Jorge Oliveira comanda delegação de Duque Bacelar em apoio a Adelmo Soares e Márcio Jerry

 

O prefeito Jorge Oliveira (PCdoB) comandou uma delegação de Duque Bacelar que participou ontem (13), em Caxias, da grande festa de lançamento da pré-candidatura a deputado estadual do ex-secretário de Agricultura Familiar do Estado, Adelmo Soares (PCdoB).

 

Acompanhado do vice-prefeito Carreta Silveira, do ex-prefeito Flávio Furtado, do ex-candidato a deputado federal Cláudio Furtado e do presidente da Câmara José Ocean, além de vereadores, secretários e assessores, o prefeito reafirmou a sua condição de aliado de primeira hora de Soares.

O evento que serviu também para apresentar a pré-candidatura de Márcio Jerry a deputado federal, recebeu a mensagem de confiança na dobradinha para garantir novos investimentos não apenas para Duque Bacelar, mas para toda a região.

“Fui um dos primeiros prefeitos a acreditar no trabalho do Adelmo Soares, pois acompanhei sua dedicação e seu compromisso a frente da Secretaria de Agricultura Familiar do Estado. Sempre se mostrou sensível a todos os nosso pleitos e atento as reivindicações de nossa cidade. Foi esse perfil que nos fizeram optar pelo seu nome como representante de nossa cidade na Assembleia Legislativa, da mesma forma com o Márcio Jerry que após eleito usará seu mandato em favor de nossa gente”, destacou o prefeito.

Jorge Oliveira tem se mostrado um dos maiores entusiastas da dobradinha Adelmo Soares e Márcio Jerry, tanto que já começou a trabalhar no sentido de garantir uma grande frente de apoio a dupla comunista.

Antônio Pires reforça prestígio no PCdoB ao confirmar apoio ao “trio camarada”

 

O vice-prefeito Antônio Pires (PCdoB), mostrou força durante evento político realizado ontem (28), no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais – STTR de Coelho Neto.

O evento serviu também para que o comunista colocasse uma pá de cal ns blefes ordinários do prefeito Américo de Sousa (PT), que junto com a imprensa alugada do governo, tenta a todo custo minimizar a força do comunista dentro do próprio partido, simplesmente porque mantém o presidente do PCdoB municipal, Francisco Duduzinho, encabrestado pelo beiço.

Para confirmar sua força, Antônio Pires e a esposa vereadora Liza Pires aproveitaram a reunião política para anunciar o apoio ao trio camarada: Adelmo Soares (pré-candidato a deputado estadual), Márcio Jerry (pré-candidato a deputado federal) e o governador Flávio Dino que disputará a reeleição.

“Recebo com muita alegria essa declaração de apoio do vice-prefeito Antônio Pires, da vereadora Liza e de todo esse grupo. Tanto eu, como o nosso pré-candidato a federal Márcio Jerry e o nosso governador Flávio Dino estamos agradecidos por essa demonstração de fidelidade ao partido e de confiança em nosso projeto”, disse Adelmo, aos presentes.

Pires chegou ao PCdoB com as bênçãos de Jerry e com o passar do tempo conquistou respaldo com o diretório estadual da legenda. O evento realizado para um auditório lotado contou com a presença do prefeito de Duque Bacelar Jorge Oliveira (PCdoB), a vereadora de Caxias Aureamélia Soares, do ex-prefeito Raimundo Guanabara, do vice-prefeito de Duque Bacelar Carreta Silveira, do vice-prefeito de Buriti Antônio Fora, o representante da Fetaema Jonilso, do ex-vereador Pino, do presidente do STTR Nhozinho Araújo, do empresário Neemias Viana e do suplente de deputado federal Claudio Furtado.

“Estamos apoiando estes dois pré-candidatos por entender que após eleitos terão como ajudar nosso município, como ajudaram no decorrer desse primeiro mandato do governador Flávio Dino, onde sempre estiveram atentos aos interesses da cidade”, disse Pires.

A ausência do presidente municipal Francisco Duduzinho sequer foi sentida, afinal ele é tão alérgico a votos quanto o próprio prefeito. Pois bem, os ataques da imprensa alugada do prefeito ao evento de Pires só confirmam o tamanho do incômodo com a performance bem sucedida do comunista.

Da parte do governo até houve torcida para que ninguém fosse.

Mas a certeza de que não foi preciso coagir contratados, não prometer empregos e nem usar da estrutura da máquina para garantir público é a prova de que o evento foi um sucesso!

Fotos: João Osório

Sobre os ataques do prefeito de Coelho Neto ao secretário de Flávio Dino…

Intriga política: Chilique do prefeito de Coelho Neto foi motivado por reuniões de Adelmo com figuras políticas da cidade

O prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) mandou “vomitar” nos blogs ligados ao seu governo suas mágoas em relação ao Governo do Estado, em especial ao secretário de Agricultura Familiar Adelmo Soares.

Engana-se, portanto quem pensa que esses ataques tenha algo de patriótico no município, muito pelo contrário, o despeito do petista contra o secretário é de longas datas e deve-se a fato meramente politiqueiros.

A ira do prefeito só aumentou após a divulgação desse blog dos contatos políticos de Adelmo com lideranças de Coelho Neto. Primeiro com o ex-prefeito Guanabara com o filho Sérgio Guanabara e logo após com o atual vice-prefeito Antônio Pires, tanto que fez questão de deixar claro que se o secretário aparecesse na cidade pedindo votos não era pra ninguém votar nele.

Adelmo Soares não persegue Coelho Neto coisa alguma. Américo foi na Secretaria de Agricultura Familiar apenas uma vez, mas se acha tão merecido que imagina que o secretário tem que andar atrás dele.

As críticas foram motivadas por questões tão subalternas, que Américo por exemplo não citou o secretário de Saúde Carlos Lula, para quem ele pediu ajuda de custo para manter a UPA e não ganhou um real. Engraçado que ele não citou o secretário de Educação Felipe Camarão, já que as escolas estaduais das cidades circunvizinhas todas foram reformadas só não as de Coelho Neto. Também não citou o secretário de Infraestrutura Clayton Noleto que tem inaugurado praças, asfalto, calçamento de ruas e o petista não vê nem o apito da lancha. Com a grande maioria sequer bateu na porta e se acha auto-suficiente ao ponto das coisas chegarem sem seu menor esforço. É um prefeito mais fraco do que caldo de peteca!

Na verdade todo esse episódio só confirma aquilo que esse blog sempre disse: que ele não tinha prestígio algum com o governador Flávio Dino, tanto, que ele mesmo já classificou as ajudas do governador como tímidas. E o que é pior tenta conseguir isso na marra e no grito. Ou alguém em sã consciência imagina que algum secretário de Flávio Dino faz ou deixa de fazer algo sem lhe comunicar?

Passado quase um ano de governo, Américo mostra quão fraca é sua articulação política e confirmaa sua pequenez pessoal diante do cenário político estadual.

Se Flávio Dino for inteligente como sei que o é, não cairá nesse conto do vigário…

Reforço: Flávio Furtado declara apoio as pré-candidaturas de Adelmo Soares e Márcio Jerry

Apoio de Flávio a Adelmo Soares e Márcio Jerry reafirma união do grupo do prefeito Jorge Oliveira

O ex-prefeito de Duque Bacelar Flávio Furtado resolveu por um ponto final nas especulações do seu apoio político nas eleições do próximo ano. Havia um grande burburinho de uma possibilidade de racha entre ele e o prefeito Jorge Oliveira sobre os rumos que ambos tomariam.

Na última sexta (17), Furtado confirmou acompanhar o prefeito e declarou apoio as pré-candidaturas de Adelmo Soares (estadual) e Márcio Jerry (federal), reforçando a liderança de Jorge Oliveira em manter seu grupo unido e coeso.

Apoio de Flávio furtado é reforço aos nomes de Adelmo e Jerry

Com isso os nomes de Soares e Jerry ganham um reforço não apenas em Duque Bacelar, mas amplia a base de aliados dos dois na região Leste.

Mas essa é uma outra história…

Adelmo Soares conhece iniciativa de barreiro trincheira implantado em Duque Bacelar

Durante visita realizada em Duque Bacelar no último sábado (13), o secretário de Agricultura Familiar do Estado Adelmo Soares foi convidado pelo prefeito Jorge Oliveira (PCdoB) para conhecer a iniciativa de implantação do barreiro trincheira em povoados da zona rural do município.

O prefeito disse que sua meta é construir 200 unidades e aproveitou para solicitar da Secretaria de Agricultura Familiar – SAF, o apoio para a iniciativa. Adelmo que estava acompanhado do Superintendente de Reordenamento Agrário da SAF, Pedro Belo, inspecionou o andamento das obras, discutiu propostas de melhorias dos locais e conversou com agricultores.

“Já disponibilizei algumas máquinas que prestam serviço ao município, mas quero que essa ação seja ampliada. Entendemos que ações como essa melhoram a qualidade de vida do homem do campo e por isso estamos pedindo o apoio do Governo do Estado nesse projeto”, destacou Jorge Oliveira. Adelmo elogiou a iniciativa e se mostrou a disposição para avaliar as possibilidades de apoio por parte da SAF.

O barreiro trincheira familiar é uma tecnologia social que aproveita a impermeabilidade do solo no semiárido para a captação e o armazenamento da água da chuva na terra do próprio agricultor. Em outras palavras à ação garante um local de armazenamento de água para nos tempos de estiagem ser usado para dar água aos animais e irrigação de plantações.

Acompanharam a visita os deputados estaduais Júnior Verde e César Pires, o vice-prefeito Carreta, o presidente da Câmara José Ocean, os secretários Toinho da Gracinha (Agricultura) e José Júnior (Infraestrutura), além de secretários, vereadores e o ex-prefeito Flávio Furtado.

Jorge Oliveira inaugura praça e promove as pazes entre Adelmo Soares e Júnior Verde

O prefeito Jorge Oliveira (PCdoB) realizou neste sábado (13), a inauguração da praça Nossa Senhora de Fátima, em Duque Bacelar. A solenidade contou com a presença de diversas autoridades, dentre as quais o secretário de Agricultura Familiar do Estado Adelmo Soares, os deputados Júnior Verde e César Pires, a 1ª dama Lúcia Oliveira, o vice-prefeito Carreta, o presidente da Câmara José Ocean, o ex-prefeito Flávio Furtado, além de secretários, assessores, demais vereadores e a comunidade.

Palco de autoridades

A entrega da obra marcou a força política do prefeito Jorge Oliveira, que celebrou as entre o secretário Adelmo Soares e o deputado Júnior Verde, após uma polêmica envolvendo a entrega da ambulância do município com grande repercussão pela imprensa.

Adelmo Soares e Júnior Verde deram as mãos durante celebração religiosa

A obra

Uma celebração religiosa marcada por cânticos e oração, antecedeu o momento da entrega da obra e justificado pela simbologia da data (dia de Nossa Senhora de Fátima).

A praça antes…

A praça reconstruída com recursos próprios, possui um amplo espaço com palco para eventos e wi-fi gratuito.

A praça depois…

O toque especial da obra ficou a cargo da jardinagem, idealizada de forma artesanal pelo ambientalista Francisco Carlos e membros da comunidade. Diversas autoridades fizeram uso da palavra e destacaram os avanços da gestão do prefeito Jorge Oliveira em quatro meses de gestão.

Jardinagem com material reciclado contou com a participação da comunidade

O deputado Júnior Verde destacou o compromisso do prefeito Jorge Oliveira, reafirmou o compromisso de trabalhar o município e prestou conta das ações desenvolvidas pelo município como a entrega de uma ambulância e o empenho para liberar uma emenda para a saúde. O parlamentar mostrou cordialidade com o secretário Adelmo Soares e pediu que ele transmitisse ao governador Flávio Dino os agradecimentos pelo trabalho que vem desenvolvendo em todo o Maranhão.

Discurso do deputado Júnior Verde

Em sua fala o secretário de Agricultura Familiar Adelmo Soares, que no ato representou o governador Flávio Dino, destacou o perfil de “tocador de obras” do prefeito Jorge Oliveira que tem sido uma referência para a região, que não tem usado a crise como desculpa, ao contrário, tem feito uma gestão promissora. Retribuiu a cordialidade do deputado Júnior Verde, condenou os boatos da desavença entre os dois, parabenizou pela ambulância dada ao município e disse que os dois tem a mesma intenção de trabalhar pelo município. Destacou que o município ganhará nos próximos dias uma patrulha mecanizada, a liberação do cartão dos agricultores que participarão do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA e a liberação dos recursos da avicultura.

“Nosso objetivo é o mesmo de trbalhar por Duque Bacelar”, destacou Adelmo Soares

Ao fazer uso da palavra o prefeito Jorge Oliveira iniciou felicitando as mães presentes pelo seu dia. Ele agradeceu o empenho das autoridades, fez referências elogiosas ao secretário Adelmo Soares pelas parcerias e esforço em beneficiar o município, pois segundo ele a agricultura precisa ser fortalecida como instrumento de geração de renda. Celebrou a relação amistosa entre Adelmo e Júnior Verde justificando que em Duque Bacelar todos são irmãos. Agradeceu o ambientalista Francisco Carlos e a participação da comunidade na jardinagem da praça.

Jorge Oliveira fazendo uso da palavra

Em seguida o prefeito e as autoridades fizeram a entrega oficial da obra e um coquetel foi servido aos presentes.

Flávio Dino entrega certificados e técnicos fortalecerão agricultura familiar nos municípios com menor IDH

O pequeno agricultor Fidelismar enfrentou durante anos dificuldades com a sua produção. Ele pensava em sair do Maranhão, mas mudou de ideia. São João do Sóter, cidade onde ele mora, será um dos 30 municípios em que famílias de pequenos agricultores irão receber assistência especializada para melhorar a produção e combater a fome.

Durante discurso, governador Flávio Dino parabenizou os técnicos. Ao fundo, entre as autoridades, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Humberto Coutinho; o vice-governador Carlos Brandão e o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares.
Durante discurso, governador Flávio Dino parabenizou os técnicos. Ao fundo, entre as autoridades, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Humberto Coutinho; o vice-governador Carlos Brandão e o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares.

Fidelismar Gonçalves participou do evento de certificação de 90 técnicos em Agricultura Familiar que irão para os municípios com menor IDH do Maranhão. A assistência técnica que chegará a essas comunidades vai beneficiar mais de três mil famílias nos 30 municípios com menor IDH do Maranhão. Ao priorizar pessoas vulneráveis, que vivem em situação de risco e de extrema pobreza, o governador Flávio Dino aponta a produção interna como um dos caminhos que garantirá a força impulsionadora para diminuir os problemas sociais e proporcionar desenvolvimento econômico para o Maranhão.

“A luta contra a desigualdade social é a força que nos move. Desenvolvimento sem igualdade social não se sustenta. Queremos que os pequenos produtores sejam capazes de prover o sustento, com segurança alimentar, rompendo com a fome em nosso estado. Precisamos também olhar adiante, compreender que o Plano de Ações Mais IDH é um conjunto de ações que reduzem as desigualdades e oferecem novas oportunidades de vida às pessoas”, afirmou Flávio Dino.

O Governo do Estado investiu R$ 23 milhões na implantação dos ‘Sisteminhas’ nos 30 municípios que possuem o menor IDH do Maranhão. Os 90 técnicos certificados foram aprovados em um seletivo, em seguida, capacitados através de cursos teóricos e práticos, e a partir do dia 24 de setembro seguem para os municípios do Plano de Ações Mais IDH onde implantarão os Sisteminhas.

O governador Flávio Dino e o produtor rural Fidélix Gonçalves, de São João do Sóter, uma das cidades que irão receber os técnicos em agricultura familiar do Governo do Estado. Foto: Karlos Geromy/Secom
O governador Flávio Dino e o produtor rural Fidélix Gonçalves, de São João do Sóter, uma das cidades que irão receber os técnicos em agricultura familiar do Governo do Estado. Foto: Karlos Geromy/Secom

Participaram do ato de certificação dos 90 técnicos, o vice-governador Carlos Brandão, o presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho, os deputados estaduais Rogério Cafeteira, José Inácio, Vinicius Louro, Paulo Neto, Toca Serra e Sérgio Frota. Os presidentes dos órgãos, Fortunato Macedo(Agerp), Mauro Jorge(Iterma) e Waldemicio Ferreira (Embrapa), participaram do evento ao lado de Chico Miguel (Fetaema), Davi Telles (Caema), prefeitos, gestores e secretários municipais.

Como funcionam os Sisteminhas?

O principal objetivo dos Sisteminhas, implantados pela Secretaria de Agricultura Familiar, com o apoio da Agerp, Iterma e Embrapa, é combater a fome nas comunidades mais pobres do estado, a partir da troca de experiências e do conhecimento. Ao utilizar o conhecimento tecnológico para diminuir as desigualdades sociais o projeto é capaz de retirar famílias da extrema fome depois de 5 meses dos sistemas já implantados nas comunidades.

Para que o Sisteminha funcione é preciso que os produtores tenham um tanque de piscicultura, montado a partir de módulos. O módulo do peixe é o que gera maior consumo de ração e consumo de energia elétrica necessária para movimentar as bombas instaladas. A partir de R$ 500,00 o Sisteminha cria mecanismos para que as famílias consigam produzir alimentos para consumo interno e com os excedentes podem comercializar, gerando emprego e renda.

“A transformação começa agora. Vamos gerar riqueza no coração de cada maranhense, transformar a fome e a tristeza em esperança de dias melhores. Esse é o papel da Agricultura Familiar, saber que as famílias poderão ficar no Maranhão porque agora vivemos um estado de oportunidades”, disse o secretário de Agricultura Familiar, Adelmo Soares.

O doutor em Genética, Luiz Guilherme, criador do Sistema Integrado de Tecnologias Sociais, os “Sisteminhas” da Embrapa, participou da certificação e relembrou a principal finalidade do programa que é combater a fome e suprir as necessidades das famílias em mais de 300% das suas necessidades diárias.

“Esse modelo agrícola sustentável traz esperanças, resgata a dignidade das pessoas e faz com que elas voltem a acreditar na vida e a sonhar. Nós devolvemos àquelas famílias a capacidade de sonhar e como é bom poder transformar sonhos em pequenas realidades”, disse o pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Durante um ano, os 90 técnicos selecionados e capacitados pelo Governo do Estado estarão imersos nas comunidades dos municípios com menor IDH do Maranhão. Natural de Pindaré, o técnico Ronald Pereira, vai trabalhar no município de São João do Caru. Ronald disse que poder transmitir o conhecimento que eles aprenderam para as pessoas que mais precisam é uma das tarefas mais gratificantes no processo de implantação dos Sisteminhas.

Momento comemorativo com o governador entre os técnicos que receberão a certificação na manhã desta terça (15).
Momento comemorativo com o governador entre os técnicos que receberão a certificação na manhã desta terça (15).

As equipes chegarão nos municípios a partir do dia 24 de setembro, nos municípios de Fernando Falcão, Marajá do Sena, Jenipapo dos Vieiras, Satubinha, Água Doce do Maranhão, Lagoa Grande do Maranhão, São João do Carú, Santana do Maranhão, Arame, Belágua, Conceição do Lago-Açú, Primeira Cruz, Aldeias Altas, Pedro do Rosário, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, São João do Sóter, Centro Novo do Maranhão, Itaipava do Grajaú, Santo Amaro do Maranhão, Brejo de Areia, Serrano do Maranhão, Amapá do Maranhão, Araioses, Governador Newton Bello, Cajari, Santa Filomena do Maranhão, Milagres do Maranhão, São Francisco do Maranhão e Afonso Cunha.

 

Balanço positivo da Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia…

unnamed

A I Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec), que encerrou no último sábado (29), no município de São Bento, atraiu cerca de quatro mil pessoas. Elas foram à Escola Fazenda da Universidade Federal do Maranhão (Uema) participar do evento, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

A feira de São Bento foi aberta pelo governador Flávio Dino e o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, na última quinta-feira (27). Eles anunciaram vários investimentos à agricultura familiar e em outras áreas importantes para o desenvolvimento do estado, como a educação.

Durante a feira, foram capacitadas mil pessoas por meio de 50 cursos, oficinas e palestras. “Deixamos um legado de conhecimento e isso impulsiona a realização das próximas feiras, ainda esse ano, em Açailândia, Caxias e Bacabal”, enfatizou o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares.

Visitantes da feira participaram de oficinas como a de “Fabricação de Sabonete Artesanal à Base de Mel”, conduzida pela professora Rosilene Padinha, da Cooperativa Agroecologica de Meliponicultores da Baixada Maranhense, que produz mel de abelha tiúba.

Uma das alunas da oficina, a agricultora Roclinda Campos, do povoado de Guarapinga, em São Bento, disse que gostou de saber que deve ficar atenta a todos os detalhes em todas as fases do processo de fabricação. “Aprendemos a ter um cuidado com os ingredientes usados na fabricação, já que será um produto usado na pele, e não podemos usar nada que possa causar alergia”.

Produção de peixe

A oficina de “Piscicultura para a Agricultura Familiar” contou com um público atento à abertura de um mercado crescente, graças ao maior consumo de peixes no Brasil, segundo informações do instrutor Fernando Carvalho.

Para o agricultor José Ribamar de Oliveira, de São Bento, o curso serviu como apoio em sua nova empreitada dele como produtor familiar. “Estou começando uma pequena criação de peixes, não sei muito e, por isso, vim aqui. Espero poder aplicar o que aprendi e poder ter uma boa produção de peixes para consumir e ainda vender”.

Na Agritec é possível conhecer o projeto “Mais Peixes” que tem como objetivo incrementar a produção em tanques de polietileno, uma alternativa a outros modelos, como o de concreto e viveiro escavado, que têm custo mais elevado.

Segundo o coordenador do projeto, Cláudio Urbano, a nova estrutura é de rápida instalação e manutenção. Acomoda-se facilmente em vários tipos de terreno, além de possuir durabilidade alta, de até 20 anos. O investimento é baixo, cerca de R$ 6 mil, sendo um equipamento que pode produzir até uma tonelada de peixes em cada tanque em um ciclo de seis meses.

Experiência de sucesso

No balanço de encerramento da feira, realizado pelo secretário Adelmo Soares e representantes dos parceiros, os resultados finais foram considerados positivos, levando em conta os benefícios deixados como a construção do campus da Uema, ampliação do acesso dos estudantes da Baixada ao nível superior e a construção de sistemas de abastecimento de água em quatro comunidades rurais de São Bento.

“Tivemos uma troca de experiência fantástica. O Governo do Estado marcou aqui a abertura de um campus e isso vai contribuir muito para o desenvolvimento da Baixada”, ressaltou a professora da Uema, Francisca Neide Costa.

Para o superintendente do Sebrae, João Martins, a agricultura familiar é um empreendimento e, por isso, o agricultor deve ser considerado um empresário. Na avaliação do chefe da Embrapa Cocais, Valdemício Ferreira, a Agritec foi desenvolvida com o propósito de propiciar um ambiente de discussão com o agricultor. “É um espaço de troca de experiências do agricultor com os técnicos”.

Maranhão sedia 3º Fórum dos Secretários ligados à Agricultura Familiar

Governador Flávio Dino participa do 3º Fórum dos Secretários de Agricultura Familiar.Foto: Karlos Geromy/Secom
Governador Flávio Dino participa do 3º Fórum dos Secretários de Agricultura Familiar.Foto: Karlos Geromy/Secom

Nesta quinta (20) e sexta-feira (21), no Grand São Luís Hotel, o Maranhão sedia o 3º Fórum dos Secretários de Estado Responsáveis pelas Políticas de Apoio à Agricultura Familiar do Nordeste. O primeiro dia de reunião contou com a presença do governador do Estado, Flávio Dino, na discussão sobre propostas de assistência técnica rural para a região, principal pauta do evento.

O governador Flávio Dino ressaltou a importância da reunião como um momento de tomada efetiva de ações no país. “Durante décadas focamos no aumento do consumo de massa, mas, hoje, temos um olhar sobre a produção, produtividade e competitividade. Hoje, no Brasil, podemos ficar pessimistas, presos às agências de classificação de risco com seus critérios incompreensíveis, ou podemos fazer o que estamos fazendo aqui hoje: tratar do desenvolvimento da produção”, disse o governador.

Falando sobre as ações para estimular a cadeia produtiva de alimentos no Maranhão, Flávio Dino destacou o trabalho da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar – SAF, que além de organizar o encontro de secretários, prepara a primeira Feira da Agricultura Familiar e Agrotecnologia (Agritec), que tem a meta de promover conhecimentos aos agricultores.

“Apoiamos toda a cadeia de produção, desde a distribuição da semente até a assistência técnica. Temos 90 novos técnicos para essa função no âmbito do programa ‘Mais IDH’. Em uma semana vamos começar a feiras da agricultura familiar. Nesse segundo semestre serão quatro feiras, a primeira delas na cidade de São Bento. São feiras de tecnologia e comercialização. Queremos que a agricultura familiar ganhe uma dimensão econômica mais expressiva, não seja apenas de subsistência, mas uma atividade capaz de gerar excedentes comercializáveis, a fim de dinamizar a economia maranhense e elevar a qualidade de vida da população”, disse Flávio Dino.

Secretário Adelmo Soares fala dos avanços do Maranhão na Agricultura Familiar. Foto: Karlos Geromy/Secom
Secretário Adelmo Soares fala dos avanços do Maranhão na Agricultura Familiar. Foto: Karlos Geromy/Secom

O Fórum conta com a presença dos secretários, representantes e comitivas das secretarias de agricultura familiar dos estados do Nordeste e de Minas Gerais; da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA; Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural – ANATER; Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola – FIDA; Associação Brasileira das Entidades Estaduais – ASBRAER, Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e Projeto Semear.

O secretário de Agricultura Familiar do Maranhão, Adelmo Soares, que em 2015 coordena as atividades desenvolvidas nas reuniões, abriu o painel da manhã, que teve como tema “Uma proposta de ATER para o Nordeste”, destacando a importância dos parceiros presentes no evento. “Vivemos um momento histórico em nosso estado. Durante décadas houve o absoluto esquecimento das políticas públicas voltadas à Agricultura Familiar. O Maranhão é um estado potencialmente rico, com terras, com água e com um povo trabalhador e ordeiro, que sonha em desenvolver esse estado, um estado que tem 90% de sua população vivendo em zona rural. Somos um estado que valoriza parceiros como a Embrapa, o FIDA, como o MDA, com a ATER, a ANATER, enfim, todos presentes aqui”.

Adelmo Soares também pontuou o nascimento da SAF e sua missão. “Buscamos levar nosso agricultor ao desenvolvimento, prova disso é nossa Secretaria, recém-criada, e que nasceu da reivindicação dos movimentos sociais, como o MST”, completou o secretário.

Apresentações

O diretor técnico do serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural – ATER, Walmir Guimarães, mostrou dados do fortalecimento da agricultura familiar e promoção do desenvolvimento rural. “Temos um trabalho de longo prazo, não podemos pensar em transformações apenas de imediato. Hoje temos oportunidade de sentar o pilar da superação da pobreza rural. O Nordeste possui um desafio em três frentes: econômica, com criação de postos de trabalho e distribuição de renda; ambiental, na convivência com o semiárido; e social, na superação da pobreza rural”.

Governador Flávio Dino participa do 3º Fórum dos Secretários de Agricultura Familiar.Foto: Karlos Geromy/Secom
Governador Flávio Dino participa do 3º Fórum dos Secretários de Agricultura Familiar.Foto: Karlos Geromy/Secom

O diretor-executivo de Transferência de Tecnologia da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA, Waldyr Stumpf Junior, falou sobre o compromisso da instituição em convergir o ensino, pesquisa e extensão rural. “A pesquisa tem de estar a serviço do desenvolvimento, e não fechada. Precisamos olhar para as famílias e incluí-las”, disse Waldir.

Para o presidente da Anater, Paulo Guilherme Cabral, que participa do Fórum pela primeira vez, o NE está no caminho certo. “Vemos que nos últimos 10 anos houve um avanço no volume de crédito concedido e outros instrumentos de políticas públicas que foram criados como o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escola) e a própria assistência técnica de extensão rural. Estamos em uma perspectiva de avanço, crescimento e reconhecimento da agricultura familiar, inclusive pelo desejo crescente da população por um alimento mais saudável e produção sustentável”, disse.

Enquanto coordenador do primeiro Fórum, realizado em Fortaleza em 2013, o Secretário de Desenvolvimento Agrário do Ceará, Dedé Teixeira, pontuou a necessidade da articulação entre as secretarias. “Já fizemos duas reuniões, a primeira no Ceará, e, a segunda, em João Pessoa. Aqui em São Luís temos o compromisso de apontar setorialmente os desafios, focando na erradicação da pobreza rural e incentivo à produção familiar, que é de extrema importância para o desenvolvimento não só do Nordeste, mas de todo o Brasil”. A programação do III Fórum prossegue nesta sexta-feira (21), encerrando à tarde com a reunião preparatória do novo marco estratégico do FIDA no Brasil.

União, Estado e Prefeitura assinam acordo de cooperação por regularização de terras no MA

13_08_2015_Regularição-Fundiaria_Fotos_Karlos-Geromy-47
O Governador Flávio Dino assinou Termo de Cooperação Técnica com a Secretaria de Patrimônio da União (SPU) para criar Política de Regularização Fundiária no Maranhão

O Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís assinaram um Termo de Cooperação Técnica com a Secretaria de Patrimônio da União (SPU) para criar Política de Regularização Fundiária no Maranhão. A secretária nacional do Patrimônio da União, Cassandra Nunes, assinou o Termo de Cooperação e participou da I Oficina de Regularização Fundiária.

O Maranhão é o Estado que possui o maior déficit de habitação rural, proporcional, do país, por ter passado anos de omissão. Com a cooperação interinstitucional, o Governo busca solução estrutural para resolver o problema que é econômico, social e de segurança pública dos maranhenses. “Não temos medido esforços para dar condições dignas de vida a toda a população. Com segurança jurídica, vamos promover cidadania a todos”, afirmou o governador.

A assinatura do Termo de Cooperação fortalece a parceria entre Governo Federal, o Estado do Maranhão e o município de São Luís, dando os primeiros passos para regularizar a questão fundiária no estado. “Este é um tema importante para a cidade e que nós temos levado a sério. Avançamos juntos para um mesmo caminho, de proporcionar às pessoas acesso a direitos básicos e indispensáveis”, disse o prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

Em fevereiro de 2015 começaram as primeiras reuniões de trabalho, em parceria com a SPU, Governo e Prefeitura. Na primeira etapa, a mobilização das comunidades permitiu que a equipe técnica detalhasse situação atual da regularização fundiária no Maranhão. “O nosso objetivo é mobilizar as comunidades, fazer o cadastro dos moradores e, finalmente,formalizar a entrega de títulos. É um desafio gigantesco, mas com a colaboração de todos levaremos direitos àqueles que mais precisam”, afirmou a secretária de Cidades, Flávia Alexandrina.

“O Maranhão será um grande exemplo para o país na questão da regularização fundiária. O Acordo é um exemplo do que o Brasil colaborativo faz e é capaz de fazer”, disse a secretária nacional da SPU. Cassandra Nunes destacou o interesse da União em disponibilizar terras públicas para os que mais precisam. Ela ressaltou ainda que pensar a regularização de terras é uma missão sócio-ambiental e econômica que minimiza as desigualdades sociais em todo país.

A secretária nacional do Patrimônio da União participou também da I Oficina de Regularização Fundiária que aconteceu na última quarta-feira (12). O encontro permitiu o diálogo e a troca de experiências entre a SPU e lideranças dos movimentos ligados à regularização fundiária.

13_08_2015_Regularição-Fundiaria_Fotos_Karlos-Geromy-78 (1)
Governador Flávio Dino, ao lado do vice-governador, Carlos Brandão, do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, dos secretários estaduais, Adelmo Soares (Agricultura), Robson Paz (Comunicação), do diretor do Iterma, Mauro Jorge, das juízas Oriana Gomes, Luzia Neponucena e Francisca Galiza, secretários municipais e representantes das secretarias estaduais assina termo de cooperação com a secretária nacional do Patrimônio da União, Cassandra Nunes.

No ato de assinatura do Termo de Cooperação Técnica, estavam presentes ainda o vice-governador, Carlos Brandão, os secretários estaduais, Adelmo Soares (Agricultura), Robson Paz (Comunicação), o diretor do Iterma, Mauro Jorge, as juízas Oriana Gomes, Luzia Neponucena e Francisca Galiza, secretários municipais e representantes das secretarias estaduais.