Pressão! Sob os olhares do prefeito, Câmara de Coelho Neto aprova projeto de reforma administrativa…

Mesa Diretoria dos trabalhos

Em uma sessão longa e exaustiva que durou mais de três horas, a Câmara de Coelho Neto decidiu aprovar pela ampla maioria, o projeto de lei da reforma administrativa encaminhada pelo Executivo.

O projeto que seria apenas mais um, chamou atenção desde que o vereador Marcos Tourinho (PDT), contrariando a orientação do governo de aprová-lo ainda na sessão de segunda (13), resolveu pedir vistas e apresentar emendas como assim o fez.

Dentre as irregularidades apresentadas na concepção do projeto original apontadas por Tourinho (que é advogado), dava ao prefeito uma autonomia para criar/extinguir cargos e unidades administrativas por decreto e fazer transposição do orçamento de uma secretaria para outra sem passar pelo crivo da Câmara.

Prefeito presente

Para acompanhar de perto a votação, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), decidiu ir a Câmara e assitir tudo da galeria.

Com vistas a se sentir à vontade no recinto, o petista mobilizou uma claque de aliados e o staff do governo para dar cobertura a sessão e apoiar aos governistas com gritos e palavras de ordem. Bastou o prefeito chegar para alguns dos vereadores descerem do salto e protagonizarem um show de puxação de saco sem precedentes.

Era tanta baboseira que alguns se perdiam nos discursos enfadonhos que acabavam não falando coisa com coisa. Um na tentativa de atacar o colega esqueceu o próprio passado recente, outro dizia uma coisa, mesmo com todos sabendo que na prática a forma de atuação era outra bem diferente, outro metido a engraçado fazia piadas sem graça e fora de hora no intuito de chamar atenção e outro mais agressivo ainda para mostrar serviço ao chefe, falou das “lagartas do governo anterior” e esqueceu de lembrar do ditado popular: macaco olha pro teu rabo que teu passado te condena…

Emendas

Marcos Torinho fazendo uso da palavra: autor das emendas que polemizaram o projeto

O cenário estava todo armado. Como sabiam que o vereador Marcos Tourinho apresentaria suas emendas, o governo se antecipou usou o vereador Júnior Santos (PMDB), para fazer o mesmo, apresentando uma versão que manteria a autonomia do prefeito para fazer o que quisesse sem o aval da Câmara.

Foi tudo montado tão perfeitamente que Tourinho enquanto presidente da Comissão de Constituição e Justiça que tem a prerrogativa de convocar os demais membros para uma reunião o fez e nenhum deles compareceram. Mas eles por interesse próprio no dia seguinte, convocaram outra reunião e ainda disseram que chamaram o presidente mas que ele não havia sido encontrado, pode?

Votação

Após um intenso debate de mais de 3 horas e com as galerias lotadas, os governistas aprovaram a matéria derrubando as emendas apresentadas por Marcos Tourinho e aprovando a que fora apresentada pelo vereador Júnior Santos.

Votaram a favor o presidente da Casa Osmar Aguiar e os vereadores João Paulo, Dr Ricardo, Lisa Pires, Reginaldo Janse – Cará, Júnior Santos, Luiz Ramos, Mohabe Branco, Sillas do Louro e Wilson Vaz. O vereador Marcos Tourinho se absteve, Rafael Cruz votou contrário e Camilz Liz esteve ausente.

O comando da sessão

Galeria lotada

Embora com as críticas ácidas desse blog na última segunda segunda (13), o presidente da Câmara Osmar Aguiar parecia outro e comandou os trabalhos com maestria.

Mesmo com a presença do prefeito na galeria, o petista se comportou de forma isenta e garantindo voz e fala para todos de forma indistinta. Ainda com toda a complexidade e os ânimos muitas vezes acirrados, Osmar não perdeu em nenhum momento o controle e as rédeas do comando da sessão.

A lição

Como o blog disse que se a matéria fosse aprovada do jeito que estava os vereadores teriam que chorar na cama que era lugar quente, o conselho fica mantido e não demorará muito para que os vereadores comecem a colher os frutos do que plantaram.

A lição que fica é que mesmo com a submissão da grande maioria, ainda temos vereadores dispostos a usar a legitimidade do cargo que lhes fora outorgado pelo povo para agir de forma independente e se fazer respeitar pelo Executivo pela própria altivez de como optaram por se portar na sessão e no mandato.

Mas essa é uma outra história…

Fotos: Raphael Duarte

Descrição da imagem Sem categoria | 4 Comments

4 Responses to Pressão! Sob os olhares do prefeito, Câmara de Coelho Neto aprova projeto de reforma administrativa…

  1. VERONICA says:

    todos esses viriadores que se venderam, alias até as mulheres entraram na negociação, no meu ponto de vista não merecem mais nenhum voto do eleitorado coelhonetense. Pensando bem o povo gosta dessa ganbada porque também não valorizam seu voto.

  2. VERONICA says:

    Gostaria muito de saber quando poderemos ter uma camara composta por homens e mulheres de verdade e vergonha…… Ô gente que dao tudo por dinheiro….. Não valem nem um Ôvo gouro.

  3. VERONICA says:

    SIM o prefeito e a secretaria de educação não vão resolver a situação dos alunos nâo? alunos tão saindo da escola 08:30 da manhã. vocês só estam interessados em registrar as aula para cumprim a carga horaria, os alunos não veem as matérias e fica por isso mesmo. os professores é que ficam por incompetentes. tomem vergonha!

  4. VERONICA says:

    SANDAN, FEZ VIRIADORES SE PROTEGEREM COM FRALDAS DESCARTÁVEL…. KKKKKKK, A HORA É AGORA….. VERBA EXTRA PARA ESTOQUE DE FRALDAS NA CÂMARA….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *