Para não dizer que não falei de elogios…

Albertino com a mão na massa: um dos poucos acertos do atual pefeito no primeiro escalão

Contrariando as previsões dos atuais ocupantes do Palácio Municipal em Coelho Neto, esse blog não terá qualquer problema em elogiar os membros do governo e as iniciativas que mereçam deferência.

Não há qualquer problema em admitir por exemplo, que nesses primeiros três meses é possível avaliar de forma bastante satisfatória a atuação do Secretário de Agricultura Albertino Veríssimo.

Sua indicação antecipada em primeira mão por esse blog ainda no ano passado, ganhou notoriedade tão logo teve seu nome confirmado e a partir de então caiu em campo para suas primeiras iniciativas.

Esforçado, discreto e com o legado de quem conhece a fundo a pasta que comanda, o jovem secretário vem aos poucos imprimindo sua marca ao setor.

Ele é educador popular formado pela Escola Nacional de Formação da CONTAG e dirigente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Coelho Neto, natural do povoado Buenos Aires, zona rural do município.

Apesar do governo ser centralizador e os secretários não dispor de autonomia, ainda assim Albertino consegue se sobressair de muitos dos seus colegas de pastas maiores.

Ao invés “do salto alto” e das declarações estapafúrdias fora de tempo, Albertino tem se mostrado humilde e  muito mais preocupado em entender a dinâmica da gestão, pelo menos é isso que se observa. Nessa primeira leva de secretários, o titular da Agricultura que acaba de realizar um evento referência para a região é um dos poucos que merece continuar no cargo.

Nesses primeiros 100 dias, o governo já pode fazer uma avaliação prévia dos secretários que na linha de Albertino mostraram que podem ficar.

Mas o prefeito pode insistir em manter todas as pastas, inclusive as problemáticas do jeito que está.

Simples assim!

One thought on “Para não dizer que não falei de elogios…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *