Sobre Sérgio Guanabara e 2020…

Sobre Sérgio Guanabara e 2020…

A presença quase que constante do ex-vice-prefeito Sérgio Guanabara em Coelho Neto tem servido para que a turma dos “senadinhos” formulem especulações das mais diversas.

O cenário ainda que nebuloso para 2020, acaba que movimentando e mobilizando as lideranças para um olhar do que pode vim pela frente em suas mais diferentes conjecturas.

Com o peso político do nome do pai e o espólio que ainda possuem, Sérgio poderia compor em qualquer posição de forma bastante tranquila.

A grande incógnita é que se há por parte dele esse interesse, haja visto que o ex-vice prefeito sempre preferiu uma atuação de bastidores. Não há dele nenhuma declaração pública nesse sentido, mas na política tudo é possível, inclusive nada.

Com o que temos pela frente, incluindo a dúvida da possibilidade ou não de aprovação da PEC de prorrogação dos mandatos, Sérgio Guanabara pode reascender a chama para a disputa de um mandato eletivo.

E para isso acontecer vai depender único e exclusivamente dele próprio.

É aguardar e conferir.

Mais uma baixa no governo Américo: Francisca Ana pede pra sair…

Não passou despercebida e causou estranheza a exoneração da petista Francisca Ana da Secretaria Adjunta de Administração e Finanças.

Como parece já ter se tornado uma rotina no governo, Ana também pediu para sair tal qual a colega da Secretaria de Saúde Olímpia Delgado

Considerada aliada de primeira hora do petista e “toda poderosa das finanças”, sua saída foi feita sem alarde e qualquer comentário de aliados mais próximos. Há quem diga que a saída tem algo haver com a problemática do acúmulo de funções.

Para o seu lugar fora nomeado a senhora Cleane Leal dos Santos Gomes.

É o único governo que que está dentro pede para sair…

Ao sinalizar reforma administrativa, prefeito de Coelho Neto mira 2020…

Ao sinalizar reforma administrativa, prefeito de Coelho Neto mira 2020…

Durante a entrevista dada em rádio no último sábado (04), o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), deu a primeira declaração pública sobre o projeto de reforma administrativa que pretende enviar para a Câmara.

Na primeira novidade do pacote, o petista antecipou a criação da Secretaria de Ordem Pública, responsável pelas temáticas da segurança pública e do trânsito, temas com urgente necessidade de ação do governo – principalmente o último.

Ao dizer que a reforma servirá para corrigir o que não deu certo, o prefeito admite as falhas do modelo concebido por ele no início de 2017. Anunciadas com grande expectativa, as secretarias de Cidadania e da Indústria e Comércio fracassaram e nunca disseram a que veio.

Há uma expectativa de que a nova proposta inclua o desmembramento da Cultura da Educação (criticado por ele na gestão do ex-prefeito Soliney Silva e promessa da campanha eleitoral), e a criação da Secretaria de Juventude (também prometida por ele, mas cuja promessa nunca foi cumprida).

O atual governo já mostrou que nome novo não muda a situação do governo. Ou muda e cria com condições reais de funcionar ou será só mais um engodo, como o que fora implantado em 2017 e que até agora não mostrou resultado.

Com a sinalização de reforma administrativa, o prefeito também olha para novos nomes no governo e consequentemente para as composições políticas para 2020.

Ou 2022.

Mas essa é uma outra história…

Descontrolado, prefeito de Coelho Neto transforma entrevista em rádio num festival de baixarias

Descontrolado, prefeito de Coelho Neto transforma entrevista em rádio num festival de baixarias

Editorial

Quem acompanhou a entrevista concedida pelo prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), em uma rádio local ontem (30), se assustou com seu nível de descontrole.

Não se sabe se a ira teria sido motivada pelo fracasso da operação bufa do governo planejada para lacrar a rádio do adversário no dia anterior, mas quem ouviu teve a certeza de que se tratava de alguém totalmente descompensado.

Afastado da rádio desde que seu governo estagnou de vez, a anunciada entrevista gerou expectativa popular. Imaginava-se que o prefeito fosse aos microfones anunciar benefícios, falar em obras ou ampliação de serviços. Nada disso. Parte da entrevista foi para atacar os adversários. Se não bastasse a ameaça de processo (prática adotada por ele para tentar calar quem lhe contraria), o prefeito revelou que possui dossiê da vida de parte dos seus adversários e de que os traria a público caso não parassem de tecer críticas ao governo.

É isso mesmo, o prefeito conseguiu instalar a “chantagem oficial”. Ou se curva e se cala, ou terão fatos de suas vidas revelados pelo prefeito. A que ponto a cidade de Coelho Neto chegou. Temos um prefeito que ao invés de resolver os problemas da cidade, vai fazer mexerico da vida alheia, como se isso fosse lhe render algum fruto positivo ou não lhe colocasse no mesmo risco de responder judicialmente pela exposição da vida das pessoas. Ou ele acha que está imune de ser processado?

O prefeito mais uma vez mostra que não conhece a liturgia do cargo, que não tem preparo emocional para exercer a função, que pretende retomar os tempos do coronelismo cuja crítica era proibida e trazer de volta os velhos tempos da baixaria nos palanques que havia sido enterrada – onde para atacar os adversários valia tudo, inclusive trazer para o debate político a vida pessoal de seus adversários.

Quem teve a oportunidade de conviver com os 04 anos do prefeito Magno Bacelar (um democrata e um político na essência da palavra), e que hoje é obrigado a conviver com o governo Américo sente na pele os efeitos da política com “p” minúsculo.

Um político que não respeita adversários e precisa se enlamear nos ataques pessoais para não ser criticado não está preparado para governar uma cidade.  E talvez seja por sentir na pele a rejeição popular, que o petista tenha chegado ao ponto que chegou.

Felizmente 2020 está chegando. E a nossa torcida é que esta página seja virada e que esses quatro anos possa ser enterrado e esquecido.

Pelo povo e pela história…

Mudança na Secretaria de Esporte de Coelho Neto mostra que problema do governo não está nas pessoas…

Mudança na Secretaria de Esporte de Coelho Neto mostra que problema do governo não está nas pessoas…

Depois do então secretário de Esportes Adailton Lima pedir para sair, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT), demorou anunciar o novo substituto da pasta.

A fusão do esporte e da cultura chegou a ser cogitada nos bastidores do governo mas houve um recuo.

Após muita batida de cabeça decidiu nomear o sindicalista Carlos Eduardo no mês passado para o cargo. E o que mudou de lá para cá? Absolutamente nada.

Depois da posse, qualquer pessoa que assume um cargo tende a mostrar a que veio. O novo titular segue mudo. A cidade não conhece um calendário de eventos permanente, as praças esportivas seguem todas abandonadas (sem exceção) e não se tem conhecimento de que esse cenário vai mudar. Ao menos que o novo titular se apresente e mostre que tem autonomia para tal, ou do contrário será mais um mero figurante.

Nesse interim se conclui que o problema desse governo não está nas pessoas.

O problema está no próprio governo.

Simples assim…

O fator Marcos Tourinho e as falácias do jogo do poder…

O fator Marcos Tourinho e as falácias do jogo do poder…

Desde que assumiu a presidência da Câmara de Coelho Neto, o vereador Marcos Tourinho (PDT), passou a experimentar o outro lado dos que ascendem as posições de destaque.

Eleito numa votação inesperada, cuja equação matemática ainda hoje mexe com os brios de alguns experts da política tupiniquim, Tourinho assumiu o cargo com a missão de garantir a independência irrestrita do Poder Legislativo. E assim tem buscado fazer.

Pouco tempo depois, passou a ser alvo de ataques gratuitos dos mais diversos. De janeiro para cá nenhuma denúncia foi formalizada ou qualquer prova de especulação vazia em postagens feitas nas coxias do poder foi trazida a tona, já que tudo isso tem digitais conhecidas e por isso mesmo sem nenhum crédito. Ou alguém tem conhecimento de que alguma coisa foi para frente? Não foi porque não se sustentam e seus autores sabem disso.

Mas quais os motivos dos ataques e a quem os interessa? Estamos em um ano pré-eleitoral e mesmo assim alguém tem a coragem de se fazer essa pergunta? Os motivos são politiqueiros logicamente, mas os ataques se esbarram na própria fragilidade de quem faz e de como faz.

Tem um ditado popular que diz que não se atira pedra em árvore que não dá frutos e essa máxima na política continua valendo. O recall de respeitabilidade de Tourinho incomoda justamente pela forma polida com que trata os ataques, porque tem consciência do que é fato e do que é fake news plantada com objetivos escusos.

Após retornar da agenda que cumpre em Brasília-DF, o presidente deverá fazer o devido balanço da estada na Capital Federal com todos os pingos nos is, inclusive desmontando a série de impropérios que tem se visto baseado no achismo, na especulação e em factoides de toda ordem.

Tourinho sabe que tudo isso faz parte do jogo do poder.

Nessa briga que ao que parece, promete render muitos rounds…

Secretária de Educação de Coelho Neto fala do governo anterior, mas não responde inércia da própria gestão

Secretária de Educação de Coelho Neto fala do governo anterior, mas não responde inércia da própria gestão

Tão apaixonada pelo governo anterior quanto seu chefe, a secretária de Educação Williane Caldas resolveu reagir a postagem do vice-prefeito de Coelho Neto Antônio Pires (PCdoB), feita recentemente sobre os desmandos se sua gestão.

Ao invés de responder os motivos dos alunos estarem assistindo aula no pátio de uma escola da zona rural, a secretária de Educação seguiu a velha lenga-lenga de apontar os erros conhecidos de governo anterior, ao invés de olhar e responder seus próprios erros.

Sobre os erros do governo anterior a justiça está para julgá-los e quanto a paralisia da gestão atual, quem responde?

Quando a senhora vai fazer a eleição para gestores escolares tão reivindicadas pelo seu prefeito quando era presidente do sindicato? Quando a senhora dará o bom exemplo de não adotar a prática do nepotismo na sua gestão? Foi abolido as bolsas de R$ 200 reais, mas quando a senhora começará a pagar contratados igual concursados, como o seu chefe defendia antes de chegar ao poder? Quando a senhora começará a doar uniformes aos alunos da rede municipal de ensino conforme prometido em campanha? Quantas vezes a senhora ou o seu chefe visitaram o Ministério da Educação em busca de recursos para a cidade ou para tentar reverter o quadro de obras paralisadas, como tem feito outros gestores?

Então secretária, antes de tirar a trave do olho alheio, não acha que está na hora de tirar a trave do seu próprio olho?

Ou já esqueceu esse mandamento bíblico?

Vice-prefeito mostra crianças assistindo aula no pátio em escola da zona rural de Coelho Neto

Vice-prefeito mostra crianças assistindo aula no pátio em escola da zona rural de Coelho Neto

O vice-prefeito de Coelho Neto Antônio Pires (PCdoB), utilizou sua rede social durante a semana mais um descalabro na educação do prefeito Américo de Sousa (PT).

Tudo o que foi constatado na escola do povoado Lagoa Seca foi durante muito tempo criticado pelo prefeito enquanto oposição, mas que agora na posição de prefeito faz bem pior. É esse o tratamento dado pelo prefeito-professor na educação da cidade que queremos?

A seguir o relato do vice-prefeito:

Mais uma ação repugnante desse governo, estivemos hoje no Povoado LAGOA SECA, onde a escola da quele Povoado, atende a local e comunidades vizinhas. O que encontramos, Sala de aula instalada no corredor da escola.

Para um governo que fechou varias escolas esse ano e locando alunos em corredores é no mínimo, uma irresponsabilidade e falta de compromisso com nossas crianças do campo. Uma sala ao lado de banheiros, cantina e secretaria, onde todos que procuram as dependências da escola tem que passar por este corredor, sem nenhuma condições de tranquilidade que requer para o aprendizado e quando chove os alunos tem que ficarem de pé ao lado das paredes para não se molharem.

A merenda que começou ser atendida ontem, é de péssima qualidade, bolachas e suco que chegam na escola em galões de plástico.

Também foi constatado, três turmas em uma única turma, o que foi tão questionado pelo atual Prefeito quando usava os microfones de sua rádio para criticar o descaso na educação de Coelho Neto, quando era oposição.

Senhor Prefeito! Respeite o nosso povo! Respeite nossas crianças! Não foi com esse objetivo que subimos morros e percorremos ruas dizendo que faríamos diferentes, Cumpra com as promessas de campanha, porque nosso povo merece o melhor!

Como diz o velho ditado “Em casa de ferreiro espeto de pau”.

A volta por cima de Cristiane Bacelar…

A volta por cima de Cristiane Bacelar…

Depois de pedir demissão do governo municipal, a ex-secretária de Articulação Política Cristiane Bacelar já respira novos ares.

De volta a capital São Luís ela não demorou para conseguir uma sombra ao sol. Já está devidamente integrada de volta ao Governo do Estado, mais precisamente na Secretaria de Cidades – SECID comandada por Rubens Júnior.

Está envolvida no apoio da Secretaria aos desabrigados pelas fortes chuvas que tem caído na capital nos últimos dias.

Não custa lembrar que Cristiane foi figura de proa da campanha eleitoral do ano passado, que garantiu ao deputado federal a maior votação na cidade, mesmo chegando praticamente aos 45 minutos do segundo tempo.

Numa análise rápida, a saída de Cristiane Bacelar do Governo do Estado sempre foi vista por esse blogueiro como um passo errado. Nenhum sacrifício pessoal foi reconhecido, nem mesmo o de deixar sua família para se dedicar a um governo cuja marca é o “fogo amigo”.

Apanhou muito, inclusive com duras críticas desse blog, como parte do ônus de querer acreditar demais num governo despreparado e sem rumo, como está ai para quem quiser ver.

Saiu da pequenez de um governo sem rumo, para exercitar o que sabe em algo macro e trabalhando com um chefe que sabe lidar com pessoas.

É uma mudança e tanto.

Deu a própria volta por cima…

Vereadora Liza Pires cobra atuação do governo sobre abastecimento de água na zona rural de Coelho Neto

Vereadora Liza Pires cobra atuação do governo sobre abastecimento de água na zona rural de Coelho Neto

A vereadora Liza Pires (PCdoB), em aparte ao discurso do vereador Rafael Cruz na Sessão da última quinta (14), voltou a cobrar a reposta do Executivo de indicações feitas pelo Legislativo.

Ela disse que no início do atual governo fez uma indicação para que fosse tomado providências quanto a caixa de água do povoado Mulatas e agora com quase três anos o assunto nunca fora resolvido. Ela lembrou que o Povoado Carmo também padece do mesmo problema,, além de lamentar que apesar das demandas partirem de reivindicações populares, o Executivo não tem dado qualquer resposta a solicitação dos vereadores.

A parlamentar aproveitou para fazer uma indicação cobrando o conserto da bomba do povoado Lagoa dos Cavalos, que segundo ela foi queimada em novembro e permanece assim até hoje, prejudicando cerca de 25 famílias.

Ao final ela disse que soube que o prefeito Américo de Sousa teria dito que não ia consertar por se tratar do povoado dela, mas que ao não fazer ele não prejudica a ela e ao seu marido o vice-prefeito Antônio Pires (que estão na oposição ao governo), mas que se confirmado prejudica toda a comunidade.

Ascom/CMCN