Se a Câmara de Coelho Neto fosse séria, o contrato da caminhonete já teria sido cancelado…

Vereadores João Paulo, Liza Pires e Maros Tourinho na sessão de ontem (13): sessão esvaziada mais uma vez

Pode parecer um título forte mas não o é. Se fosse em qualquer outro lugar do Brasil, qualquer Câmara séria já teria exigido o cancelamento do contrato imoral de uma caminhonete tal qual o assinado pelo presidente Osmar Aguiar (PT).

A rotina da Câmara mudou totalmente desde que essa denúncia foi publicada por esse blog há um mês. De lá para cá as sessões tem sido esvaziadas e o presidente se ausenta do debate sem nenhum pudor para não dar explicações aos colegas e a sociedade.

Se Coelho Neto fosse uma cidade séria, a maioria dos vereadores já tinham exigido o cancelamento desse contrato e se unido para afastar o presidente  da Câmara, até que tudo tivesse sido esclarecido, mas ao que parece a maioria está com medo. Os motivos? Não se sabe, se é conveniência com o erro por rabo preso ou medo de atingir o “pupilo” do prefeito.

Tantas faltas para esvaziar as sessões é um escárnio e um deboche sem precedentes. As sessões são apenas dois dias por semana, mas o prejuízo com tantas ausências é incalculável. Talvez se fossem descontadas no salário como o prefeito faz com os professores que faltam no sábado, os vereadores não evitaram se ausentar tantas vezes sucessivamente. O mais engraçado é que o presidente só não tem como se fazer presente na sessão, mas aparece alegre e satisfeito num evento recente na zona rural.

A Câmara já não anda com essa bola toda com a cidade e fazendo “corpo mole” com uma denúncia tão grave termina de se desmoralizar de vez.

Estranhamente a maioria dos vereadores aceitam calados não apenas o contrato imoral, como também o sumiço do carro que ninguém nunca mais viu. Vão pagar esse contrato esse mês, mesmo com o carro não tendo qualquer uso? Estão pensando que a proximidade do recesso alguém vai esquecer isso? Estão muito enganados!

É bom que os vereadores acordem dessa lerdeza para reagir diante desse episódio lamentável.

Sob pena de ficarem sob suspeita de que compactuam com o erro do presidente…

4 thoughts on “Se a Câmara de Coelho Neto fosse séria, o contrato da caminhonete já teria sido cancelado…

  1. ISSO NÃO É SÓ EM COELHO NETO NÃO, NA MAIORIA DAS CÂMARAS DE VEREADORES, DEPUTADOS TODOS SÃO CORPORATIVISTAS ENTÃO JÁ MAIS ESSE EPISÓDIO DW COELHO NETO SERIA INVESTIGADO PELOS VEREADORES, ALIÁS QUANDO NÃO SE INVESTIGA É PORQUE TEM O RABO PRESO.
    A ÚNICA SOLUÇÃO SERÁ EXCLUIR ESSE CORJA NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES.

  2. o ministério publico também tem parcela de culpa nisso, eles são pagos para zelar pelas coisas população também, se existe a denuncia no minimo eles teriam que averiguar a procedência de tal denuncia, mais é como o leitor acima falou em todas as câmaras existe corporativismo espero que isso sirva de lição para o povo nas eleições do ano que vem, o povo tem que reagir.

  3. todos os vereador sabe disso, eles são também conivente com todos os atos do presedente da CÂMARA. Para começar os vereadores colocaram o Osmar na presidencia ao milhados mais colocaram,se desse cadeia os primeiros presos tinha que ser os vereadores pelos os parentes nos cargos público pelo artig.de nepotismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *