Flávio Dino em Coelho Neto: entre promessas antigas, requentadas e as novas promessas…

 

Depois de inúmeras visitas desmarcadas, o governador Flávio Dino esteve na última sexta (08), em Coelho Neto. Sem os devaneios e o bumbo dos aliados do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), o blog faz uma análise do que o comunista já tinha prometido, o que prometeu novamente e as novas promessas.

Em 27 de janeiro de 2017, o prefeito de Coelho Neto esteve com o governador onde foram anunciadas algumas “boas novas” para o município dentre as quais: a recuperação e reabertura do Farol do Saber, a reforma, reequipagem e abertura do hospital Ivan Ruy e a recuperação da MA-034.

As promessas para o Farol do Saber e do hospital Ivan Ruy não foram cumpridas e a recuperação da MA-034 foi feita de péssima qualidade, tanto que pouco mais de um ano o Governo do Estado voltou recentemente para fazer novas intervenções na via. Se o serviço tivesse sido feito de qualidade, alguém acredita que em um curto espaço de tempo o governo voltaria para fazer reparos na via?

Pois bem, no dia 23 de janeiro desse ano, o prefeito Américo de Sousa recebeu uma comissão de secretários de Estado, para segundo eles anunciarem “um pacote de ações” para o município. Naquele período anunciaram entre outras coisas:

Secretários de Flávio Dino em Coelho Neto no início do ano: muita promessa e pouco resultado
  • Na segurança (mais um Delegado para reforço do plantão da Delegacia de Polícia Civil, aumento do quadro de investigadores, viatura para a Policia Civil e Implantação do Sistema de Comunicação via rádio da Polícia com as cidades que pertencem ao Batalhão de Caxias). Destas promessas nenhuma foram cumpridas;
  • Na educação (doação de mobília escolar, entrega de Ônibus escolar e a entrega da Escola de Tempo Integral prometida ainda em 2015); Não se tem notícia de doação de mobília, não se sabe da chegada de nenhum ônibus escolar novo e a escola de tempo integral prometida em 2015 foi apenas requentada.
  • Na infraestrutura (Vistoria nas ruas do Bairro Sarney asfaltadas e que as necessitam de recuperação, vistoria em ruas que receberão os serviços do Programa Mais Asfalto – 10 km confirmados para a zona urbana e construção de uma Praça). De lá para cá o Bairro Sarney não recebeu intervenção alguma e a promessa de construção da tal praça foi esquecida);
  • No serviço de abastecimento de água (Visita ao Sistema de Abastecimento de Água no Bairro Anil – Captação de Água do Rio Parnaíba para apresentação da atual situação do projeto e solicitação de apoio da CAEMA para conclusão da obra). O assunto ficou apenas nos registros, pois qualquer definição sobre o tema fora tomada.

Sem mencionar o resultado das promessas que haviam sido feitas e não foram cumpridas, o governador Flávio Dino volta a prometer: 16 km de afalto que beneficiará 40 ruas (que ninguém sabe quais são), assiantura da ordem de serviço do Instituto de Educação do Maranhão (prometido em 2015), ajuda de custeio de valor de r$ 300 mil para a Upa, instalação de um espaço do Microempreendor no antigo Mercado e uma nova etapa do Mais Asfalto (sem concluir sequer a que já começou).

Com tantas promessas feitas e não cumpridas dá para acreditar? Quem diz que a motivação de tantas novas promessas não seja o ano eleitoral? Fica a critério da população avaliar e medir o que tem sido prometido e o que realmente tem sido feito…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *