Câmara dos Deputados discute SINAJUVE em audiência pública

0

A previsão é que o decreto que cria o Sistema Nacional de Juventude seja publicado ainda esse mês

O secretário Nacional de Juventude, Assis Filho, participou nesta quarta-feira, de audiência pública, na Câmara dos Deputados para debater os principais pontos do Sistema Nacional de Juventude – SINAJUVE. Representantes do Fórum Nacional de Gestores de Políticas Públicas de Juventude nos Municipios, Maicon C. R. Nogueira; da Comissão de Programas e Políticas do Convuje, Maria das Neves, o Secretário Executivo do Coijuv, José Antônio de M. Filho, o presidente do Conjuve, Anderson Pavin Neto e o deputado André Amaral, membro da Comissão de Legislação Participativa também participaram da mesa de debates no plenário.

O secretário Assis Filho defendeu a regulamentação do artigo 39, que cria o SINAJUVE, além da efetivação das políticas que foram reativadas, como o ID Jovem que vai beneficiar mais de 16 milhões de jovens e do Plano Juventude Viva.

“A regulamentação e o decreto que serão assinados pelo presidente Michel Temer, é a recuperação de uma dívida histórica do Estatuto da Juventude, esse texto recebeu milhares de contribuições dos jovens brasileiros, da sociedade civil, de representantes de diversos segmentos, de entidades de atuação nacional e regionais. Estamos avançando para um momento histórico para nossa Juventude. Esse decreto vai atender as expectativas de governança, de ativação de políticas públicas e efetivação dos direitos previstos em nossa Constituição. Nós vamos trabalhar para tornar a temática da Juventude como prioridade na agenda pública de Governo”, declarou Assis Filho.

O SINAJUVE está previsto no artigo 39 do Estatuto da Juventude e prevê as competências União, Estados e Municípios na implementação da Política Nacional de Juventude. O objetivo é a promoção das diretrizes, o desenvolvimento de programas e ações que promovam e garantam os direitos dos jovens previstos no Estatuto da Juventude.

Descrição da imagem Sem categoria | Deixe seu comentário

Duque Bacelar sedia Ciclo de Palestras do Governo do Estado com agricultores

0

A cidade de Duque Bacelar integrou nesta quarta (16), no prédio da Câmara de Vereadores, o Ciclo de Palestras Cadeia Produtivas de Aves Caipira promovido pelo Governo do Estado.

O evento é uma ação da Secretaria de Agricultura Familiar – SAF voltado para beneficiários da Cadeia Produtiva de Aves Caipira.

Entre os assuntos das palestras foram discutidos temas relacionados ao manejo sanitário, esclarecimentos sobre fomento e sensibilização dos agricultores sobre cadastramento junto a Agência de Desenvolvimento Agropecuário – Aged.

“Essa é mais uma das ações que estamos desenvolvendo em parceria com a Secretaria de Agricultura Familiar do Estado. Agradecemos ao secretário Adelmo Soares e ao prefeito Jorge Oliveira por oportunizar mais esse momento de capacitação aos nossos agricultores”, disse o secretário de Agricultura Toinho da Gracinha.

Descrição da imagem Sem categoria | Deixe seu comentário

Prefeitura emite nota e explica suspensão do fornecimento de água em Afonso Cunha…

0

A Prefeitura de Afonso Cunha através da Secretaria de Obras emitiu nota dando explicações sobre os motivos da falta de água que atingiu alguns bairros da cidade.

As explicações do secretário Tales Paranhos que esteve no escritório local da Caema faz-se necessárias para que os aproveitadores de plantão não se aproveitassem do episódio para criar mais um factóide político e com isso atribuir a ocorrência ao município.

Segue a nota:

Sobre a falta de água que atingiu o centro de Afonso Cunha e alguns bairros da cidade, a Secretaria de Obras explica que essa área de atuação é de competência da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão – Caema;

O sistema apresentou problema na última sexta (11) e no domingo (13) um caminhão passou e danificou o poste que fornece energia ao poço. A Companhia Energética do Maranhão – Cemar alegou que só religaria se a Caema fizesse o padrão de ligação exigida pela empresa energética, impasse que enquanto durou foi amenizado por uma ação da Prefeitura que passou a fornecer água através do carro pipa;

Em conversa realizada nesta quarta (160 com o responsável pela Caema, Sr. Vitor, ele informou que no final do dia tudo estaria no padrão exigido pela Cemar para que a religação fosse feita e todo o sistema fosse normalizado.

Como já esclarecido esse abastecimento não compete a Prefeitura, mas não nos esquivamos de ajudar inclusive prestando os devidos esclarecimentos para que a verdade seja restabelecida.

Secretaria de Obras de Afonso Cunha

Descrição da imagem Sem categoria | Deixe seu comentário

Executiva do PMDB assegura punição a vereadores infiéis em Coelho Neto

0

Ao lado de Soliney, o presidente Remi Ribeiro assegurou punição aos infièis.

O Presidente Estadual do PMDB em recente vídeo divulgado nas redes sociais, assegurou uma punição aos vereadores que votaram contra a orientação do partido no caso das contas do ex-prefeito Soliney Silva.

“As questões estatutárias serão cumpridas a rigor, principalmente nos casos dos vereadores de Coelho Neto votando em desacordo com o partido o estatuto do partido tem as normas que vai ser colocadas em prática e terão que responder de acordo com a Lei com direito de defesa mas o partido irá tomar as providencias necessárias em relação a essa postura de companheiros de partido”, disse ele.

Ribeiro defendeu que o voto teria que ser dado em acordo com o que fora estabelecido pelo Tribunal de Contas do Estado – TCE.

“O Tribunal de Contas do estado recomendou a provação das contas, não é nem em desacordo com o voto do Tribunal e por questões de ordem política os vereadores tomaram uma posição contrária a recomendação legitimamente estabelecida pelo Diretório Municipal”, finalizou.

Da bancada do PMDB votaram contra as contas do ex-prefeito Soliney, os vereadores Júnior Santos, Reginaldo Janse e Sillas do Louro.

Descrição da imagem Sem categoria | Deixe seu comentário

PMDB vai mudar de nome…

0

O presidente nacional do PMDB, Romero Jucá (RR), afirmou nesta quarta-feira que encaminhou um ofício ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para mudar o nome da legenda para MDB (Movimento Democrático Brasileiro), como era na época da ditadura militar.

A alteração, que tem o aval do presidente Michel Temer, deve ser concretizada em 27 de setembro, durante a convenção nacional da legenda. Jucá nega que a mudança do nome seja uma tentativa de “esconder” o partido atrás de uma nova marca, já que a cúpula da legenda e o próprio Temer têm sido alvo de diversas denúncias relacionadas a escândalos de corrupção, especialmente no âmbito da Operação Lava Jato.

“Nós estamos querendo colocar o partido de acordo com o que tem de mais moderno no mundo hoje. Os novos partidos não são registrados como partido. Também estamos resgatando essa questão histórica, a nossa memória. Nós não queremos ser um partido, nós queremos ser uma força política. Queremos ganhar as ruas com uma nova programação”, disse.

O MDB foi criado em 1966, para fazer oposição à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido que dava sustentação à ditadura militar. O fim do bipartidarismo, em 1979, levou à reorganização do quadro partidário e fez o MDB virar PMDB.

Ame-o ou deixe

Ainda nesta quarta-feira, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) voltou a criticar o presidente Michel Temer, dizendo que ele “quer transformar o partido em um puxadinho do governo”. Segundo ele, o comando da legenda tem ameaçado parlamentares que tem divergências com o Palácio do Planalto. “O PMDB está adotando uma lógica ‘ame-o’ ou ‘deixe-o’, e já tivemos tristes sentimentos com isso no passado”, disse, referindo ao período da ditadura.

Renan foi a uma reunião do partido hoje para defender que sejam reconsiderados os pedidos de expulsão dos senadores Kátia Abreu (TO) e Roberto Requião (PR), em análise na comissão de ética do PMDB, e a suspensão de deputados do partido que votaram a favor da denúncia contra o presidente Michel Temer, como Jarbas Vasconcelos (PE). Apesar das críticas, o alagoano negou que tenha intenção de deixar a legenda.

“Tudo isso é novo no PMDB. O PMDB nunca fechou questão, se caracterizou sempre como um partido democrático, então fechar questão nessa hora, suspender deputados, ameaçar senadores, é uma coisa brutal do ponto de vista do partido e da democracia”, disse.

Ele lembrou que o senador Romero Jucá (RR) é presidente interino da legenda e questionou a sua legitimidade para aplicar o que considera “maldades” sobre os correligionários. “Acho muito ruim que Romero (Jucá) se preste a esse papel”, alfinetou Renan. Eleito vice-presidente da sigla, Jucá assumiu o comando do partido de forma provisória após Michel Temer se tornar presidente da República no ano passado.

(Com Estadão Conteúdo) 

Descrição da imagem Sem categoria | Deixe seu comentário

Na chibata: Empresa terceirizada maltrata garis em Coelho Neto…

Entrega de fardamentos é apenas ilusão: tratamento dispensado à classe é o pior possível

Se avisou que essa história de terceirização poderia não dar certo né? Pois é, dito e feito. Quem vê a foto acima dos garis todos fardados até se ilude com a propaganda do governo municipal em Coelho Neto.

De acordo com a matéria extraída no site da Prefeitura no último dia 20 de julho, estava se inaugurando um novo momento na história da limpeza pública do município. “Os trabalhadores que cuidam da limpeza da cidade agora trabalham com carteira assinada e todos os direitos trabalhistas garantidos”, diz o texto.

A Cotral – Construções e Transporte do Maranhão é a empresa contratada para prestação de serviços de coleta e transporte de resíduos sólidos domiciliares e comerciais no Município pela bagatela de R$ 2.449.908,96 (Dois milhões, quatrocentos e quarenta e nove mil, novecentos e oito reais e noventa e seis centavos). É ela que comanda a primeira experiência de terceirização do município que pelo visto não está sendo nada boa e já falamos sobre ela (relembre AQUI)

Pois bem, embora na propaganda esteja tudo certo, na prática e no real a coisa mais parece um filme de terror. De acordo com informações a que o blog teve acesso, a empresa terceirizada recolheu as carteiras para assinar, mas nunca as assinou, pelo menos os trabalhadores nunca tiveram acesso a isso.

Fora os dois meses para receber, a situação é desesperadora e já tem deles que alega dificuldade para comprar alimentos, pois os comerciantes sabem que trata-se de uma firma terceirizada e já não querem mais vender. Nenhuma justificativa é dada e vários deles já ameaçam parar. Se perguntar o dia que vai receber ainda é ameaçda de demissão.

A jornada de trabalho de 08 (oito) horas por dia é cansativa e ainda assim ninguém pode parar sequer pra beber água, pois um fiscal da empresa chega junto para questionar o famoso: parou por que? Esse é mais um dos temas que o prefeito Américo de Sousa deveria ter falado no seu programa de rádio ao invés de está se lamentando e contando conversa pra boi dormir que a população não aguenta mais ouvir

O respeito aos agentes de limpeza pública ficou só na propaganda, porque na vida real a coisa é bem diferente.

Mudou ou não mudou?

Descrição da imagem Sem categoria | 3 Comments

Conselheiros do Conjuve tomam posse em cerimônia plural…

0

Os 60 integrantes do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) tomaram posse nesta terça-feira (15/08), em Brasília (DF), numa cerimônia bastante plural e representativa, que contou com apresentações de dança do Povo Xerente, de Tocantins, e da companhia de dança Pegada Black, da periferia do Distrito Federal. A cerimônia contou com a presença dos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy; do secretário nacional de Juventude, Assis Filho; da vice-governadora do Tocantins, Claudia Lelis; da secretária-executiva da Secretaria de Governo da Presidência da República, Ivani dos Santos; dos deputados federais Carlos Gaguim (PMDB-TO) e André Amaral (PMDB-PB); e do prefeito de Tocantínia, Manoel Silvino; da vice-presidente do Fórum Nacional dos Gestores de Juventude, Jéssica Ohana, entre outras autoridades. Ao final da posse, os conselheiros foram recebidos pelo presidente Michel Temer.

“Temos representantes de todas as regiões do Brasil e da pluralidade da juventude brasileira”, comemorou Imbassahy. O Conjuve é composto por 60 conselheiros, 40 representantes da sociedade civil e 20 do governo. As entidades representativas da sociedade civil foram escolhidas após um processo amplo e democrático, no qual foram eleitas instituições de atuação nacional, regional e estadual e organizações que atuam nos 11 Eixos Temáticos do Estatuto da Juventude.  O ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República garantiu que “não faltarão recursos para os programas para a juventude”.

Desire Queiroz dos Santos, representante da região Centro-Oeste pelo Conselho Regional de Administração do Mato Grosso do Sul, defendeu a qualificação profissional e a equidade de gênero no trabalho. “No Conselho Regional de Administração implantamos políticas para a inclusão da mulher no mercado de trabalho, de capacitação profissional e de equidade racial. E são esses os eixos que vamos defender no Conjuve”, anunciou a conselheira, que também defende a igualdade no trabalho para a mulher negra.

Assis Filho disse que “é por meio da participação social que vamos implantar as políticas públicas de juventude”. O papel do Conjuve é o de propor estratégias de acompanhamento e avaliação da política nacional de juventude; promover a realização de estudos, debates e pesquisas sobre a situação juvenil, com vistas a contribuir na elaboração de propostas de políticas públicas; apresentar propostas de políticas públicas e outras iniciativas que visem a assegurar e a ampliar os direitos da juventude; e fomentar o intercâmbio entre organizações juvenis nacionais e internacionais.

“As políticas públicas de juventude precisam chegar nas periferias, nas aldeias e nos becos”, ressaltou o secretário nacional de Juventude. Bruno Ramos, conselheiro do Conjuve representando a Liga do Funk, elogiou o processo que elegeu movimentos e associações de juventude representativos e de atuação nos 11 eixos temáticos do Estatuto da Juventude. “Quero agradecer ao funk que me tirou do submundo e me colocou aqui no Conjuve, onde vamos criar políticas públicas de base e de fato”.

O ministro da Casa Civil destacou que mais de 200 mil jovens têm acesso ao ID Jovem, programa lançado em dezembro do ano passado pelo presidente Michel Temer e que dá direito ao jovem de baixa renda pagar meia entrada em eventos culturais e esportivos, além de duas passagens gratuitas e duas com 50% de desconto em viagens interestaduais. “Estamos aqui para levar a política do presidente Michel Temer para a juventude”, ressaltou Padilha.

Dentre os 60 conselheiros, alguns foram escolhidos para serem diplomados durante a cerimônia:

– Ayune Bezerra Soares, do Fórum Nacional de Travestis e Transexuais Negras e Negros (Fonatrans), do Eixo Temático Diversidade/LGBT;

– Pedro Prata, da Escola de Gente, Eixo Temático Diversidade/ Jovem com Deficiência;

– Iago Rodrigues Ervanovite, da Pastoral Juvenil da CNBB, do Eixo Temático Comunicação;

– Caio Angarten, da União dos Escoteiros do Brasil, Eixo Temático Educação;

– Marcus Vinicius Barão, da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), Eixo Trabalho e Renda;

– Marcos Silva, do Movimento Nacional ODS Nós Podemos, Eixo Temáticos Meio Ambiente;

– Bruno Ramos, da Liga do Funk, Eixo Temático Cultura; Pedro Caldas, do Eixo Temático Diversidade/LGBT;

– Misael Mendes Rocha, da OAB, Eixo Temático Segurança e Paz;

– Ediglei Alexandre Cesário, União Nacional das Instituições de Auto Gestão em Saúde (Unidas) Eixo Temático Saúde;

– Jéssica Ohana, do Conjuve, Eixo Temático Poder Público;

– Raphael Mendes, da União Estadual dos Estudantes de Roraima/Região Norte;

– Valber Neto, da União Municipal dos Estudantes de Rosario-MA/ Região Nordeste;

– Larissa dos Santos Ferreira, da Associação de Moradores dos Bairros Jardim, Jardim Petrópolis e Residencial/Região Centro-Oeste;

– Bruno Gabriel, Região Sudeste;

– Edson Lau, Região Sul;

– Erick Martins, Eixo Temático Participação;

Da SNJ

Descrição da imagem Sem categoria | Deixe seu comentário

Rapidinhas da boca da noite…

Amigas

Lembram da história da 1, da 2, da 3 e da 4? Pois menino disseram que o caboco chamou a 2 e a 3 na grande e disse: ou a duas se entendem ou coloco as duas na rua. Pense num santo remédio kkkkkkkkkkkkk As duas criaturas se entenderam e agora estão amigas de infância kkkkkkk Cabra duro! Kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Passaram

O grupo de whatsapp Política e Opinião (o mais badalado de Coelho Neto) fez sucesso no vestibular da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA. Silvio Araújo, Asiel, Ribamar, Thierry, Silvio Gomes, Denevalter e Regina foram aprovados e agora devem cursar a Universidade. Parabéns a todos… para-choques ou não! kkkkkkkk

Surpresa

Eita que os professores de um município acolá vão ganhar um presente de grego. É que o “prefeito bonzinho” vai voltar as 16 horas, ou seja, as famosas 13 horas vão acabar kkkkkkkkkkkkkkkkkk Dois dias de folga já era papai kkkkkkkkkkk Foram eleger o dito cujo, agora é murro na venta!

Sumiu

Rapaz e o blogueiro aposentado por onde anda? Será que conseguiu ser lembrado e recebeu uma nomeação, porque o que se sabe na escola é que o dito cujo nunca mais apareceu por lá. Não acredito nessa hipótese porque o salário de fome que um governo acolá paga não é atrativo para seu ninga, ainda mais pra o dito cujo que recebe muito bem obrigado através do seu concurso. Não estão mais nem chamando ele de blogueiro aposentado, agora é aposentado fotógrafo kkkkkkkkkkkkk

Quem é

Rapaz quem é a diretora que foi curtir o litoral e quando chegou tinham levado a merenda escolar? Rapaz tem um governo acolá que tem história kkkkkkkkkkkkk

Descrição da imagem Sem categoria | 1 Comment

Mais de 130 pessoas participam de Oficina Interlegis em Chapadinha…

0

O primeiro dia da Oficina Interlegis de Revisão de Marcos Jurídicos lotou o auditório do Sebrae, no centro de Chapadinha, cidade de cerca de 75 mil habitantes, no leste maranhense, a 245 quilômetros de São Luís. Mais de 130 pessoas, representando cerca de 15 Câmaras Municipais da região, se inscreveram para participar do treinamento.

O volume de interessados surpreendeu até mesmo o instrutor da Oficina, Tairone Messias Rosa, assessor jurídico do Senado, mesmo ele tendo saído de Brasília sabendo que era grande o interesse demonstrado pelos servidores, a partir das informações da Câmara de Chapadinha, anfitriã do evento. As expectativas, no entanto, foram superadas. A partir de amanhã, ele vai contar com o apoio de outro instrutor, Rafael Inácio de Fraia e Souza, consultor legislativo do Senado.

Os chamados Marcos Jurídicos são documentos importantes pois regem o funcionamento das câmaras e a organização dos municípios. A grande maioria, de acordo com vários levantamentos feitos, inclusive pelo próprio Interlegis, está desatualizada e, muitas vezes, em desacordo com outras leis e até com a Constituição Federal.

A programação compreende uma palestra sobre a importância do Regimento Interno e da LOM e orientações a respeito de organização do município; políticas públicas municipais; competências e funções do vereador entre outros tópicos. O curso terá duração de 24 horas-aula.

Durante a oficina, o Regimento Interno da Câmara e a Lei Orgânica do município de Chapadinha servirão de base para que os especialistas discutam a importância da atualização desses textos, dentro de parâmetros constitucionais e atentos às necessidades locais.

O Regimento Interno da Câmara e a Lei Orgânica de Chapadinha são da década de 90, o que mostra a necessidade de se olhar com atenção para estes instrumentos que impactam o trabalho legislativo, sua relação com o Executivo e, por consequência,  com os cidadãos. O suporte para sanar estas dificuldades é oferecido gratuitamente pelo Interlegis, mas são os vereadores que terão que aprovar as mudanças.

O evento de Chapadinha tem o apoio do senador Roberto Rocha (PSB-MA).

Do Portal Interlegis

Descrição da imagem Sem categoria | Deixe seu comentário

Soliney consolida “status quo” de liderança estadual e se cacifa no PMDB para 2018

Soliney e Roseana: aliados de primeira hora

O ex-prefeito de Coelho Neto Soliney Silva (PMDB) esteve reunido ontem (14), com a ex-governadora Roseana Sarney. Além da visita de cortesia, os dois peemedebistas avaliaram cenário político nacional sem esquecer os desenhos políticos do Estado para o pleito do próximo ano.

Silva é hoje um dos entusiastas do projeto de retorno da ex-governadora a disputa eleitoral e se consolida como o principal aliado da família Sarney na região.

Remi reafirmou a pré-candidatura do ex-prefeito de Coelho Neto e destacou seu cacife eleitoral para sair vitorioso mais uma vez na disputa para um novo mandato no parlamento estadual.

“Soliney será pré-candidato pelo PMDB do Estado do Maranhão nas eleições que se avizinha no próximo ano, sendo pré-candidato a deputado estadual e deve ser um dos mais votados no Estado”, avalizou Remi.

Presidente de Honra da legenda, Soliney também foi recebido em audiência pelo Presidente Estadual do PMDB, Remi Ribeiro, que lhe entregou a missão de comandar a diretoria de movimento e órgãos da legenda no Estado (que inclui Fundação Ulysses Guimarães, PMDB Mulher, Sindical, Afro, Juventude, Sócio Ambiental e Tradicionalista).

Soliney com Remi Ribeiro: novas missões no PMDB

“Com muita alegria recebi mais essa missão do nosso partido e vamos nos esforçar para atender as expectativas. Agradeço ao reconhecimento do nosso presidente Remi e estamos focados para reforçar o partido, bem como arregimentar forças para buscar do povo a confiança em busca de mais um mandato na Assembleia Legislativa”, destacou o ex-prefeito.

Pelo visto, Soliney está mais vivo do que nunca e deve garantir os apoios necessários para voltar com tudo em 2018.

E alcançar com êxito seu retorno a Assembleia Legislativa…

Descrição da imagem Sem categoria | 4 Comments