Secretaria de Indústria e Comércio: mais um penduricalho do governo Américo…

Secretaria de Indústria e Comércio: mais um penduricalho do governo Américo…

Empolgado para mostrar a que veio, o então prefeito eleito Américo de Sousa anunciou no início do seu mandato, várias secretarias que tinham tudo para apresentar resultados positivos para a população.

No terceiro ano do seu mandato, olha-se para trás e constata-se que nenhuma deu certo. Um dos elefantes brancos da gestão é sem sombra de dúvidas a combalida Secretaria de Indústria e Comércio.

A pasta já nasceu dando errado. Seu primeiro ocupante seria o respeitado empresário Josué Viana, cujo anuncio feito pelo prefeito ganhou rasgados elogios na época. Sem nenhuma satisfação para a sociedade, Américo não cumpriu a nomeação e deixou a então secretária de Saúde Cristiane Bacelar assumindo a função interinamente.

Após esse período ninguém mais assumiu a cadeira e a pasta ficou acéfala, servindo de cabide de emprego para meia dúzia de aliados mais próximos. Resultados práticos para a população: nenhum.

No período das demissões da empresa Itajubara a secretaria não moveu uma palha para absolutamente nada. Após isso o que se ouve é comércios fechando as portas e a secretaria continua inerte, consumindo recurso público e inchando a máquina.

A secretaria de Indústria e Comércio é mais um engodo de um governo “faz de conta” e sem rumo.

E que se junta a secretaria de Cidadania, a Ouvidoria e tantos outros órgãos que nesse governo nunca disseram a que veio…

“Os poderes são independentes, mas devem ser harmônicos”, diz Tourinho após encontro com Américo

“Os poderes são independentes, mas devem ser harmônicos”, diz Tourinho após encontro com Américo

O presidente da Câmara de Coelho Neto Marcos Tourinho (PDT), esteve reunido nesta segunda (18), com o prefeito Américo de Sousa (PT).

Durante a audiência eles conversaram sobre pautas comuns entre os dois poderes e reafirmaram a necessidade de diálogo visando o bem estar da cidade.

“Estivemos hoje mantendo esse diálogo com o prefeito Américo pois entendemos que ele é necessário para que as instituições funcionem dentro da sua normalidade. Como reza a nossa Constituição os poderes são independentes, mas devem ser harmônicos entre si. O diálogo é necessário e indispensável”, disse o presidente.

Ao final, Tourinho agradeceu ao prefeito pela receptividade e por se mostrar disposto a ouvir as demandas do Poder Legislativo.

Da Ascom/Câmara

Saída de secretários obrigará Américo a conduzir reforma administrativa

Prefeito Américo de Sousa: chance única para implementar mudanças

 

 

O pedido de demissão dos secretários Cristiane Bacelar (Governo) e Dodinha (Esporte) deve obrigar o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) a iniciar uma reforma administrativa no seu governo nos próximos dias.

Entrando no seu terceiro ano, o mandatário já consegue contabilizar quem rendeu, quem não rendeu e quem atrapalha a gestão, motivo que será considerado como o fiel da balança para justificar as trocas.

Não há mais tempo. Se não der uma nova roupagem e fazer o governo andar agora, o petista sabe que poderá comprometer por completo sua chegada no ano da sua reeleição.

A saída de Cristiane e Dodinha tem peso: a primeira foi figura de proa da eleição e o segundo é aliado histórico de primeira hora. A primeira teria saído por questões pessoais e o segundo pelo engessamento do órgão, que não lhe permitiu desenvolver as ações que gostaria e contabilizar a rejeição disso.

Américo hoje enfrenta desgaste visível na Saúde e na Comunicação, conforme demonstrado em recente enquete feita por esse blog. A Secretaria de Obras também não conseguiu mostrar a cara na resolução de problemas triviais.

Se quiser imprimir nova cara, Américo está diante de uma oportunidade única e só depende dele a condução desse processo.

A hora é agora!

Vote! Enquete quer saber qual o pior secretário (a) do governo Américo?

O blog abre a partir deste domingo (30), uma enquete para saber qual o pior secretário de governo em Coelho Neto no ano de 2018.

Em sua votação, o leitor precisa levar em consideração a atuação da pasta e performance do secretário (a) na resolução dos problemas de sua responsabilidade.

A enquete vai até a meia noite da próxima sexta (04). Participe!

[poll id=”8″]

E Américo vai deixando para trás mais uma promessa de campanha…

Mais uma promessa registrada no papel… apenas isso

A proposta do Orçamento Participativo integrava a primeira do Eixo Participação Cidadã proposta pelo então candidato a prefeito Américo de Sousa (PT), no seu plano de governo registrado na Justiça Eleitoral durante a disputa pela prefeitura em 2016.

Por meio dessa proposta a população teria a oportunidade de decidir como seria gasto os recursos do orçamento, indicando por meio de audiências as prioridades do poder público em bairros e povoados.

Passados quase dois anos de governo, Américo ignora o prometido – como fez com tantas outras propostas – e o orçamento do seu governo é idealizado entre quatro paredes e sem qualquer participação popular.

A Ouvidoria que poderia ser um mecanismo de ajuda não tem qualquer funcionalidade e gera ônus para que o povo pague a conta, ou alguém na cidade conhece alguma serventia do setor criado pelo prefeito?

É mais uma promessa que vai sendo deixada para trás.

E o prefeito confirmando que tudo não passou de um grande engodo eleitoral…

Américo propõe reajuste salarial de membros da diretoria do Instituto de Previdência

 

 

 

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), ao que parece ter deixado de lado o discurso da crise e tem dado demonstrações de que não há problema algum no caixa da prefeitura.

Após o badalado show do “global” Mano Walter, o prefeito decidiu presentear os membros da diretoria do Instituto de Previdência Social do Município e encaminhou para a Câmara um projeto de lei concedendo um pomposo reajuste salarial a estes servidores.

A Diretora-Presidente que antes recebia 2.500 (dois mil e quinhentos reais) passará a receber R$ 4.500 (quatro mil e quinhentos reais), o equivalente a um secretário.

Para o Diretor Financeiro, o Diretor de Benefícios e Diretor Contábil o salário saltará de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) para R$ 4.000,00 (quatro mil reais), ou seja um reajuste de quase 200%. O Assessor Jurídico que antes recebia R$ 2.000,00 (dois mil reais) passará a receber R$ 3.200,00 (três mil e duzentos).

É ou não é um grande presente de natal em tempos de crise como o nosso?

Como dizia minha avó: Mateus, primeiro os meus…

Prefeito de Coelho Neto encarna a versão bem me quer e mal me quer

Com medo da taca nas urnas, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), resolveu encarnar o personagem “bonzinho” durante a semana da eleição.

Desesperado para garantir votos para os seus candidatos, o prefeito esqueceu da crise que tanto fala e anunciou o cantor Mano Walter para a festa do aniversário da cidade. Exatamente, não tem dinheiro para pagar o terço de férias por exemplo mas tem para garantir um cantor “global” como ele mesmo fez questão de fobar durante entrevista.

Depois de tanto apelo dos servidores, ele decidiu anunciar justamente nesta quarta (03), a liberação dos consignados para quem sabe assim tentar minimizar sua rejeição entre a classe.

Enquanto tenta ser bonzinho de um lado, o arrocho nos contratados continua confirmando a outra faceta. De acordo com denuncia recebida pelo blog agora pouco, os contratados teriam sido convocados a repassar o número da seção para saber se realmente os votos dos candidatos do prefeito haviam sido computados. O blog já havia noticiado a reunião convocada por diretores de escola na residência da secretária de Governo Cristiane Bacelar.

Américo parece desesperado e tenta a todo custo encarnar o “perfil bonzinho”, coisa que há um ano e dez meses ele nunca foi.

E hoje teme que as urnas sejam um reflexo disso….

O prefeito de Coelho Neto e a falta de um espelho em casa…

Desesperado com a ânsia de conseguir votos para seus candidatos, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) e mira  na oposição tentando atacar a todo custo como tem feito nos últimos dias.

Nesta terça (02), seu principal escriba da blogosfera usou de uma postagem para fazer cobranças quanto os votos da oposição e seus candidatos. Mas ora e veja como dizia minha avó. Quem é Américo mesmo para apontar seu dedo sujo e opinar sobre os candidatos alheios? Logo ele?

O petista que acaba de deixar seu principal aliado Zé Carlos (PT) na mão por conta de dinheiro segundo confirmou o próprio deputado tem moral mesmo para está cobrando se a oposição vota em candidato A ou B?.

Para deputado estadual apesar de no microfone dizer que Rafael Leitoa (PDT), é o melhor, o petista liberou outra ala de seus aliados para votar em Luiz Henrique (PT).

No meio de sua base aliada tem vereador que não vota nem no seu estadual e muito menos no seu federal e Américo que quer dar pitaco nos candidatos da oposição?

É a pessoa não se enxergar mesmo não…

Ao falar sobre educação, prefeito de Coelho Neto ignora IDEB e promessas de campanha para o setor…

Williane e Américo silenciaram sobre o que deveriam ter falado: dupla desastrosa

 

 

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), esteve nesta terça (25), no segundo dia de entrevistas para falar sobre a educação.

Acompanhado da secretária de Educação Williane Caldas, o petista gastou metade desse tempo com a velha lenga-lenga de atacar o vice-prefeito Antônio Pires (que ele escolheu para ser seu companheiro de chapa) e se mostrou novamente incomodado com seus adversários.

Sobre educação mesmo ele falou quase pouco. Américo não falou por exemplo da tesoura que ele e sua secretária de educação tem usado para cortar salários dos contratados e não disse quando o contratado vai receber igual o concursado como ele exigia dos governos anteriores. Também não falaram do caos a que está exposto a garagem da educação, que funciona em condições precárias.

Sobre os dados do Índice de Desenvolvimento de Educação – IDEB, tanto ele como a secretária de Educação nunca se manifestaram sobre nada. O silêncio sobre os números talvez seja porque não dá para culpar o governo anterior, porque se assim o fizer, jogará nas costas da atual secretária de educação e sua equipe a responsabilidade pelos números, afinal eram elas que estavam nas salas.

Américo também não deu uma palavra sobre suas promessas de campanha. Não falou sobre eleição para diretor quando estava no Sintasp, não falou quando vai começar a doar os uniformes e os materiais escolares e nem disse nada quando vai desmembrar a Cultura da Educação como havia prometido.

No mais, a piada da entrevista ficou quando o prefeito disse que seu governo não persegue ninguém e quando disse que a população havia eleito um prefeito liso.

Só faltou dar a receita de como é que um liso anda de Hillux….

A rejeição do prefeito de Coelho Neto que atinge a Flávio Dino…

Américo sempre por fora: inabilidoso, rancoroso, perseguidor e impopular

 

 

O governador Flávio Dino (PCdoB), está às vésperas da eleição e não pode a essa altura do campeonato se submeter aos caprichos do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT). Na prática o petista se acha dono do comunista, mas no frigir dos ovos a rejeição do primeiro respinga diretamente no segundo.

Flávio acaba de descarregar quase 20 km de asfalto, mas ainda assim vê sua aceitação ameaçada pela inabilidade política de seu aliado… e o que é pior ele sabe disso. É bem verdade que é do conhecimento público que Flávio aceita Américo goela a baixo. Nos bastidores do poder o que se sabe é que Américo é visto como antipático, sem traquejo e que se acha o mais merecido de todos.

Por algumas vezes, Américo quis esticar a corda com o governador, quando por exemplo chegou a declarar numa rádio que as ajudas que vinham recebendo do Governo do Estado eram tímidas, quando na verdade era o contrário. Tiremos as intervenções do Estado no governo Américo nesses um ano e nove meses e veja se sobra alguma coisa. Nada, porque os milhões que ele recebeu tanta justifica tamanha apatia administrativa.

Roseana quando governadora conseguia dar atenção a todos os grupos políticos em troca de apoio. Hoje, o governador se vê tolhido disso para atender garantir o apoio de um prefeito antipático e impopular. Até o evento político de seus candidatos foi feito em lugar fechado, porque Américo não tem coragem de encarar o povo. Desde que foi eleito se mantém escondido no gabinete e observa a cidade atrás dos vidros de sua Hillux.

O prefeito de Coelho Neto é tão desastroso, que após a posse nunca teve a capacidade de ampliar seu grupo político. Não foi por falta de tentativa. É que ninguém acredita que um governo errado desde o início, consiga acertar um dia, porque tem sob seu comando alguém incompetente em todos os níveis.

Tanto administrativamente, quanto políticamente.

É simples assim…