Após corte de Dino, Maternidade anuncia fim de internações

A Maternidade Maria do Amparo confirmou ontem (11), por meio de nota, informação divulgada em primeira mão pelo Blog do Gilberto Léda (reveja) dando conta da necessidade da suspensão de atendimentos em virtude do corte de um auxílio que era dado pelo governo Flávio Dino (PCdoB).

Desde o dia 1º de dezembro, alegando a necessidade de corte de gastos, o Governo do Estado decidiu deixar de pagar pelos serviços de uma equipe médica que trabalhava no local – o pagamento era feito pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), via Instituto Acqua.

Sem a equipe, a Maternidade informou que precisou suspender as internações.

Leia o comunicado.

“A Maternidade Maria do Amparo informa a toda a população, que a partir desta desta terça-feira (11.12.2018), as internações estão temporariamente suspensas. As gestantes atendidas serão encaminhadas a outras maternidades de São Luís. Informa ainda que está mantido o atendimento ambulatorial.

A medida adotada é resultado da falta dos profissionais anestesistas e pediatras em seu quadro, após suspensão do auxílio da Secretaria de Estado da Saúde, que cedia os referidos profissionais com o intuito de ajudar a manter o atendimento desta unidade.

A Maternidade Maria do Amparo, que funciona desde 1981 e realiza por mês, cerca de quase 200 partos, sendo a quarta maior Maternidade da capital em procedimentos, pede a compreensão de todos e espera que este problema possa ser solucionado o mais breve possível, junto aos gestores, retornando suas atividades normais assim que possivel.

A DIRETORIA”

Do Blog do Gilberto Leda

Deixe uma resposta