Prefeito de Coelho Neto encarna a versão bem me quer e mal me quer

Com medo da taca nas urnas, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), resolveu encarnar o personagem “bonzinho” durante a semana da eleição.

Desesperado para garantir votos para os seus candidatos, o prefeito esqueceu da crise que tanto fala e anunciou o cantor Mano Walter para a festa do aniversário da cidade. Exatamente, não tem dinheiro para pagar o terço de férias por exemplo mas tem para garantir um cantor “global” como ele mesmo fez questão de fobar durante entrevista.

Depois de tanto apelo dos servidores, ele decidiu anunciar justamente nesta quarta (03), a liberação dos consignados para quem sabe assim tentar minimizar sua rejeição entre a classe.

Enquanto tenta ser bonzinho de um lado, o arrocho nos contratados continua confirmando a outra faceta. De acordo com denuncia recebida pelo blog agora pouco, os contratados teriam sido convocados a repassar o número da seção para saber se realmente os votos dos candidatos do prefeito haviam sido computados. O blog já havia noticiado a reunião convocada por diretores de escola na residência da secretária de Governo Cristiane Bacelar.

Américo parece desesperado e tenta a todo custo encarnar o “perfil bonzinho”, coisa que há um ano e dez meses ele nunca foi.

E hoje teme que as urnas sejam um reflexo disso….

O prefeito de Coelho Neto e a falta de um espelho em casa…

Desesperado com a ânsia de conseguir votos para seus candidatos, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) e mira  na oposição tentando atacar a todo custo como tem feito nos últimos dias.

Nesta terça (02), seu principal escriba da blogosfera usou de uma postagem para fazer cobranças quanto os votos da oposição e seus candidatos. Mas ora e veja como dizia minha avó. Quem é Américo mesmo para apontar seu dedo sujo e opinar sobre os candidatos alheios? Logo ele?

O petista que acaba de deixar seu principal aliado Zé Carlos (PT) na mão por conta de dinheiro segundo confirmou o próprio deputado tem moral mesmo para está cobrando se a oposição vota em candidato A ou B?.

Para deputado estadual apesar de no microfone dizer que Rafael Leitoa (PDT), é o melhor, o petista liberou outra ala de seus aliados para votar em Luiz Henrique (PT).

No meio de sua base aliada tem vereador que não vota nem no seu estadual e muito menos no seu federal e Américo que quer dar pitaco nos candidatos da oposição?

É a pessoa não se enxergar mesmo não…

Ao falar sobre educação, prefeito de Coelho Neto ignora IDEB e promessas de campanha para o setor…

Williane e Américo silenciaram sobre o que deveriam ter falado: dupla desastrosa

 

 

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), esteve nesta terça (25), no segundo dia de entrevistas para falar sobre a educação.

Acompanhado da secretária de Educação Williane Caldas, o petista gastou metade desse tempo com a velha lenga-lenga de atacar o vice-prefeito Antônio Pires (que ele escolheu para ser seu companheiro de chapa) e se mostrou novamente incomodado com seus adversários.

Sobre educação mesmo ele falou quase pouco. Américo não falou por exemplo da tesoura que ele e sua secretária de educação tem usado para cortar salários dos contratados e não disse quando o contratado vai receber igual o concursado como ele exigia dos governos anteriores. Também não falaram do caos a que está exposto a garagem da educação, que funciona em condições precárias.

Sobre os dados do Índice de Desenvolvimento de Educação – IDEB, tanto ele como a secretária de Educação nunca se manifestaram sobre nada. O silêncio sobre os números talvez seja porque não dá para culpar o governo anterior, porque se assim o fizer, jogará nas costas da atual secretária de educação e sua equipe a responsabilidade pelos números, afinal eram elas que estavam nas salas.

Américo também não deu uma palavra sobre suas promessas de campanha. Não falou sobre eleição para diretor quando estava no Sintasp, não falou quando vai começar a doar os uniformes e os materiais escolares e nem disse nada quando vai desmembrar a Cultura da Educação como havia prometido.

No mais, a piada da entrevista ficou quando o prefeito disse que seu governo não persegue ninguém e quando disse que a população havia eleito um prefeito liso.

Só faltou dar a receita de como é que um liso anda de Hillux….

A rejeição do prefeito de Coelho Neto que atinge a Flávio Dino…

Américo sempre por fora: inabilidoso, rancoroso, perseguidor e impopular

 

 

O governador Flávio Dino (PCdoB), está às vésperas da eleição e não pode a essa altura do campeonato se submeter aos caprichos do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT). Na prática o petista se acha dono do comunista, mas no frigir dos ovos a rejeição do primeiro respinga diretamente no segundo.

Flávio acaba de descarregar quase 20 km de asfalto, mas ainda assim vê sua aceitação ameaçada pela inabilidade política de seu aliado… e o que é pior ele sabe disso. É bem verdade que é do conhecimento público que Flávio aceita Américo goela a baixo. Nos bastidores do poder o que se sabe é que Américo é visto como antipático, sem traquejo e que se acha o mais merecido de todos.

Por algumas vezes, Américo quis esticar a corda com o governador, quando por exemplo chegou a declarar numa rádio que as ajudas que vinham recebendo do Governo do Estado eram tímidas, quando na verdade era o contrário. Tiremos as intervenções do Estado no governo Américo nesses um ano e nove meses e veja se sobra alguma coisa. Nada, porque os milhões que ele recebeu tanta justifica tamanha apatia administrativa.

Roseana quando governadora conseguia dar atenção a todos os grupos políticos em troca de apoio. Hoje, o governador se vê tolhido disso para atender garantir o apoio de um prefeito antipático e impopular. Até o evento político de seus candidatos foi feito em lugar fechado, porque Américo não tem coragem de encarar o povo. Desde que foi eleito se mantém escondido no gabinete e observa a cidade atrás dos vidros de sua Hillux.

O prefeito de Coelho Neto é tão desastroso, que após a posse nunca teve a capacidade de ampliar seu grupo político. Não foi por falta de tentativa. É que ninguém acredita que um governo errado desde o início, consiga acertar um dia, porque tem sob seu comando alguém incompetente em todos os níveis.

Tanto administrativamente, quanto políticamente.

É simples assim…

Imprensa estadual repercute “golpe” do prefeito de Coelho Neto no deputado Zé Carlos

Parte da imprensa estadual do Maranhão repercutiu o golpe dado pelo prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), no deputado federal Zé Carlos (PT), o abandonando praticamente as vésperas da eleição.

A revelação de Zé Carlos de que os motivos seriam financeiros deixaram o episódio ainda mais lamentável, considerando que o próprio deputado admitiu haver liberado para o município cerca de R$ 3 milhões em emendas em um ano e meio.

O golpe dado pelo prefeito de Coelho Neto é tão grave, que o PT no Maranhão corre sério risco de ficar sem um representante na Câmara dos Deputados, já que a sigla marchará para a eleição sem coligação com nenhum partido.

Américo achou que fosse dar sua versão da história e que isso ficaria por isso mesmo, mas Zé Carlos foi duro na sua resposta.

E mostrou a verdadeira faceta do prefeito de Coelho Neto que constrangido, foi incapaz sequer de contestar o que fora dito pelo agora ex-correligionário.

Papel e postura indigna para todo o Maranhão assistir…

Imagem do dia: A rã e o escorpião…

Deputado Zé Carlos: mais uma vítima da ingratidão do prefeito de Coelho Neto

O deputado federal Zé Carlos (PT) é a mais nova vítima do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT). Em seu histórico político, é grande a lista de aliados deixados pelo meio do caminho e vítimas da sua ingratidão.

O episódio nos faz lembrar à velha fábula de Esopo, que provavelmente você já conhece: um escorpião precisava atravessar o lago, mas não sabia nadar. Pediu então ajuda a uma rã, que por ali estava. E a resposta foi imediata:

– Tá pensando que eu sou trouxa! Você vai me picar! E o escorpião diz: – Ora essa! Se eu te picar nós dois morremos! Fique tranquila. A rã, convencida pelo argumento, concordou. O escorpião subiu em suas costas e lá foram os dois, deslizando suavemente pela superfície da água. Na metade do rio a rã sente a picada! – Ai!

E enquanto começa a sucumbir envenenada, pergunta ao escorpião: – Cara! Por que você me picou? Agora nós dois vamos morrer! E o escorpião responde: – Não pude fazer nada… essa é minha natureza.

Tal como na história, não há como estranhar a ingratidão e maldade de Américo contra Zé Carlos porque é da natureza dele.

Simples assim…

Foto: João Osório

Crise teria causado rompimento entre o prefeito de Coelho Neto e o deputado Zé Carlos

A crise está formada na campanha de Flávio Dino, o prefeito Américo de Sousa do municipio de Coelho Neto deu um Zignal no deputado Zé Carlos (PT), anunciando o rompimento da parceria eleitoral, emitindo um comunicado anunciando o fim da parceria, veja :

Comunico a todos que a partir desta data encerramos nossa parceria política com o deputado federal Zé Carlos em Coelho Neto. Lamento por ter que tomar a mencionada decisão, mas foi necessária. Em 2014 contribuímos decisivamente na eleição do Zé Carlos, porém, não teremos condições de seguir com o mesmo apoio por motivos meramente políticos que não cabem ser detalhados. Desejo toda sorte ao Zé em sua jornada política. Informo que da minha parte não haverá mais nenhum tipo de manifestacao sobre o assunto.

E por sua vez  o deputado  Federal Zé Carlos (PT), também emitiu nota sobre o assunto:

NOTA DO DEPUTADO ZÉ CARLOS:

Com relação à postagem feita neste grupo pelo companheiro Américo (prefeito de Coelho Neto), por meio da qual o referido companheiro anuncia o encerramento da parceria e apoio ao nosso mandato de deputado federal, sinto-me na obrigação de explicar o que segue:

  1. O companheiro Américo justifica o rompimento por “motivos meramente políticos”. Não vejo razão para tal justificativa, uma vez que sempre procurei ajudar a administração municipal de Coelho Neto, principalmente por meio de emendas orçamentárias. Coelho Neto, aliás, está entre os três municípios para os quais mais destinei recursos de emendas individuais, mais precisamente R$ 3.060.000,00. Destinei ainda um ônibus escolar (com recursos da União) e propus uma patrol e emenda na área da cultura, que ele declinou;
  2. Em recente reunião que tive com o vereador Osmar (PT de Coelho Neto) e com o Dr. Walkmar Neto (advogado da prefeitura de Coelho Neto), foi-me proposto, em nome do próprio companheiro Américo, que eu aportasse – para minha campanha no referido município – um valor que comprometeria bem mais da metade do total do Fundo Público destinado à minha campanha, o que prejudicaria os compromissos por mim já assumidos com a imensa base que tenho no Maranhão.
  3. Assim sendo, o verdadeiro motivo para o anunciado rompimento não foi “político”, só podendo ter sido financeiro.
  4. Contudo, também desejo ao companheiro Américo toda sorte em sua jornada política e informo que, embora eu não possa contar com o voto e o apoio do Prefeito, continuarei – no meu segundo mandato, e dentro das minhas possibilidades – contribuindo com o município.
  5. Considerando, por fim, a militância orgânica e o perfil ideológico do companheiro Américo, bem como a prioridade do nosso Partido (que é o fortalecimento da bancada federal e estadual), tenho certeza de que o companheiro apoiará a campanha de outro candidato a deputado federal do PT, já que o seu candidato a deputado estadual não é do Partido dos Trabalhadores.

Zé Carlos

Deputado Federal PT/MA

Em tempo: Zé Carlos deixou bem claro que a questão do rompimento por parte do prefeito de Coelho Neto  foi financeira ou “apoio financeiro”, agora o prefeito apóia o deputado Federal Rubens Júnior (PC do B).

E mais : Com isso o deputado Zé Carlos passa a não contar com mais ou menos 10 há  12 mil votos que teria na região e no entorno de Coelho Neto.

 E mais ainda: Não chamem para a mesma mesa o deputado Zé Carlos e o Deputado Rubens Júnior!!!

Do Blog do Felipe Motta

Américo faz reunião de cúpula no Duartão…

Américo: reunião de cúpula

 

Uma parte do QG do governo petista esteve reunido na noite de ontem (21), até altas horas. O local escolhido para o encontro foi a casa do ex-secretário de Obras Chico Vereador.  Você não leu errado, é isso mesmo.

O trânsito nas proximidades do Tempero de Mãe ficou praticamente congestionado, tanto que as pessoas que queriam o acesso ao restaurante se deparou com a via praticamente comprometida.

Foi visto entrando na dita reunião o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), o presidente da Câmara Osmar Aguiar, Walkmar Neto, os secretários Albertino Veríssimo (Agricultura), Milton Mourão (Administração), Franco Filho (Comunicação), Olímpia Delgado (Saúde) e o ex- secretário de Comunicação Carlos Machado.

Não se sabe se na reunião havia salmão ou lagosta no cardápio, mas que a conversa foi boa isso foi. As gargalhadas eram ouvidas de longe e se tinha alguém zangado não parecia, pois saiu todo mundo com cara de paz e amor.

Qual seria o principal assunto da reunião? Alguém arrisca?

Prefeito de Coelho Neto paralisa obra antes mesmo de começar…

 

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), usando de proselitismo político e na tentativa de criar uma boa imagem de sua gestão desatrosa, anunciou com pompa a reforma da praça entre as ruas Vicente Correia Lima e Ditador Coutinho, no centro da cidade.

Para tentar passar a imgem de que o governo trabalha, Américo mandou que o piso e parte das bancadas fossem destruidas para as fotos que segundo a imprensa ligada ao governo teria sua recuperação feita de forma imediata.

Passado quase dois meses da tão propagada reforma, o que se vê é que a obra parou antes mesmo de começar. Como toda ação da despreparada Secretaria de Infraestrutura, o quebra-quebra ficou por isso mesmo e a reforma sem que se saiba quando começa e quando terminará.

Nem a conclusão da galeria feita de última hora por conta do Mais Asfalto fora concluido, inclusive o buraco segue exposto e com risco de acidentes.

Coelho Neto experimenta um governo que não sabe o que é planejamento e que faz pouco caso da cara da população para alimentar uma gestão de propaganda fictícia.

Cuja irresponsabilidade não tem limites…

Américo para atendimento na saúde para deslocar servidores para inauguração

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) entregou nesta segunda (16), o Centro de Apoio à Pessoa com Deficiência. Para garantir público para bater palma para o prefeito, a Secretaria de Saúde simplesmente comprometeu o atendimento em unidades de saúde.

Na Unidade Básica de Saúde – UBS do São Francisco, o jovem Ronaldo Lopes verificou in loco que tudo estava ao Deus dará. Pacientes querendo marcar consulta, gente querendo vacina e os profissionais quase todos deslocados para fazer frente ao chefe.

Pense no senso de irresponsabilidade do atual governo. Confira o vídeo: