É crise! Licitação de combustível da Prefeitura de Coelho Neto pode ser cancelada…

Ônibus parado sem combustível: de quem seria a culpa?

A falta de combustível que tem motivado a ausência de ônibus escolares que fazem a rota na zona rural de Coelho Neto, acabou por acender nesta sexta (20), mais uma crise nos bastidores do governo.

Segundo fontes do blog, os empresários proprietários do Auto Posto Portugual já teriam tomado uma medida extrema e oficializado ao governo o pedido o cancelamento da licitação. Segundo apuramos, além do valor do débito , os pagamentos por parte da Prefeitura tem se dado sempre com muito atraso, comprometendo sobremaneira o nome e funcionamento do estabelecimento.

Leia também:

 

O Auto Posto Portugal é dententor de 07 (sete) contratos com a Prefeitura de Coelho Neto nesse ano, que somados totalizam a bagatela de R$ 4.643.730,00 (quatro milhões, seiscentos e quarenta e três mil e setecentos e trinta reais).

Uma pessoa com trânsito no governo ouvida pelo blog agora pouco,  confirmou a história mais expondo a versão do governo. Segundo nos relatou, o prefeito Américo de Sousa (PT), já teria ventilado a possibilidade de cancelar o contrato devido ao posto não está atendendo as exigências do contrato.

De como essa disputa interna vai terminar ainda é cedo pra dizer, mas que é vergonhosa as crianças estarem sendo prejudicada por mais esse problema de ordem interna, isso é inadmissível.

E o governo vai se mergulhando em mais uma crise…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *