Inova Jovem inicia turmas em mais sete municípios

Na próxima semana, de 14 a 18 de maio, o projeto Inova Jovem vai iniciar o período de aulas em sete municípios brasileiros. Barreiras (BA), Campo Grande (MS), Montes Claros (MG), Maceió (AL), Maricá (RJ), São Paulo (SP), Tucuruí (PA) serão as próximas cidades a receber as turmas presenciais do projeto. Nesta etapa, os jovens matriculados terão aulas de planejamento, inovação, técnicas de venda e divulgação e muito mais. Os municípios que recebem o curso foram escolhidos com base nos altos números apresentados pelo Índice de Vulnerabilidade Juvenil 2017 (IVJ).

Nas semanas anteriores, 23 municípios já iniciaram o ciclo de aulas: Governador Valadares (MG), Itapipoca (CE), Magé (RJ), Balneário de Camboriú (SC), Camboriú (SC), Cabo de Santo Agostinho (PE), Marabá (PA), São Luís (MA), Simões Filho (BA), Araruama (RJ), Belo Horizonte (MG), Altamira (PA), Garanhuns (PE), Fortaleza (CE), Queimados (RJ), Juazeiro (BA), Ananindeua (PA), Jaboatão dos Guararapes (PE) e Porto Alegre (RS), Manaus (AM), Salvador (BA), Belém (PA), Recife (PE), Macapá (AM) e Brasília (DF), São José Ribamar (MA), Petrolina (PE), Castanhal (PA), Betim (MG), Teixeira de Freitas (BA), Itaboraí (RJ), Angra dos Reis (RJ), Campo dos Goytacazes e Macaé (RJ), Carauru (PE), Caucaia (CE), Eunápolis (BA), Florianópolis (SC), Paraupebas (PA) e Vespasiano (MG).

O Inova Jovem é um projeto que tem como objetivo transformar a vida de jovens que vivem em comunidades vulneráveis à pobreza e/ou violência através do empreendedorismo. Os inscritos apresentaram ideias para ter seu próprio negócio e obter renda e autonomia. Além do curso presencial, o projeto oferece também um período de incubação do negócio criado pelo jovem, no qual são acompanhados e instruídos para superar obstáculos e aumentar as chances de sucesso. Ao final do curso, os alunos recebem também um certificado que o qualifica para a gestão de uma empresa.

Inscreva-se aqui. (link: www.inovajovem.com.br)

O coordenador de políticas transversais da SNJ, Hélber Borges explica que a ação une educação, que transforma a longo prazo, e o empreendedorismo, que transforma a curto prazo a vida de várias famílias. “O Inova Jovem é uma das respostas do Plano Juventude Viva à vulnerabilidade juvenil nas periferias. Nós selecionaremos jovens de comunidades periféricas, escolhidas a partir dos indicadores do IVJ – são locais que apresentaram altos índices de vulnerabilidade juvenil -, que tenham um sonho de negócio e, ajudamos a transformar este sonho em uma realidade rentável”.

Saiba mais

Para enfrentar os altos índices de violência vividos pela juventude negra no Brasil, a Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) retomou, em agosto de 2017, o Novo Plano Juventude Viva. Suas ações são adequadas à realidade das estatísticas apresentadas pelo Índice de Vulnerabilidade Juvenil 2017 (IVJ). O plano visa criar oportunidades de inclusão social e de autonomia para os jovens, principalmente negros/as, entre 15 e 29 anos, expostos às situações de violência física e simbólica nos municípios de maior vulnerabilidade para a juventude. Dentro do pacote de ações do Juventude Viva, está sendo desenvolvido, junto a Agência de Fomento Social Besouro, o Inova Jovem – um projeto de incentivo ao empreendedorismo e a inovação em comunidades vulneráveis.

Da Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *