Assis Filho libera pagamento de R$ 150 mil ao Governo do Maranhão

O Secretario Nacional de Juventude, Assis Filho, vem dado claras demonstrações do seu espírito republicano na gestão pública. Apesar de algumas indelicadezas que tem recebido do Governo do Estado – como da última vez em que esteve no Maranhão para cumprir agenda oficial no município de Vargem Grande, onde lançaria o Programa ID Jovem, mas que foi cancelado a pedido da secretária de Juventude, Tatiana Pereira, que não teve a elegância de avisá–lo – Assis Filho autorizou, na semana passada, o pagamento de R$ 150 mil ao Governo do Maranhão com o objetivo de dar assistência à construção do Plano Estadual de Enfrentamento à Mortalidade da Juventude Negra no Estado, além de dar suporte à elaboração e implementação dos Planos Municipais de enfrentamento ao homicídio de jovens nos municípios de Açailândia, Bacabal, Caxias, Codó, Imperatriz, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, São Luís e Timon.

O recurso, oriundo de emenda parlamentar do Deputado Rubens Júnior (PC do B/MA), será destinado para a divulgação do novo Plano Juventude Viva no Maranhão, que visa à ampliação dos direitos da juventude, a desconstrução da cultura de violência, a transformação de territórios atingidos por altos índices de homicídios e o enfrentamento ao racismo institucional.

O risco de morte do jovem negro no Maranhão é de 2,8 vezes maiores que outras etnias, segundo dados do Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência e Desigualdade Racial publicado pela Secretaria Nacional de Juventude em 2015.  São Luís é a capital mais violenta do Brasil, de acordo com o mapa da Violência lançado em fevereiro deste ano.

Para o secretário Assis Filho, o novo Plano Juventude Viva reativado em agosto deste ano é um importante instrumento de combate a violência que assola a juventude brasileira. “A nossa gestão está empenhada em atacar os altos índices de violência e homicídios no Brasil contra jovens, especialmente negros, pobres e moradores de regiões periféricas, grande parte dos jovens no Maranhão vivem essa triste realidade e de forma republicana e sem qualquer conotação político-partidária, estamos autorizando a liberação de recursos ao governo maranhense para fortalecer essa política pública de enfrentamento à violência”. Declara Assis Filho.

O repasse da verba terá a gestão da Secretaria de Estado Extraordinária de Juventude que será responsável por aplicá-la em políticas que visem reduzir a vulnerabilidade de jovens a situação de violência física e simbólica, a partir da criação de oportunidades de inclusão social e autonomia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *