A falta de bom-senso de Rafael Leitoa…

Rafael Leitoa: muito migué e trabalho zero

Com receio de se tornar suplente de novo, o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT) parece desesperado com a ânsia de buscar os votos que lhe garantam sua eleição. Nesse meio, a cidade de Coelho Neto aparece como um de seus alvos favoritos, mesmo com a rejeição do seu aliado-mor, o prefeito Américo de Sousa (PT).

Sem senso do rídiculo, Leitoa esteve no último final de semana na zona rural festejando um projeto de “campo de futebol” que foi raspado por uma das máquinas da Prefeitura. Isso mesmo, o deputado se aproveitou de uma partida de futebol da comunidade para tentar fazer sua politicagem.

Acompanhado da secretária de des-Articulação Política Cristiane Bacelar (que também já começou suas andanças), o deputado parecia perdido. Também pudera, não há em Coelho Neto qualquer contribuição dele para o esporte.

O município está hoje com dois estádios abandonados e todas as quadras poliesportivas sem qualquer manutenção, mas o deputado finge que não ver isso. Enquanto Coelho Neto nao vê um centavo do deputado para o setor, em Timon onde o primo é prefeito, Leitoa liberou junto ao Governo do Estado mais de R$ 3 milhões de reais para a construção do Centro da Juventude.

Centro da Juventude de mais de R$ 3 milhões liberados por Leitoa para Timon: para Coelho Neto nem um real para o esporte

Sem um pingo de vergonha, Leitoa vem a cidade com as mãos vazias e acha que um sorriso de canto de boca é suficiente para levar os votos e garantir a intera para a renovação do seu mandato.

Haja óleo de peroba!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *