MEU PAI HERÓI – POR SOLINEY FILHO

MEU PAI HERÓI – POR SOLINEY FILHO

Com um perfil parecidíssimo com o do pai em tudo, popularidade, físico, beleza, atitude, amizade, carisma e postura, Soliney Filho (foto) é cativante e atencioso com o povo de Coelho Neto. É o que se pode chamar de “cópia fiel”.

POLIMENTO POLÍTICO

Político nato, esse polido filho de Soliney e Suely já desponta como uma grande promessa e seu dicurso espontâneo aparece simplesmente quando fala e, como é da vontade dele e de seys pais, está esperando apenas terminar a faculdade de Odontologia para completar o ciclo e encabeçar de vez na vida pública, coisa que ele mais gosta.

EM NOME DO PAI

“Eu fico feliz porque meu pai é bem visto pelo povo, porque é um povo carente, é um povo que merece todo o trabalho que ele está fazendo e só tem um ano e meio de governo, então isso pra mim é um motivo de grande orgulho, de grande satisfação”, diz Soliney Filho, que apesar de ter seu nome presente em todas as pesquisas, não sairá candidato, pois a família está muito concentrada em fazer um excelente governo na prefeitura de Coelho Neto. “é um sonho que pretendo seguir depois de formado”, comenta.

PAI HERÓI

“Eu digo sempre aos meus amigos: meu pai criou um caminho para todos os filhos trilharem, o caminho do bem”. A força de vontade, a forma com que Soliney enfrenta os problemas, procurando sempre a solução mais clara, mais simples, é motivo de grande admiração para Soliney Filho, que se entrega à alegria de ter o pai como super-guerreiro, o herói, o espelho. “Sou feliz por ser filho do Soliney, da pessoa do Soliney e de ser filho do Soliney político”, finaliza.

Da Revista Caras e Nomes

2 thoughts on “MEU PAI HERÓI – POR SOLINEY FILHO

  1. É transtornante o jeito pelo qual você faz essa espécie de colunismo social. Pra ser bem mais popular: puxa saquismo. Você com esse post chega a ser ridículo. Digo mais, você é um demagogo, da mesma “laia” do Soliney (que visa apenas ao lucro obtido nos cofes públicos)e, pelo visto, do Soliney Filho também. É lamentável o uso que você dar as palavras. Grandes nomes da literatura certamente estão se revirando em seus túmulos. Mas, eles podem ficar tranquilos, a literarura e o jornalismo estão a salvos: você não é nada, além de um oportunista barato que deve se vender por muito pouco.

  2. Ao Contrário do que diz J.O. Vc tem razão Blogueiro Samuel Bastos, em suas colocações, em suas reportagens, no que vc pública em seu Blog.

    Parabéns.

Deixe uma resposta