128 anos de Timon: sem festa, sem lenço e sem documento…

Post na rede social do prefeito foi a única coisa para lembrar a data seguido da cobrança de servidores ao pagamento de salários

O governo do prefeito de Timon Luciano Leitoa (PSB), ao que parece decidiu mesmo se entregar ao marasmo e ao descaso com a gestão pública.

Entregue a uma maré baixa e impopularidade em alta, o prefeito e seu governo decidiu ignorar por completo a data do aniversário da cidade (22 de dezembro). Nada, absolutamente nada foi feito para celebrar os 128 anos de Timon. Será que se o aniversário da cidade fosse realizado antes das eleições desse ano o prefeito teria ignorado a data da mesma forma?

Cadê a parceria do agora deputado eleito Rafael Leitoa (PDT), que vende “livre trânsito” com o governador Flávio Dino (PCdoB), mas que deixou a data mais importante da cidade passar despercebido? Se faz dessa forma com a cidade que o elegeu, imagina com a cidades dos outros…

Pois bem, Leitoa vive numa maré tão baixa que até o pagamento de salários anunciados com festa pela imprensa ligada ao governo não saiu conforme o anunciado… Pense numa fake-news! E ainda quiseram colocar a culpa na Caixa Econômica, como se não soubessem que para liberar a folha o município precisa obedecer um protocolo que exige organização e tempo.

E assim segue Timon sob o comando de Luciano Leitoa.

Sem festa, sem nada para comemorar, sem respeito com o povo, sem lenço e sem documento…

Deixe uma resposta