5 meses sem salários: Prefeito de Coelho Neto deixa profissionais da APAE a pão e água…

Américo: “de ombros” para a situação desesperadora de profissionais da APAE

Desde que assumiu o governo em janeiro, o prefeito de Coelho Neto Américo de Sousa (PT) tem dispensado um tratamento humilhante a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE.

Tão logo assumiu as rédeas do comando do município no início do ano, o petista tem relegado a Instituição a planos inferiores, talvez por pereguição política já que declaradamente seus dirigentes eram ligados a outro grupo político. A partir de então toda sorte de massacre o governo tem praticado desde a retirada do ônibus no ínicio ano, passando pela falta de merenda e agora conforme denúncia recebida pelo blog, com o atraso do salário dos profissionais.

O orgão sempre foi mantido com a ajuda da Prefeitura desdes a gestão da ex-prefeita Márcia Bacelar. Foi assim com o ex-prefeito Magno Bacelar e permaneceu na gestão do ex-prefeito Soliney Silva. Será que é a gestão petista a ave de mal agouro da cidade? Será que as ações serão descontinuadas? Será que o dinheiro sumiu e mesmo com a “economia das lagartas” a única escola que cuida das crianças com deficiência vai fechar por falta de ajuda?

Para se ter uma idéia da gravidade da situação, cerca dos 11 profissionais estão sem receber seus proventos desde março, ou seja, estão trabalhando voluntariamente simplesmente porque o prefeito bateu o pé e se recusa a pagar. Segundo o blog apurou, os profissionais estiveram essa semana na Secretaria de Educação e em conversa com Afrânio, que responde por uma das subsecretarias, sairam de lá com muito blá-blá-blá e nenhuma posição definida

Que governo é esse que deixa que presta tão relevantes serviços a mercê de um capricho politiqueiro, privando as pessoas de receber o que é seu por direito? Qual a dificuldade de sentar com a direção da Instituição para dialogar e encontrar caminhos para que essa pendência seja resolvida? Que crueldade é essa deixar trabalhadores sem  seus salários e sem a menor justificativa? É muito descompromisso!

Pois é, lamentavelmente os servidores da APAE sofrem de boca fechada, pois conhecendo o perfil perseguidor do prefeito temem novas retaliações. Ao Ministério Público cabe entrar na questão para tentar resolver esse impasse que já comprometeu sobremaneira o orçamento familiar desses profissionais.

É de chicote na mão, é perseguindo servidores e é atrasando salários dos profissionais que exercem papel tão nobre, que o governo desastroso liderado pelo prefeito Américo de Sousa quer “construir a cuidade que ele quer”…

One thought on “5 meses sem salários: Prefeito de Coelho Neto deixa profissionais da APAE a pão e água…

  1. Sr. Prefeito se o sr. Não precisa dos serviço da apae, agradeca a Deus
    Mas saiba q existe gente precisando daquele local. Trate com respeito pelo menos os deficientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *