A mudança começou! Marcos Tourinho abre mão de receber salário diferenciado

Marcos Tourinho no gabinete da presidência: compromisso com a austeridade

Desde que assumiu o comando da Câmara de Coelho Neto, o presidente Marcos Tourinho (PDT), tem se debruçado em analisar a estrutura da Casa para adequá-la a legislação vigente e aos padrões exigidos pelo Tribunal de Contas do Estado – TCE.

Uma das medidas já foi definida: Tourinho não receberá o valor diferenciado de salário de presidente que vinha sendo praticado pelas gestões anteriores.

Na prática o presidente recebia até 100% a mais do que o salário dos demais vereadores e o atual presidente optou por não receber o benefício, já que atualmente a Corte de Contas não vê essa prática com bons olhos.

Isso se dá pelo fato de que muitas vezes esses valores ultrapassam os limites legais do salário dos vereadores que é calculado por Lei tomando por base o coeficiente populacional e os vencimentos dos deputados estaduais.

A transparência e a austeridade no trato com a coisa pública é o primeiro compromisso da atual gestão. “É um princípio inegociável”, disse o presidente.

Essa era a mudança que a população esperava…

Com contribuição da Assessoria de Comunicação da Câmara de Coelho Neto

Deixe uma resposta