o mesmo que andou ameaçando gente) ao ponto dele já se achar auto-suficiente e tentar peitar quem lhe estendeu a mão. Esqueceu que jabuti trepado ou é enchente ou mão de gente e no seu caso específico não teria chegado a lugar algum sem uma mão generosa para lhe colocar onde está hoje.

A secretaria de Juventude que também ficaria na cota vice-prefeito sequer foi criada. O espaço de poder do comunista hoje estaria reduzido a alguns poucos penduricalhos desproporcional ao seu tamanho, a importância do seu partido e ao papel que desempenhou durante a campanha eleitoral.

A vereadora Liza Pires (PCdoB), também não anda satisfeita com o governo e segundo fontes do blog foi a primeira a dizer que votaria contra o polêmico projeto que reduzia salário dos servidores. Não só disse como realmente votou contra o governo. Os filhos do vice-prefeito também tem se posicionado nas redes sociais em tom muito independente: primeiro foi Gabriel Oliveira e ontem (09) foi a vez de Janielle Oliveira fazer questão de deixar seu recado em algumas linhas que por si só são bastante explicativas. Pires deixou de ser visto nos eventos oficiais já há algum tempo e no aniversário da cidade também não apareceu.

Se romper com Américo, o vice-prefeito não perderá nada, ao contrário, ganhará muito mais respaldo junto à população por esse ato de coragem, além assumir naturalmente a condição de expoente importante na política local, cuja envergadura e tamanho dependerá apenas dele.

Como o Palácio dos Leões também não suporta Américo, caberia a Antônio Pires ocupar essa lacuna, pois Flávio Dino em sã consciência jamais dividiria o mesmo palanque com o petista com o risco de levar vaias e perder votos, pois é esse o destino de quem ousar se encostar na “cerca velha”.

A demissão de pessoas ligadas ao vice-prefeito feita por Américo esta semana pode ser a pá de cal que faltava para que o racha se cconfirme. Sabendo que não tem mais como segurar essa corda que já esticou o máximo que deveria, Antônio Pires que de besta não tem nada, já começou a se movimentar.

Mas essa é uma outra história…

Mico do ano: Prefeito de Coelho Neto discursa sob vaias no aniversário da cidade…

Prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa e o deputado federal Zé Carlos: saudação sem aplausos e muita vaia

Não é de hoje que destacamos a gigantesca rejeição do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) em menos de 10 (dez) meses que comanda o município. Sem medo de errar é a administração mais nefasta e o pior prefeito em 124 anos de emancipação política do município.

Sem qualquer vergonha na cara, o prefeito chegou a dizer em seu programa de rádio que não teria R$ 150 mil para pagar uma banda no aniversário da cidade comemorado ontem (31) e de última hora optou por uma programação alternativa com sorteio de brindes, na sua maioria itens baratos apenas para fazer volume.

Quando o Corredor da Folia começou a se encher, partidários do prefeito comemoravam nas redes sociais, achando que a presença maciça da população representava aprovação ao governo. Mas o melhor estava por vir.

Quando teve seu nome anunciado para fazer uso da palavra ao lado do deputado federal Zé Carlos (PT), o prefeito foi saudado por populares com estrondosas vaias. Encabulado e sem graça com a manifestação popular, o prefeito se perdeu em meio ao discurso e tratou de terminá-lo antes do previsto. Zé Carlos que só havia comparecido na cidade no período eleitoral estava sedento pelo microfone, mas preferiu evitar falar após perceber a reação negativa do povo.

Fontes do blog dão conta de que o prefeito havia sido advertido que o clima não era para discursos, mas teimoso como é e não enxergando sua rejeição que é visível nos quatro cantos da cidade, preferiu arriscar e o resultado foi vexatório.

Não se tem notícia na história recente de Coelho Neto que um prefeito em dez meses de mandato tenha tanta rejeição quanto o petista e não há nos registros nenhuma reação popular desta proporção contra um prefeito desde que os grandes eventos passaram a ser realizados no Corredor da Folia.

Após as vaias parece que o prefeito de Coelho Neto caiu a ficha e acordou para a gravidade da sua situação. Nem a tentativa de aumentar o tom do discurso para diminuir o vexame funcionou. Após o mico do ano os poucos defensores do prefeito na rede social sumiram e passaram a mandar recados em tom nada amigáveis.

Para celebrar o vexame, o prefeito se reuniu na casa de uma auxiliar para um jantar com 04 (quatro) gatos pingados e o clima era de velório, segundo nos informou fonte do blog que esteve no local.

Américo de Sousa só está colhendo o que plantou. Além da rejeição popular, desfruta ainda de grande desprestígio político.

Mas essa é uma outra história…

Prefeito diz que os filhos moram de favor, porque ainda não teve condição de comprar uma casa…

Américo: não tem condição de pagar uma casa, mas anda de SW4.

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) fez ontem (29), mais uma revelação que entra no seu rol de coisas estapafúrdias que um político pode dizer para tentar se parecer um pobre coitado.

Para se defender dos boatos de que teria comprado um apartamento de R$ 1.300.000,00 (um milhão e trezentos reais), o petista disse que não gosta de apartamento e que os filhos dele que estudam em Teresina-PI moram de favor na casa de um amigo. Foi mais além: disse que deverão continuar lá até que ele tenha condições de comprar uma casa a situação deve permanecer como está. A história seria cômica se não fosse trágica.

São inúmeros os casos de jovens de Coelho Neto que estudam em Teresina-PI, muitos com poder aquisitivo bem inferior ao padrão de vida de Américo antes mesmo de ser prefeito, mas que garantem os filhos morando em casas e apartamentos alugados, ou dividindo a despesa com amigos.

Se percebe o tanto que Coelho Neto é má administrada quando o prefeito vai para uma rádio tentar se vitimizar dizendo que os filhos moram de favor por ele não ter condições de comprar uma casa, mas que desfila na cidade de SW4. Contraditório não?

Se achou que alguém ficaria com pena se enganou, pois mais uma vez mostrou que da mesma forma que faz no governo, faz em casa.

Chora sem necessidade e de barriga cheia…

Milhões desaparecem e prefeito de Coelho Neto diz não ter como pagar banda no aniversário da cidade

Américo: milhões somem e prefeito promove corte em tudo

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), desde que assumiu o mandato não para de provar do próprio veneno.

Acostumado a suar o rádio para dizer que a cidade recebia milhões e que os ex-prefeitos não faziam as coisas porque não queriam ou por incompetência, hoje ele se ver obrigado a usar o mesmo microfone para dizer que a cidade não tem dinheiro para bancar uma banda no aniversário da cidade.

Em entrevista concedida em seu programa de rádio neste sábado (28), o prefeito disse que não tinha como pagar banda e por isso o aniversário da cidade teria apenas uma programação alternativa, com sorteio de prêmios no Corredor da Folia.

Mesmo já tendo recebido mais de R$ 60 milhões desde que assumiu o governo, o prefeito não tem a menor vergonha de ir pra rádio dizer que não tem R$ 150 mil (cento e cinquenta mil reais) para pagar uma banda.

É muita falta de óleo de peróba!

Durma com uma dessas…

Operação tartaruga: Das 05 escolas com promessa de reforma para esse ano, Américo só deve entregar 02…

A Prefeitura de Coelho Neto danou-se a disparar releases nos blogs aliados ontem (24), sobre reforma de escolas para tentar criar uma matéria positiva em favor do governo, mas nem com isso consegue. Esse é um governo desastre em tudo: no que promete e não cumpre, mas principalmente no que vende e não entrega.

Pois bem, durante o Encontro Pedagógico com professores no início do ano letivo, o prefeito Américo de Sousa (PT) prometeu a reforma de cinco escolas, com três iniciando de imediato (José Silva, Leozinho Sabido e José Barreto) e as outras duas (Sarney e Benedito) para o lote subsequente, todas com previsão de três meses de duração.

“O prefeito anunciou que o ano letivo de 2017 irá iniciar com a reforma de 3 escolas, as escolas Leãozinho Sabido, José Silva, e José Sarney. Sobre a Escola Leãozinho Sabido, ele detalhou que algumas modificações, mais profundas, serão realizadas. A escola passará a contar com cantina e refeitório, disporá também com um sistema de vídeo monitoramento, e todas as salas de aula serão climatizadas”, relatou o blog. De acordo com o prefeito na época, as reformas durariam três meses e o governo terminaria o ano com cinco escolas reformadas.

Reforma no Leozinho Sabido anda longe de está na reta final

”Para isso serão alugados prédios na cidade, onde essas escolas funcionarão provisoriamente até a conclusão das obras, que tem previsão de duraram 3 meses. Mas as reformas não pararão apenas nessas 3 escolas, serão licitados nesse primeiro lote cinco escolas. Três iniciarão suas reformas de imediato, respeitando os prazos e o processo legal de licitação, após essas 3 primeiras escolas, que já foram citadas acima, serão reformadas as escolas José Sarney, e a Escola Benedito Duarte, tudo isso para esse ano”, dizia a matéria.

Passado dez meses o que se vê um prefeito perdido no marasmo do próprio governo e enganado pela própria língua. As reformas NÃO se concluíram em três meses (já passaram mais de 6 meses e até agora nada), as outras três escolas não se tem previsão para a entrega e o governo chegará ao final do ano e NÃO entregará as cinco escolas prometidas pelo prefeito.

Se para reformar duas escolas o prefeito ultrapassa seis meses, imagina se conseguisse na justiça o Hospital Ivan Ruy quanto tempo não demoraria?

Pense num governo devagar, digno de uma operação tartaruga…