Preconceito x Deficiência Intelectual x Analfabetismo Funcional: Por Telmo José

 

 

Os livros de história da arquitetura nos contam que foram os antigos egípcios quem criaram os ‘obeliscos’. Historiadores nos ajudaram a entender como os criadores destes monumentos, executavam, ornavam e, a parte mais difícil da tarefa, os colocavam em pé. Explicaram também como e porque eram construídos, razão pela qual estes elementos de forte simbolismo se difundiram por todas as épocas e pelos cinco continentes.

Os ‘obeliscos’ têm forma quadrangular e ligeiramente afunilada na parte mais alta, formando uma pequena pirâmide na ponta. Os primeiros monumentos desta forma foram construídos utilizando apenas uma única pedra (monólitos), que por sua vez eram esculpidos até o formato de um ‘obelisco’, e hoje, normalmente executados em concreto armado ou alvenaria, revestidos de placas de mármore.

‘Obelisco’ é um monumento arquitetônico comemorativo típico e criado como marcos de homenagens, normalmente decorado com inscrições hieroglíficas gravadas nos quatro lados. A construção de um obelisco na Cidade de Chapadinha, tem por objetivo homenagear os 80 anos e também as pessoas fundadoras desta cidade que contribuíram direta ou indiretamente pela história chapadinhense.

Idealizadora da ideia e responsável pela construção, está a Associação de Filhos e Amigos de Chapadinha (AFACHAP), criada em setembro 2017, presidida por pessoas ilustres desta cidade como Carlos Borromeu Passos Vale (Presidente), José de Ribamar da Silva – Ze Baleco (Vice Presidente), Herbert Lago Castelo Branco e Socorro Frazão (Secretários), Delmar Carneiro e Joélcio Oliveira (Tesoureiros) e os conselheiros Eurico Filho, Francisco Barros e Elma Almeida além de outras ilustres pessoas que fazem parte desta cidade como Edmilson Conrado Pinto, José Viera de Almeida Filho, José de Sousa Almeida Filho, José Maria Quariquasi. Cabe ressaltar que a mesma não tem cunho político, mal que ainda está no suor de muitos nesta cidade.

Muito causou me espanto, os comentários maldosos e infundados ligando a gestão municipal e o nome do prefeito Magno Bacelar a esta obra. O prefeito autorizou a construção e deu total apoio à mesma, que será custeada pela AFACHAP, porém em nada tem haver com a obra.

Obra pensada e criada pelos patriarcas da sociedade da cidade de Chapadinha, que bem antes de pronta, é ridicularizada.

‘Obelisco’ simboliza superioridade, defesa e proteção, e de forma geral tem formato arquitetônico que se assemelha a ‘um raio de sol petrificado’.

Espero que depois de inaugurado seja um raio de conhecimento, respeito e de leitura interpretativa na cabeça de alguns indivíduos desta cidade bem como das futuras gerações chapadinhenses.

P.S: minha contribuição será o cálculo estrutural do obelisco. Gratuito para a associação e para a cidade! Qual será a sua contribuição?

*Telmo José é engenheiro, professor da UFMA e Assessor Especial da Prefeitura de Chapadinha

Deixe uma resposta