O esforço do prefeito de Coelho Neto…

Américo em meio ao povo e as maizenas: esforço para garantir melhora na popularidade 

Popularidade, simpatia e carisma nunca foram os pontos fortes do hoje prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), e isso nem o mais cego de seus aliados é capaz de negar. Pouco mais de um ano após assumir o comando da cidade, o petista vem se esforçando para se livrar do perfil carrancudo e antipático e encarnar uma figura com característica mais aparzível.

Para isso, tem sido obrigado a engolir os discursos, mudar as atitudes e fazer coisas que para ele até eram inimagináveis, sendo a primeira delas o redesenho do seu grupo político.

Após eleito, achava que daria conta de governar com meia dúzia dos lacaios que lhe serviam durante o tempo em que militava como sindicalista. No exercício do governo viu que grande parte dos companheiros não se prepararam para governar e está sendo obrigado a compor sua gestão com nomes criticados por ele e pelos seus aliados até então.

No Carnaval essa tentativa de mudança pôde ser vista de forma mais nítida. Américo não tem qualquer histórico de identidade com manifestações culturais. Nunca promoveu nenhum evento do gênero em nenhum tempo e aparecia em um dos blocos de carnaval de ano em ano, apenas para manter a evidência do seu nome para a próxima disputa eleitoral.

Desde o início da Festa de Momo na última sexta (09), Américo tem se esforçado para se parecer um folião desde criança. Se esforça para manter sorrisos, garantir acenos e esbanjar uma simpatia em fotos nunca antes vista, talvez motivado pela própria pressão do ano eleitoral.

Parece que as mudanças nos métodos pelo menos aparentemente começaram a surtir efeito e o clima pesado de sua impopularidade pelo menos no Carnaval foi deixado de lado, não se tendo notícia de qualquer represália contra o mandatário.

As mudanças nos quadros do governo repercutiram positivamente também na organização do Carnaval.

Mas essa é uma outra história…

Foto: Euclides Filho

2 thoughts on “O esforço do prefeito de Coelho Neto…

  1. Em BH, Minas, qual água o PT tomou nesse Carnaval?…
    Eu sei! Foi água de parto!
    |
    Observe:
    Votar em PT é uma “experiência” de compra.
    Não é o produto que é importante. Mas a ex-pe-ri-ência abstrata.
    A experiência de se estar comprando!
    [“– votei no PT. É chique. Sou moderninho. Sou “””jovem”””)
    PT é 1 produto de consumo. Vendido.
    E propagado via marketing publicitário e propaganda.
    |
    No Carnaval basta ir aos blocos e alguns bloquinhos pra ver PT [disfarçadamente] se infiltrando para fazer propaganda e doar adesivos a favor do apedeuta lula:
    |
    PT procura associar sua imagem com o Carnaval pra “dizer” Q é moderninho; de Q se está com “dioniso”, que não é “careta” [rsrsrs]! Mas no seu miolo o PT é barango; Kitsch; é brega; de mau gosto enorme; caretaço!; cafonérrimo!
    Votar no PT não é apenas votar; mas é uma “experiência” de se comprar.
    O que se compra não importa! O importante é a apenas a experiência de consumo!

  2. coitado desse prefeito que por causa de tantas demissões ele não ganha nem pra vereador!!! Convido esses chupa ovo a irem nos postos de saúde que não tem um atendente porque ele não gosta de contratados. E a secretária de educação ainda tem coragem de dizer que se precisar de zeladoras e vigias nas escolas ela contrata, poxa se não tem um vigia nas escola da zona rural ela ainda vem dizer se precisar, claro que precisa secretária porque não tem nenhum!!! Alô ministério público por lei tem que ter vigias pra segurança das crianças e funcionários nas escolas e as aulas encerraram em novembro pra reformas das escolas e só agora que começou as reformas, vocês acham que não é esperteza desse Américo pra retardar contrato? claro que sim!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *