Era para ser uma obra, mas pode chamar de gambiarra…

279

Quem olha as obras executadas pela Secretaria de Obras de Coelho Neto chega a ter dúvida se o órgão tem engenheiro. As intervenções são “porcas” e mais parecem gambiarras de péssimo gosto e de gasto desnecessário do dinheiro do contribuinte.

Anunciada como “grande coisa” pelo governo, a intervenção feita na passagem de água entre as ruas Deputado Raimundo Bacelar e 14 de abril revelam bem a incompetência da Prefeitura de Coelho Neto em executar seus serviços.

Moradores relatam que após o serviço as paredes do outro lado da galeria começaram a desabar após as chuvas aumentando a erosão e o risco de atingir as casas a margem. Apesar de terem anunciado limpeza nos córregos, a Prefeitura retirou parte do lixo e deixou na margem, fazendo com que as chuvas retornem o entulho para o mesmo local. O mato toma conta, mas a equipe do governo fez questão de fazer a coisa de qualquer jeito.

Ao invés de ter sido feita ao longo de toda a galeria, a sarjeta fora construída parcialmente e fora deixado de lembrança as pontas de ferro expostas como alvo fácil para acidentes.

O que era para ser uma intervenção completa foi apenas uma “meia boca”, das piores possíveis.

Na Secretaria de Obras de Coelho Neto a incompetência, o descaso e a gambiarra andam de mãos dadas…