Chegada de Carlos Machado confirma incompetência da Secom de Américo…

6
Carlos Machado agora integra o governo de Américo: incompetência dos aliados o obriga a se abraçar com os adversários

Conforme antecipado pelo blog, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), confirmou oficialmente no último sábado (15), a chegada do radialista Carlos Machado como novo integrante do governo.

Ao se render e ter que chamar mais um nome da oposição para compor o governo, Américo admite a incompetência da Secretaria de Comunicação e de seus aliados para fazer a tarefa de casa e divulgar as ações do governo. Não estamos falando de qualquer nome da oposição, estamos falando de alguém que fez oposição ferrenha ao petista durante toda a vida.  Américo estava disposto a dar todos os poderes a Machado, mas ele teria recuado para evitar fissuras num governo fissurado por natureza.

Pelo despreparo do titular da pasta Franco Filho, a Secom é seletiva e evita falar sobre temas polêmicos envolvendo o governo. Para termos alguns exemplos o governo nunca se posicionou sobre o mentiroso número de partos divulgados pela propaganda oficial, nunca falaram sobre a inclusão do nome do marido da Secretária de Saúde como servidor da Unidade de Pronto Atendimento (mesmo morando em Salvador-BA) e não emitiu qualquer explicação com a denúncia de que um erro do governo prejudicou inúmeros servidores que ficaram sem receber os benefícios do Pasep. Se responde aquilo que dá pra responder.

Apesar de está estruturalmente organizados, a Secom de Américo não decola. A tentativa de importar um apresentador de TV é uma das frustrações do petista, pois o programa não decolou e nunca houve qualquer repercussão de algo divulgado lá. É um formato totalmente sem sal. O homem só ainda não foi exportado de volta porque tratou de se segurar no governo com um contrato “bem amarradinho”.

Para incrementar a rede de blogs, além da manutenção de páginas apócrifas, o governo chamou um dos blogueiros da oposição para tentar reforçar o time e mesmo assim a propaganda oficial parece não agradar o Chefe do Executivo. Quando busca na oposição nomes para reforçar o governo, Américo admite a ineficiência da equipe que escolheu.

A Secom é retrato de um governo incompetente.

E não se pode cobrar que Carlos Machado seja a salvação da lavoura…