Saída de secretários obrigará Américo a conduzir reforma administrativa

30
Prefeito Américo de Sousa: chance única para implementar mudanças

 

 

O pedido de demissão dos secretários Cristiane Bacelar (Governo) e Dodinha (Esporte) deve obrigar o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) a iniciar uma reforma administrativa no seu governo nos próximos dias.

Entrando no seu terceiro ano, o mandatário já consegue contabilizar quem rendeu, quem não rendeu e quem atrapalha a gestão, motivo que será considerado como o fiel da balança para justificar as trocas.

Não há mais tempo. Se não der uma nova roupagem e fazer o governo andar agora, o petista sabe que poderá comprometer por completo sua chegada no ano da sua reeleição.

A saída de Cristiane e Dodinha tem peso: a primeira foi figura de proa da eleição e o segundo é aliado histórico de primeira hora. A primeira teria saído por questões pessoais e o segundo pelo engessamento do órgão, que não lhe permitiu desenvolver as ações que gostaria e contabilizar a rejeição disso.

Américo hoje enfrenta desgaste visível na Saúde e na Comunicação, conforme demonstrado em recente enquete feita por esse blog. A Secretaria de Obras também não conseguiu mostrar a cara na resolução de problemas triviais.

Se quiser imprimir nova cara, Américo está diante de uma oportunidade única e só depende dele a condução desse processo.

A hora é agora!