Servidores penitenciários farão greve geral a partir do dia 20

16

Servidores seletivados do sistema penitenciário do Maranhão deflagrarão uma greve geral, por tempo indeterminado, na próxima semana. Os trabalhadores cruzarão os braços os braços para pressionar o governo Flávio Dino (PCdoB) a conceder à categoria reajuste salarial, melhores condições de trabalho e outros direitos.

Além da reposição salarial e de condições mais adequada para exercer suas funções nas unidades prisionais do Estado, os servidores reivindicam gratificações por insalubridade, risco de vida e adicional noturno.

Para marcar o início da greve, os servidores realizarão um ato público, no próximo dia 20, às 18h, em frente ao Complexo São Luís (antigo Complexo Penitenciário de Pedrinhas).

Por causa da paralisação, a tendência é que o clima fique ainda mais tenso em todas as unidades prisionais do Maranhão, pois os trabalhadores contratados via seletivo exercem papel fundamental para o controle da massa carcerária, formada, em sua maioria, por apenados ligados a facções criminosas.

Do Blog do Daniel Matos