De como Albino permanece em evidência…

Albino Klauberth: apesar de negar qualquer candidatura, o investigador permanecece lembrado pelo eleitor

Em toda as redes sociais é grande as manifestações que evidenciam a rejeição do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT). Em meio a esse marasmo que se se tornou a gestão petista, uma simples enquete realizada na rede social facebook trouxe à tona o nome do investigador da Polícia Civil Albino Klauberth.

Abnegado funcionário público em Coelho Neto desde 2009, Albino desempenha um reconhecido papel no âmbito das suas funções, tanto que já despertou a inveja e a fúria dos novos detentores do poder na cidade que tentam usar a proximidade com o Governo do Estado para atingir quem não se deixa ludibriar pelo “canto da sereia”. A perseguição foi tamanha que chegaram a arquitetar a transferência do investigador para outra cidade, fato que só não se consumou após a repercussão imediata que reverteu a lambança que já estava encaminhada.

Ex-candidato a vereador e ex-candidato a deputado estadual, Albino é um jovem com futuro promissor na política mesmo que atualmente negue qualquer pretensão a cargo eletivo. Além da dedicação profissional, seu trabalho social com crianças e adolescentes é reconhecido pela comunidade e é não é difícil vê-lo encampando campanhas para ajudar quem precisa.

Na enquete quando questionado quem deveria ser o novo prefeito de Coelho Neto e se apresenta o nome do jovem confrontado com o empresário Luis Serra e do atual prefeito Américo de Sousa, o nome de Albino desponta como favorito em quase 90% dos que responderam, numa universo de quase 60 pessoas.

Apesar não ter valor científico, o fato de ser lembrado como opção deixa Albino numa posição confortável e mostra seu respaldo com parte do eleitorado da cidade.

A simples enquete e os elogios a Albino acabou chegando longe e já tem gente extremamente incomodado com o que viu e leu.

Mas essa é uma outra história…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *