“Dizer que não posso ser candidato é primeiro sinal de desespero”, diz Bacelar

O pré-candidato a prefeito Bacelar (PCdoB), reagiu com indignação a um princípio de boatos dando conta de que ele não poderia ser candidato. O comunista classificou a boataria como jogo baixo e atribuiu a manobra como desespero.

Certidão de regularidade eleitoral

“Já viram alguém jogar pedra em árvore que não dá frutos? Toda eleição em Coelho Neto é marcada por essa onda de boatos para tentar macular esse ou aquele candidato. Não tenho quaisquer problemas de candidatura. Tudo o que for dito nesse sentido é desespero daqueles que não nos querem nessa pré-disputa”, disse ele.

Ao apresentar a certidão de regularidade com a Justiça Eleitoral, Bacelar disse que os motivos dos ataques é compreensível.

“Estamos na rua e nas casas sendo muito bem recebidos por nossa população e isso incomoda porque temos crescido. Não nos faltará disposição e garra para enfrentar essa política baixa que alguns insistem em adotar.  É lamentável que passado tanto tempo ainda tenhamos que nos deparar com aqueles que não tem proposta e que usam da política rasteira para tentar atingir o adversário. Se estão batendo é porque está incomodando”, finalizou ele.

Afastem-se de mim todos vocês que praticam o mal, porque o Senhor ouviu o meu choro. Salmos 6:8

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *