Chamem a PF: Coelho Neto mantém fraude no sistema informações do Ministério da Saúde

 

O blog conseguiu encontrar a resposta para a resistência do prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) em não chamar os aprovados no seletivo dos Agentes Comunitários de Saúde – ACS: a manutenção de uma verdadeira fraude no sistema de informações do Ministério da Saúde.

O fato foi identificado pelo blog a partir da situação da servidora Elzenita Bastos da Silva Rocha. Ela foi demitida impiedosamente pela secretária Cristiane Bacelar em janeiro de 2017, sem direito inclusive de receber o mês de dezembro de 2016. Cristiane tinha até três meses para fazer a devida substituição, mas não o fez. Para nossa surpresa, de lá para cá, Elzenita se mantém como servidora cadastrada no sistema do Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde – CNES o que confirma que o governo optou por manipular as informações que são encaminhadas ao Ministério da Saúde.

Apesar de ter passado praticamente 08 (oito) anos apontando o dedo na cara dos outros para cobrar lisura e honestidade, na prática a agora “toda poderosa” secretária de Articulação Política do Governo iniciou durante sua gestão um verdadeiro “esquema” de maquiagem de informações falsas encaminhadas ao Ministério da Saúde.

Na prática o governo burla as informações. Ora, se no cadastro está tudo regular mesmo que a situação esteja ilegal, porque o governo teria que nomear os aprovados no seletivo? Esta ai a resposta. E olha que o presidente do Conselho de Saúde Valdik Lopes ainda defendeu o governo, numa provocação feita recentemente por um seletivado cobrando a posse. Seria conivência, ou o presidente do Conselho desconhece a Lei e não cumpre a função de fiscalizar? Deve ser porque em Coelho Neto, o presidente que representa a sociedade civil fora agraciado com uma “boquinha” no governo. Vai ter que responder também.

Pois bem, o escândalo não para por ai. Existem casos de agentes comunitários de saúde contratados irregularmente, trabalhando normalmente e casos absurdos de outros que mesmo já tendo sido aposentados, se encontram no sistema como se estivessem na ativa.

Outro escândalo diz respeito a agentes comunitários de saúde que “no papel” continuam atuando, mas que na prática estão ou estiveram em cargos de confiança, o que é incompatível pela Lei. Além de fraude, o governo é flagrado em claro crime de improbidade administrativa. Para onde está indo o dinheiro dos agentes comunitários de saúde que tem sido mantido como se ainda estivessem trabalhando?

O blog vai trazer a reportagem completa de mais um escândalo do governo do PT, que por se tratar de recursos federais deve se tornar caso de polícia. O assunto será levado ao conhecimento do Ministério Público, da Polícia Federal, do Ministério Público Federal e do Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde – DENASUS.

Aguardem!

2 thoughts on “Chamem a PF: Coelho Neto mantém fraude no sistema informações do Ministério da Saúde

  1. Falta de vergonha na cara dessa corja, bando de abutres em cima das mazelas desse povo, que tanto sofre por culpa desses irresponsáveis que aí estao!

  2. E ainda diziam que o Soliney era quem não prestava!!!

    Aguuuuuenta meu povo, ainda falta muito tempo pra esses vagabundos saírem da prefeitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *