Prefeito que persegue: APAE de Coelho Neto pode ser fechada e manifestação vai as ruas em protesto

Desde que assumiu o comando do município, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) colocando como prioridade do seu mandato o fechamento da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE.

Revoltado por não ter recebido o apoio político da ex-vereadora Marlene Coelho, o petista começou a trancar os repasses que eram feitos para sufocar a entidade, coisa típica do seu perfil odiento.

A APAE que sempre viveu das transferências de recursos da prefeitura desde a gestão da ex-prefeita Márcia, passando pela gestão do ex-prefeito Magno e dos oito anos do prefeito Soliney começou a agonizar. Os servidores deixaram de receber seus salários com o governo comemorando e fazendo vista grossa para o caso.

A ajuda financeira que a APAE recebe no entanto não é favor. O recurso foi incorporado ao teto da Média e Alta Complexidade da Saúde pelo Ministério da Saúde ainda em 2008 e a Prefeitura cabe o dever de apenas repassar o recurso e até nesse Américo quer mexer. Para reforçar o plano de vingança, foi publicado uma portaria do Conselho Municipal de Saúde rejeitando as prestações de contas do ano passado, o que não é motivo para a suspensão dos recursos segundo fontes técnicas ouvidas pelo blog. O caso vai parar na justiça.

Para fechar o pacote de maldade, o prefeito já avisou aos pais que retirem os filhos da Apae e os matricule nas escolas regulares do município, mesmo com a rede não dispondo de profissional preparado e nem as escolas com estrutura adequada para receber estas crianças.

Por falta de recursos a luz da entidade ontem (23), segundo fontes do blog foi cortada.  Durante uma reunião realizada esta semana com pais de alunos, foi decido que uma manifestação será realizada na tarde desta sexta (26), a partir das 16h da frente da entidade no bairro Anil com alunos, pais e toda a comunidade que tiver interesse de abraçar a causa da entidade. Estamos diante de um governo desastroso e de um prefeito que não mede esforços para perseguir quem ousa contrariá-lo.

Vamos todos para as ruas! Continuemos unidos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *