A relação “mamão com açúcar” entre o Sintasp e a Prefeitura de Coelho Neto…

Quem conheceu a atuação impositiva e combativa do Sindicato dos Servidores do Serviço Público da Microrregião de Coelho Neto – SINTASP em governos anteriores, hoje chega a duvidar que este ainda exista.

Desde que ex-presidente da entidade Américo de Sousa (PT) chegou ao poder, o sindicato teve uma mudança de comportamento visivelmente radical de complacência com o governo.

Em 04 meses da nova gestão foram inúmeros as situações embaraçosas envolvendo os trabalhadores: calote em servidores da saúde, aumento de carga horária, perseguição a funcionários por motivos politiqueiros, corte em salários e gratificações, tudo isso diante “das fuças” e do silêncio do sindicato.

Nas poucas vezes que se manifestou, a entidade sindical manteve atuação tímida e bem insossa, diferente dos tempos dos ex-prefeitos Márcia, Magno e Soliney Silva.  A posição “mamão com açúcar” entre a prefeitura e o sindicato é tamanha, que nas últimas vezes que se posicionou foi motivada pela pressão dos servidores.

Agora, no episódio envolvendo as gratificações da carga horária de professores o sindicato mais uma vez age de forma amena. Não se ouve qualquer posicionamento por parte da entidade sindical quanto ao comportamento da prefeitura de não cumprir os valores que haviam sido acordados e o que é pior, assistem calados ao “dar de ombros” da prefeitura a reivindicação oportuna da classe.

E o sindicato mudou ou não mudou?

Quem te viu, quem te vê…

One thought on “A relação “mamão com açúcar” entre o Sintasp e a Prefeitura de Coelho Neto…

  1. Simples caro Samuel – esquecerem de mudar a razão social do sindicato – deixou de ser do servidor pra ser do patronal. com essa mudança quem manda é o patrão ( quer dizer continua sob comando do então Prefeito – Américo de Sousa. simples assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *