IVJ 2017 revela: jovens negras têm 2,19 vezes mais chances de serem assassinadas que brancas

A Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO no Brasil), com apoio técnico do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), lançaram na manhã desta segunda-feira (11/12), em Brasília (DF), o Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência 2017.

Estiveram presentes o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra; o secretário nacional de Juventude, Assis Filho; o coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil e representante-residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD no Brasil, Niky Fabianci; a representante da Unesco no Brasil, Marlova Noleto; a representante da ONU Mulheres no Brasil, Nadine Gosman; a diretora-executiva do FBSP Samira Bueno; a coordenadora de Políticas de Ações Afirmativas da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Roseli de Oliveira; o vice-presidente do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve), Marcus Barão; e a representante da Fundação Palmares, Lorena de Lima Marques.

Deixe uma resposta